Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Coisas para fazer no 25 de Abril em Lisboa

Coisas para fazer no 25 de Abril em Lisboa

Feriado a meio da semana pede uma pausa para se dedicar ao ócio pela cidade. Aproveita o 25 de Abril em Lisboa.

Por Francisca Dias Real e Raquel Dias da Silva |
Publicidade
Capitão Fausto
Matilde Travassos Capitão Fausto

Não queremos que passe o feriado enfiado em casa quando há toda uma cidade para explorar, do teatro à música, sem esquecer a Corrida da Liberdade, de cravo em riste. Além de um programa completo no Museu do Aljube, o edifício dos Paços do Concelho vai estar de portas abertas e o jardim do Campo Grande estará em festa, com oficinas, música e actividades desportivas. Se preferir, poderá festejar na Festa da Arqueologia ou nos Dias da Música do CCB, que este ano coincidem com as comemorações do 25 de Abril. Mas há mais: Oeiras e Amadora também estão em festa, com actividades e concertos gratuitos. Esta é a nossa proposta de roteiro para celebrar os 45 anos de Revolução – era disso que precisava, não era? Aproveite então estas seis coisas para fazer no 25 de Abril em Lisboa. 

Recomendado: Dez canções revolucionárias

Coisas para fazer no 25 de Abril em Lisboa

1
pastelaria batalha
©Pastelaria Batalha
Restaurantes

Pastéis de nata grátis

Chiado

Nascida na Venda do Pinheiro, onde tem duas lojas, esta pastelaria de fabrico próprio tem também casa no Chiado e em todas vai oferecer deliciosos pastéis de nata para festejar o Dia da Liberdade. A equipa da Pastelaria Batalha garante que qualquer pessoa que visite uma das três lojas poderá desfrutar de um pastel de nata acabadinho de fazer e sem ter de comprar seja o que for para ter direito à oferta. Há apenas duas pequenas restrições: os pastéis de nata serão “apenas” oferecidos entre as 15.00 e as 19.00 deste 25 de Abril e a oferta é limitada a uma unidade por pessoa para haver uma maior distribuição de riqueza.

2
museu do aljube, lisboa
©José Frade
Museus

Conversas, poesia, música e visitas encenadas

Santa Maria Maior

O Museu do Aljube – Resistência e Liberdade (assim se chama) é totalmente dedicado à luta em tempos de ditadura em Portugal, entre 1926 e 1974, que culminou na Revolução dos Cravos. No dia 25 de Abril, há programa completo, com conversas, hora do conto, poesia, música, visitas encenadas e instalações, como escavação, instalação em dança de Sofia de Ó, às 15.00. Entre as 16.00 e as 17.00, destaca-se o concerto com Márcio Pinto na marimba, acompanhado por Catarina Anacleto no violoncelo. O dia termina com uma sessão de poesia dedicada a Sophia de Mello Breyner Andersen.

25 de Abril sempre

capitães de abril filme
©DR
Filmes

Os melhores filmes sobre o 25 de Abril

A maioria dos cineastas nacionais não são muito dados a escavar o passado, nem mesmo a desenterrar e autopsiar o salazarismo. Historicamente, a arma de relato caiu sempre sobre a escrita, e foi através dela que melhor compreendemos a dimensão do conflito e as consequências. Mas as excepções existem, e tanto a revolução como a guerra acabaram por chegar ao grande ecrã, mais ou menos aproximados da realidade, muito ou pouco romantizados, baseados em livros ou em factos. 

Publicidade
alice vieira a cinco vozes
©Bernardo Carvalho
Miúdos, Eventos literários

A revolução para garotos: três livros infantis sobre o 25 de Abril

A famosa fotografia do menino de cabelinhos aos caracois a pôr um cravo numa arma está muito desactualizada. Esse rapaz tem agora para cima de 30 anos. Para os que não chegam aos dois palmos de altura mas já estão a perguntar o que é isso de revolução dos cravos, seleccionámos três livros que vale a pena ler em família. 

You may also like

    Publicidade