A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Rua da Silva
Fotografia: Ricardo LopesRua da Silva

A rua mais verde de Lisboa: oito paragens obrigatórias na Rua da Silva

Entre o Conde Barão e São Bento, vale a pena descobrir a famosa rua verde de Lisboa.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Entre o Conde Barão e São Bento, a famosa rua verde de Lisboa é tão popular que até tem um perfil de Instagram. Mas, atenção, o chão não está pintado: o epíteto é mérito de Armando, o senhor das plantas, que decorou a sua varanda e contagiou as dos vizinhos. Apesar de ser uma das mais estreitas da cidade, a Rua da Silva, assim se chama na verdade, tem muito por descobrir. Desde uma loja de produtos com CBD até vários restaurantes, passando por um ateliê de joalharia e uma salão de bem estar, são várias as paragens à sua espera.

Recomendado: As ruas com nomes mais estranhos em Lisboa

Oito paragens obrigatórias na Rua da Silva

  • Compras
  • Chiado/Cais do Sodré

Propriedade de três irmãos italianos, esta loja é para fãs de produtos biológicos com CBD, desde óleos e alimentos até creme de mãos e gel de banho. A substância obtida a partir da planta Cannabis sativa tem potencial terapêutico e benefícios relacionados com distúrbios de ansiedade, do sono e do movimento.

Rua da Silva 7. Seg-Sex 11.00-20.00 e Sáb 15.00-20.00

  • Restaurantes
  • Chiado/Cais do Sodré

Duda nasceu em Portugal e tem descendência angolana. Gil é angolano e também tem descendência cabo-verdiana. E Mamadou é senegalês. Foi durante a pandemia que se juntaram para abrir este restaurante de comida africana, que presta homenagem às suas origens e é também palco de exposições, sem nunca esquecer a música. O menu vai variando, mas a catchupa da tia Sãozinha e a catchupa vegan da tia Kita são um sucesso. Há ainda tapas a qualquer hora do dia. “É uma fusão do street food de Angola, porque há pratos com certos ingredientes a que cá não temos acesso, por isso fazemos um twist”, diz Gil. “E temos sempre a preocupação de ter alternativas para quem não consome carne.”

Rua da Silva 8. Seg-Sáb 12.00-23.00. Cozinha: 12.00-15.00 e 19.00-22.00. Bar: 14.00-23.00

Publicidade
  • Restaurantes
  • Chiado/Cais do Sodré

Neste snack bar, encontra o mais popular snack dos Países Baixos: o frikandel, uma espécie de salsicha frita que, na maior parte das vezes, se come cortada ao meio, com cebola, maionese e ketchup. Há ainda krokets, ou croquetes, feitos de farinha de trigo e uma mistura de carne e goulash, ou fritetjes, as populares batatas fritas holandesas, servidas em cones de papel com os mais variados molhos. Se nunca se cansa de provar especialidades de outras latitudes, também há pratos típicos de Flandres.

Rua da Silva 11. Seg-Qui 12.00-22.30 e Sex-Sáb 14.00-22.30

  • Restaurantes
  • Chiado/Cais do Sodré

“Comida honesta e criativa”: é esta a promessa deste tapas e cocktail bar, que também serve cocktails e bom vinho, que é como quem diz natural e biodinâmico. Os sabores, esses, mudam com as estações do ano, mas pode sempre contar com produtos frescos e locais.

Rua da Silva 21. Seg-Qui e Dom 16.00-00.00 e Sex-Sáb 16.00-01.00

Publicidade
  • Compras
  • Joalharia
  • Chiado/Cais do Sodré
  • preço 2 de 4

A viver entre Lisboa, cidade onde trabalha, e a costa alentejana, onde encontra paz para pensar nas suas criações, Tânia Gil é a dona desta joalharia com inspiração na natureza, que tem montra virada para a Rua da Silva, mas entrada numa transversal. Sementes, folhas, búzios e diferentes conchas são alguns dos motivos que encontramos nas suas peças em prata 925.

Rua da Silva 22. Seg-Sáb 11.00-19.00

  • Compras
  • Chiado/Cais do Sodré

Aqui, há barro e não só. Nesta loja, além de vasos e outros objectos em cerâmica, também encontra colecções de marcas portuguesas, como a Silvo, que se dedica a criar peças intemporais e sem género. Já no campeonato do calçado, há as populares menorquinas, vindas directamente do país vizinho. Destacam-se os modelos em “fuego”, para dar nas vistas este Verão.

Rua da Silva 27. Ter-Sáb 11.00-19.00 e Dom 12.00-18.00.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Chiado/Cais do Sodré

João Dias voltou da China de propósito para abrir este restaurante, que se apresenta como o mais romântico e exótico de Lisboa. Desde a decoração à comida, tudo é um convite para viajar. O foco aponta para a comida asiática de fusão, mas também se servem sabores brasileiros e culinária crioula do Louisiana. Para refrescar, há vinhos e cervejas internacionais, bem como cocktails e sumos naturais.

Rua da Silva 28. Seg 12.00-15.00 e 19.00-23.00, Qua-Sex 12.00-15.00 e 19.00-23.00 e Sáb-Dom 15.00-23.00

  • Saúde e beleza
  • Chiado/Cais do Sodré

Escolher um cabeleireiro nunca é só escolher um cabeleireiro. E neste não lhe tratam só do cabelo. Da depilação à manicure e pedicure, passando por serviço de massagens, estamos perante um verdadeiro salão de beleza e bem-estar. Se tiver tempo, ainda lhe fazem limpeza da pele, preenchimento de sobrancelhas e esfoliação profunda dos pés e mãos. Bem sabemos que, quando a esmola é muita, o pobre desconfia. Mas desafiamo-lo a ir ver por si.

Rua da Silva 33. Seg-Sex 09.00-19.00 e Sáb 09.00-17.00

Passear por Lisboa

Publicidade
  • Coisas para fazer

São dezenas de coisas grátis para fazer em Lisboa: afinal não queremos que deixe de aproveitar o melhor que a cidade tem apenas por ter a carteira mais vazia. Há muito para fazer à borla em Lisboa. Não acredita? Então espreite a lista que se segue. Não se vai arrepender. Já lhe dissemos que é grátis?

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade