Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Tome Nota: Le Guess Who? — a melhor razão para ir à Holanda

Tome Nota: Le Guess Who? — a melhor razão para ir à Holanda

Em Novembro há um bom motivo para viajar até Utrecht e chama-se Le Guess Who?

Cass McCombs
Cass McCombs
Por Clara Silva |
Publicidade

Esqueça as coffeeshops, as tulipas, os museus e as bicicletas. Em Novembro há um bom motivo para viajar até Utrecht e chama-se Le Guess Who? Marque já as datas: de 8 a 11 de Novembro a 12ª edição do Le Guess Who? regressa a Utrecht, a meia hora de comboio de Amesterdão, na Holanda, para um festival de quatro dias em duas dezenas de salas da cidade, de igrejas a galerias, de armazéns a teatros.

Recomendado: City Breaks. Cinco escapadinhas urbanas para os próximos meses

Quem lá vai?

Sons of Kemet

São mais de 150 performances de artistas escolhidos todos os anos por curadores diferentes naquele que é talvez o festival mais eclético da Europa. Este ano, Devendra Banhart, Shabaka Hustings e Moor Mother são os curadores de luxo (depois da polémica em que esteve envolvida, a actriz Asia Argento escolheu cancelar a sua curadoria, mas algumas bandas que selecionou ficaram) e o cartaz do festival, anunciado em Setembro, já faz crescer água na boca.

The Breeders

Se ainda não está convencido, é uma questão de largarmos aqui vários nomes: The Breeders, Circuit Des Yeux, Serpentwithfeet, Lydia Lunch’s Big Sexy Noise, Cass McCombs, Yves Tumor, Rodrigo Amarante, Mudhoney, Boogarins, FAKA, The Scorpios, Anoushka Shankar, The Comet Is Coming… e por aí fora – algum há-de convencê-lo.

Por esta altura do campeonato, já é difícil arranjar alojamento em Utrecht, mas o site do festival (leguesswho.nl) dá algumas dicas sobre a cidade, a quarta maior da Holanda, e sobre onde ficar.

Publicidade
Devendra Banhart

O ano passado, os bilhetes para o festival que se foca em “artistas que exploram e expandem as fronteiras musicais”, diz a organização, foram vendidos em mais de 58 países e o festival contou com pessoas que vieram de própósito México, do Líbano, do Japão ou da Coreia do Sul. De Lisboa são só três horas de avião

- De 8 a 11 de Novembro, em Utrecht, na Holanda. Bilhetes diários a 45€, passes gerais a 137,5€. Bilhetes à venda em www.leguesswho.nl

Descubra a Europa

Viagens

Seis coisas a não perder em Santorini

Não há nada como estar no topo de um dos penhascos coloridos de Santorini, na Grécia. Esta ilha é um dos destinos mais incríveis do mundo, e não o é apenas por ser uma enorme cratera de um vulcão. O cenário parece ter sido criado pelos deuses gregos: aldeias caiadas de branco coroam a ilha, todas com uma vista privilegiada a partir dos penhascos que mergulham no mar, campos de vinhas que desenham riscas ao longo da terra e praias de areia preta e vermelha que parecem de outro planeta. Há muito para exploradores, foodies e malta da cultura descobrir, desde sítios arqueológicos a locais para nadar e, claro, beber vinho maravilhoso e experimentar comida mediterrânica. 

Piscina dos Jameos del Agua
Photograph: Courtesy CC/Flickr
Viagens

Cinco razões para visitar Lanzarote

Fuja das zonas mais movimentadas como Playa del Carmen: Lanzarote é uma terra maravilhosa, árida e selvagem com muito por explorar. A bela ilha vulcânica das Canárias está repleta de cidades cheias de palmeiras, moradias caiadas de branco, praias, peixe fresco e cactos. Aqui encontrará o toque mágico e indelével do influente artista César Manrique em todo o lado — não só deixou várias casas fabulosas e atracções para visitar, como um legado que impede que todos os novos edifícios tenham mais de dois andares. Faça um passeio pelo norte e pelo interior da ilha e sinta a animada brisa boho de Lanzarote.

Publicidade
Viagens

Os cinco melhores mercados de Londres

Já existem mercados em Londres desde pelo menos a Idade Média - e felizmente para nós, com o tempo inconstante desta cidade, alguns deles são cobertos. Os gostos mudaram-se ao longo dos tempos e agora os mercados de Londres têm de tudo um pouco, desde agricultores e mercados de moda a uma série de mercados dedicados à comida de rua. Os mercados locais também são de se visitar, mas vamos dedicar-nos aos maiores e mais famosos mercados de Londres, por agora. De flores no Columbia Road Flower Market a comida gourmet em Borough, estes são os mercados a visitar em Londres.

Viagens

Dez monumentos em Paris que tem mesmo de ver

A Torre Eiffel, o Arco do Triunfo, a catedral de Notre-Dame, o Louvre... Estamos de acordo, mas os monumentos obrigatórios em Paris não se ficam por aí. Dizemos-lhe dez monumentos que devia conhecer na capital francesa e que provavelmente, até agora, não estavam na sua lista de prioridades. E não somos nós que dizemos, é a Time Out Paris.

Publicidade
Pescaria
Photograph: Courtesy Pescaria
Viagens

Os melhores restaurantes em Milão

Conhecida como a capital da moda, Milão tem sofrido uma grande transformação na última década. À medida que a cidade tem vindo a crescer, têm aumentado também os restaurantes de qualidade. Dos mais tradicionais e familiares aos mais modernos e inventivos. Em Milão, encontram-se alguns dos melhores ingredientes e também algumas técnicas muito particulares na cozinha. Eis os melhores restaurantes de Milão.

Publicidade