A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Rossio Gastrobar
©Duarte DragoKatsu Sando do Rossio Gastrobar

Três sítios para comer katsu sando

Já conhece a sanduíche de panado japonesa katsu sando? Prove-a nestes três restaurantes em Lisboa.

Escrito por
Inês Garcia
Publicidade

Provavelmente ainda não ouviu falar em katsu sando. "Katsu" é a abreviatura de "katsuretsu", que em japonês significa costeleta, e "sando" é como os japoneses chamam às sanduíches. A versão mais tradicional é feita com pão branco e recheada com um bife de porco panado com panko – o que, transposto para a nossa realidade portuguesa, se equipara à sanduíche de panado, esse petisco tantas vezes subvalorizado. Em Lisboa, começa agora a aparecer em alguns restaurantes: André Magalhães abriu um espaço dedicado unica e exclusivamente a esta sandes em várias versões panadas (há de camarão e cogumelos, por exemplo), João Rodrigues reinventou-a com vista para a cidade e para o Tejo no Rossio Gastrobar e Lucas Azevedo e Vítor Adão também a fazem num pop-up no Bairro Alto. 

Prove katsu sando nestes três bons restaurantes em Lisboa.

Recomendado: Os melhores sítios para comer ramen em Lisboa

Três sítios para comer katsu sando

  • Restaurantes
  • Gastropubs
  • Grande Lisboa
  • preço 2 de 4

O Hotel Altis Avenida expandiu-se e abriu um gastrobar com petiscos para partilhar, com assinatura de João Rodrigues, chef estrela Michelin, e João Correia, chef executivo do restaurante.Tem uma versão da katsu sando, a sanduíche de panado japonesa, com presa ibérica crocante, pickle de cebola roxa e coentros.


Preço: 12€

  • Restaurantes
  • Japonês
  • Bairro Alto
  • preço 2 de 4

Vítor Adão e Lucas Azevedo tomaram de assalto o Izakaya Tokkuri, no Bairro Alto, para um pop-up sem data de fim definida. Neste cruzamento da cozinha japonesa com a portuguesa, que evidencia as influências e percurso dos dois chefs, há uma katsu sando de arouquesa com massa de pimentão em pão de leite.


Preço: 9,50€

Publicidade
  • Restaurantes
  • Asiático contemporâneo
  • Santa Maria Maior
  • preço 2 de 4

André Magalhães, chef da Taberna da Rua das Flores, criou três conceitos asiáticos para o primeiro hawker center da cidade, o Mercado Oriental. Um deles é o Kamakura, um espaço inteiramente dedicado à sanduíche. Há a mais tradicional kurashiku, de porco, mas também há versões de peito de frango, bife de vaca, camarão ou cogumelo portobello.

Preço: a partir de 6€

Restaurantes do mundo em Lisboa

  • Restaurantes
  • Argentino

Dentro da gastronomia mais típica argentina, as carnes são o maior trunfo do país. Há bife chorizo (o chorizo é um dos cortes mais nobres na carne bovina argentina), parrilladas com diversos tipos de carne e linguiças na brasa, o lomo, uma carne macia cozinhado consoante a região ou as empanadas, petisco bem recheado com sabores mais ou menos exóticos (e com q.b de picantinho, mas sempre bem temperado). À hora da sobremesa, o melhor é nem pensar em calorias, que a ideia é lambuzar-se com dulce de leche e alfajores. Prove de tudo um pouco nestes restaurantes argentinos em Lisboa.

  • Restaurantes
  • Mexicano

O melhor é pedir uma marguerita ou um cocktail com mezcal assim que chegar um destes restaurantes mexicanos em Lisboa – afinal a cozinha mexicana é conhecida pelo seu nível de picante (e aqui convém ter atenção às malaguetas assinaladas nas cartas, que não estão lá para enganar ninguém). As maiores influências desta cozinha vêm dos povos pré-colombianos e dos costumes dos colonizadores espanhóis, mas os pratos típicos variam consoante a zona (a partir da cozinha mexicana surgiu, entretanto, a tex-mex, que reúne os sabores do estado do Texas, nos Estados Unidos, com o México). A base da cozinha mexicana tradicional é o milho – daí que não seja fácil fugir às tortilhas, que acompanham quase todas as refeições –, o feijão e a pimenta. Prove os tacos, o chilli com carne ou as enchiladas.  

Publicidade
  • Restaurantes
  • Italiano

Mamma Mia! Pode começar já a treinar o seu sotaque italiano e a exercitar os dedos, porque nos melhores restaurantes italianos em Lisboa vai ter muito para falar com as mãos em sinal de apreço depois de comer os pratos mais típicos. Nesta lista vai encontrar desde burratas cremosas, pizzas em forno de lenha com bases de massa de fermentação lenta, massas frescas feitas no momento e que até pode levar para casa, ou sobremesas como o tiramisù ou pannacotta. Viaje connosco do Norte ao Sul de Itália, sem tirar os pés da cidade.   

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade