A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Cais do Sodré
Mariana Valle Lima

O melhor do Cais do Sodré

O Cais do Sodré fica em Lisboa, mas é como o vinho do Porto: quanto mais velho, melhor. Considere-se desafiado a encontrar energia para o acompanhar, enquanto segue este roteiro.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Poucas zonas de Lisboa já tiveram tantas vidas como o Cais do Sodré. Sobre uma herança noctívaga, os últimos anos construíram um bairro mais convidativo, seja para visitar uma loja,  tomar um brunch em família ou para um jantar de amigos, daqueles que podem ou não descambar para uma noite de copos. Se assim for, não faltam bares para beber cocktails, cerveja artesanal ou até vinhos naturais. Mais diverso e multicultural do que nunca (e quase sempre polémico), este Cais pede para ser usufruído a qualquer hora do dia, por locais e visitantes – e foi eleito o segundo bairro mais cool do mundo pela Time Out Global em 2022. 

Recomendado: Oito brunches buffet em Lisboa para aproveitar sem culpa

O melhor do Cais do Sodré

  • Compras

Quantas vidas tem o Cais do Sodré? A resposta depende do tipo de programa que quer fazer. À noite, é um bairro cheio de possibilidades – dos copos de final de tarde às noitadas que só acabam em plena luz do dia. Se o objectivo for alimentar-se, saiba que é possível ir a praticamente todos os continentes sem sair destes quarteirões, para não falar dos locais que cruzam petiscos e música em perfeita harmonia. Mas o que dizer das lojas? Este pode não ser o grande destino de compras da cidade, mas tem algumas paragens obrigatórias para quem procura marcas portuguesas. Tome nota.

  • Noite

Se há coisa que o Cais do Sodré tem é múltipla personalidade. Ainda bem, porque é precisamente esse o mote que esperamos de um sítio que reúne meia Lisboa todas as semanas. Aos que gostam de conversa, aos que gostam de copos, aos que querem só uma cerveja depois do trabalho e aos que querem que o sol nasça, este é o lugar perfeito para conjugar as vontades. A agenda também ajuda, com música a ecoar por todos os lados, em DJ ou em concerto. E é por isso que deve programar, com a maior brevidade possível, uma visita aos melhores bares no Cais do Sodré.

Publicidade
  • Restaurantes

Se há zona de Lisboa que nunca fica igual é o Cais do Sodré, conhecido pela movida nocturna, mas cheio de vida durante o dia. Há cada vez mais novos projectos a regenerar o bairro, de restaurantes a bares onde também se come bem, há um mudo de opções. Restaurantes de peixe, de carne ou de comida do mundo tornam possível comer de tudo um pouco sem sair do quarteirão. Não sabe onde reservar mesa? Comece por aqui e durante os próximos tempos não tem de se preocupar. Deixamos-lhe 32 restaurantes no Cais do Sodré para noites (ou dias) sempre diferentes.

Outros bairros em Lisboa

  • Coisas para fazer

Marvila é a única zona da cidade em acelerada renovação sem ter o turismo como motor. Entre o Beato e a Matinha, junto ao rio, antigos armazéns abandonados são agora espaços de cowork onde também se pode andar de skate. Há fábricas de cerveja artesanal a cada canto do bairro, salas de espectáculo ou de raves, onde cabem mil pessoas, e espaçosas galerias de arte, uma vertente crescente por estes lados graças ao espaço que ainda há para ocupar.
 Fomos espreitar e descobrir as maravilhas de Marvila para lhe traçar o roteiro completo. 

 

  • Coisas para fazer

Alvalade é um bairro a ter em conta sempre que falamos do melhor da cidade. Andámos pelas suas ruas desenhadas a régua e esquadro e traçámos um roteiro para forasteiros e nativos. As novidades do bairro, as paragens obrigatórias, os pratos que não pode deixar de provar nos restaurantes locais e os espaços mais amigos das crianças – tudo o que precisa de saber para pôr Alvalade na sua lista de prioridades está aqui. Tudo num bairro que também pode ser apreciado num belo passeio de fim-de-semana, já que a sua arquitectura, em particular residencial, também merece especial atenção.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade