Clássicos de cinema para totós: especial Terror

Tenha medo, muito medo. Aqui encontra os melhores filmes de terror da história do cinema. São os clássicos de cinema para totós, mas totós apreciadores do género.

The Shining

Do início do século XX até aos dias que correm, muitos foram os realizadores que dedicaram a assustar os espectadores com monstros maquiavélicos, espíritos misteriosos e sangrias desenfreadas. Cinéfilo que se preze já viu todos os clássicos de cinema de terror: os melhores do género na história do cinema.  

Clássicos de cinema para totós: especial Terror

Lição 1: 1900-1950

Custou um bocadinho a pegar, mas quando pegou o cinema de terror nunca mais arredou pé. Teve os seus momentos, bons e maus, mas década a década persistiu tanto como o desejo do espectador em ser assustado. A primeira metade do século XX parece, agora, inocente ou ingénua. Mas há muito escondido nas trevas.

Ler mais
Por Rui Monteiro

Lição 2: 1951-2000

A segunda metade do século trouxe a definitiva massificação do cinema de Hollywood, a queda sucessiva de tabus e praticamente o fim da censura. O que muito beneficiou o cinema de terror, que se tornou cada vez mais chocante e radical. O tempo da inocência acabou. 

Ler mais
Por Rui Monteiro
Publicidade

Lição 3: 2001-2014

Com a entrada do século o que era explícito tornou-se ainda mais explícito. Mais sangue, mais tripas ao léu, mais tortura psicológica e sobretudo física. E, também, algum regresso ao classicismo gótico, boa dose de contaminação entre géneros, e muita imaginação – o que vai mantendo o género vivo e assustador.  

Ler mais
Por Rui Monteiro

Mais terror

Oito filmes de terror realizados por mulheres

Aquela ideia do sexo fraco, lembram-se? Pois, apesar da pujança do sexismo, essa forma de ver as mulheres está morta. Razão? Simples: elas já não vão nisso. E afirmam-se, mesmo que seja preciso acotovelar uns homens para, por exemplo, fazerem filmes de terror. Há mais, mas por enquanto ficam estas pioneiras.  

Ler mais
Por Rui Monteiro
Publicidade

Comentários

0 comments