A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Vítor Sobral
DRPolvo por Vítor Sobral

Três restaurantes que aceitam encomendas de Natal

Sem dores de cabeça ou caos na cozinha, feito por quem melhor domina a arte de cozinhar. Se está à procura de restaurantes que aceitem encomendas de Natal, siga estas dicas.

Escrito por
Cláudia Lima Carvalho
Publicidade

Sabe bem ter a mesa da Consoada composta, mas nem sempre apetece vestir o avental – ou nem sempre há jeito para a cozinha. Seja por que motivo for, não há razão nenhuma para abdicar do bacalhau, do peru, do cabrito ou das rabanadas. Felizmente, há cada vez mais restaurantes a aceitar encomendas para o Natal – e com isso fazer um brilharete. Tire proveito dos serviços de take-away e entregas ao domicílio natalícios com os menus especiais que estes restaurantes criaram. O máximo de trabalho que vai ter (em alguns casos nem isso) é ir ao restaurante buscar a encomenda de Natal e empratar tudo em casa.

Recomendado: Cabazes para oferecer este Natal

Estes restaurantes aceitam encomendas de Natal

  • Restaurantes
  • Alfama
  • preço 3 de 4

À semelhança do que fez no ano passado, Marlene Vieira volta a preparar um menu especial para facilitar a vida de todos aqueles que apreciam uma mesa farta, mas não tanto o trabalho de ter de preparar tudo. Das entradas, como salada de polvo à portuguesa (15€/ 300 g), empadas de pato e cebola roxa (12€/ 6 unidades) ou sapateira e abacate (15€/ 300 g), às sobremesas, que incluem uma aletria tradicional (10€/ 4 pax), rabanadas de brioche, molho de baunilha (10€/ 4 unidades) ou filhós de forma com recheio de caramelo salgado e molho de chocolate (12€/ 8 unidades), não há stresses na hora de planear a consoada. Para pratos principais, a chef preparou lombo de bacalhau para assar (26€/ 2 pax), peru assado lentamente (96€ / 6 a 10 pax), perna de peru recheada com pistáchios, toucinho e ervas finas (36€/ 4 a 6 pax) e polvo assado (30€/ 2 pax). Entre os acompanhamentos, destacam-se as castanhas e batatinhas assadas com cebolinhas e toucinho, (18€/ kg) e a couve portuguesa estufada com presunto e cebola (15€/ kg). Todos os pratos seguem com instruções para serem finalizados em casa. As encomendas têm de ser feitas até ao dia 22 de Dezembro, às 15.00, para serem levantadas no dia 24, entre as 10.00 e as 16.00, no Zunzum.

Lisbon Marriott Hotel
  • Hotéis
  • Hotéis de grandes cadeias
  • Sete Rios/Praça de Espanha
  • preço 3 de 4

Em tempos incertos, poucos foram os hotéis que se reinventaram como o Marriott, tantas vezes focando-se na sua oferta gastronómica. Neste Natal não é diferente, voltando o hotel a promover um menu de takeaway com o tradicional leitão, cabrito ou peru (79€/ 8 a 10 kg). Há ainda ganso (59€/ 4 a 5 kg) e pato (39€/ 3 a 4 kg). Já os acompanhamentos são pedidos à parte, entre arroz de forno, batata assada com alho e alecrim, legumes assados com tomilho, esparregado de espinafres e couve roxa. Nos doces, há bundt cake de laranja e toffee (15€) e banana bread (15€), bolo-rei (20€) e bolachas de gengibre (5€). As encomendas devem ser feitas com, pelo menos, 48h de antecedência.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Estrela/Lapa/Santos

Se há arte que, nos últimos dois anos, Vítor Sobral mostrou dominar, é a do take-away. E no Natal nunca falha, com a vantagem de ter uma grande rede de distribuição, chamemos-lhe assim. Falamos dos seus restaurantes e padarias onde é possível levantar as encomendas: das Padarias da Esquina em Campo de Ourique, Alvalade e Centro Cultural de Belém, à Peixaria da Esquina, também em Campo de Ourique. Sendo mestre da gastronomia tradicional, não falha o lombo de bacalhau confitado (35€/ 2 pax), o polvo no forno (49,50€/ 2 pax), o pernil assado (18,50€) e o cabrito à padeiro (38,50€/ 2pax). Para a mesa dos doces, além do bolo-rei (18,90€/ 750 g) e do bolo-rainha (17,90€/ 550 g), o chef tem, por exemplo, bolo de Natal dos Açores (17,50€/ 500 g), tarte de laranja e groselha (3,50€/ unidade), sonhos (1,10€/ unidade), coscorões (1,20€/ unidade), broas de batata doce (9,90€/12 unidades) e azevias de chila e amêndoa (1,50€/ unidade). As encomendas estão abertas até 22 de Dezembro – e o levantamento é feito nos dias 23 (horário normal dos espaços) e 24 (até às 18.00). Se preferir, também há serviço de entregas, de Algés ao Parque das Nações, com o custo de 6€ (10€ nos concelhos de Oeiras e Odivelas e 16€ em Cascais). 

Natal em Lisboa

  • Restaurantes

As rabanadas, à semelhança do clássico bolo-rei e das filhoses, são um dos doces mais indispensáveis no período natalício. Tratam-se de fatias generosas de pão que, depois de molhadas em leite, são envolvidas em ovo e fritas. A receita tradicional diz para polvilhá-las depois com açúcar e canela, mas na cidade de Lisboa também se conhecem algumas versões mais arriscadas, com recheio de pudim Abade de Priscos ou doce de leite, por exemplo.

  • Restaurantes

Em forma de coroa e feito de massa lêveda, o bolo-rei popularizou-se em Portugal no século XIX, seguindo uma receita originária do sul de Loire, que ainda hoje se mantém. Conta a lenda que a primeira casa a vendê-lo foi a Confeitaria Nacional, que se mantém firme na lista dos melhores sítios para comprar o bolo-rei em Lisboa.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade