A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Lisbon Marriott Hotel
©DRLisbon Marriott Hotel

Onde ficar a dormir em Benfica

Descubra uma cidade dentro da cidade, ficando a dormir em Benfica ou São Domingos de Benfica.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Se quer conhecer Lisboa como um lisboeta não é bem no centro ou nos bairros históricos que o vai fazer. Para viver a cidade e cruzar-se com moradores que dizem "bom dia" em vez de "good morning" ou "bonjour" rume até Benfica, uma quase-cidade dentro da cidade. Castiça, popular, bairrista e enorme (tão grande que, em podendo, se pode viver e trabalhar sem sair de lá), vale a pena calcorrear Benfica, Carnide, Alto dos Moinhos ou São Domingos de Benfica. É lá que encontra alguns dos melhores restaurantes tradicionais portugueses, algumas das atracções mais competitivas no que a compras diz respeito e um estádio habituado a romarias.

Recomendados: Sítios para visitar em Benfica: meia dúzia de atracções a não perder

Onde ficar a dormir em Benfica

Lisbon Marriott Hotel
  • Hotéis
  • Hotéis de grandes cadeias
  • Sete Rios/Praça de Espanha
  • preço 3 de 4

Não é uma rua de peões e só tem carros e mais carros. Mas depois existe o Marriott, que desmonta todas as nossas teorias em relação às desvantagens da localização. Primeiro porque conseguiu transformar as suas traseiras num jardim tropical com piscina que tanto podia ser em Lisboa como em Calcutá; depois porque estar entre a Praça de Espanha, Sete Rios e Benfica não é nada mau – há transportes para o centro e permite explorar outros bairros mais afastados. No Verão, a esplanada abre-se para o jardim e janta-se à volta da piscina, com música ambiente.

  • Hotéis
  • Sete Rios/Praça de Espanha

Para que se deixe encantar como uma criança a quem contam uma história, suba até ao topo do mais recente estabelecimento hoteleiro do Alto dos Moinhos, com uma vista de Estádio da Luz quase igual àquela que a águia Vitória tem quando sobrevoa o público antes do jogo começar. O Upon Lisbon Prime Residences guarda uma piscina, um restaurante e um bar no cocuruto e 129 apartamentos no seu interior (com espaço para até seis pessoas cada).

Publicidade
  • Hotéis
  • Hotéis de charme
  • Sete Rios/Praça de Espanha

Um antigo e outrora modesto edifício de habitação de São Domingos de Benfica foi convertido numa guesthouse, ideal para quem gosta de estar relativamente perto de tudo, ao mesmo tempo que tem paz e sossego. Por fora parece uma antiga casa senhorial e inclui vários quartos de diferentes tipologias, entre eles uma suite familiar com 35 . Há ainda um espaço privado ao ar livre onde encontra um lounge e um pequeno parque de estacionamento, caso tenha carro.

Lisboa Camping
  • Hotéis
  • Parques de campismo
  • Lisboa

Sim, é o parque de campismo do Parque Florestal de Monsanto, mas porque não dormir no meio da floresta, a dois passos do centro da cidade? Monsanto abrange várias freguesias de Lisboa, entre elas Benfica, território do Lisboa Camping & Bungalows, em pleno pulmão verde da cidade, estende-se por uma vasta área totalmente arborizada e tem acesso directo à cidade através de transportes públicos. É possível alugar, tal como o nome indica, bungalows, mas também há espaço para instalar caravanas e tendas. E ainda tem a vantagem de estar relativa e igualmente próximo das praias da Linha e da vila de Sintra.

Coisas para fazer em Lisboa

  • Restaurantes

Já foi mais fácil encontrar restaurantes em Lisboa até dez euros e a culpa não é só do turismo ou dos tempos difíceis que o sector atravessa depois de dois anos intermitentes. Na maior parte das vezes, a qualidade paga-se, mas ainda há excepções. Comer fora não tem de ser uma extravagância e na cidade existem verdadeiros achados. Pense num prato rico, em comida saborosa e atendimento simpático às vezes até familiar. Para encher a barriga sem esvaziar a carteira, este barato não lhe vai sair caro. Corremos a cidade em busca de pechinchas gastronómicas e reunimos aqui 21 restaurantes onde poderá ser feliz com uma nota vermelha.

  • Coisas para fazer

Há pessoas que acham que os adultos não devem brincar. Que existe uma data de validade para 
a diversão e, terminado esse prazo, há que viver uma vida séria, empilhando responsabilidades, suportando maus empregos e péssimos casamentos. Felizmente, há cada vez mais adultos a escapar a essa armadilha – e a brincar pela vida fora. A diversão está descentralizada, democratizou-se, e a infância é um estado intermitente que nos visita de vez em quando. Fizemos o roteiro 
da Lisboalândia, um parque de diversões disfarçado de cidade onde há muito mais para fazer para além de tocar às campainhas e fugir.

 

Publicidade
  • Museus

Há museus completamente gratuitos em Lisboa (já os listámos) e depois há outros que não dão o braço a torcer e onde vai ter sempre de se chegar à frente e abrir a carteira. Mas ainda há um meio termo, aqueles que dão tréguas em pelo menos um dos dias da semana ou do mês, para que possa entrar sem gastar dinheiro. Seja ao sábado, no primeiro domingo do mês ou depois de uma certa hora – há opções para tudo e não há grandes desculpas para não aderir a estas borlas. Está pronto para apontar estas dicas?

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade