Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores restaurantes em Alfama

Os melhores restaurantes em Alfama

Subimos e descemos uma das colinas favoritas dos turistas para escolher os melhores restaurantes em Alfama

Grenache
©Duarte Drago Terrina de porco do Grenache
Por Catarina Moura e Tiago Neto |
Publicidade

A subida vai ser recompensada, prometemos. Mais não seja porque estamos numa das colinas mais profícuas em vistas espectaculares. E aqui o que interessa é a viagem, já que no caminho vai encontrar tascas, comida de autor, fado que não engana nem turistas nem lisboetas e boa comida portuguesa. Nos últimos anos o bairro foi ganhando gentes de todos os pontos do mundo mas ainda tem identidade para dar e vender, portanto, tudo o que tem a fazer é rumar a esse epicentro gastronómico de vielas e becos e levar consigo este pequeno guia. Estes são os melhores restaurantes em Alfama que justificam o trabalho de perna. Alfama é liiiiiinda.

Recomendado: Os melhores bares em Alfama

Os melhores restaurantes em Alfama

1
Grenache
©Duarte Drago
Restaurantes

Grenache

icon-location-pin Castelo de São Jorge

A história do Grenache começa com um quadro, comprado para servir de complemento decorativo ao café do Palácio que lhe serve de morada, mas que haveria de servir de mote para trazer Philippe Gelfi, chef francês, a Lisboa. Nas entradas, a terrina de porco, pickles e molho cúrcuma (12€) é a primeira linha. Mas também a sardinha, o peito de frango em lume brando com cogumelos boletos e espargos (18€) ou os brownies de chocolate de amendoim, crumble de cacau, fruta e sorvete de chocolate (11€) fazem a carta. Tudo com a sazonalidade como bandeira.

2
Farol de Santa Luzia
©DR
Restaurantes, Português

Farol de Santa Luzia

icon-location-pin Castelo de São Jorge

Há coisa mais portuguesa do que uma sopa rica de peixe (5,20€), uma salada de polvo (6,80€), umas bolinhas de alheira (5€) ou um mexilhão de cebolada com pimentos (9,50€)? Bom, talvez haja, mas isto é só a abertura de jogo deste Farol de Santa Luzia, o discreto restaurante a meio caminho das Portas do Sol. Siga com um lombo de bacalhau à lagareiro (16€) ou um bitoque do pojadouro (10,50€) e remate tudo com um incontornável arroz doce (3,50€).

Publicidade
3
Esplanada do restaurante Esperança da Sé
©Ana Luzia
Restaurantes

Esperança da Sé

icon-location-pin Santa Maria Maior

Vale, em primeiro lugar, pela magnífica esplanada colada ao muro da Sé de Lisboa. Em segundo, pelas pizzas estaladiças, feitas com bons produtos. Em terceiro, pelo serviço descontraído. E, por último, mas não menos importante, pela selecção de bebidas, tanto italianas como portuguesas.

4
Restaurantes, Português

Agulha no Palheiro

icon-location-pin Santa Maria Maior

Se prefere descer o bairro do que enveredar pela monumental subida, saiba que ao fundo, já com o rio de frente e bem próximo do Museu Militar, tem um sítio que vale a paragem. Falamos do Agulha no Palheiro – que na verdade não é assim tão difícil de encontrar – e que aposta forte nos petiscos. Tome nota: cogumelos à Bulhão Pato (6€), pica-pau (7€), prego de atum ou da vazia em bolo do caco (10€) ou crepe com nata e chocolate (3,50€).

Publicidade
5
Mesa de Frades
©Ana Luzia
Restaurantes

Mesa de Frades

icon-location-pin São Vicente 

Seria impossível fazer uma lista dos restaurantes em Alfama sem incluir este clássico e não o fazemos unicamente pelo fado. É que no Mesa de Frades, tudo o que chega no prato também vale a visita. O menu é fixo (60€) e inclui entradas, prato principal, dois momentos de sobremesa e um café que vão variando.

6
travessa do fado
©Manuel Manso
Restaurantes

A Travessa do Fado

icon-location-pin Alfama

Este restaurante do Museu do Fado não desilude quem, não tendo ilusões com as casas de fados viradas para turistas, quer petiscar qualquer coisa enquanto ouve uns acordes e umas gargantas lindas. Biqueirões, ameijoas à Bulhão Pato, lamejinhas, peixinhos da horta e umas bochechas de porco preto para rematar.

Publicidade
7
Canto da Vila
©DR
Restaurantes, Global

Canto da Vila

icon-location-pin Alfama

Aqui o argumento é a fusão de sabores entre a cozinha portuguesa e brasileira mas com um toque italiano. Sim, pode parecer confuso, mas tudo isso acaba por ser irrelevante quando uns pimentos padrón (6€), um queijo de cabra panado com mel e nozes 8,50€) ou umas gambas com alho, coentros, malagueta e whisky lhe chegarem à mesa.

8
Restaurantes

Bela

icon-location-pin Santa Maria Maior

Petiscos, vinhos, fado. No Bela o programa é fundamentalmente centrado no que Alfama sempre foi: um sítio onde as gentes se encontram. Se por lá passar, saiba que vai dar de caras com peixinhos da horta (4,50€), choco frito (6€) ou salada de polvo (9€). E claro, não se esqueça de acompanhar tudo com um dos vinhos da casa. 

Publicidade
9
Parreirinha de Alfama
©DR
Restaurantes

Parreirinha de Alfama

icon-location-pin Alfama

É a casa de Argentina Santos, uma veterana do fado castiço, que por lá está desde a década de 50 e onde chegou a ser cozinheira. Na carta encontra-se, como não podia deixar de ser, comida portuguesa – bifes, algum marisco, pratos de bacalhau, cabrito – e nas cantorias destacam-se Maria Amélia Proença e Maria de Fátima.

10
boi cavalo
©Arlindo Camacho
Restaurantes, Português

Boi-Cavalo

icon-location-pin Alfama

Estamos perante o espaço que criou uma nova figura mitológica para as lendas das gastronomia lisboeta. O Boi-Cavalo é dono de menus de degustação a rondar os 40€, diferentes todas as semanas, sem o conforto dos pratos-estrela. Este animal pujante tem em Alfama o seu laboratório de ideias novas com a memória portuguesa como grande referência.

Publicidade
11
O Sardinha
©DR
Restaurantes

O Sardinha

icon-location-pin Santa Maria Maior

É sempre bom ter catedrais do bitoque espalhadas pela cidade. O Sardinha assegura com firmeza a zona de Alfama e de Santa Apolónia. E mesmo estando mais para a zona do Campo das Cebolas valerá a pena parar nesta tasca à antiga, forrada a azulejos datados, para comer umas batatas fritas impecáveis ou umas iscas à portuguesa, rim salteado ou codornizes fritas ou grelhadas.

Outros bairros, outras mesas

topo belém
©Manuel Manso
Restaurantes

Os melhores restaurantes em Belém

A fome arranja-se facilmente com uma corrida pelo passeio que acompanha a margem do rio, ou mesmo com umas pedaladas de bicicleta. Uma paragem talvez para a observação de turistas junto dos Jerónimos e dos Pastéis de Belém ou até para uma voltinha no Museu Berardo. Deixe as selfies com vista para a ponte 25 de Abril para depois e comece a pensar em talheres nestes que são os melhores restaurantes em Belém.

Espumantaria do Petisco - Tabua de Queijo
©Arlindo Camacho
Restaurantes

Restaurantes obrigatórios na Graça

Do pequeno-almoço ao jantar, o que não falta são sítios cheios de pinta para comer bem na colina. E sim, a Graça pode ter mudado mas garantidamente que encontra pouso. Novos ou clássicos, mais ou menos turistícos, faça-se ao caminho e conheça os restaurantes obrigatórios no bairro da Graça. 

Publicidade
Casa de Pasto
©DR
Restaurantes

Os melhores restaurantes no Cais do Sodré

O bairro não pára de crescer e com o final das obras no ano de 2017 há muito lugar novo a explorar: restaurantes de peixe de carne e de comida do mundo. É possível comer de tudo no Cais do Sodré e nos restaurantes que se seguem não vai ao engano porque são os melhores restaurantes do Cais do Sodré.

Publicidade