Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores terraços em Lisboa
Park
Fotografia: Arlindo Camacho Park

Os melhores terraços em Lisboa

Quanto mais alto se sobe, de mais alto se cai. Mas nos melhores terraços em Lisboa, só vai cair de amores pelas vistas

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Subimos aos melhores terraços de Lisboa e, entre ver as vistas, beber um copo e dar um pezinho de dança (tudo em segurança), ainda tivemos tempo para escrever este artigo, com mais de 20 destinos para quando a temperatura sobe na cidade. O que pode depender do termostato de cada um, que tanto pode estar avariado como sincronizado com outra zona do país ou do mundo. E Lisboa está bem decorada a terraços com vista, graças às sete colinas que abençoam a cidade (menos quando temos de as galgar). Seja em hotéis, restaurantes ou bares, Lisboa é linda vista de qualquer perspectiva. Estas são as nossas escolhas para lavar as vistas nos melhores terraços de Lisboa. 

Recomendado: As melhores esplanadas em Lisboa para aproveitar o Sol

Os melhores terraços em Lisboa

Rossio Gastrobar
Rossio Gastrobar
©Inês Felix

1. Rossio Gastrobar

Restaurantes Gastropubs Grande Lisboa

O Altis Avenida aproveitou a expansão do hotel para criar esta esplanada lá no alto, com cadeirões confortáveis com vista sobre a praça do Rossio, o Castelo, o Elevador de Santa Justa e o rio ao fundo. Fica no sétimo piso e é um gastrobar, um bar com uma proposta de comidas um bocadinho mais trabalhada, com produtos da estação e maioritariamente portugueses, com a assinatura dos chefs João Rodrigues e João Correia.

Seen
Seen
©DR

2. Seen by Oliver

Restaurantes Avenida da Liberdade

Esqueça tudo o que sabe sobre o histórico Terraço, o restaurante do 9º piso do hotel Tivoli Avenida. Agora está nas mãos de Olivier Costa, que lá abriu o Seen, um conceito já testado em São Paulo, no Brasil. É bar e restaurante, com uma certa tropicalidade logo à entrada, onde está um imponente tronco de árvore natural dentro do bar, com folhas artificiais a cobrir boa parte do tecto, e tem uma vista incrível. Isto para não falar nos cocktails de autor, que fazem brilharete, tanto a passar na garganta como nas redes sociais.

Publicidade
Brunch Ferroviário
Brunch Ferroviário
DR

3. Ferroviário

Noite São Vicente 

Três anos, três novas vidas. O Ferroviário reabriu em 2018, em 2019 ganhou um restaurante e uma programação que juntava festas e aulas de yoga. Este ano a pandemia obrigou a abrandar as badaladas festas de lotação esgotada e a repensar o espaço, que agora vê reforçada a sua parte de restauração abrindo apenas aos fins-de-semana com menus de brunch e depois carta de petiscos. Tudo isto com uma vista incrível para a zona industrial da cidade e o azul do Tejo. A zona de mesas aumentou (tudo devidamente espaçado), o chão ganhou um quadriculado que aumenta (ainda mais) o lado instagramável do espaço. E há sempre bom ambiente e boa música.

chapitô
chapitô
Mariana Valle Lima

4. Chapitô à Mesa

Restaurantes Grelhados Castelo de São Jorge

O ex-libris que é o panorâmico do Chapitô não deixa de o ser, mas em tempos como estes em que meio mundo procura uma esplanada para passar um bom bocado é aqui que entra o renovadíssimo terraço lá do sítio. Serve almoços e jantares com umas belas vistas para a nossa Lisboa, e ao leme da cozinha está agora o chef Pedro Bandeira Abril, que já passou pela Casa da Comida e pela Taberna Sal Grosso. Nas mesas caem coisas como salada de polvo ou de salmão, escabeche de coelho, bacalhau, polvo e atum grelhados, pregos ou abanicos de porco preto. É possível que haja menus especiais de quando a quando, por isso vá deitando o olho ao Instagram do Chapitô à Mesa.

Publicidade
Topo
Topo
Fotografia:Arlindo Camacho

5. Topo Martim Moniz

Bares Martim Moniz

Em 2015, o Topo veio mostrar que há um elevador tão macabro como o do Park. A forma de subir está ela por ela, mas falamos de experiências completamente diferentes. Um final de tarde no Topo significa assistir a acrobacias ousadas dos barmen, num banco ou ao balcão. Pode instalar-se como mais gostar: de pé com os olhos postos no Castelo, recostado a apanhar sol com um gin na mão ou, se é do estilo mais comodista, à conversa à volta de uma das mesas altas.

level eight rooftop
level eight rooftop
Fotografia: Arlindo Camacho

6. Level Eight

Bares Bares Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Fica na Rua Castilho, tem 350 metros quadrados, capacidade para 200 pessoas e a vista, do Parque Eduardo VII ao Jardim Botânico, é qualquer coisa. O espaço foi praticamente todo coberto por deck e está apenas circundado por vidros, já a pensar na vista desafogada sobre a cidade, o que se traduz em material instagramável de boa qualidade. Há comidas leves para entreter o estômago e servir de almofada a cocktails frescos. 

Publicidade
Madame Petisca
Madame Petisca
Fotografia:Ana Luzia

7. Madame Petisca

Bares Chiado/Cais do Sodré

Se nos anos 20 e 30, uma família francesa se encafuava na cave deste edifício para fabricar perfumes, a Madame Petisca fez o oposto. Subiu até ao 3.º andar para servir pitéus e oferecer uma bela vista para o Tejo. O único problema da esplanada é não ter sombra nas horas de maior calor. Pode ser bom para quem se quer bronzear, mau para quem não gosta de torrar. Seja como for, conte com uma carta de bebidas bastante generosa e uma carta de petiscos que vai pelo mesmo caminho. Há happy hour de sobremesas (paga uma e come duas) entre as 12.00 e as 15.00, e outra de bebidas entre as 16.00 e as 19.00. Só tem de partilhar uma foto no local com as hashtags #doubledamadame e #madamepetiscapara receber a segunda unidade. 

Horta do Páteo Alfacinha
Horta do Páteo Alfacinha
©

8. Horta do Páteo Alfacinha

Hotéis Chiado/Cais do Sodré

É uma maratona de terraços, mas desta vez queremos que poupe as pernas e os nervos (se for daqueles que tem fobia de elevadores). No Páteo Alfacinha pode usufruir de dois restaurantes, o Mercearia no Inverno e o Horta no Verão. Deste último saem petiscos de terça a sábado aos almoços e jantares, e aos domingos apenas ao almoço. De tudo o que é tradicional: do caldo verde às sardinhas, de um piano de porco a um pica-pau de marisco, tudo para comer sozinho ou partilhar entre família e amigos. Para terminar, refresque-se com os gelados artesanais da Casa do Marquês.

Publicidade
House of Wonders
House of Wonders
Fotografia:Manuel Manso

9. House of Wonders

Restaurantes Vegetariano Cascais

Próxima paragem: Cascais. Fomos até ao fim da linha, mas só porque este terraço vale a viagem. Longe das multidões das praias e esplanadas do paredão, o rooftop colorido deste restaurante/loja tem uma bela vista e muita sombra, mas, melhor do que isso, é o lugar próprio para saborear, conversar e partilhar. Tudo com calma. A comida é vegetariana e vai bem com sumos de fruta, um copo de vinho ou cerveja artesanal.

TOPO Chiado
TOPO Chiado
Fotografia: Manuel Manso

10. Topo Chiado

Restaurantes Chiado

Mais do que uma esplanada com bons cocktails, o Topo Chiado é um restaurante ideal para petiscar durante todo o dia. Tem tábuas de queijos e enchidos, pica pau de novilho ou uns pregos para ir picando. E uma visão panorâmica sobre Lisboa com um enquadramento perfeito para vislumbrar o Elevador de Santa Justa. Vá por nós, à noite é uma beleza.

Publicidade
Esplanada do Park
Esplanada do Park
Fotografia:Arlindo Camacho

11. Park

Bares Chiado/Cais do Sodré

Quase não precisa de apresentações e já toda a gente conhece o caminho desde que se entra no parque de estacionamento da Calçada do Combro até ao 6.º andar. Entre a vegetação e a madeira não se perde de vista o melhor deste terraço: a vista, lá está. O Park começou a apostar na programação musical (que está mais contida nestes dias) e agora tem a cozinha a funcionar a todo o vapor entre as 13.00 e as 23.00 todos os dias, por isso tanto pode almoçar, lanchar ou jantar. Já sabe que quando o sol se começa a pôr é a melhor hora por aqui.

terraço 23
terraço 23
Fotografia: Francisco Santos

12. Terraço 23

Restaurantes Petiscos Lisboa

Três palacetes do início do século XX deram origem, em 2013, ao Torel Palace Lisbon, um hotel de charme no topo da Colina de Santana, com vista sobre o centro da cidade. Apesar da sua generosa dimensão, é ainda um segredo para alguns e um oásis de sossego para os hóspedes. Aberto a todos e sem precisar de check-in está o Terraço 23, o restaurante informal do hotel, onde o chef Henrique Cachola Antunes trata de tudo. Aos fins-de-semana há menus especiais “Aqui A Música É Outra” com a apresentação de cozinha por temas (Reservas: 93 404 0246) em regime all you can eat.

Publicidade
Lost In
Lost In
DR

13. Lost In

Restaurantes Cafés Avenida da Liberdade/Príncipe Real

É fácil perder a noção do tempo assim que pisamos o espaço aberto da esplanada, logo atrás do Lost In. A vista, das melhores de cidade, é tudo o que podemos querer para acompanhar uma carta que vai dos sumos naturais às sangrias, passando, claro, pelos vinhos e pelos cocktails. E há menus do dia durante a semana.

Okah
Okah
Arlindo Camacho

14. ŌKAH

Restaurantes Asiático contemporâneo Estrela/Lapa/Santos

A vista de 360° está garantida no Ōkah, o bar e restaurante do último piso do LACS, em Santos, agora com mesas e cadeiras em todo o lado para garantir que todos mantêm as distâncias. Pode abrigar-se no restaurante sem grandes problemas, mas quem gosta de levar com o ar fresco na cara, tem os contentores com sofás no bar/ terraço que ajudam a que se proteja das aragens.

Publicidade
Entretanto roof top bar
Entretanto roof top bar
©DR

15. Bar Entretanto

Bares Chiado

E o prémio de visionário vai para... Entretanto. O Hotel do Chiado nasceu há 16 anos e com ele o Entretanto Rooftop Bar (que é tão incrível que até foi referenciado pelo programa 360 horas em Lisboa do The New York Times como um "must" para quem vem à cidade). Os pratos são assinados por Igor Martinho, que vai buscar inspiração à cozinha tradicional portuguesa, mas são as ostras que dão fama à casa. Isso e a vista panorâmica, claro.

Silk Club
Silk Club
©SILK

16. Silk Club

Bares Clubes privados Chiado

Consegue viajar no tempo e imaginar os antigos clubes privados? Se a resposta é não, o máximo que podemos fazer é apresentar-lhe o Silk Club. Para evitar filas ou um porteiro carrancudo, deixe o nome na guest list do site desta discoteca (que agora está apenas operacional enquanto restaurante de inspiração japonesa e bar). As vistas estão garantidas.

Publicidade
Le chat
Le chat
©DR

17. Le Chat

Bares Estrela/Lapa/Santos

Fica mesmo ao lado do Museu de Arte Antiga e do seu jardim e tem uma vista privilegiada para o Tejo, a ponte e o Cristo Rei. A esplanada envidraçada convida a petiscos e refrescos quer no Inverno quer no Verão. Serve tanto refeições leves (saladas, hambúrgueres em bolo do caco) como mais completas (polvo à lagareiro ou bochechas de porco são duas das opções.) A carta de cocktails é bastante completa e, além dos clássicos, todas as semanas há um cocktail especial.

miradouro portas do sol
miradouro portas do sol
Fotografia: Manuel Manso

18. Miradouro das Portas do Sol

Atracções Torres e miradouros Castelo de São Jorge

Instale-se nos pufs e descontraia a ver o Tejo e os monumentos do bairro de Alfama. O bar deste mirante está integrado num edifício da premiada dupla de arquitectos Aires Mateus e tem sempre música de fundo para embalar os refrescos. 

Publicidade
Esplanada do Gourmet Experience
Esplanada do Gourmet Experience
DR

19. Gourmet Experience

Restaurantes São Sebastião

O melhor do último piso do El Corte Inglés, no espaço da restauração, talvez seja mesmo o exterior. A vista não é fabulosa entre os prédios altos da zona, mas é um bom sítio para arejar as ideias depois das compras e para se aquecer em dias em que o ar condicionado congela. Há gelados Nannarella, ceviches do chef Kiko e margaritas e quesadillas do Barra Cascabel.

Santa Bica
Santa Bica
Fotografia:Manuel Manso

20. Santa Bica

Restaurantes Português Chiado/Cais do Sodré

Não há elevador nem escadas: a inclinação acentuada da Rua da Bica (que proporciona momentos muito felizes a todos aqueles que perdem horas no Youtube a ver vídeos de gente a cair) encarregou-se de deixar este terraço nas alturas. Os telhados do bairro estão à vista, com o rio a fazer de pano de fundo. No terraço desta antiga padaria transformada em restaurante e guest house serve-se também comida típica portuguesa. A casca de batata é a entrada mais famosa e a carta de vinhos tem nomes para todos os gostos e bolsos. Mas o melhor é fazer reserva (96 709 2128) antes de ir. 

Publicidade
Noobai
Noobai
Fotografia: Manuel Manso

21. Noobai

Restaurantes Cafés Chiado/Cais do Sodré

É uma espécie de restaurante-esplanada-miradouro, um conceito que o Noobai domina e em que já se tornou quase uma instituição. Mas assim que o sol desponta é a prática do esplanadar que mais adeptos acolhe. Há três esplanadas, renovadas em 2018, ideais para beber um copo ou para almoçar com amigos – mesmo que eles tenham quatro patas. Aceitam animais, desde que “bem-comportados”, avisam.

SUD Lisboa Terrazza
SUD Lisboa Terrazza
©DR

22. SUD Lisboa Terrazza

Restaurantes Italiano Belém

O grupo Sana renovou os edifícios da antiga discoteca BBC e do Piazza di Mare, na vizinhança do MAAT. No espaço da BBC nasceu um local para receber grandes eventos privados e festas temáticas, o SUD Lisboa Hall; no lugar do Piazza di Mare está o Sud Lisboa Terrazza, com uma piscina e pool bar à noite no primeiro andar (que agora não está disponível), e um restaurante com dois espaços diferentes, esplanada e quiosque no rés-do-chão. 

Publicidade
Chillout Limão N10
Chillout Limão N10
©Chillout Limão N10

23. Bar Terraço Limão

Hotéis Avenida da Liberdade/Príncipe Real

O chão azul e branco é a imagem de marca deste terraço do hotel H10 Duque de Loulé. Situado num décimo andar, o protagonismo vai para a vista sobre o Tejo e para toda a Baixa Pombalina. Além de tomar uma bebida e de ver a vista, neste terraço no hotel H10 Duque de Loulé há música para acompanhar o pôr-do-sol de quinta a sábado. Na carta encontra gins e cocktails, para provar entre a zona coberta e a zona ao ar livre.

Jamie's Italian Lisboa
Jamie's Italian Lisboa
Fotografia: Manuel Manso

24. Jamie's Italian

Restaurantes Italiano Princípe Real

Se a ementa deste franchising de Jamie Oliver pode ser igual tanto no Príncipe Real como em Covent Garden, as duas esplanadas com vista para a colina do Castelo são únicas e valem um almoço (marcado com antecedência) no restaurante da moda. Alfredo Lacerda, nosso crítico gastronómico, deu-lhe umas valentes quatro estrelas e na crítica nem referiu os encantos das esplanadas, não fosse o terraço das traseiras uma surpresa em pleno Príncipe Real. Ficou convencido com a pizza funghi.

Publicidade
Mesa do Bairro
Mesa do Bairro
Fotografia:Manuel Manso

25. Mesa do Bairro

Restaurantes Avenidas Novas

Se associa a ideia de terraço a refeições leves, prepare-se: ovos mexidos com farinheira, sapateira recheada, lulinhas fritas com alho, salsa e coentros. E isto é só um cheirinho do que vai poder digerir neste terraço forrado a madeiras e com muita luz, onde também encontra pratos de peso como naco de vitela braseado.

Coisas Degostar
Coisas Degostar
Fotografia:Manuel Manso

26. Coisas Degostar

Bares Cafés/bares Grande Lisboa

Para ter a melhor vista da cidade não é preciso subir assim muitos degraus – basta atravessar a ponte. No terraço desta casa de chá da Casa da Cerca em Almada, vê-se primeiro o Tejo e depois Lisboa desenhada ao fundo, com as suas colinas, a ponte e o castelo. Enquanto aprecia a vista, espreite a carta cheia de wraps, sanduíches e saladas.

Vistas e esplanadas em Lisboa

Chapitô
Duarte Drago

Restaurantes com vista em Lisboa

Restaurantes

O prato é tudo, mas se vier acompanhado de uma vista para admirar nos intervalos entre garfadas melhor. E vistas são o que não falta a esta cidade das sete colinas.

Nossa Senhora do Monte miradouro
©Inês Calado Rosa

Os melhores miradouros em Lisboa

Coisas para fazer

Não é exagero se dissermos que Lisboa é uma das cidades europeias com mais miradouros. Todos com vistas espectaculares sobre os telhados da cidade, os monumentos mais imponentes, o Tejo, a Ponte 25 de Abril ou a outra margem. 

Publicidade
DejaVu Park
Inês Félix

Os melhores quiosques em Lisboa

Coisas para fazer

E quando achávamos que já estava bom, eis que nascem novos quiosques, com refeições saudáveis, cadeiras para praticar o bronze e um cartaz de festas diversas. Na dúvida, são estes os melhores quiosques em Lisboa para começar bem o dia ou para o terminar com um brinde à cidade. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade