Global icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Restaurantes para comer lampreia em Lisboa

Restaurantes para comer lampreia em Lisboa

Chegou a época do bicho feio. Dizemos-lhe onze restaurantes para comer lampreia em Lisboa.

lampreia do solar dos presuntos
Fotografia: Francisco Santos
Por Inês Garcia e Catarina Moura |
Publicidade

A maioria dos exemplares deste bicho feio vem do Minho. Tem dentes e é esquisito, admite Augusto Porto, presidente da Associação dos Pescadores do Rio Minho e do Mar, mas é simples de manear. "É uma espécie única, do tempo dos dinossauros, e é uma sanguessuga, alimenta-se através da sucção dos outros animais e utiliza o percurso dos outros animais para se transportar a ela própria", explica Augusto. 

E o que é essencial para um bom arroz de lampreia? Augusto responde: "Uma boa lampreia também tem a ver com o saber amanhar. Tem várias tripas com fel e não saber abrir a lampreia e retirar essas tripas vai fazer com que o arroz não tenha a mesma qualidade – e pode tornar-se amargo. Mas é uma carne que dá para confeccionar de muitas formas. Até em escabeche e enlatada já existe."

Nesta lista encontra onze restaurantes que não tiveram medo do bicho feio e que já o estão a servir, no esperado arroz ou à bordalesa.

Recomendado: Os melhores restaurantes de cozinha tradicional em Lisboa

11 restaurantes para comer lampreia em Lisboa

1
Restaurante Pap'açorda
Fotografia:Arlindo Camacho
Restaurantes

Pap'Açorda

icon-location-pin Cais do Sodré

39€

Tão certo como haver sempre uma taça enorme de mousse de chocolate disponível, é em meados de Fevereiro abrir a época da lampreia no Pap’Açôrda. Desde que abriu portas no Bairro Alto – já lá vão mais de 35 anos –, e agora no Time Out Market, não há ano em que a chef Manuela Brandão não prepare o seu famoso arroz de lampreia. Em 2018, a época do “bicho feio” está oficialmente aberta. É um processo que dura mais de 24 horas e que se inicia com o limpar da película que protege a lampreia, seguido pelo seu sangramento para uma travessa onde se vai misturar com vinho tinto, vinagre, cebolas e cenouras. É importante retirar a tripa e outras cartilagens do bicho para não saber mal. Fica então a marinar por 24 horas e só depois é que vai à panela, para por fim ser servido com um arroz branco.

2
JNCQUOI
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

JNcQUOI

icon-location-pin Avenida da Liberdade

A lampreia está no JNcQUOI só durante uma semana, entre 16 e 24  de Fevereiro. A receita do restaurante da Avenida da Liberdade é uma colaboração entre esta cozinha e o restaurante de Matosinhos O Gaveto, para cozinhar este bicho feio e o seu sangue tal e qual se faz lá em cima.

Publicidade
3
Adega do Solar Minhoto
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Português

Adega do Solar Minhoto

icon-location-pin Alvalade

80€

Não se assuste com o preço, esta dose vai dar para umas três ou quatro pessoas. Isto porque Idalina, minhota, lhe vai servir um bicho inteiro num arroz do seu sangue. A Adega do Solar Minhoto só faz lampreia por encomenda, com uns três ou quatro dias de antecedência. 

 

4
As Colunas - Sala
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Português

As Colunas

icon-location-pin Grande Lisboa

29€

Aqui há o esperado arroz, à bordalesa, de escabeche ou a lampreia assada no forno. O melhor é ligar antes de ir, que pode acontecer não haver o bicho no dia. 

Publicidade
5
Dom Feijão
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Português

Dom Feijão

icon-location-pin Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

25€  

Cada dose, para uma pessoa, traz cinco ou seis argolas do peixe. Aqui serve-se arroz de lampreia por encomenda – não se esqueça de ligar com dois dias de antecedência, para dar tempo aos bicharocos de chegarem do Norte e passarem uma noite em vinha d’alhos. 

A Time Out diz
6
Varanda de Lisboa, hotel mundial
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Mediterrâneo

Varanda de Lisboa

icon-location-pin Santa Maria Maior

35€  

No restaurante do Hotel Mundial há um mês inteiro dedicado aos sabores do rio, com vários pratos de lampreia e sável. Até 10 de Março, o chef Carlos Queijo criou um menu, disponível aos almoços e jantares, que inclui entrada (sopa do dia ou ovas de sável em polme de coentros e maionese de laranja), um prato principal à escolha entre o arroz de lampreia à moda de Monção, a lampreia à bordalesa, o sável tostado com açorda de frutos do mar ou o sável dourado com meunier de citrinos e alcaparras. A sobremesa é à escolha do carrinho que passa no fim. O menu inclui as bebidas.

Publicidade
7
Solar dos Presuntos - Sala 3
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Solar dos Presuntos

icon-location-pin Lisboa

37,50€  

Assim que começa a época dela, o anúncio em letras garrafais fica bem visível na vitrine do Solar dos Presuntos. O restaurante conhecido pela sua alta-cozinha de Monção serve arroz de lampreia ou uma lampreia inteira assada no forno, que chega à mesa num tacho grande (98€). 

8
Adega da Tia Matilde - Sala
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Português

Adega da Tia Matilde

icon-location-pin São Sebastião

44€  

Desde Janeiro que Isabel e Matilde, as duas irmãs à frente da casa, têm diariamente o arroz de lampreia e à bordalesa, a opção sem o sangue que também vai tendo muitos fãs. Uma dose tem quatro argolas mas também se vende ao pedaço (11€ cada). “Vem de Vila Nova de Cerveira, temos a mesma senhora como fornecedora há muitos anos. A seguir vem o sável, que isto é tudo sazonal”, diz, deixando a nota que fazem uma açorda de sável bem boa.

Publicidade
9

Escadinhas da Cruz de Pedra

60€/kg  

Aqui a lampreia paga-se ao quilo. A receita é de família, da bisavó Sónia, mas seguida à risca pela cozinheira, Rosa Esteves. Convém ligar a encomendar mas até final de Março é garantido que vai estar sempre a sair.

10
Imperial de Campo de Ourique
©DR
Restaurantes, Português

Imperial de Campo de Ourique

icon-location-pin Campo de Ourique

120€

A lampreia está escassa e o sr. João está a ter dificuldades em ver o bicho feio chegar-lhe à mesa. Mas quando chegar, vinda do Rio Lima, em Ponte da Barca, a terra do dono, “é feita como deve ser” pela mulher, a dona Adelaide. Convém ligar com uns dias de atencedência e deixar o número de telemóvel, para garantir que chega mesmo. Uma dose é para quatro pessoas.

Publicidade
11

Tico-Tico

57,50€  

O dono do clássico de Alvalade é natural de Paredes de Coura e encomenda a lampreia em Lanhelas. Por esta altura já as tem aos montes. Uma dose, para dois, tem entre oito a dez pedaços. Mas também há meias doses (30€). Se pedir com antecedência também a fazem à bordalesa.

Cozinha tradicional em Lisboa

Solar dos Presuntos - Bacalhau Assado
©Manuel Manso
Restaurantes, Português

Três sítios para comer bacalhau assado

Com batata a murro, bem regadinho com azeite, com ou sem ovo. Interessa é ser uma boa posta, bem demolhada, bem suculenta. Vá matar saudades de um bom bacalhau ou leve o amigo turista a um destes restaurantes em Lisboa. 

Solar dos Presuntos - Cozido à Portuguesa
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Os melhores restaurantes de cozinha tradicional em Lisboa

Do Minho ao Algarve, do interior ao litoral – não é preciso sair de Lisboa para experimentar os melhores sabores da cozinha portuguesa. Açordas, bacalhaus, rissóis e pataniscas. Entremeadas, croquetes, cozidos e empadões – o que não falta são especialidades do país inteiro.

Publicidade

More to explore

Publicidade