Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right O melhor do Cais do Sodré

O melhor do Cais do Sodré

O Cais do Sodré fica em Lisboa, mas é como o Vinho do Porto: quanto mais velho, melhor. Considere-se desafiado a encontrar energia para o acompanhar, enquanto segue este roteiro.

novo cais do sodre
Fotografia: Arlindo Camacho
Por Renata Lima Lobo |
Publicidade

"O cais do Sodré não é só bares de prostitutas, também é gente a alombar caixa de peixe e de fruta". A letra da música Cais do Sodré do fadista Rodrigo defendia que “também é cais onde embarca quem busca no mar o pão”, mas se fosse escrita hoje talvez acrescentasse que é cais de alguns dos melhores restaurantes e bares de Lisboa. Mas há mais no velho/novo bairro da cidade.

O melhor do Cais do Sodré

Casa de Pasto
©DR
Restaurantes

Os melhores restaurantes no Cais do Sodré

O bairro não pára de crescer e com o final das obras no ano de 2017 há muito lugar novo a explorar: restaurantes de peixe de carne e de comida do mundo. É possível comer de tudo no Cais do Sodré e nos restaurantes que se seguem não vai ao engano porque são os melhores restaurantes do Cais do Sodré.

Rive Rouge
©Luísa Ferreira
Noite

Os melhores bares no Cais do Sodré

O difícil no Cais do Sodré é decidir em que modo lhe queremos fazer uma visita. Ainda por cima, com novidades sempre a aparecer, como é o caso do novo Quiosque. Queremos ver-lhe o rosto pelo almoço, despido de universitários barulhentos? Queremos confrontá-lo já com a luz da lua, entre restaurantes mexicanos e italianos? Não. Atenção, não é que não gostemos dessa hipótese, mas a proposta que aqui lhe fazemos é outra: vá com tudo, vá mais tarde, mas vá procurar o copo para colar à sua mão. Basta clicar em "ler mais". 

Publicidade
tease
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer, Caminhadas e passeios

Outras paragens obrigatórias no Cais do Sodré

É um dos bairros da cidade onde tanto vemos multidões apressadas só de passagem, como vemos multidões paradas de copo em riste madrugada adentro. Mas quando o sol nasce é para todos e isso inclui gelados, bolos, bicicletas, arte pública ou urbana. Aproveite as dicas para sair do Cais do Sodré bem mais cheio, mas de tudo um pouco.

Outros bairros em Lisboa

árvore do jardim do principe real
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Príncipe Real

Foi no Príncipe Real que se instalou a nova dinastia da restauração lisboeta, para comer como um príncipe, os terraços para beber copos se multiplicaram e as concept stores apareceram porta sim, porta não. Sem esquecermos os nomes sonantes que, num cirandar constante, também têm poiso no bairro, do chef Kiko aos designers Lidija Kolovrat ou Nuno Gama. 

hamburgaria da parada
©DR
Coisas para fazer

Campo de Ourique

Clássicos de sempre e espaços que ainda cheiram a novo. Padarias, gelatarias, um café italiano e até um restaurante de choco frito. Mas há muito mais que comida. Percorra as ruas do movimentado bairro em busca do melhor de Campo de Ourique.

Publicidade
monsanto, keil do amaral, vista do rio
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Monsanto

Arena de piqueniques, megapavilhão polidesportivo sem tecto, destino de eleição para apreciadores de baloiços e escorregas, Monsanto é muito mais do que aquele lugar onde se vai uma vez por ano a um casamento.

centro de marvila, Praça David Leandro da Silva,
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Marvila

Até há pouco tempo, era o ponto cardeal mais desprezado de Lisboa, mas, lentamente, começa a ganhar vida e pontos de interesse. Eis uma longa série de desculpas para rumar ao bairro da moda e descobrir Marvila. 

Publicidade