Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Onde comprar massa fresca em Lisboa
il mercato, massa, pasta
Fotografia: Manuel Manso

Onde comprar massa fresca em Lisboa

Artesanal, com uma textura e sabores diferentes. Descubra onde comprar massa fresca em Lisboa

Por Inês Garcia
Publicidade

Massa fresca não é nenhum bicho de sete cabeças da cozinha e o sabor e a textura da pasta artesanal valem sempre a pena o trabalho de braços a amassar e estender com rolo de madeira (se houver uma máquina a ajudar no processo, não julgamos). São precisos apenas três ingredientes para se iniciar nesta arte: farinha, ovos e sal. E, ao juntar molhos caseiros ou outros ingredientes, notará sempre a diferença. Se ainda não se quis aventurar neste campeonato, há restaurantes e mercearias em Lisboa prontos a melhorar os seus cozinhados. Vendem massa fresca artesanal e a maior parte entrega ao domicílio. Com metade da papinha feita, é só juntar o pesto ou o molho de tomate caseiro (deixe-se de natas). Descubra aqui onde comprar massa fresca em Lisboa.

Recomendado: Pão fresco em casa padarias artesanais com take-away e entregas

Onde comprar massa fresca em Lisboa

Santuario Cucina
Santuario Cucina
©Inês Félix

Alessandra Lauria

A siciliana Alessandra já é conhecida como a Pasta Queen. Especialista em massa fresca, mudou-se para Portugal em Novembro de 2018 para ajudar a abrir o restaurante Ruvida, antes de começar um projecto de supper club italiano e os workshops de pasta. Continua com os workshops, agora em versão online, e vende as suas massas ao público. Basta para isso entrar em contacto através do Instagram (@iamalessandralauria).

Café Mortara

Restaurantes Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

O Café Mortara, um espaço com inspiração italo-luso-brasileira em Alvalade, reabriu mas num modelo diferente. De terça a domingo mantém o take-away dos seus pratos de massa, dá para reservar mesa para quatro ao jantar, e abriu uma mercearia com vinhos, cervejas artesanais, queijos, molhos, massas secas e azeite. Mantém também a venda de massa fresca, prontinha para finalizar em casa: há pappardelle, ravioli de ricota com funghi, canelone de presunto, speck e mozzarella e tortellini de frango (9€ a porção de 300g para duas pessoas). Vão tendo também massas sazonais.

Publicidade
Il mercato
Il mercato
Fotografia: Manuel Manso

Il Mercato

Restaurantes Avenida da Liberdade/Príncipe Real

O restaurante italiano de Tanka Sapkota nas Amoreiras tem uma mercearia logo à entrada. Das tradicionais às mais arrojadas, todos os dias se fazem cerca de 20 tipos diferentes de massas fresca com ovos biológicos fornecidos pela Quinta Casal dos Planetas, no Ribatejo, prontas para serem levadas para casa. Penne, cristas de galo, sedanini, pappardelle, fiori e cellentani são alguns exemplos. Também há molhos que pode comprar para as acompanhar, mozzarellas ou guanciale, para fazer uma carbonara como manda a regra.

la pasta fresca
la pasta fresca
Fotografia: Arlindo Camacho

La Pasta Fresca

Restaurantes Italiano São Sebastião

Afirma-se como o primeiro pastifício artesanal com restauração em Lisboa. E afirma-se muito bem, sendo um dos melhores da nova vaga de italianos na cidade. Stefania e Giuseppe, napolitanos de gema, têm a mercearia aberta e continuam fortes na produção de massa fresca, vendida ao quilo. Há casarecce e fusilli (6,90€/kg), spaghetti (6,90€/kg), tagliatelle (8,80€/kg) e massas recheadas, como os raviolis de ricotta e espinafres (16,60€/kg) ou os de gorgonzola e pêra (21,80€/kg), girasoli com tartufo e burrata (25€) ou os mezzelune canzoncini (21,30€/kg). Há molhos artesanais para acompanhar, como o de tomate, bolonhesa, creme de queijo parmigiano ou de cogumelos. As encomendas podem ser feitas por telefone (21 796 0997). Têm entregas ao domicílio às quartas e sábados, entre as 16.00 e as 18.00, grátis se o pedido for superior a 25€ (caso contrário, acresce uma taxa de 2€).

Publicidade
pasta non basta
pasta non basta
Fotografia: Manuel Manso

Pasta Non Basta e Memoria

Restaurantes Avenidas Novas

O grupo Non Basta lançou o Non Basta Delivery, que resolveu manter mesmo no pós-confinamento, já com os restaurantes de portas abertas. Além de um kit pizza para pôr as mãos na massa e molhos caseiros, tem doses de 180g de massa fresca caseira, feita com sémola de trigo, ovo pasteurizado, azeite e sal. Entre as variedades há tagliolini, pappardelle e fettucine (2€).

Pigmeu - Sala
Pigmeu - Sala
Fotografia: Ana Luzia

Pigmeu

Restaurantes Petiscos Campo de Ourique

O Pigmeu reabriu as portas com capacidade e horário reduzido mas mantém o serviço de mercearia que iniciou durante o confinamento. Entre os frescos, queijos, pão artesanal, vinho, ovos biológicos e ervas aromáticas, há as massas frescas da Massazuleja, um projecto da italiana Tiziana Lepore. São embalagens de 500g e vão variando sabores e tipos. Por agora tem lá o pappardelle pompei, com ovos e beterraba (14,70€).

Publicidade
Ruvida
Ruvida
© Manuel Manso

Ruvida

Restaurantes Italiano Estrela/Lapa/Santos

Neste restaurante, Valentina é a mestre da pasta fresca. Durante o período que estiveram encerrados devido ao surto de Covid-19, transformam-se em pasta lab, com take-away de massa fresca e outros produtos italianos para complementar os seus pratos em casa. As encomendas continuam a poder ser feitas directamente com Valentina (através do telefone 93 228 7199). Há tagliatelle, tortelloni com requeijão, orecchiette, bigoli, tajarin, triângulos de massa com batata, gargati, passatelli, entre outras variedades.

O melhor da cidade na sua casa

Ladidadi Wines
Fotografia: Inês Félix

Entregas de vinho ao domicílio para que o copo nunca fique vazio

Restaurantes

Se precisar de beber para esquecer a pandemia, aconselhamos moderação mas não julgamos. Compreendemos. Faça-o é com vinho do bom. Pequenas lojas e wine bars fecharam as portas ao público, de acordo com as directrizes do Governo, mas estão a fazer entregas de vinho ao domicílio para garantir que nada lhe falta no momento do apocalipse. Vinhos naturais ou convencionais, brancos, rosés ou tintos, para encher o copo sem medos e brindar à nossa saudinha e da nossa família. Fique em casa mas não deixe o copo esvaziar.

Restaurante, A Lanchonete, Brunch
©Lanchonete

Os melhores brunches ao domicílio

Restaurantes

De um momento para o outro deixamos de ir aos nossos sítios preferidos para comer e beber. Restaurantes, cafés, bares, discotecas. Mas aprendemos duas coisas: ora podemos pôr mãos à obra e tentar reproduzir as suas receitas e homenageá-los, ora mantê-los bem perto do nosso coração (e estômago) com entregas ao domicílio e take-away. Por esta altura já deverá ter passado a fase de ficar horas na cozinha a experimentar novas receitas e o que mais quer é um bocadinho de normalidade. Se está a ressacar por aquele brunch de fim-de-semana que nunca falhava, siga as nossas recomendações, que listam os melhores para devorar em casa, com direito a ovos, panquecas e mais opções não convencionais mas deliciosas.  

Publicidade
Bio Cabaz
DR

Os melhores cabazes de frutas e legumes em Lisboa

Compras Mercearias

Os melhores cabazes de frutas e legumes de Lisboa fazem-lhe a papinha toda. Quer dizer, a sopa não aparece cozinhada, nem a salada preparada, mas as idas ao supermercado ou à feira passam a ser quase desnecessárias. É que estes cestinhos cheios de verduras e frutas frescas estão à distância de um clique da porta da sua casa. Entregam em Lisboa, Cascais, Algés, Oeiras e Sintra. Agora já não há desculpas para não deixar para trás as bananas do Panamá ou os tomates vindos de Espanha. Fique a conhecer os pequenos produtores e escolha antes o biológico. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade