A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Dia Mundial da Água
Fotografia: Kazuky Akayashi

Oito propostas para celebrar o Dia Mundial da Água

O Dia Mundial da Água celebra-se a 22 de Março. E há muitas formas de celebrar esse bem-comum precioso.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

O stress hídrico e a escassez de água são uma ameaça para a humanidade, que se agravará à medida que o impacto das mudanças climáticas e a ocorrência de eventos extremos se forem acentuando. Para debater o problema e promover possíveis soluções, o Dia Mundial da Água, proclamado pela ONU em 1992, assinala-se a cada 22 de Março. O objectivo é sensibilizar quer os líderes políticos quer a sociedade civil para a conservação e gestão desse bem-comum, sem o qual não conseguiríamos viver. Como parte das várias celebrações, que têm lugar em todo o mundo, realiza-se também a campanha H2Off, que convida ao fecho de todas as torneiras entre as 22.00 e as 23.00. Mas há mais formas de celebrar o dia, desde participar num ciclo de conversas online até uma visita virtual ao Pavilhão da Água, no Porto, ou aos diferentes núcleos do Museu da Água, em Lisboa.

Recomendado: O Pátio das Antigas: Lisboa cheia de Sede

Oito propostas para celebrar o Dia Mundial da Água

  • Coisas para fazer
  • Vida urbana

Tudo começou com um apagão propositado em 2007, na cidade de Sydney, na Austrália. Agora, a Hora do Planeta é celebrada em mais de uma centena de países, como um movimento global de solidariedade pelo planeta. Este ano, em Portugal, irá decorrer um evento digital a 27 de Março, entre as 20.30 e as 21.30, com programação online e apresentação de Leonor Poeiras, embaixadora da Associação Natureza Portugal, irá dirigir uma série de entrevistas, inquéritos e interacções com o público, para colocar debaixo do holofote a realidade da água no país.

  • Coisas para fazer
  • Vida urbana

O Aqueduto das Águas Livres, o Reservatório da Mãe d‘Água das Amoreiras e a Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos são os três locais que pertencem ao Museu da Água, sob a alçada da EPAL, que qualquer um poderá agora visitar a partir de casa. As visitas são gratuitas e estão desenhadas para dar uma visão 360º de cada um dos edifícios. A ideia é que os visitantes possam ter não só uma visão panorâmica destes sítios emblemáticos da história da água, como explorar detalhes desconhecidos nas estruturas centenárias e experienciar diferentes ângulos de observação. Além destas visitas virtuais, o Museu da Água está também a promover visitas temáticas transmitidas em directo no Facebook. A próxima sessão é sobre “A Pegada Hídrica” e está marcada para sábado, 20 de Março.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Comida

Promover a sustentabilidade ambiental, a economia circular e a utilização de produtos sazonais e locais. É esta a missão assumida pela EPAL, que lançou este ano a primeira edição de A Irresistível Água da Torneira à Mesa com..., que reúne 24 receitas da chef Cátia Goarmon. Conhecida carinhosamente por “Tia Cátia”, a autora é a primeira a aderir a este desafio. Com a parceria também da SEMEAR, que forneceu alguns dos produtos hortícolas para a confecção das receitas, o livro incorpora o conceito de reutilização não só de água como de alimentos, renovando a intenção de cozinhar sem desperdício.

  • Coisas para fazer
  • Vida urbana

Sabe qual é o local mais próximo onde pode beber água sem correr risco de saúde? A Empresa Portuguesa das Águas Livres lançou uma ferramenta grátis que permite aos utilizadores conhecerem, em tempo real, a qualidade da água num determinado local, na zona de Lisboa. Chama-se H2O Quality e funciona por georreferenciação, permitindo-lhe aceder aos resultados da qualidade da água da torneira, na zona onde se encontra ou sobre a qual está a pesquisar, através da morada pretendida. Apenas disponível em Lisboa, esta aplicação tem informação actualizada diariamente em português e inglês e um mapa para o ajudar a encontrar a Fill Forever, a garrafa reutilizável da EPAL, 100% ecológica, assim como o melhor caminho até ao bebedouro mais próximo. A app gratuita já está disponível na Google Play e na App Store.

Como salvar o planeta

  • Coisas para fazer

Não há desculpas para não vestir a camisola verde, mesmo estando fechado no conforto do lar. Pedimos ajuda a quem anda nestas andanças faz tempo e a quem carrega consigo a bandeira da sustentabilidade, seja em movimentos comunitários ou marcas. Vá, prepare-se para sair desta com mais pontos na consideração do meio ambiente.

  • Coisas para fazer

Há quem atire a toalha ao chão e quem questione mesmo o aquecimento global, mas também há quem não desista e faça a sua parte na luta por um mundo mais verde e, por arrasto, com uma esperança de vida mais longa. Conheça algumas das ideias sustentáveis e decida como quer fazer a sua parte.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade