A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Presentes de Natal
©DR

Seis formas de ter um Natal mais sustentável

Apesar de a época apelar ao consumo desenfreado, é possível ter um Natal mais sustentável, sem fazer pausa na luta pelo planeta.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Temos de admitir: embora possa ser uma época de solidariedade e espírito familiar, o Natal também é um festim de desperdício alimentar e de papel (do que se usa para embrulhar os presentes e do que se usa para os comprar). Mas não tem de ser. Há muitas formas de ter um Natal mais sustentável. Alugar um pinheiro para ajudar os bombeiros, fazer lembranças personalizadas, comprar presentes amigos do ambiente, optar por embrulhos ecológicos e garantir que a mesa é farta mas não sobra nada. Espreite estas seis formas de ter um Natal mais sustentável.

Recomendado: Eles criam bom ambiente: projectos sustentáveis em Lisboa

Por um Natal sustentável

  • Coisas para fazer
  • Vida urbana

O Pinheiro Bombeiro é talvez a melhor solução para um Natal um pouco mais liberto de culpa. Afinal, as árvores de plástico não são propriamente a coisa mais ecológica do mundo. Pode alugar um pinheiro para celebrar a quadra, ao mesmo tempo que ajuda os bombeiros voluntários e o planeta. A estação de aluguer de Pinheiros Bombeiros já abriu no site oficial da iniciativa, onde é possível alugar um pinheiro por 20€ até ao dia 19 de Dezembro. E por alturas do Dia de Reis, o pinheiro terá de ser devolvido para cumprir um dos objectivos finais da iniciativa: ser transformado em biomassa. Do preço total, 5€ revertem para a Associação Portuguesa de Bombeiros Voluntários que assim pode adquirir mais material de combate aos incêndios. O aluguer pode ser feito online, no site oficial, ou ao vivo no mercado de Natal do CCB.

  • Compras

Comprar sustentável já não é, afinal, um bicho-de-sete-cabeças e para muitos é um verdadeiro estilo de vida. É a pensar no planeta e nos seres que o povoam que sugerimos alternativas de presentes de Natal amigos do ambiente: sustentáveis e fáceis de reutilizar ou reciclar. As propostas são para todos e para todas as carteiras, desde cestas artesanais a sapatos vegan, sem esquecer produtos feitos com plástico ou madeira reciclada. O difícil vai ser escolher, mas pode aproveitar para apontar ideias para (pelo menos) os próximos dez natais.

Publicidade
Arranje embrulhos ecológicos

3. Arranje embrulhos ecológicos

O Natal também é sinónimo de papel usado e desperdiçado. Mas não tem de ser. Há muitas alternativas ecológicas para fazer embrulhos: as clássicas páginas de jornais e revistas, retalhos de tecido perdidos ou de peças de roupa demasiado velhas para doar e até caixas e sacos de cartão à espera de serem reutilizados. Se tiver jeito para tricotar ou costurar, os presentes também podem ser oferecidos dentro de bolsas personalizadas, que depois podem servir, por exemplo, para saco de pão ou bolsa de cosméticos. Por outro lado, para fechar os embrulhos, esqueça a fita cola e opte por washi tapes (feitas com papel de arroz) ou cordel.

  • Compras
  • Estilo de vida

Hoje em dia, estar atento à pegada ecológica e tornar-se consciente das suas escolhas enquanto consumidor já se tornou habitual – comprar sustentável deixou de ser um bicho de sete cabeças e, para alguns, é já um estilo de vida. Também por isso Lisboa tem cada vez mais espaços e marcas que promovem este modo de vida. Reunimos marcas sustentáveis que tem de conhecer, desde a cosmética ao calçado passando pelo vestuário feminino, masculino ou infantil, sem esquecer os sapatos ou até mesmo roupa de banho e decoração para a casa. Olhe com atenção para estas marcas amigas do ambiente se quiser comprar presentes de Natal a pensar num consumo sustentável.

Publicidade

O livro de receitas Natal saudável com zero desperdício, do Chef Fábio Bernardino, foi lançado em 2017, mas continua actual. Além de propor soluções económicas e saudáveis, com informação nutricional adicionada, promove a luta contra o desperdício alimentar. O melhor é que o projecto, da Câmara Municipal de Lisboa e da Direcção-Geral da Saúde, está disponível online de forma gratuita. 

  • Compras
  • Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Uma boa forma de ter um Natal mais verde é comprar presentes em segunda mão, de preferência em boas condições e a preços acessíveis. Se o puder fazer enquanto pratica o espírito solidário da época, ainda melhor. Pode começar, por exemplo, com uma visita à Dona Ajuda, a loja social da Boa Vizinhança, uma IPSS de voluntariado de proximidade, que integra residentes e trabalhadores da freguesia de Santo António. A funcionar no Mercado do Rato nos dias úteis (das 11.00 às 18.00) e aos sábados (das 10.30 às 13.30), na Dona Ajuda encontra roupa de homem, mulher e criança, acessórios, brinquedos, livros, CDs e até artigos para a casa.

Natal em Lisboa

  • Coisas para fazer

São mercados que assentam que nem uma luva a quem quer fugir da confusão da quadra nos centros comerciais ou mesmo para aqueles que deixam tudo para a última (há datas para compras tardias a pensar nos esquecidos). Anote as melhores sugestões e divirta-se.

  • Compras

O verdadeiro espírito de Natal pode ficar esquecido entre uma e outra loja, mas para entrar mesmo no espírito da quadra o melhor é anotar algumas ideias de presentes de Natal solidários. Felizmente multiplicam-se as campanhas que apelam à solidariedade e agora pode aproveitar o espírito natalício para ajudar e inspirar-se para o resto do ano.

Publicidade
  • Coisas para fazer

Há muita música de Natal para lá da que se ouve na rádio. A programação de Natal em Lisboa em 2021 promove uma panóplia de géneros para todos os gostos, dentro de igrejas espalhadas pela cidade, mas também fora delas. No Templo Radha Krishna, em Telheiras, o artista português Rão Kyao celebra Gandhi. No Coliseu dos Recreios, vários músicos homenageiam Cesária Évora. Outro destaque é o concerto do Coro da Câmara de Lisboa, que leva a uma das mais emblemáticas igrejas lisboetas as canções tradicionais portuguesas. Abra a agenda e aponte estes concertos de Natal em Lisboa.

Recomendado: Concertos de Natal a custo zero em Lisboa

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade