Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Programas para sobreviver às férias da Páscoa dentro de casa

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

páscoa ovinhos
Ilustração: Rui Pita

Programas para sobreviver às férias da Páscoa dentro de casa

Chegaram as férias da Páscoa e não inscreveu os miúdos em nenhuma actividade? Temos algumas ideias para os manter entretidos sem sair de casa

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Porquê gastar dinheiro em presentes, quando há tempo de sobra para os fazer lá de casa? Para quê comprar aguarelas se é tão fácil fazer tintas comestíveis – perfeitas para pequenos artistas despassarados? Se não foi a tempo de inscrever os miúdos numa destas actividades para as férias da Páscoa, nada tema: há muitas formas de os entreter sem sair de casa. Agradeça a quem inventou os trabalhos manuais, porque não há melhor solução para a falta de planos do que pôr as mãos na massa em família. E não seja tão intransigente: deixe-os lá ver também um bocadinho de televisão. Só um bocadinho...

Recomendado: A Páscoa em oito filmes nada bíblicos

Programas para sobreviver às férias da Páscoa dentro de casa

Masterkids: Cookies Americanas
Masterkids: Cookies Americanas
©DR

1. Vestir o avental e cozinhar os presentes

Se as crianças não podem ir até à Academia Time Out, a Academia Time Out vai até às crianças. Toca a vestir o avental para confeccionar as verdadeiras cookies americanas que já passaram por algumas edições de Masterkids. São cinco passos simples para um presente que vai fazer um brilharete na Páscoa:

1) Bate-se 80 g de manteiga amolecida com 100 g de açúcar amarelo, até ficar cremoso.
2) Adiciona-se um ovo inteiro e bate-se novamente.
3) Intercala-se os 150 g de farinha com fermento com uma colher de chá de fermento, chocolate de culinária partido em cubos e amêndoas laminadas.
4) Não se esqueçam de guardar uma parte do chocolate e das amêndoas para a guarnição!
E 5) Façam bolinhas de massa e coloquem no forno a 200ºC com ventilação até ficarem douradas.

Filme, Cinema, A Viagem de Chihiro (2001)
Filme, Cinema, A Viagem de Chihiro (2001)

2. Descobrir novas séries infantis

Passar os dias a olhar para a televisão? Era o que faltava! Mas um episódio por dia não sabe o bem que lhes fazia. Afinal, os mais novos também merecem descansar durante as férias enroscados no sofá de comando na mão.

Entre as novidades de animação da Netflix está a terceira temporada de Boss Baby, que promete novas peripécias do bebé engravatado mais famoso do planeta. Destaque ainda para os filmes japoneses do Studio Ghibli: se os seus pequenos cineastas ainda não viram A Viagem de ChihiroA Princesa Mononoke e O Conto da Princesa Kaguya, eis a grande oportunidade.

No concorrente serviço de streaming HBO, visita aos clássicos com a novidade Tom e Jerry: Regresso a Oz.

A Vampirina regressou ao Disney Júnior este mês, com novos episódios a repetir diariamente; Gabby Duran Alien Total é uma estreia em Portugal: toca a sintonizar para conhecer esta baby-sitter de extraterrestres.

Não largue já o comando: o Panda recebe a nova estação com um especial que inclui Heidi Playmobil – Especial Primavera (estreia sáb, 21 de Março, às 08.30, 12.00 e 16.30), Masha e o Urso, Noddy, o Detective do País dos Brinquedos e Megaman.

Publicidade

3. Ir de férias... para a varanda

Não há orçamento para férias fora? Não é preciso desiludir os miúdos. Improvise uma tenda na varanda ou na sala com lençóis velhos e, por uma noite, deixe-os acampar longe da cama, com lanternas, livros e almofadas. Uma aventura de férias inesquecível.

4. Procurar ovos da Páscoa nos filmes da Disney

A expressão não tem significado em português, mas em inglês procurar os easter eggs num filme quer dizer tentar encontrar referências ou private jokes que os argumentistas incluem a pensar nos cinéfilos mais atentos. É uma boa forma de tornar uma sessão de cinema bem mais animada (e de prevenir que o adolescente da família não se sente no sofá a olhar para o telemóvel, porque já viu o filme “cinquenta mil vezes” e só está a “fazer-vos companhia”). Por isso, vá, tire lá da prateleira os filmes A Bela e o Monstro, Os 101 Dálmatas, A Pequena Sereia e Lilo & Stich ou faça mesmo uma maratona de filmes da Disney (dos melhores e dos piores).

Publicidade
O Mundo de Sofia - Páscoa
O Mundo de Sofia - Páscoa
DR

5. Descobrir o maravilhoso mundo do DIY

O site d'O Mundo de Sofia é um mundo onde não faltam ideias de DIY (a sigla para do it yourself, ou faça você mesmo). Mais do que ideias: há prints para os miúdos terem ainda mais ferramentas para brincar e passar o tempo, e uma loja online para transformar o quarto dos brinquedos numa verdadeira oficina de artes e ofícios. Se fizer uma busca por Páscoa, por exemplo, vai encontrar um cesto para a caça aos ovos e ideias de presentes como caixas de ovos com velas. Mas há mais: puzzles, brinquedos, máscaras, origami e jogos fáceis e divertidos, alguns até com vídeos com tutoriais para ajudar. 

6. Pintar com tintas comestíveis

Sim, leu bem. Há tintas que os seus filhos podem comer sem correrem o risco de apanhar uma intoxicação. As maravilhosas mistelas que servem para pintar são feitas com corantes alimentares ou sumos de legumes (cenoura, espinafres, beterraba). Há inúmeros tutoriais sobre o tema, mas decore já esta receita: basta juntar corante alimentar, na cor que preferir, a iogurte natural, grego ou de Kefir. Só não se esqueça de forrar bem o chão com folhas de jornal antes de os pequenos Picassos darem largas à imaginação – e, se as houver por casa, umas batas vão dar muito jeito, a não ser que haja roupas velhas a precisar de uma corzinha.

Páscoa em Lisboa

Ovo da Brigadeirando
©Mariana Valle Lima

Seis ovos da Páscoa para oferecer

Restaurantes

Ovos há muitos e na Páscoa todos os querem. A par das amêndoas (em todas as suas variantes, de amêndoa, artesanais ou de chocolate) e dos folares da Páscoa, oferecer ovos de chocolate é uma das tradições mais queridas da época pascal e que enche a mesa de família. Dá para esconder e fazer uma verdadeira caça ao tesouro para entreter a criançada (ou recordar aos adultos quão divertidas podem ser estas brincadeiras) ou deixar-se de coisas e lambuzar-se logo todo.

Folar de Páscoa da Alcôa
©Inês Félix

Os melhores sítios para comprar folar de Páscoa

Restaurantes

Este pão enriquecido e doce cai bem no começo da Primavera – e não é por acaso. É o florescer da natureza. Em alguns acrescenta-se um ovo como resumo da fertilidade. Inspirados em diferentes exemplares de todo o país, recomendamos os folares que se compram por Lisboa para compor a mesa da Páscoa ou para oferecer como quem deseja abundância.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade