A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
O Verão do Skylab
DRO Verão do Skylab

Oito comédias de Verão indispensáveis

Do Sr. Hulot em férias às memórias de Verão de Julie Delpy, eis oito comédias de Verão a recordar ou descobrir.

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

Rodadas na Europa e nos EUA, interpretadas por nomes como Jacques Tati, Katharine Hepburn, Cliff Richard, Christian Clavier, Woody Allen, Chevy Chase, Lindsay Lohan ou Julie Delpy, estas oito comédias têm em comum passarem-se todas durante o Verão e garantirem um alto índice de gargalhadas (sendo que algumas delas têm também um forte poder nostálgico). Entre elas encontramos alguns títulos popularíssimos deste formato, como As Férias do Sr. Hulot, de Jacques Tati, Mocidade em Férias, de Peter Yates, Barracas na Praia, de Patrice Leconte, ou ainda Que Paródia de Férias!, de Harold Ramis.

Recomendado: Filmes de Verão para refrescar dias de calor

Oito comédias de Verão indispensáveis

‘As Férias do Sr. Hulot’, de Jacques Tati (1953)

Talvez a melhor comédia estival já feita. Interpretado pelo longilíneo Jacques Tati, o Sr. Hulot, com o seu inseparável cachimbo na boca, instala-se num hotelzinho familiar de praia para passar férias, mas sempre inadvertidamente, espalha a confusão em seu redor. Comédia física, slapstick e quase sempre muda, primorosamente calculada e jubilatoriamente genial.

‘Loucura em Veneza’, de David Lean (1955)

Este filme é uma comédia, passa-se no Verão, mas também é romântico e com o seu quê de dramático. Katharine Hepburn personifica uma solteirona americana que vai fazer férias em Veneza – personagem a parte inteira da fita – e encontra aquele que pensa ser o homem da sua vida (Rossano Brazzi). Só que ele já é casado. É deste filme a célebre cena em que Hepburn cai num canal.

Publicidade

‘Mocidade em Férias’, de Peter Yates (1963)

Concebido como uma montra promocional para Cliff Richard e os Shadows, então no auge da fama, esta comédia musical põe o quarteto a personificar mecânicos dos autocarros de Londres, que transformam um destes veículos num hotel sobre rodas e vão passar férias pela Europa, metendo-se em aventuras românticas, cómicas e com uma jovem cantora americana que fugiu de casa e está disfarçada de rapaz.

‘Barracas na Praia’, de Patrice Leconte (1978)

Escrito e interpretado pelos membros da trupe de comédia parisiense Le Splendid, Barracas na Praia é uma sátira à filosofia de férias do Club Med, na altura popularíssimo em França. Um grupo de franceses, casados e solteiros, mete-se numa sucessão de confusões e equívocos num resort da Costa do Marfim. Com Christian Clavier, Michel Blanc, Josiane Balasko e Gérard Jugnot.

Publicidade

‘Uma Comédia Sexual numa Noite de Verão’, de Woody Allen (1982)

Woody Allen interpreta um inventor de máquinas extravagantes neste filme passado durante o Verão de 1900, numa casa de campo nos arredores de Nova Iorque, e onde se cruzam várias e movimentadas linhas cómico-sentimentais entre um trio de casais. O filme é também uma homenagem a Sorrisos de uma Noite de Verão, uma das raras comédias de Ingmar Bergman.

‘Que Paródia de Férias!’, de Harold Ramis (1983)

Uma típica família americana dos subúrbios de Chicago, os Griswold, aproveita as férias para atravessar os EUA de carro e ir visitar um famoso parque de diversões, mas a viagem vai transformar-se numa verdadeira odisseia. Chevy Chase é hilariante como Clark Griswold, o pater familias lorpa, Christie Brinkley tem uma participação inesquecível a guiar um Ferrari e John Candy aparece de surpresa no final.

Publicidade

‘Pai para Ti… Mãe para Mim…’, de Nancy Meyers (1998)

Uma ainda jovem Lindsay Lohan interpreta aqui duas gémeas separadas à nascença que se conhecem aos 11 anos, num campo de férias, e decidem aproveitar a ocasião, e a atmosfera romântica do Verão, para voltar a juntar os seus pais divorciados (Dennis Quaid e Natasha Richardson). Nancy Meyers assina esta luminosa comédia familiar estival, que se tornou de referência no seu género.

‘O Verão do Skylab’, de Julie Delpy (2011)

A actriz Julie Delpy escreve, realiza e também interpreta esta comédia passada no Verão de 1979, na Bretanha, quando uma família numerosa se junta para comemorar o aniversário da avó. Entretanto, a estação espacial Skylab prepara-se para cair na Terra e ninguém sabe dizer ao certo onde. Uma saborosa, animada, nostálgica e bem francesa comédia em família, baseada numa recordação de infância da própria Delpy.

Verão em Lisboa

  • Compras
  • Roupa interior e fatos de banho

Este Verão tem espaço para tudo: para marcas portuguesas, para biquínis brasileiros, para fatos de banho recatados e para flores e frutas exóticas. Para brilhos, decotes clássicos, folhos, blocos de cor ou padrões divertidos. Para novidades e para clássicos. Para grandes investimentos e para bagatelas. Para corpos de todos os tamanhos e feitios, que se há coisa a que as marcas estão cada vez mais atentas é à inclusão. E à sustentabilidade. Escolhemos os nossos modelos favoritos, entre biquínis e fatos de banho.

  • Coisas para fazer

Continua a haver vários areais onde pode estender a toalha com a certeza de que está num sítio em boas condições. Para conseguir este título, que é atribuído anualmente, é preciso que as praias se candidatem e cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, segurança e conforto. Em 2021, são 399 as praias premiadas, 62 das quais banhadas pelas águas do rio Tejo, e nós dizemos-lhe 25 onde pode mergulhar perto de Lisboa.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Geladarias

Basta o sol brilhar e a temperatura subir um pouco que um gelado torna-se logo no melhor aliado. Dos sabores de fruta, pêra, limão ou framboesa, aos clássicos, como pistáchio, chocolate negro ou avelã, o céu é o limite no mundo dos gelados. E a verdade é que a lista das melhores gelatarias não pára de engordar de ano para ano. Nesta selecção, tem das mais antigas às mais recentes, incluindo o lugar perfeito para apreciar um gelado alcoólico servido em cocktail ou como shot. Coma (ou beba) rápido, antes que derreta.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade