A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
caretos
Fotografia: Rosino Carnaval de Podence, Portugal [2008]

Saiba como celebrar o Carnaval online, sem sair de casa

Este ano, o Carnaval muda-se para dentro de portas e há oferta online para celebrar o Entrudo em segurança.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Só passaram doze meses, mas parece que o último Carnaval na rua, com multidões em alegre atropelo, aconteceu há muito, muito tempo, numa história começada por "era uma vez...". A boa notícia é que pode pegar nos foliões lá de casa e explorar o que o mundo virtual tem para oferecer para celebrar o Entrudo. Pode viajar até ao outro lado do oceano, fazer uma máscara bem portuguesa ou seguir as sugestões dos melhores carnavais do país, tudo acompanhado de uma banda sonora feita para a ocasião. Este ano, o Carnaval calha na terça-feira de 16 de Fevereiro, logo a seguir ao Dia dos Namorados, mas o cardápio online estica-se para outros dias do mês.

Recomendado: Cinco coisas que não sabe sobre o Carnaval

Pela primeira vez, em mais de um século, todas as celebrações de Carnaval foram suspensas no Rio de Janeiro e em muitas outras cidades brasileiras. Para assinalar a data, o Airbnb acaba de lançar uma nova colecção de experiências online, de aulas de samba até uma imersão em capoeira. Entre as diferentes experiências disponíveis, há vários ateliers para ficar a saber tudo sobre a tradição carnavalesca do Brasil, os segredos da bossa nova (desde 10€), como fazer a caipirinha perfeita (desde 10€) e até aprender uns passinhos de samba com a Rainha da Bateria (desde 12€).

  • Coisas para fazer
  • Vida urbana

O Município de Bragança decidiu contrariar o isolamento provocado pela pandemia e reinventou não só o Festival do Butelo e das Casulas como o Carnaval dos Caretos, para que todos possam participar, entre 1 e 16 de Fevereiro, a partir de qualquer lugar. O Festival do Butelo e das Casulas, que se vai realizar em parceria com a plataforma Dott e os CTT, contará com a participação de produtores do concelho de Bragança, que estarão a comercializar produtos que pode depois aprender a confeccionar. Para o ajudar na cozinha, conte com a presença online de chefs que vão “colocar aos mãos na massa” e revelar alguns dos seus segredos. Já o programa do Carnaval dos Caretos contempla também várias iniciativas digitais, como oficinas pedagógicas, destinadas sobretudo às crianças, uma exposição de máscaras e um par de “Diálogos com Arte”.

Publicidade

O programa online para Fevereiro do LU.CA – Teatro Luís de Camões conta com cinema, teatro, música, poemas ou uma visita virtual e entre as propostas para os mais pequenos, encontra uma espécie de celebração antecipada do Carnaval. A partir de 9 de Fevereiro, terça-feira, pode ouvir no Spotify do LU.CA uma playlist escolhida pelo DJ Tiago Miranda para festejar o Carnaval em segurança. Além de 20 anos de carreira e experiência nos pratos da discoteca Lux Frágil, o currículo de Tiago Miranda também inclui passar música para os seus três filhos.

 

A partir de 5 de Fevereiro ligue-se ao Facebook e ao Instagram do Carnaval de Estarreja para celebrar a efeméride, mas a partir de casa. Em Estarreja ou em qualquer parte do mundo. Nesse dia, pelas 21.30, será exibido o DVD Carnaval 2020 com os melhores momentos da última edição, que ficará disponível até dia 16 de Fevereiro. A 6 de Fevereiro assista, à mesma hora, ao lançamento do jogo A Lókas no Espaço - Vai-te COVID, com os Reis de Palmo e Meio. Inspirado nos jogos arcada, a mascote do Carnaval terá por missão sensibilizar os mais novos e as suas famílias para a importância de usar máscara, lavar as mãos e do distanciamento social. A programação completa inclui desfiles, concertos, conversas ou a transmissão do Grande Corso 2020.

Publicidade

O Museu do Dinheiro está de portas fechadas, mas faz-lhe companhia no site oficial. Uma das actividades que pode acompanhar à distância é a criação de uma máscara inspirada nos Caretos de Trás-os-Montes e também nas moedas do museu. As instruções para a actividade em família estão disponíveis na página do evento e incluem um documento com tudo o que precisa para imprimir e decorar a máscara e os chifres dos caretos. Figuras tão ímpares da nossa cultura que fazem parte de uma série de moedas dedicada à Etnografia Portuguesa, com o valor de 2,5€.

Está em marcha o movimento Carnaval em Casa que propõe uma grande folia, mas caseira e segura. Uma iniciativa que junta seis associações carnavalescas de Torres Vedras e que pode ser acompanhada em qualquer lugar. O ponto de partida para as celebrações é o site oficial do Carnaval em Casa, onde encontra a programação que decorre até 17 de Fevereiro, uma loja online onde pode comprar um Kit Folião e a história de cada uma das associações que se juntou ao movimento. A agenda de eventos inclui muito virar de pratos por DJs em directo (com uma sessão de discos pedidos no Dia dos Namorados), desafios para mascarados, uma tertúlia temática com figuras conhecidas deste carnaval e termina com o Enterro do Entrudo.

Publicidade

A Big Eventos, que se dedica à organização de festas, acaba de anunciar um Baile de Carnaval Virtual, para contrariar o tédio do confinamento obrigatório. No conforto das suas casas, os foliões vão poder ver-se uns aos outros a dançar ao som da mesma música, que estará a cargo de DJ Alexandre Teixeira e DJ Migwell.Para participar, basta ter um dispositivo com webcam e acesso à internet e preencher um formulário para garantir o seu lugar – são limitados e preenchidos por ordem de reserva. O evento custa 3€ e começa às 22.00 de 13 de Fevereiro.

Mais para fazer em casa

  • Noite

A quarentena despertou o chef que há em cada alfacinha – basta fazer scroll pelas redes sociais para perceber que a cozinha passou a ser uma das divisões preferidas da casa e que há milhares e milhares de receitas, mais ou menos sofisticadas, para experimentar. Mas e os bartenders e mixologistas de trazer por casa? Onde andam? Não acham que as novas receitas culinárias devem escorregar bem melhor ao sabor de um novo cocktail?

Vá à procura do shaker ao fundo do baú e experimente as receitas que alguns bares de Lisboa e do Porto partilharam com a Time Out em tempo de confinamento.

  • Coisas para fazer
  • Jogos e passatempos

Os jogos de fuga começaram nos computadores e só depois foram transportados para a vida real, chegando timidamente a Lisboa em 2014. Anos depois, é fácil perder a conta a todas as salas da cidade, cada vez maiores, mais diversificadas e difíceis. Com o distanciamento social e o dever geral de recolhimento domiciliário na ordem do dia, algumas empresas especializadas em escape rooms  como as portuguesas Enigmind, Mission to Escape, Puzzle Room e Timeless Lisbon  reinventaram-se e lançaram missões virtuais. E, além de propostas nacionais, há também escape rooms em inglês e espanhol, criadas precisamente para ajudar a descomprimir no meio desta pandemia. São mais rudimentares do que os clássicos escape games, com salas verdadeiramente interactivas, mas prometem uma boa dose de diversão.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Jogos e passatempos

Nos tempos em que ficar em casa é recomendado e manter a distância social também, parece que somos invadidos por aquela vontade repentina de sair de casa, abraçar os que nos são mais próximos, estar com eles, tomar café, marcar jantares e idas ao cinema, enfim, um sem-número de coisas que, em situações normais, provavelmente adiaríamos. Hoje em dia, é mais fácil encurtar distâncias e matar saudades, nem que seja virtualmente. As videochamadas não são novidade e há uma série de redes sociais e apps que o permitem – mas e temperar essas chamadas com algum divertimento? Estas apps sociais são uma festa em família ou com amigos. Pode jogar trivia, cartas, ver um episódio em conjunto mas em casas diferentes, fazer um DJ set ou adivinhar letras de canções. Sempre ligado a alguém que pode estar noutro lar. Não vale sentir-se sozinho.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade