Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Jardins Abertos: lugares secretos, workshops, visitas e passeios

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Estufa Fria de Lisboa
Aline Macedo

Jardins Abertos: lugares secretos, workshops, visitas e passeios

Este fim-de-semana há mais uma edição de Jardins Abertos, desta vez de Outono. Há muitos jardins privados para descobrir

Por Francisca Dias Real
Publicidade

Jardins proibidos onde entra quem quiser – é assim o mote de mais uma edição dos Jardins Abertos, este sábado e domingo, agora para dar as boas-vindas ao Outono. A programação leva-o numa viagem às estufas e aos jardins de inverno na estação em que as temperaturas descem, as folhas caem e as cores mudam – tudo com visitas guiadas, conversas e workshops.  

Os portões de alguns dos jardins mais bonitos da cidade – muitos deles privados – vão estar abertos. O projecto, promovido por profissionais da cultura, botânica e sustentabilidade, quer difundir o conhecimento da natureza em ambiente urbano e sensibilizar o público para a preservação dos espaços verdes. Aproveite, até porque todas as actividades são gratuitas.

A festa de encerramento acontece no domingo no Jardim do Príncipe Real (17.00) e prolonga-se tarde fora com uma acção de sensibilização para a recolha de beatas com a Zero Waste Lab. Mas antes, toma nota de algumas das actividades, sendo que o programa completo pode consultá-lo aqui

Recomendado: Os melhores terraços em Lisboa

Os jardins que não pode perder

Grémio Literário
Grémio Literário
©Grémio Literário

Jardim do Grémio Literário

Coisas para fazer Chiado

Este jardim de 1844 é único nesta zona histórica da cidade – este é o jardim a que Eça de Queirós chamava “a minha Quinta com porta para o Chiado”. Entre as 10.00 e as 14.00, de sábado e domingo, há visitas ao Grémio. 

Quinta Conde dos Arcos
Quinta Conde dos Arcos
Aline Macedo

Quinta Conde dos Arcos

Coisas para fazer Encarnação

Fica nos Olivais e tem nove hectares divididos entre o Viveiro Municipal, a Escola de Jardinagem e a Escola de Calceteiros. No sábado há uma oficina de multiplicação (10.00) e outra de poda (14.00), e no domingo aprenda a recolher e a preservar sementes (11.00). Neste dia também há visitas livres entre as 10.00 e as 17.00.

Publicidade
estufa fria
estufa fria
Fotografia: Manuel Manso

Estufa Fria

Atracções São Sebastião

É um básico quando pensamos em abrigos para plantas e está de portas abertas para visitas livres ao longo destes dois dias, entre as 10.00 e as 17.00, se quiser guiada há uma no sábado às 16.00. Ponhas as mãos na massa na oficina de compostagem (sáb 10.00) e na outra sobre begónias e os métodos de propagação (dom 10.00).

quinta dos azulejos
quinta dos azulejos
Aline Macedo/Jardins Abertos

Jardim da Quinta dos Azulejos

Coisas para fazer Lumiar

Os azulejos nos muros, bancos e canteiros marcam o seu estilo Barroco Rococó e ainda hoje são a grande riqueza do jardim desta Quinta de Recreio.

Publicidade

Quinta das Pintoras

Coisas para fazer Xabregas

É uma quinta privada no Beato com um palacete e um jardim de alamedas, um lago com cisnes negros e uma estufa de avencas – cenário idílico, bem sabemos. Há visitas limitadas entre as 10.00 e as 14.00 no sábado.

Jardim das Ondas
Jardim das Ondas
ANTONIO AZEVEDO/JF do Parque das Nações

Jardim das Ondas

Coisas para fazer Parque das Nações

Está entre o Oceanário de Lisboa e o Tejo, e chama-se assim porque o terreno simula o ritmo do oceano e o movimento das águas. No sábado há visitas livre entre as 10.00 e as 17.00 e uma guiada pela artista Fernanda Fragateiro, autora das esculturas do jardim, às 11.00. Acompanhe um curso de água, da nascente ao estuário, e toda a artilharia do jardim. 

Publicidade
Parque Florestal de Monsanto
Parque Florestal de Monsanto
Fotografia: Arlindo Camacho

Percursos Guiados

Os Jardins Abertos querem pô-lo a dar à perna com os percursos guiados, ou seja, umas passeatas pela cidade. No sábado conheça a arte e a botânica num passeio pelo Príncipe Real (Ponto de Encontro: Praça do Príncipe Real; 10.00) e saiba mais sobre o percurso da água e a sua biodiversidade (Centro de Interpretação de Monsanto; 14.00). No domingo, há uma visita ao Sapal do Estuário do Rio Tejo (09.30) e aventure-se de bicicleta da Gulbenkian a Monsanto (Jardim Gulbenkian; 12.00). 

Publicidade
biblioteca botânica
biblioteca botânica
Aline Macedo/Jardins Abertos

Exposições

A iniciativa tem no programa uma série de exposições que decorrem em ambos os dias, desde a Mostra de Orquídeas, do Clube dos Orquidófilos de Portugal na Estufa Fria (10.00-17.00) à Biblioteca Botânica e Herbário, um lugar privado e de cultivo literário (10.00-14.00). No  Mercado de Ofícios do Bairro Alto, entre as 10.00-14.00, há uma Mostra de Livros Infantis sobre a Natureza, do Planeta Tangerina, e uma exposição de fotografias de jardins e jardineiros, de Fabiana Übida.

Lisboa verde

quinta das conchas, lumiar, parque, jardim,
Fotografia: Duarte Drago

Os melhores parques e jardins em Lisboa

Coisas para fazer

Em Lisboa há parques para todos os gostos e nós escolhemos os melhores para brincar com os miúdos, ler um livro ou fazer um piquenique, independentemente da altura do ano. Afinal todos os dias são bons para uma pausa num destes parques e jardins de Lisboa. Do jardim da Estrela ao pulmão verde de Lisboa – falamos do Monsanto, pois claro –, espaços verdes não faltam na cidade. Com parques infantis, espaços para praticar desporto e correr ou simplesmente para se deixar estar.

avenidas novas, ciclovia
Fotografia: Manuel Manso

Ciclovias em Lisboa. Só precisa de pedalada para percorrer a cidade

Coisas para fazer

Pedalar pela cidade já entrou na rotina de muitos lisboetas, e usar a desculpa das colinas da cidade para deixar as duas rodas estacionada em casa também caiu em desuso. Muito menos vale a pena dizer que não sabe onde arranjar uma bicicleta. Se é fã da partilha, não faltam soluções como as bicicletas da rede Gira e ainda mais ideias dentro do mesmo espírito, como é o caso das trotinetas que invadiram a cidade, igualmente amigas do ambiente. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade