A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Bitoque da Adega Solar MInhoto
Fotografia: Arlindo CamachoBitoque da Adega Solar MInhoto

Sete pratos obrigatórios em Alvalade

Saiba sempre o que comer nos melhores restaurantes de Alvalade. Estes são os sete pratos obrigatórios do bairro

Escrito por
Luís Leal Miranda
Publicidade

Mais do que um roteiro pelos melhores restaurantes em Alvalade, aqui tem o menu perfeito do bairro, com pratos emblemáticos que vão do bitoque do Solar Minhoto ao gelado da Conchanata. Da entrada à sobremesa, comer bem em Alvalade é muito fácil. Difícil é escolher o quê nos melhores restaurantes do bairro. Foi a pensar precisamente nisso que lhe traçamos este pequeno roteiro gastronómico no bairro de Alvalade. Eis sete pratos obrigatórios em Alvalade. Vá sem medo e com toda a confiança, garantimos que não se vai desiludir – provavelmente vai é querer voltar para repetir. 

Recomendado: O melhor de Alvalade 

Sete pratos obrigatórios em Alvalade

O cozido à portuguesa d' Os Courenses
  • Restaurantes
  • Alvalade

Este não é um cozido à portuguesa qualquer: é o melhor prato de Alvalade, de acordo com o concurso Sabor de Alvalade 2018. Um cozido rico em enchidos – bons enchidos – grandes nacos de carne e legumes, juntos numa pirâmide que pode muito bem ser a resposta da gastronomia portuguesa a Quéops, Quéfren e Miquerinos, lá no Egipto. Serve-se às quintas e sábados por 20€ a dose e 10€ a meia-dose. Faça reserva e não planeie fazer outra refeição nesse dia.

  • Restaurantes
  • Português
  • Alvalade
  • preço 2 de 4

É o "surf and turf" português. Ou, se preferirem, o "mar e terra" da nossa culinária, uma mistura improvável que é exactamente aquilo que diz ser: a soma de moelas estufadas com gambas acompanhadas de arroz (5,20€). A receita vai fazer-nos sentir que falta qualquer coisa da próxima vez que petiscarmos um prato de moelas ou um pires de gambas.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Alvalade

Faltam-nos os adjectivos para descrever a melhor geladaria de Alvalade – e uma das melhores de Lisboa – por isso vamos transformar o nome dela em adjectivo. De cada vez que comermos um gelado de fruta delicioso vamos dizer: “Isto está muito conchanata!”. A mistura de gelado de nata com um molho espesso de morango, servida numa taça em forma de concha é umadasrazõesparaponderara criação de um Nobel da gelataria.

Preço: 4€. 

  • Restaurantes
  • Português
  • Alvalade

Pernil com couve lombarda é óptimo. E algumas pessoas teriam ficado confortáveis com a ideia – “ora aqui está um bom prato, sim senhor, está feito”. Mas os donos da Adega da Bairrada não se ficaram por aí e acrescentaram enchidos à receita, porque tudo fica melhor com enchidos. Tudo. O pernil serve-se às sextas e há um óptimo cozido às quartas.

Preço: 12,50€.

Publicidade
  • 4/5 estrelas
  • Restaurantes
  • Alvalade

Mick Jagger já jantou no Salsa e Coentros e você não é menos que o Mick Jagger. Por isso faça-se a um lugar neste restaurante e atire-se a um bife (17,50€) – do lombo, frito ou grelhado na perfeição, aquele naco de carne que não nos importávamos de ver num museu. Vale a pena explorar o resto do menu do restaurante que o crítico da Time Out descreveu como “um dos melhores restaurantes de comida tradicional portuguesa de Lisboa”.

  • 4/5 estrelas
  • Restaurantes
  • Alvalade

Toda a literatura motivacional nos ensina a procurar a felicidade nas pequenas coisas e nas coisas simples. Na Mercantina existe esse tipo de felicidade em formato redondo, com ingredientes simples e muita sabedoria na confecção. Uma sabedoria que nenhum livro de auto-ajuda consegue transmitir. Esta pizza margherita DOP (11,80€) é um clássico de que se fala sempre que se fala de pizzas em Lisboa.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Português
  • Alvalade
  • preço 2 de 4

Está na categoria de “Pratos mais demorados” no menu deste restaurante ao lado do quartel dos Bombeiros. O que é curioso, uma vez que o bitoque é, por regra, o “prato para desenrascar” de todos os outros sítios. A espera é recompensada por um bife grande, acompanhado por um molho rico em alho e um ovo estrelado perfeito. É por sítios como este, que fazem com  carinho um prato tão maltratado que gostamos tanto de Alvalade.

Comer bem noutros bairros da cidade

  • Restaurantes

Em poucas zonas da cidade se acha restauração com tanta diversidade, com tanta qualidade e para tantos gostos e carteiras. Ora veja: entre Alcântara e Ajuda tanto há bons restaurantes tradicionais, que ainda seguem as regras da comidinha caseira e a preços acessíveis, como comida dos Açores, bom peixe e marisco, sempre fresco, terraços da moda para ver aquele pôr-do-sol e onde se come e bebe bem e pode ainda arriscar-se em sabores internacionais russos, com um dos poucos restaurantes desta nacionalidade. Nesta lista dos melhores restaurantes em Alcântara há até um que serve para casamentos e baptizados.

  • Restaurantes
  • Português

É uma zona residencial por excelência mas não é só a Feira da Luz e as suas loiças a bom preço que arrasta os lisboetas à freguesia de Carnide. Aqui os restaurantes elevaram-se de simples tascas portuguesas a espaços de gabarito e de romarias propositadas para comer aquele prato que é, na verdade, a comida conforto que precisamos sempre. São do mais tradicional que há, têm um bom serviço, humilde e simpático, e nunca descuram na qualidade à mesa. Muitos servem bons nacos de carne na pedra, mas também há pratos tradicionais alentejanos ou um polvo à lagareiro tenro.  

Publicidade
  • Restaurantes

O bairro não pára de crescer e com o final das obras no ano de 2017 há muito lugar novo a explorar: restaurantes de peixe de carne e de comida do mundo. É possível comer de tudo no Cais do Sodré e nos restaurantes que se seguem não vai ao engano porque são os melhores restaurantes do Cais do Sodré.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade