Comer o mundo nos restaurantes do 8 Building no Cais do Sodré

O antigo edifício dos CTT no Cais do Sodré ganhou nova vida. Há ceviches, pizzas, gyosas e mais nos restaurantes do 8 Building.

©DR

Já foi o edifício sede dos CTT mas nos últimos tempos ganhou novas vidas. No topo há apartamentos de luxo com vistas que se fazem pagar caro sobre a vida da cidade, o rio e a Margem Sul. No nível térreo, as portas das lojas abrem-se ao público para restaurantes com comida de muitas latitudes. Do Oriente ao Ocidente não esquecendo o Médio Oriente: há italianos, um peruano, japonês, um restaurante vegan e outro com preocupações com a saúde. Mostramos-lhe os 11 restaurantes do 8 Building que são uma verdadeira volta ao mundo.

Recomendado: Os melhores restaurantes do Cais do Sodré

Comer o mundo no 8 Building no Cais do Sodré

Leitaria Lisboa

A marca nasceu na Artilharia 1, como uma leitaria que pretendia reavivar os tempos antigos, mas cedo ganhou uma segunda loja no Cais do Sodré onde os pequenos-almoços e brunches não têm hora marcada, onde os iogurtes naturais com todo o tipo de toppings estão em destaque, e onde há saladas, tostas e tibornas para provar à hora do almoço. Para quem baniu a lactose da roda dos alimentos pessoal, há outras opções, como o leite de amêndoas ou as bebidas de soja.

Ler mais
Cais do Sodré

Vegana Burgers

Apresenta-se como restaurante de fast food saudável onde, respeitando a nomenclatura, os hambúrgueres são todos feitos com legumes, leguminosas, frutos secos, por aí fora. Pode escolher entre o de batata doce e grão com molho de manga em pão de alfarroba ou o de cogumelos e feijão preto com maionese vegan em pão de figo (andam entre os 6,50€ e os 8,45€) e acompanhá-los com batata doce frita ou couscous, por exemplo. Atenção que o restaurante não tem entrada directa para a rua: a entrada é pela esplanada interior comum do 8 Building.

Ler mais
Cais do Sodré
Publicidade

Orient Taste

Tem a mesma entrada que o vizinho, o Vegana Burgers, pelo pátio interior do 8 Building, mas em termos de comida é o oposto. Os pratos são todos chineses, com uma fusão de várias regiões, explicam, onde tudo é caseiro, dos molhos picantes às massas das gyosas. Há menus de almoço a partir dos 8,80€, que tanto incluem um ensopado de vaca e batatas à chinesa como uma sopa de massa com vaca, e uma série de outras especialidades como a língua de pato picante ou as costeletas de porco doce.

+ Outros restaurantes chineses em Lisboa

Ler mais
Cais do Sodré

Otto

É o italiano do 8 Building, com uma carta onde moram pizzas de massa fina, risotos bem compostos – prove o de ragu de vitelo com salsicha toscana –, massas e pratos de veia italiana como o guisado de vitelão com polenta e parmesão. Deixou de lado a analogia e ligação ao número oito com que abriu as portas, deu uma volta completa na ementa e tornou-se um italiano mais autêntico. Foi o primeiro de todos os restaurantes do edifício a instalar uma esplanada no pátio das traseiras, que se veio juntar à da Praça D. Luís I.

+ Restaurantes italianos em Lisboa

Ler mais
Cais do Sodré
Publicidade

Guacamole

É o primeiro restaurante de rua da marca Guacamole, que serve comida mexicana em centros comerciais como o Colombo ou o Alegro Alfragide. Na loja do 8 Building há tudo o que se espera deste mexicano: os burritos recheados à vontade do freguês, as saladas, os totopos para molhar em pico de gallo, molho de queijo derretido ou um creme de feijão. A juntar a tudo isto, há um bar onde se servem margaritas de assinatura, cucumberitas ou TNT — Tequilla e tónica.  

Ler mais
Grande Lisboa

Gambuza

Portugalidade e italo-americanice. Assim se podem descrever os dois últimos restaurantes a abrir no 8 Building, em Dezembro de 2017. O Gambuza é uma marisqueira, onde também se come peixe fresco grelhado, arrozes e outros pratos com sabor a mar. O Don Costini – há quem já conheça a marca do Saldanha – tem pizzas, hambúrgueres e saladas. Estão não só ligados pela gerência, como pelo interior da sala. 

Ler mais
Cais do Sodré
Publicidade

Bohemio da Ribeira

É um dois em um no 8 Building: aqui há bar e cocktails e um restaurante com "cozinha contemporânea com sabores internacionais e a pensar no público português”, diz Francisco Folque, o chef do sítio. Ao início da noite, bebem-se cocktails e umas entradas; ao jantar, refeições compostas e prolongadas; e depois da refeição, altura em que se “baixam as luzes e se aumenta um bocadinho o som, continuam os cocktails. A ideia é que ninguém precise de trocar de sítio para tomar um aperitivo, jantar e beber um copo”, diz Rui Alves, que trabalhou durante anos em catering de cocktails e é um dos donos do restaurante que abriu na Primavera de 2018.

Ler mais
Cais do Sodré

Sushi Shop

A marca é francesa, muitíssimo popular em Espanha, tem lojas espalhadas por todo o mundo e chegou ao Cais do Sodré no Verão de 2017. O foco é o negócio de entrega de comida japonesa ao domicílio, apesar de haver também espaço para refeições no restaurante, que é também a cozinha de onde saem as caixas para entrega (e tem take-away). O menu é quilométrico, sendo possível pedir por exemplo uma caixa só com niguiris de salmão ou um completo combinado de 39 peças.

+ Outras entregas ao domicílio em Lisboa

Ler mais
Cais do Sodré
Publicidade

Segundo Muelle

Foi um dos primeiros inquilinos do edifício, a ocupar uma das esquinas e a apresentar uma ementa de inspiração peruana. Trata-se de uma marca franchisada trazida aos lisboetas pelo grupo Portugália, a quem Alfredo Lacerda, crítico da Time Out, deu cinco estrelas. Há ceviches, causas e risotos, entre eles um prato já popular, de nome risoto de quinoa com lombo de novilho, e uma série de menus de almoço, alguns com fusão oriental, a partir dos 14,50€, com pratos diferentes todos os dias.

Ler mais
Cais do Sodré

Trópico do Cais

Os sócios deste restaurante aberto desde Outubro de 2017 quiseram dar ao Cais do Sodré um espaço três em um. De dia é um restaurante de pratos leves e comida mais saudável, de tarde têm açaís com granola e tapiocas com recheios variados e à noite vira mais bar, com cocktails feitos à base de sumos de fruta fresca – claro que pode inverter a ordem de serviço e comer qualquer coisa a qualquer hora. Há noodles de camarão, tataki de atum e ceviche de peixe branco, entre outros menus do dia.

Ler mais
Cais do Sodré
Publicidade
Mostrar mais

Ainda no Cais do Sodré

Os melhores restaurantes no Cais do Sodré

O bairro não pára de crescer e se há coisa que não lhe falta são sítios para comer e beber à grande. Temos já uma panóplia de bons restaurantes de peixe, de carne ou de comida do mundo que tornam possível comer de tudo um pouco sem sair do quarteirão. Decida onde vai almoçar ou jantar com esta lista dos melhores restaurantes no Cais do Sodré. Recomendado: Os melhores bares no Cais do Sodré

Ler mais
Por Inês Garcia

Os melhores bares no Cais do Sodré

O difícil no Cais do Sodré é decidir em que modo lhe queremos fazer uma visita. Queremos ver-lhe o rosto pelo almoço, despido de universitários barulhentos? Queremos confrontá-lo já com a luz da lua, entre restaurantes mexicanos e italianos? Não. Atenção, não é que não gostemos dessa hipótese, mas a proposta que aqui lhe fazemos é outra: vá com tudo, vá mais tarde, mas vá procurar o copo para colar à sua mão. 

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Comentários

0 comments