Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores restaurantes argentinos em Lisboa

Os melhores restaurantes argentinos em Lisboa

Dos petiscos às parrilladas para partilhar e fazer verdadeiros banquetes, estes são os melhores restaurantes argentinos em Lisboa.

la paparrucha
©DR
Publicidade

Dentro da gastronomia mais típica argentina, as carnes são o maior trunfo do país. Há bife chorizo (o chorizo é um dos cortes mais nobres na carne bovina argentina), parrilladas com diversos tipos de carne e linguiças na brasa, o lomo, uma carne macia cozinhado consoante a região ou as empanadas, petisco bem recheado com sabores mais ou menos exóticos (e com q.b de picantinho, mas sempre bem temperado). À hora da sobremesa, o melhor é nem pensar em calorias, que a ideia é lambuzar-se com dulce de lechealfajores. Prove de tudo um pouco nestes restaurantes argentinos em Lisboa.

Recomendado: Os melhores sítios para comer comida brasileira em Lisboa

Os melhores restaurantes argentinos em Lisboa

Lombo na Parrilla do La Paparrucha
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

La Paparrucha

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Grande vista sobre a cidade, um buffet de almoço (12€) e uma sala privada. O La Paparrucha é um dos primeiros restaurantes argentinos (nação especializada em carne) em Lisboa, especificamente no Príncipe Real (bairro especializado em restaurantes). A grande estrela é a parrilla onde se fazem as espetadas ou o lombo. Pode pedir uma parrillada mista e fazer um banquete argentino à séria. Não falta também a picanha a que se podem juntar massarocas, legumes grelhados na parrilla ou grelos salteados, entre as necessárias batatas fritas e arroz.

Café Buenos Aires - Sala
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Argentino

Café Buenos Aires

icon-location-pin Chiado

O restaurante da Calçada do Duque com vista para o Castelo de São Jorge é famoso pelos bifes argentinos e pela massa fresca artesanal, mas nos últimos anos tem mostrado como trabalhar bem a sazonalidade dos produtos e ir fazendo rodar a carta – prova disso é o menu de almoço. Nas entradas há pratos bem trabalhados como as endívias com pêras e queijo roquefort, a saladinha de flores ou os tão portugueses peixinhos da horta. Para beber, aqui há os chás da Companhia Portugueza do Chá, de Sebastián Filgueiras, um dos responsáveis pela abertura do Buenos Aires há 15 anos.

Publicidade
Volver de Carne Y Alma
© ARLINDO CAMACHO
Restaurantes

Volver de Carne Y Alma

icon-location-pin Lumiar

Quando Chakall estava ao leme da cozinha havia um cruzamento entre a gastronomia portuguesa e a argentina, mas agora o Volver de Carne Y Alma assume por completo a sua veia argentina com o chef André Pires. Aqui vivem as carnes maturadas, com novos cortes e empratamentos, sempre prontas para irem parar à parrilla (o churrasco dos argentinos), pratos que são ideais para dividir, mas não sem antes provar as empanadas de carne. Se quiser terminar nos doces, atire-se ao alfajor com chocolate e aji.

Empanadaria El Pibe - Sandes
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Empanaderia El Pibe

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Dois amigos foram à Argentina e voltaram apaixonados pelas empanadas que lá se fazem. Juntaram ideias e abriram um primeiro espaço em Santos, em 2015. Entretanto o negócio cresceu e mudaram-se para perto da Avenida da Liberdade onde servem as empanadas clássicas com cebola e mozzarella, espinafres ou carne com nomes tão disruptivos como Papa Francisco, Che Guevara ou Carlos Gardel. Também têm outros petiscos como ceviches e banana-pão frita e jarros de mojito bem apetecíveis. Aos almoços há menus bem completos com preços entre os 4,90€ e os 6,90€.

Publicidade
La Manita
©Manuel Manso
Restaurantes, Argentino

La Manita

icon-location-pin Grande Lisboa

Este restaurante do food court do Tivoli Fórum, na Avenida da Liberdade, La Manita, dedica-se à produção artesanal destes pastéis e bolachas sul-americanos com três tipos de massas diferentes e muitos recheios à escolha. Há oito empanadas diferentes todas muito bem recheadas: as mais tradicionais são a de lomito, carne de vaca com cebola roxa, tomate e molho de soja e a de ají de galinha, com frango, ají amarillo (uma pimenta peruana), batata cozida, ovo, nozes e azeitonas pretas. Na lista estão ainda a de cebola e queijo, batata doce e queijo de cabra, camarão, cogumelos, carne e queijo e a de polvo e batata doce, feita com wakame e cenoura cozida com água do polvo para lhe dar um sabor mais a mar. A acompanhar tudo isto, como não poderia deixar de ser, estão as chifles de banana-pão, um snack feito com bananas verdes fatiadas muito finas e depois fritas em óleo até ficarem douradas. Para o final de boca doce, tem os alfajores.

empanadas union
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Argentino

Cafesito Union

icon-location-pin Grande Lisboa

Esta casa nasceu como uma janelinha que segue à risca a receita de empanadas da região de Tucúman, na Argentina. Um ponto para parar, pegar numa das variedades vitela, galinha, espinafres e queijo, cebola e queijo e atum ou a vegan – e pôr-se a andar Mouraria fora. Entretanto é também um cafezito com bom ambiente, boa oferta de bebidas e música ambiente.

Publicidade
la argentina
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Pastelarias

La Argentina

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

O nome, as receitas, as doceiras – tudo neste negócio é importado da Argentina. Mas valeu a pena a travessia. Depois de 14 anos a viver em Portugal e a fazer bolos e bolinhos em casa, Emília e a mãe abriram uma loja só para as próprias guloseimas. A especialidade é só uma: alfajores, as deliciosas bolachas argentinas com doce de leite.

Restaurantes, Argentino

El Chanta

icon-location-pin Grande Lisboa

O El Chanta começou por ter um espaço interior pequenino, com petiscos tipicamente argentinos, como as empanadas com vários recheios (3€ cada)e bons cocktails. Às sextas-feiras fazia os asados, a versão argentina da churrascada, e era evento bem concorrido. Entretanto ganhou um complexo maior, mais arejado e com mais lugares para se atirar ao menu El Chanta, com empanadas, enchidos, queijo e azeitonas temperadas para dividir (17,50€), beber um mojito argentino (7€) ou a cerveja Quilmes e acabar com uma cuchara de doce de leite (1€).

Restaurantes do mundo em Lisboa

Ararate
Fotografia: Duarte Drago
Restaurantes

Os 80 melhores restaurantes do mundo em Lisboa

Já sabemos que não há comida como a nossa, mas é bom variar. Hoje em dia não tem de ir aos shoarma de centro comercial nem aos chineses com chop soy para ser uma boca viajada. O mundo é redondo como um prato e cabe inteirinho em Lisboa. Se dúvidas houvesse, demos a volta ao mundo em Lisboa com uma visita a 80 restaurantes que nos pôs a barriga a dar horas em todos os fusos horários.

Ramen Tonkotsu shio do Afuri
Duarte Drago
Restaurantes

Os melhores sítios para comer ramen em Lisboa

Os lisboetas começaram a estar mais atentos, e a arriscar mais, no que toca a comidas do mundo, e apareceram alguns sítios com bom ramen em Lisboa. O segredo desta sopa que veio do Japão para aquecer os alfacinhas está no caldo e nestes restaurantes em Lisboa há várias versões, todas boas para nos aquecer a alma. 

Publicidade
chutnify
©Francisco Santos
Restaurantes, Indiano

Os melhores restaurantes indianos em Lisboa

Uma das primeiras referências dos portugueses no que respeita à cozinha étnica foram os restaurantes indianos. E não há como os contornar. Nos restaurantes desta lista não faltam chamuças, caris ou pães naan quentinhos. Cada um com as suas especialidades, um mais moderno e perito em fazer dosas (que são uns crepes gigantes); outros mais clássicos e prontos para darem aos comensais o que querem. 

Publicidade