Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right 37 coisas para fazer em Sintra

37 coisas para fazer em Sintra

Comer, beber, comprar, visitar, ver e fazer: virámos a serra do avesso para encontrar as coisas absolutamente imperdíveis em Sintra

Palace da Pena
@PMSL/Emigus
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Há muito mais do que 37 coisas para fazer em Sintra, bem sabemos. Nem é preciso falar do sem-fim de personalidades que já andaram a passear pela vila, do físico e inventor italiano Marconi ao piloto brasileiro de Fórmula 1 Ayrton Senna, da actriz norte-americana Gloria Swanson à banda irlandesa de rock U2. Há aqueles clássicos, a que vamos pelo menos uma vez na vida – e se não o fizemos, não podemos admitir, tal é a falha. Sim, vá lá a correr à Regaleira que nós esperamos por si. Mas, se numa escapadinha de fim-de-semana, conseguir fazer “check”em todas as nossas sugestões, está no bom caminho para descobrir o que há de melhor na serra de Sintra. E a parte boa é que se estende até ao mar. Basta pôr-se a caminho da costa e farejar as melhores praias da região.

Recomendado: Os melhores restaurantes em Sintra

37 coisas para fazer em Sintra

1
Villa 6
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Petiscos

Villa 6

icon-location-pin Sintra

José Franco e João Bernardo
 já andam em trabalhos na vila desde adolescentes, portanto sabem bem o que andava a faltar por aquelas bancas. No Villa 6, que abriram perto do centro histórico, dedicam-se aos pregos no pão, do de picanha ao de lombo (5€). Completaram 
a ementa com uns petiscos mais tradicionais, como as bolinhas de alheira, o pica-pau ou os rissóis de polvo. Para regar tudo, há cerveja Seteais Mag8, da cervejeira local Hops & Drops.

2
Aldeia da Praia
Fotografia: Arlindo Camacho
Hotéis, Parques de campismo

Aldeia da Praia

icon-location-pin Sintra

Junto ao cruzamento para a Praia Grande, esta é provavelmente a grande atracção da temporada de Verão. Os terrenos da antiga colónia de férias da Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses, desactivada há mais de dez anos, foram comprados para fazer uma verdadeira aldeia com espaço para parque de campismo, glamping e um hostel. O actual supermercado com esplanada, da Mercearia D'Assafora, ocupa o que antes era um refeitório, contíguo à capela, onde ainda permanece o altar. Já o Poente Lounge, onde era a enfermaria, serve cocktails de autor ao som de música ao vivo, num terraço invejável. Mas há mais: uma garrafeira e um bar de cerveja artesanal, pizzas de fermentação da Souldough, hambúrgueres da Organic Burguer e panquecas, tapiocas e sumos da Pura Pancake House. Já para não falar da agenda sempre recheada, com actividades para toda a família, desde música para bebés a aulas de yoga.

Publicidade
3
UPUP
Manuel Manso
Coisas para fazer

UPUP Park

icon-location-pin Cascais

É um parque de trampolins em Rio de Mouro. Mas, se pensa que se tratam de meros trampolins, engana-se. Há uma parede para tentar escalar, um espaço para praticar basquetebol e futebol e ainda um recinto dedicado ao dodgeball, para jogar enquanto salta. Há também uma zona de insufláveis e outra chamada de “Saco no Ar”, com quatro pistas de aceleração, com um metro e meio de profundidade, permitindo o aperfeiçoamento da técnica do trampolim. Os preços rondam entre os 12€ (para uma sessão de 60 minutos), 39,5€ para famílias de dois adultos e duas crianças e 50€ (para cinco sessões individuais de 60 minutos).  

4
Café Saudade
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Pastelarias

Café Saudade

icon-location-pin Sintra

Não é novo, mas os scones gigantes, os parfaits de iogurte, muesli e fruta, as torradas em pão de passas ou bolo lêvedo dos Açores e os bolos, todos os bolos, continuam a merecer o nosso amor e fidelidade. É um dos cafés mais acolhedores da vila de Sintra. Fica numa antiga fábrica de queijadas, tem um pé direito alto com um tecto trabalhado e paredes cheias de andorinhas. Lá dentro, a rede de Internet é fraca, um óptimo pretexto para largar o Instagram, o Facebook e o Whatsapp e apreciar o momento como se fazia antigamente. Há menus de pequeno-almoço a 8€ (todos os dias até às 12.00) e de brunch (entre as 12.00 e as 16.00) a partir dos 14€, que incluem os scones gigantes com doce e manteiga que caracterizam o Saudade.

Publicidade
5
Alba Gelato
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Geladarias

Alba Gelato

icon-location-pin Grande Lisboa

A gelataria de Maria Borga
 fica em frente a um dos miradouros com uma das melhores vistas para 
a vila de Sintra: o miradouro
 da Correnteza. Os gelados são 100% artesanais, sem corantes nem conservantes, e utilizam ingredientes de produtores locais. Há sempre 12 sabores, alguns fixos, como o de chocolate com 70% de cacau ou o café branco, feito através de uma infusão do grão de café, de onde não é extraída a cor nem a cafeína (uma bola 2,40€, duas bolas 3,40€). A esplanada serve pequenos-almoços, crepes, waffles, doces e salgados. No piso de cima está a Villa Alba, um alojamento local da mesma proprietária.

6
Palácio Nacional da Pena
@DR
Atracções, Edifícios e locais históricos

Palácio Nacional da Pena

icon-location-pin Sintra

Fruto do génio criativo de D. Fernando II, é provavelmente o postal mais conhecido de Sintra e o expoente máximo do romantismo do século XIX, com referências arquitectónicas de influência manuelina e mourisca. Erguido sob uma rocha escarpada, situa-se na zona oriental do Parque da Pena, que é necessário percorrer para se chegar à íngreme rampa que o Barão de Eschwege construiu para se aceder à edificação acastelada. Construído à maneira dos jardins românticos, o parque é composto por caminhos serpenteantes, pavilhões e bancos de pedra a pontuar os percursos, bem como árvores e outras plantas provenientes dos quatro cantos do mundo. Para aproveitar o melhor, há visitas guiadas (5€ + bilhete de entrada), passeios de charrete (75€ + bilhete de entrada) ou a cavalo (a partir de 15€ + bilhete de entrada), mas também pode comprar bilhete (12,50€-49€) e passear livremente.

Publicidade
7
Chalet Condessa d'Edla
@Giorgio Bordino
Atracções, Edifícios e locais históricos

Chalet e jardim Condessa d'Edla

icon-location-pin Sintra

Está a ver o cenário do filme da Disney Branca de Neve e os Sete Anões? Se não há orçamento familiar para viagens à Disney, experimente levar os miúdos ao chalet onde a Condessa d’Edla viveu a sua história de amor com o rei D. Fernando II. Situado no Parque e Palácio da Pena, o ambiente dos jardins e a casa em madeira remetem para esse mundo encantado e as actividades para os mais novos, como os passeios de charrete, batem aos pontos qualquer carrossel.

8
quantum park
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Quantum Park

icon-location-pin Sintra

Felix Tanguay, um canadiano que tinha uma escola de esqui na Suíça, abriu um dos maiores parques de trampolins da Europa. Tem mais de três mil metros quadrados para todos: há paredes de escalada com nove metros de altura, um slide de queda vertical e, claro, os trampolins. Mas o desafio vai além dos saltos básicos. O piso do campo de basquetebol e do dodgeball (o jogo do mata) é em cama elástica e há também uma torre de saltos. O Quantum tem ainda o primeiro AirBag gigante em forma de halfpipe do mundo, para experimentar manobras loucas de skate, treinares novos truques de surf ou simples aprenderes a saltar pela primeira vez.

Publicidade
9
Ostra com salsifis LAB Sergi Arola
LUIS FERRAZ
Hotéis

Penha Longa Resort

icon-location-pin Sintra

Fica em pleno Parque Natural Sintra-Cascais, o que torna impossível falar de Sintra sem mencionar o Penha Longa, o luxuoso resort que tem um império de restaurantes lá dentro. Tem muito por onde escolher se só quiser ir lá jantar, sem fazer check in: o LAB by Sergi Arola, com uma estrela Michelin e o chef catalão à cabeça, tem uma cozinha que aposta nas linhas mediterrânicas mas com algumas inspirações do mundo, a la carte ou em menus de degustação. Quer mais? A piscina é irresistível, apoiada pelo Aqua, restaurante e bar, que serve desde cocktails e sumos a refeições rápidas e ligeiras. E, como já deve imaginar, tem um menu a pensar nos mais pequenos também. Se quiser, até pode comer nas muitas camas à volta da piscina. Basta que levante a mão e alguém há-de responder aos seus desejos.

10
Tascantiga
©DR
Restaurantes

Tascantiga

icon-location-pin Sintra

Entre ruelas no centro histórico de Sintra está a Tascantiga, um restaurante de petiscos que, em boa verdade, dá mais ares de tasca moderna do que antiga, embora a decoração faça jus ao nome. Com o toque de midas do chef Vítor Paes, um criativo que gosta de reiventar as receitas mais clássicas do país, há muito por onde escolher, desde bochechas de porco confitadas com cogumelos (5,60€), passando por choco frito com aioli da sua tinta (5,90€) ou bolinhos de bacalhau com puré de azeitona e pó de presunto (5,10€), até lascas de batata com maionese de alho e oregãos (3.20) e tábua de queijos com mel e nozes (12€). Para terminar a refeição em beleza, não deixe de experimentar as sobremesas (3,50€-4,80€), como o petit gâteux de abóbora com gelado de requeijão, mel e nozes, o cheesecake de morango com terra preta crocante ou o crumble de maçã com mousse de caramelo.

Publicidade
11
Tira-Tapas
©Arlindo Camacho
Restaurantes

Tira-Tapas

icon-location-pin Sintra

Diana Paixão é da indústria farmacêutica, mas sempre disse que havia de abrir uma petiscaria. Aconteceu quando abriu o Tira-Tapas na sua terra natal, onde serve os mais tradicionais petiscos, todos caseirinhos. Alguns já conhecemos de ginjeira, mas estes têm um “paladar diferente”. As moelas (6,50€) são das mais pedidas, mas também há morcela com ananás e mel (6,50€) ou um pratinho de cogumelos à Bulhão Pato que leva três tipos de cogumelos diferentes (6€). Tudo para partilhar, sem egoísmos. Para o fim, o doce da casa: mousse de requeijão com doce de abóbora.

12
Roulote da Gigi
©Arlindo Camacho
Restaurantes, Rulotes

Roulote da Gigi

icon-location-pin Sintra

Começou como uma simples rulote, há quatro anos, mas agora Gigi, uma francesa a viver em Sintra, já está noutro nível – criou uma estrutura de madeira grande, onde a rulote está estacionada, e montou uma casinha de madeira para transformar a esplanada num bar ao ar livre aos fins-de-semana, com caipirinhas e música ao vivo. Aos dias de semana serve pizzas (a partir de 5,50€), mini-calzones, tostas ou bruschettas. Para o pequeno-almoço, há taças de açaí.

Publicidade
13
Coisas da Terra
@DR
Compras, Decoração

Coisas da Terra

icon-location-pin Sintra

Rosarinho Gabriel, responsável por projectos de decoração como o do hotel Areias do Seixo ou do restaurante Taberna 1300, na Lx Factory, escolheu uma aldeia bem perto do mar para instalar a sua loja, com peças de decoração que vêm de todos os cantos do planeta. Enormes lustres convivem com peças de design contemporâneo, jarras de flores monumentais, almofadas coloridas e peças de loiça rústicas. Neste showroom, encontra-se ainda o seu atelier de arquitectura e interiores. Más notícias para quem tem um trabalho normal, com horários fixos e essas coisas desagradáveis: a loja encerra ao fim-de-semana.

14
Museu do Bonsai - Sintra
@DR
Atracções

Museu do Bonsai

icon-location-pin Sintra

Neste museu, o tamanho interessa. E, quanto mais pequeno, melhor. No Museu do Bonsai e da Árvore, único no mundo, há microlaranjeiras, macieiras, romãzeiras e oliveiras, além de uma murraia com 112 anos e 1,60 metros, que veio da China e custa 15 mil euros. Entretanto, no meio deste bosque em miniatura, nasceu a Bonsai Family Residence, um turismo que recebe grupos ou famílias que queiram usufruir do museu numa perspectiva inédita. À noite, o jardim e as cascatas são iluminados e os hóspedes podem beber um chá, um café ou um Vinho do Porto na esplanada. Ao pequeno-almoço, como não podia deixar de ser, há travesseiros e queijadas.

Publicidade
15
Bang bang Tattoo
©Kitty Cat Kustom Arts
Compras, Tatuagens e piercings

Bang Bang Tattoo

icon-location-pin Sintra

Flamingos cor-de-rosa, leques chineses, uma havaiana em tamanho real, imagens da Nossa Senhora, bancos almofadados de padrão tigre, máscaras tribais e até um Zé Povinho. A Bang Bang Tattoo é uma viagem kitsch à volta do mundo sem sair de Sintra. Nazaré e Pinela – ela especialista em piercings, ele em tatuagens – são os responsáveis pelo espaço que abriu em 2001 e já transformou a vida de milhares de sintrenses e turistas.

16
Françoise Baudry Antique Shop
@Rita Máximo
Compras, Decoração

Françoise Baudry

icon-location-pin Sintra

Num lagar antigo de azeite e vinho, entre a estrada de Monserrate e a Serra de Sintra, uma madame francesa imaginou uma loja de antiguidades, decoração e joalharia. Françoise Baudry expõe objectos que recolhe nas suas viagens pelo mundo no showroom que criou, depois de ter transformado os terrenos da Quinta da Bemposta, onde reúne uma imensa colecção vegetal e uma horta de agricultura biológica. Há peças valiosas do século XV, tapetes persas e afegãos e jóias criadas pela proprietária, que com o seu português com “Rs” carregados já se transformou numa personagem incontornável de Colares.

Publicidade
17
Newsmuseum
Fotografia:Ana Luzia
Coisas para fazer

NewsMuseum

icon-location-pin Sintra

Inaugurado a 25 de de Abril de 2016, ocupa o antigo Museu do Brinquedo em Sintra. Este NewsMuseum é um espaço dedicado às notícias, aos media e à comunicação. Com mais de duas mãos cheias de módulos temáticos, nos quais são recordados episódios da história de Portugal e do mundo, através da cobertura jornalística, permite aos visitantes interagirem com a rádio e a televisão. No piso 0, junto à cafetaria Gazeta, é possível escolher um tema de reportagem, colocar-se em frente à câmara e fingir que é um verdadeiro repórter. A visita ao museu propriamente dito inicia-se no piso 3: 37 segundos é o tempo que leva o elevador a subir. Há uma sala dedicada ao jornalismo de guerra, outra ao jornalismo desportivo e até um lounge, com conteúdos interactivos.

18
Café da Natália
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Café da Natália

icon-location-pin Sintra

O primeiro Café da Natália abriu em 1985 e anos mais tarde, em 1996, um segundo, mesmo ao lado, maior, melhor e com esplanada. É um clássico em São Pedro de Sintra para pequenos-almoços, lanches e aquela bica com um docinho a seguir ao almoço. Tem muita escolha, do bolo de nozes com doce de ovos à tarte de requeijão com doce de morango. Também servem refeições ligeiras, como quiches, salgados e tartes salgadas. No Natal, há uma ementa própria, que inclui bacalhau espiritual, perú desossado recheado e broas castelar.

Publicidade
19
Casa da Marioneta
@DR
Museus

Casa da Marioneta

icon-location-pin Sintra

Ainda Sintra estava de luto com a perda do Museu do Brinquedo, já ganhava a Casa da Marioneta para a troca. Não fica no centro, mas tem tudo para encantar os mais novos. Ao todo são 300 as marionetas que foram viver para esta casa pequenina no Jardim da Anta, em Agualva. A programação cultural e educativa é promovida pela companhia Valdevinos – Teatro de Marionetas, que exerce actividade no Concelho de Sintra há mais de 17 anos. Há espectáculos, exposições, oficinas, horas de conto, um clube de teatro e sessões literárias.

20
Passeio de Burro Sintra
©DR
Atracções, Edifícios e locais religiosos

Passeio de burro

icon-location-pin Grande Lisboa

Foi em parceria com a Reserva de Burros – Associação para a Valorização e Preservação do Burro que estes simpáticos animais se instalaram na Tapada de D. Fernando II, na cercania do Convento dos Capuchos, em Sintra. Quanto ao programa Aqui Há Burro! não podia ser mais familiar. Ao longo desta aventura de hora e meia (as crianças montam e os adultos conduzem os animais à mão) é contada a história da espécie e respectivas características (comece por apagar as comparações com os seus primos cavalos). A jornada não fica completa sem um belo de um passeio pela floresta. Ideal para miúdos entre os 3 e os 12 anos. 

Publicidade
21
Chalet 12
Coisas para fazer

Chalet 12

icon-location-pin Sintra

O número 12 da Avenida Dr. Desidério Cambournac, em Sintra, sempre foi uma casa de família. Entretanto, transformou-se no Chalet 12, o maior cowork da cidade. Esta oficina criativa tem 20 lugares disponíveis, portanto se precisa de um espaço para trabalhar esta pode ser uma solução agradável se quer trabalhar em casa. A localização é privilegiada porque está no coração do hub de mobilidade de Sintra e ainda tem vista para a serra, o Palácio da Pena e o Castelo dos Mouros. Fica a poucos minutos a pé de um parque de estacionamento, do terminal de autocarros e da estação de comboios que liga Sintra a Lisboa. Quando os ponteiros baterem nas 19.00 e o expediente chegar ao fim, há eventos à volta dos tachos e das panelas.

22
Praia da Ursa
Fotografia: Inês Calado Rosa
Atracções, Praias

Praia da Ursa

icon-location-pin Sintra

Há uma seta a indicar a Praia da Ursa, mas a estrada é tão má que chamar-lhe estrada é ofensivo. Fica pertinho do Cabo da Roca, o célebre ponto mais ocidental da Europa, e a sua beleza é capaz de mobilizar até o coração mais rochoso. As rochas, aliás, compõem o cenário em seu redor, mas fique tranquilo que a areia é fina. O resultado é um postal de encher o olho, claro está, mas como tudo o que é bom dá trabalho, lembre-se que o espera uma longa caminhada desde o parque de estacionamento até alcançar por fim a proximidade do mar. 

Publicidade
23
Atracções, Praias

Praia de Azenhas do Mar

icon-location-pin Sintra

O efeito cascata, o casario empoleirado, a luz única. Não faltam argumentos para passar pelas Azenhas. Mas tem de admitir: é um verdadeiro postal ilustrado. Antiga aldeia de pescadores, tornou-se nas últimas décadas um local de veraneio tranquilo e local de inspiração de muitos pintores como Júlio Pomar, Emílio da Paula Campos ou Milly Possoz. Surpreende pela geografia, com as casas a descerem pelo declive da arriba até ao mar e a baía rochosa com uma piscina marítima é sem dúvida uma atracção a não perder. Suspenso sobre a praia e a piscina das Azenhas do Mar, encontra o restaurante homónimo, sempre com peixe e marisco frescos.

24
Azenhas do Mar
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Azenhas do Mar

icon-location-pin Sintra

A idílica localidade em que está inserido deu o nome a este clássico restaurante de peixe e marisco, onde as refeições são feitas numa sala envidraçada com vista panorâmica para o mar das Azenhas do Mar. Comece pelas amêijoas à Bulhão Pato e pela salada de polvo, lambuze-se com o camarão frito, siga para os percebes e depois divida um bife de atum ou do lombo. Para uma experiência a dois, deve acautelar 60€. Mas vale cada cêntimo. Em baixo está o Bar da Praia das Azenhas do Mar, que serve bebidas e refeições rápidas à beira da piscina e costuma organizar umas festas com música ao vivo ao pôr-do-sol.

Publicidade
25
Piriquita - Travesseiro
©DR
Restaurantes, Pastelarias

Piriquita

icon-location-pin Santa Maria Maior

Tem a forma de um travesseiro e dispensa apresentações, tal a fama que foi alcançando. Este pastel folhado com creme de ovo, amêndoa e açúcar (posto nestes termos parece coisa fácil de reproduzir em casa, mas não é bem assim), foi feito pela primeira vez pela neta da fundadora da pastelaria Piriquita. São estaladiços e cremosos e embora já os encontre em toda a vila, os originais continuam na Piriquita, que na vila de Sintra tem já duas casas com exemplares quentinhos sempre a sair (1,40€). Para os menos puristas, já há versões com recheios de chocolate e de maçã (1,30€).

26
casa do preto
dr
Restaurantes

Casa do Preto

icon-location-pin Sintra

As primeiras referências às queijadas de Sintra, o doce feito com queijo fresco, açúcar, ovos, farinha e canela, datam de 1227 e a mais antiga casa que as produz é a Sapa ( à Volta do Duche, 12). Mas há mais pastelarias com produção própria que têm as queijadas verdadeiras, como a Casa do Preto, que as faz de raíz, desde a massa ao recheio.

Publicidade
27
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções, Praias

Praia das Maçãs

icon-location-pin Sintra

Se a areia e o mar lhe souberem a pouco, conte com um belo extra: o complexo junto à Praia das Maçãs com duas piscinas de água salgada, um restaurante e um bar de apoio. Se quer entreter os gaiatos é uma boa opção, porque não faltam escorregas e uma zona de saltos, para que saiam dali verdadeiros saltadores olímpicos. Para além da praia, um dos atractivos desta zona é o famoso passeio de eléctrico, de novo em actividade. O percurso inicia-se na zona da Estefânia, junto ao Museu de Arte Moderna de Sintra, passsa por Colares com paragem e termina à beira-mar, na praia das maçãs.

28
Clube da Praia
©Arlindo Camacho
Restaurantes

Clube da Praia

icon-location-pin Sintra

A concessão do Clube da Praia está nas mãos de Pedro Santos há um ano. “A minha ideia foi criar alguma coisa na área cultural, que aqui na zona não havia nada”, explica. Por isso contratou Pedro Taborda, mais conhecido por Tatanka, para tratar da programação musical – às sextas e sábados há música ao vivo e até já organizaram um festival de blues e jazz. A par disto, dinamizou também a cozinha: há agora pizzas em forno de lenha, picanha (à discrição, 9,90€) e outras opções consensuais, como o bife de atum e o salmão. Às quintas-feiras à noite é dia de sushi all you can eat (15€), uma coisa que na Praia das Maçãs simplesmente não existia. Para a parte de bar, Pedro trouxe dois barmen que garante que são “os melhores de Sintra e arredores”, Gonçalo Serrano e Tuca.

Publicidade
29
Eléctrico de Sintra
Fotografia: Arlindo Camacho

O eléctrico que liga Sintra à Praia das Maçãs

O eléctrico de Sintra, um dos ex-líbris da região, surgiu em 1904 para preencher a necessidade de ligar a vila à Praia das Maçãs, em Colares. Hoje funciona como um transporte turístico e continua a fazer esta ligação durante a temporada estival. São quase 13 quilómetros de percurso sinuoso entre a serra e o mar, de uma viagem que dura cerca de 45 minutos. Se estiver fora de época, anote esta escala na agenda para fazer o passeio uns meses mais tarde. 

30
Quintinha Pedagógica de Monserrate
©DR
Miúdos

Quintinha de Monserrate

icon-location-pin Sintra

O seu filho é daqueles que pensa que o leite vem do pacote e não da vaca? Está na hora de lhe mostrar o que é a vida agrícola. A quintinha pedagógica de Monserrate, que em tempos serviu o Parque e Palácio de Monserrate, recria o ambiente campestre da região e convida os mais novos a brincarem aos agricultores. Até pode ser palco de festas de anos, com o tema Aniversário Saloio. 

Publicidade
31
sintra

Fonte da Sabuga

Se vir alguém a carregar garrafões de água para dentro de um carro no meio desta recta, não estranhe: as propriedades da água da Fonte da Sabuga são gabadas desde o século XII. A qualidade salutífera, de origem vincadamente medieval – o topónimo surge, pela primeira vez, num documento de 1406 –, contribuíram para que cedo se transformasse num referencial sintrense. Diz-se que abranda a tosse e acalma a bílis.

32
Ecoaldeia de Janas
©DR
Coisas para fazer

Ecoaldeia de Janas

icon-location-pin Sintra

O pão é uma espécie de património local de Janas e uma das estrelinhas da companhia na Ecoaldeia de Janas, o projecto de visão sustentável onde se aprende a fabricar cosméticos naturais ou tudo o que preciso saber sobre energia fotovoltaica. As lições sobre o saboroso alimento não ficam pelo caminho. Escolha uma das formações disponíveis e deite mãos à obra. A agenda também contempla cursos de apicultura, cultivo de cogumelos e olaria tradicional, por exemplo.

Publicidade
33
Adega Saraiva - Espaço
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Português

Adega do Saraiva

icon-location-pin Sintra

Já elogiado por Miguel Esteves Cardoso, este é um restaurante de ambiente típico, com duas salas, onde são servidas especialidades regionais. A receita de cabrito assado no forno desta casa tem décadas de existência e vale todas as romarias até Nafarros. Às quartas, sábados e domingos a Adega do Saraiva serve também um óptimo cozido e o bacalhau à Tia Emília, uma cozinheira de mão cheia.

34
Floresta do Cabo
Fotografia: Ana Luzia
Atracções

Flores do Cabo

icon-location-pin Sintra

Quando nasceu vendia flores que vinham do Cabo, África do Sul. O nome manteve-se, mas agora é uma galeria de arte, uma loja de decoração, um atelier de arquitectura natural, uma mercearia gourmet e um café biológico, além de palco de concertos e cenário para workshops de ioga, arte e vinhos biológicos. Praticamente tudo o que está à vista, está à venda. Manuela, a proprietária, organiza ainda programas à medida, para turistas ou locais, que incluem visitas a casas privadas e caminhadas por trilhos desconhecidos. “Há vida na serra que não é perceptível na estrada principal”, garante, deixando o mistério no ar.

Publicidade
35
Palácio Nacional de Sintra

Passeata nocturna

É rara a semana em que Sintra se esvazia de passeios com cunho histórico, que ainda o ajudam a manter a linha enquanto caminha e aprende. Os trilhos nocturnos, não fosse esta vila encantada e cheia de mistérios, são um dos programas mais populares. A Lynx Travel é apenas uma das empresas que costuma organizar este tipo de périplo. 

36
santuário da peninha
©DR
Atracções, Edifícios e locais religiosos

Santuário da Peninha

icon-location-pin Sintra

Calce os ténis, vista um casaco (pelo sim, pelo não), pegue na máquina fotográfica e confira a meteorologia antes de sair de casa. O caminho até ao Santuário da Peninha, nos cumes da Serra de Sintra, Monte da Lua para os romanos, é longo e pode custar a quem tem menos pedalada, mas vale totalmente a pena. Constituído por uma antiga ermida e um palacete romântico do início do século XX, fica a 488 metros de altitude e a paisagem abarca desde o Cabo Espichel e a Arrábida, a sul, até ao Carvoeiro e às Berlengas, a norte. Exposto a fortes ventos marítimos, encontra-se frequentemente envolto em nevoeiros, por isso é importante estar atento à meteorologia para apanhar céu limpo. 

Publicidade
37
Curral dos Caprinos
©DR
Restaurantes

Curral dos Caprinos

icon-location-pin Sintra

Dois dedos de conversa com meia dúzia de sintrenses bastam para perceber que o Curral dos Caprinos é um daqueles restaurantes clássicos obrigatórios que continua a servir boa comida portuguesa. Abriu em 1974 com especialidades da Beira Baixa e do Baixo Alentejo, de onde são os proprietários, e a estrela da carta, o cabrito, mantém-se – há na versão assado no forno, estonado à moda de Oleiros (só por encomenda), grelhado na brasa ou na púcara com cogumelos.

Paraísos a menos de uma hora de Lisboa

Praia do pego
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Paraísos perto de Lisboa

Estamos a leste do paraíso. E a oeste, a norte e a sul também. Lisboa é tudo o que lhe mostramos todos os dias, mas é também uma cidade com uma localização privilegiada. Mesmo aqui ao lado há lugares tão bonitos e surpreendentes. Seleccionámos dez destinos dignos de capa de revista em qualquer parte do mundo.

Quinta Pedagógica Burros do Magoit
©Quinta Pedagógica Burros do Magoit
Miúdos

Escapadinhas com crianças: atracções a menos de uma hora de Lisboa

“Mãe, pai, falta muito para chegarmos?” Se a pergunta insistente lhe é familiar, temos uma mão cheia de ideias para aproveitar os fins-de-semana e tirar as crianças de casa, mas sem ir para muito longe da cidade. A menos de uma hora de viagem de Lisboa, há atracções para miúdos e graúdos, mais ou menos irrequietos.

Publicidade
Os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa
Crédito: Kym Ellis/ Unsplash
Coisas para fazer

Os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa

Portugal é um país de forte tradição vitivinícola e, a avaliar pelos inúmeros prémios e distinções em concursos internacionais, a excelente qualidade dos seus vinhos não passa despercebida. Explore os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa, destino obrigatório para os amantes de vinho em 2019.

Publicidade