A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
45 anos do 25 de abril
DR

Coisas para fazer no 25 de Abril em Lisboa

Um roteiro para celebrar a Revolução dos Cravos fora de casa, com uma série de sugestões da música ao cinema, passeios e exposições.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Se nos últimos anos a celebração do 25 de Abril foi contida, este ano as festividades voltaram em força à cidade. Independentemente do programa, descer a Avenida da Liberdade é obrigatório, num momento de encontro e exaltação em que o desafio é mesmo encontrar pessoas sem cravos ao peito. Mas há outras sugestões culturais para celebrar o dia 25 de Abril, com exposições que recuperam artigos históricos, peças de teatro que nos fazem viajar no tempo e concertos que revisitam a música enquanto símbolo de liberdade. O que importa é assinalar a Revolução.  

Recomendado: Ponha-se à escuta destas canções revolucionárias

Coisas para fazer no 25 de Abril

  • Coisas para fazer
  • Vida urbana

No dia 25, os jardins da residência oficial do primeiro-ministro recebem uma dezena de espectáculos e actividades dedicadas à celebração dos 48 anos da Revolução dos Cravos. Da música à dança, passando pelas artes visuais e workshops, promete-se um dia bem recheado. Dentro da programação, destaca-se a exposição de cartazes do 25 de Abril, a leitura das Novas Cartas Portuguesas, às 16.45, ou a actuação de Dino d’Santiago, às 17.30. A entrada é livre.

25 de Abril sempre

  • Filmes

Os cineastas nacionais não são muito dados a escavar o passado, nem mesmo a desenterrar e autopsiar o salazarismo. Mas as excepções existem, e tanto a revolução como a guerra acabaram por chegar ao grande ecrã, em filmes mais ou menos aproximados da realidade, muito ou pouco romantizados, baseados em livros ou em factos. Seja como for, a revolução dos cravos marcou uma página incontornável da história portuguesa, por isso, e porque também o cinema lhe prestou homenagem, damos-lhe os melhores filmes sobre o 25 de Abril para que respire a liberdade através da sétima arte.

  • Filmes

A revolução dos cravos nunca foi pacífica. Numa coisa, porém, quase todos concordam: a liberdade tornou Portugal um país diferente, e a democracia, apesar dos seus defeitos, permitiu o progresso. Coisa que pode não se ver bem, agora. Contudo estes oito documentários, feitos entre 1975na senda do 25 de Abril, como o magnífico Torre Bela, de Thomas Harlan – e a presente década – no caso de Estética, Propaganda e Utopia no Portugal do 25 de Abril, de Paulo Seabra, por exemplo – mostram o antes e depois. É só questão de comparar.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade