Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores restaurantes para crianças em Lisboa
Restaurante, Stanislav Café, Panquecas
©Duarte Drago Panquecas do Stanislav Café

Os melhores restaurantes para crianças em Lisboa

Dizemos-lhe quais os melhores restaurantes para uma refeição em família sem que os miúdos se aborreçam.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Não se preocupe se o restaurante tem ou não menu infantil. Embora muitos tenham, isso é só um pormenor – e os miúdos nem sequer vão aguentar muito tempo sentados. Se quer comer fora, sem confusões, faça como nós: procure outros pontos de interesse e tenha em conta a facilidade de manter as pestinhas debaixo de olho. Do pequeno-almoço ao jantar, em Lisboa não faltam restaurantes amigos da família, seja com menus especiais, com área infantil ou apenas esplanada, esse oásis de liberdade para os mais pequenos. Estes são os melhores restaurantes para crianças em Lisboa.

Recomendado: 101 coisas para fazer com crianças em Lisboa

Os melhores restaurantes para crianças em Lisboa

Brunch do Stanislav
Brunch do Stanislav
Duarte Drago

Stanislav Café

Restaurantes Avenida da Liberdade/Príncipe Real

No Stanislav Café, a segunda vida do extinto restaurante de especialidades russas Stanislav Avenida, há propostas de pequeno-almoço, brunch e lanche para toda a família. Mas além de ovos estrelados e torres de panquecas, comidinhas que piscam o olho a qualquer criança, tem uma zona dedicada aos mais novos, com casinha de bonecas, lápis de cor e desenhos para pintar.

Monte Mar Lisboa
Monte Mar Lisboa
DR

Monte Mar Lisboa

Restaurantes Chiado/Cais do Sodré

A FUNtoche tomou de assalto o Monte Mar Lisboa, com a nobre missão de ocupar os miúdos durante os almoços de fim-de-semana. O restaurante tem um espaço gratuito para os mais novos, com um insuflável, uma piscina de bolas e actividades para entreter até a criatura mais irrequieta. Na hora de se sentar, pode escolher entre ficar ali em cima da criançada ou do outro lado do vidro (a uma distância suficiente para não os ouvir). Para comer, há menu infantil (15€) com os famosos filetes de pescada fresca ou escalopes panados, além de sopa, sobremesa e bebida.

Publicidade
Doca de Santo
Doca de Santo
Manuel Manso

Doca de Santo

Restaurantes Alcântara

As Docas são sempre local de romaria em família e a Doca de Santo é perfeita para o almoço pós-passeio, até porque tem uma zona infantil bem grande e uma esplanada que quase parece um jardim, onde os garotos podem correr à vontade e estacionar as bicicletas. Há menu Kids, com sopa do dia, prato (bife de frango grelhado com batatas às rodelas ou croquetes com arroz thai) e fruta da época ou bola de gelado, para meninos bem comportados (9,50€).

Restaurante, Casa de Pedra, Casa de Pedra
Restaurante, Casa de Pedra, Casa de Pedra
©Mariana Valle Lima

Casa de Pedra

Restaurantes Marvila

Este ano não há Rock In Rio, e por isso também não há dia dedicado aos mais pequenos no festival de Verão, mas há restaurante novo no Parque da Bela Vista, com cestas de piquenique que, além de ter as comidas clássicas para estender no relvado, podem ser apetrechadas com o complemento “Kids”, que junta bolinhas de sabão e giz. Se preferir que comam de faca e garfo na esplanada antes de correr pelo parque, pode pedir massas ou pizzas. A Casa de Pedra tem também uma programação cultural forte e dias dedicados aos mais pequenos: para já pode marcar presença na aula de dança ao ar livre para crianças e família no dia 30 de Maio, 6 ou 20 de Junho, às 11.00, ou na aula-concerto com o Quinteto de Sopros, da Orquestra Didáctica da Foco Musical, no dia 2 de Junho às 18.00.

Publicidade
Restaurante, Hamburguers, B' Perfect Burguers
Restaurante, Hamburguers, B' Perfect Burguers
©DR

B' Perfect Burgers

Restaurantes Avenidas Novas

Hambúrgueres, esplanada, relvado gigante. Há lá melhor fórmula para levar os miúdos a almoçar fora. A hamburgueria no bairro familiar do Arco do Cego tem este trio ao gosto da criançada e ainda lança ensinamentos em inglês na ementa, com os seus hambúrgueres: B Stronger, com cogumelos frescos, cebola caramelizada, cheddar, alface e tomate (8,90€), B Happy, com cheddar, parmesão, rúcula e tomate (9,40€) ou B Cool, com cheddar, bacon, cebola, alface e tomate (8,90€). As ementas são em papel, óptimo para os entreter com uns rabiscos. Para a sobremesa há mousse de chocolate (2,50€) ou gelado de baba de camelo (3€). Tudo certo.

Pizza Primavera, Casanova
Pizza Primavera, Casanova
Fotografia: Ana Luzia

Casanova

5 /5 estrelas
Restaurantes São Vicente 

A cozinha do Casanova abre logo às 12.30 e não pára durante a tarde inteira, a permitir refeições bem cedo ou fora de horas. No menu, há uma massa per bambini, com fiambre e natas (4,50€), mas qualquer uma das pizzas é capaz de os sossegar, mais que não seja com a promessa de que se se portarem bem e ficarem no lugar, têm direito à foccacia doce barrada com Nutella no final. Os miúdos acham graça às lâmpadas vermelhas com interruptor com que chamam os empregados, mas não tanto às mesas corridas, com pouco espaço para circular à volta: prolongar o tempo da refeição é, por isso, de evitar.

Publicidade
Este Oeste
Este Oeste
©DR

Este Oeste

Restaurantes Belém

Aos pais apetece sushi, os filhos fazem birra com peixe cru? No Este Oeste não há birras. O restaurante do Centro Cultural de Belém, que tem uma esplanada com vista para o rio e espaço de sobra para muitas brincadeiras, junta comida italiana e japonesa de maneira elegante. Aos fins-de-semana há brunch com três menus à escolha (japonês, italiano ou o mix Este Oeste).

Jamie's Italian
Jamie's Italian
Manuel Manso

Jamie's Italian

4 /5 estrelas
Restaurantes Italiano Princípe Real

Jamie Oliver tem cinco filhos e há muito que é conhecida a sua preocupação com a alimentação dos mais pequenos. Não é de estranhar por isso o atendimento especial dado às crianças no restaurante que o chef britânico abriu no Príncipe Real. O menu dos miúdos é uma folha com um desenho, que vem acompanhada por uma pequena caixa de lápis de cera, tal como acontece em todos os seus restaurantes. E se eles não sabem ler é dar-lhes para a mão o visualizador de imagens 3D e deixá-los escolher o prato pelas fotografias – é certo que se vão divertir e encher a barriga, para depois fazerem uma boa sesta.

Publicidade
Pop up cereal
Pop up cereal
Fotografia: Manuel Manso

Pop Cereal

Restaurantes Bairro Alto

Está para nascer a criança que não gosta de flocos. E ninguém sabe bem quem decidiu que eles estão reservados ao pequeno-almoço e ao lanche. Pois o Pop Cereal Café tem ajudado os alfacinhas a rebelar-se contra essa regra, com mais de 100 caixas de cereais vindas de várias partes do mundo, prontas para serem misturadas umas com as outras. Aos cereais junta-se leite de sabores e toppings, que vão das cookies aos brownies, passando pelas gomas de ursos e pelos M&Ms. Mais excitantes ainda são os freakshakes, monumentais batidos para beber (ou comer?) à colherada. 

Hygge Café
Hygge Café
©Inês Félix

Hygge Café

Restaurantes Dinamarquês São Sebastião

Não dá para traduzir o nome deste café numa só palavra nem sequer pronunciá-lo bem à primeira, mas nós ensinamos já essa parte – é hue-gah. Os donos quiseram trazer para Lisboa o conceito nórdico de bem-estar, felicidade e partilha com os outros. Tanto a ementa como o espaço do Hygge Café tentam reflectir isso mesmo, com opções de refeições leves e uma decoração simples mas confortável. E qual é a criança que não vai achar graça às mini panquecas? 

Publicidade
In Bocca al Lupa
In Bocca al Lupa
©Ana Luzia

In Bocca al Lupo

Restaurantes Chiado/Cais do Sodré

É o único restaurante da cidade sobre o qual um crítico da Time Out escreveu a meias com duas crianças. O resultado? Cinco estrelas. E não, não é porque a comida é infantil: é porque é genuinamente boa, italiana a preceito, e os gaiatos não ligam ao nome do chef nem à origem certificada dos produtos. E ainda que ligassem ficariam a saber que tudo aqui é feito por mãos conhecedoras com produtos biológicos, a começar na massa das pizzas (também há versão sem glúten). Acresce que, no primeiro turno de jantares, o restaurante é povoado de famílias com miúdos que, além das óptimas pizzas e pastas, procuram um espaço child- friendly, onde eles se podem entreter ver a massa fina ser estendida à frente dos olhos e depois enfiada no forno de pedra.

Doca de Santo
Doca de Santo
Manuel Manso

Capricciosa - Doca de Santo Amaro

Restaurantes Alcântara

A esplanada da Cappriciosa das Docas é, por si só, um óptimo destino para crianças com fobia a comportar-se entre quatro paredes. Mas, muito melhor que isso, tem um parque infantil mesmo ao lado, daqueles que os pais nem precisam de se levantar da mesa para ver os meninos. No menu não faltam massas e pizzas deliciosas, mas para facilitar a vida às famílias, mais vale ir directo à secção “Bambini” e escolher entre a mini pizza e o esparguete à bolonhesa.

 

Publicidade
Pasta Non Basta
Pasta Non Basta
Manuel Manso

Pasta Non Basta - Alvalade

Restaurantes Italiano Alvalade

O segundo Pasta non Basta da cidade foi pensado à medida dos longos finais de tarde de Verão – quando não faz mal atrasar a hora do banho-jantar-xixi-cama. Este italiano com esplanada é muito mais do que uma pizzaria, apesar de também ter pizzas – e das boas: há polpete al sugo (almôndegas com molho de tomate) e os infalíveis spaguetti alla carbonara e pappardelle alla bolognese.

O Moço dos Croissants
O Moço dos Croissants
©DR

O Moço dos Croissants

Restaurantes Pastelarias Campo de Ourique

Manel Perestrelo é o moço responsável por esta pastelaria especializada em croissants. Cada vez que sai uma fornada, a rua onde mora enche-se de famílias a salivar. O francês de manteiga é o mais simples de uma lista que inclui salgados e doces, para qualquer hora do dia. Sem surpresas, o de chocolate é o preferido da miudagem.

Lisboa dos pequenitos

funtoche
©DR

As melhores festas de aniversário para crianças em Lisboa

Miúdos

No recato do lar ou fora de portas? Com animação ou na onda do DIY? Num museu perfeito para miúdos ou num dos melhores parques e jardins da cidade? Depende da disponibilidade, da paciência e do número de zeros na conta bancária dos pais – mas nesta lista encontra as melhores festas de aniversário para crianças em Lisboa à medida de todos. 

Parque do Alvito
Fotografia: Arlindo Camacho

Os melhores parques infantis em Lisboa para pôr os miúdos a brincar

Miúdos

Não há nada que eles gostem mais do que uma ida aos baloiços. Os olhos até brilham quando lhes dizemos as palavras mágicas: "Queres ir ao parque?". É que nem é preciso dizer mais nada, nem precisam de saber onde – tudo o que lhes interessa é que vão correr e brincar num sítio onde não faltam baloiços e escorregas. E foi por isso que corremos os parques infantis em Lisboa à procura dos melhores. 

Publicidade
Quinta pedagógica Armando Villar
©Ana Luzia

Quintas pedagógicas: leve-os ao campo sem sair da cidade

Miúdos

Entre os enormes arranha-céus e a poucos quilómetros das avenidas cheias de carros e motas, há espaços verdes com animais do campo, hortas biológicas, pomares e actividades rurais que os miúdos nunca pensaram experimentar, como a lavoura, fazer pão em forno de lenha ou dar banho à bicharada. Se os seus filhos pensam que o leite nasce no pacote e que a fruta vem do supermercado, está na hora de os levar a estas quintas pedagógicas à volta de Lisboa. 

Actividades para crianças no Museu Berado
©Museu Berardo

Museus para crianças em Lisboa? São mais que as mães e bem divertidos

Miúdos

É uma grande injustiça dizer que a palavra museu cheira a mofo. Mas se começou por arrastar os miúdos para uma exposição interminável que interessa apenas a adultos... é bem possível que o programa enfrente uma certa resistência. Não desanime. Um roteiro museológico não tem de ser um programa aborrecido, muito pelo contrário. Fomos à procura dos melhores museus para crianças em Lisboa. Para ir ao passado e ao futuro, sem sair do presente. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade