Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Sete brunches vegan em Lisboa que tem de conhecer

Sete brunches vegan em Lisboa que tem de conhecer

Nestes brunches vegan em Lisboa, animais não entram. Descubra as maravilhas do mundo vegetal nesta grande pequeno-almoçarada.

My mother's daughters
Fotografia: Francisco Santos A tosta unicórnio da My Mother's Daughter
Publicidade

Numa cidade cada vez mais completa gastronomicamente, as opções de brunches vegan em Lisboa começam a crescer e a mostrar como esta refeição predilecta dos fins-de-semana e dos dias sem horários é saborosa e saciante independentemente do estilo de vida que leve. Aqui não entram produtos de origem animal mas nem por isso lhe faltam clássicos, como as panquecas ou a french toast, bowls da moda carregadinhos de fruta fresca e superalimentos ou outros pratos bem bonitos para fotografar e depois devorar. Nesta lista de brunches vegan em Lisboa encontra restaurantes vegan, sítios para take-away ou supper clubs que mostram que vegan é bom e delicioso.

Recomendado: Os melhores restaurantes vegan em Lisboa

Sete brunches vegan em Lisboa que tem de conhecer

Kitchen Dates

Maria e Rui começaram o projecto Kitchen Dates em Fevereiro de 2017, na Holanda, na altura em que se tornaram vegans e andavam a partilhar nas redes sociais como se fazia uma alimentação sem nada de origem animal. De volta a Lisboa, transformaram a sua casa num supper club para brunches vegan – a busca pela mesa de refeições já foi com este intuito. É em madeira, enorme, e nos dias de receber clientela enche-se de pratos coloridos. Para o brunch, sem periodicidade ou menu definido, e com reserva feita apenas através da newsletter Kitchen Dates, fazem tudo de raiz em casa, não usam nada embalado, e privilegiam sempre os produtos sazonais, locais e biológicos. Há sempre dois tipos de pão de fermentação natural (normalmente centeio ou trigo e espelta), iogurte de aveia feito por eles, várias pastas, tanto salgadas como doces, o famoso “queijo” semicurado de caju – uma das criações mais elogiadas e que pode até ser encomendado através de e-mail – uma sopa, duas ou três saladas, mais uns petiscos e duas sobremesas. Tudo à discrição. Embora o brunch seja a imagem de marca do Kitchen Dates, Maria e Rui acreditam que as suas ideias não se esgotam neste conceito e começaram a fazer alguns jantares fora de casa. 

www.kitchendates.pt, info@kitchendates.pt. A morada para o brunch só é recebida na véspera, por e-mail. O menu é 25€ e é preciso fazer o pagamento prévio.

eight the health lounge
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Vegano

Eight – The Health Lounge

icon-location-pin Santa Maria Maior

Neste lounge 100% vegan, com tons crus e design nórdico, o menu está carregadinho de shots de bem-estar (medidas pequenas com todos os nutrientes e sabores concentrados, 1,50€), batidos pretos cheios de amoras e carvão activado ou saladas equilibradas (com proteínas vegetais em leguminosas ou em tofu, muitos verdes, cereais integrais que as tornam saciantes, e molhos feitos à medida – só com óleo de coco ou azeite), sopas e pequenos snacks doces sem açúcar ou mel adicionados: só fruta fresca.

À la carte

Publicidade
O Botanista
©Duarte Drago
Restaurantes, Vegano

O Botanista

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

O Botanista tem um piso térreo muito verde, carregadinho de plantas e um menu vegan para todas as horas do dia, pensado por Catarina Gonçalves, do Ao 26 Vegan Food Project, e André Baptista, responsável pela parte de cozinha. São “coisas boas, que te alimentam e te sabem bem, e por isso esqueceste-te que não têm carne, peixe ou ovos”, explicam, reforçando que querem enaltecer o sabor de ingrediente e não fazer muitas misturas. Há opções de pequeno-almoço e pode montar o seu próprio brunch com a french toast com framboesas (6€), panquecas fofas (escolha entre as fiona, com canela, noz pecan caramelizada e maple syrup ou as bubble, com banana caramelizada, caramelo e nozes) ou os bowls, desde o de açaí (6€) aos salgados, já a puxar para almoço. Acompanhe com smoothies.

À la carte

my mother's daughters,O pudim de chia com carvão activado, granola e manteiga de amendoim caseiras
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes, Vegano

My Mother's Daughters

icon-location-pin São Sebastião

O My Mother’s Daughters é o café de três filhas e a sua mãe no Largo de São Sebastião onde se comem pratos sem produtos de origem animal, tendencialmente biológicos, com super alimentos à mistura e muita atenção ao desperdício. Quase sempre há na carta uma entrada que se vende pelo nome “desperdício zero”: o que sobrou do prato do dia de ontem é a entrada de hoje. No menu fixo há bowls como a fresca (com couve kale, pesto, legumes assados, arroz negro e chucrute) e da terra, uma taça com mais corpo (por agora com lentilhas, arroz de couve-flor e batata doce assada). Vai ainda encontrar bolinhas energéticas e barrinhas de cereais. Mais originais e com grande potencial ao nível das redes sociais é, por exemplo, a tosta unicórnio, uma fatia de pão barrada com cores entre o azul e o cor de rosa.

À la carte

Publicidade
Quintal de Santo Amaro
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Quintal de Santo Amaro

icon-location-pin Lisboa

Larissa Abbud come carne, mas chegou do Rio de Janeiro e abriu o Quintal de Santo Amaro com uma lunchbox diária (8€, anunciada nas redes sociais todos os dias) e outras delícias vegan. Aos sábados faz os “green power brunch”, um brunch vegan que vai rodando conforme a sazonalidade dos ingredientes, todos biológicos. Um menu completo pode incluir tosta com tofu mexido ou manteiga de amendoim, iogurte com frutas ou papas de aveia, uma fatia de bolo ou bolinha energética, café e sumo.

9,90€

The Therapist
©Manuel Manso
Restaurantes

Therapist

icon-location-pin Alcântara

A clínica de terapias não convencionais da Lx Factory deixou de ter apenas uma cafetaria complementar ao projecto no início de 2019 – foi feito um upgrade e tornou-se o primeiro restaurante terapêutico em Portugal, com um menu adaptado à necessidade de cada pessoa. Além deste espaço, Joana Teixeira, responsável do Therapist, assumiu também a gerência do antigo Foodprintz, restaurante vegan no Rato, e manteve a mesma ideologia. Há menu brunch com panqueca, bruschetta e um bowl doce à escolha ou montar o seu próprio menu.

15,50€ ou à la carte

Publicidade
cabane
©DR
Restaurantes, Vegetariano

Cabane

icon-location-pin Grande Lisboa

O brunch vegano do Cabane, no Príncipe Real, usa só produtos biológicos. O menu é composto por uma bebida quente à escolha, um sumo do dia ou sopa, uma pequena salada mista, pão de fermentação natural da Gleba, torrado com manteiga vegan, acompanhado de geleia sem açúcar e pasta de amendoim, tofu mexido, iogurte vegetal com granola caseira, frutos e sementes, queijo vegetal com geleia de arroz e nozes. No fim ainda chega uma torre de panquecas com fruta. Está disponível todos os dias, o dia inteiro. 

15€



Brunch em Lisboa

Brunch do Raffi's Bagels
Duarte Drago
Restaurantes

Os melhores brunches em Lisboa

De um momento para o outro apareceu a palavra brunch e com ela um maravilhoso mundo de possibilidades. Muito por culpa, também, de séries como O Sexo e a Cidade, com mimosas ao pequeno-almoço e mesas fartas. Este mundo novo tornou-se mais uma refeição normal, especialmente aos fins-de-semana em que não apetece ter horários para pequeno-almoço, almoço, lanche ou jantar.

Ela Canela
Duarte Drago
Restaurantes

Os melhores brunches saudáveis em Lisboa

Com uma mesa farta à frente, é possível que perca a cabeça e se esqueça daquela resolução que fez no início do ano para evitar panquecas com chocolate derretido ou outros doces pecaminosos logo pela manhã. Se a sua refeição preferida é o brunch e anseia por ovos, tostas de abacate e um docinho, nós ajudamos. Nestes restaurantes em Lisboa vai encontrar banquetes e grandes pequenos-almoços garantidos, mas com conta, peso e medida.

Publicidade
Restaurantes

Os melhores brunches buffet em Lisboa

Nestes restaurantes com brunch buffet em Lisboa pode começar com variedades de pães e waffles, panquecas, ovos e depois entrar numa fase mais séria da refeição – e transformá-la realmente num almoço tardio e corpulento. Não estamos a falar só dos salgados e as tábuas de queijos e enchidos já lá foram. Estamos a falar de pratos compostos, dos de peixe aos de carnes, e sobremesas bem completas. Liberte a agenda e marque já mesa num destes brunches buffet. 

Publicidade