Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Seis minisséries da Netflix que vale a pena ver

Seis minisséries da Netflix que vale a pena ver

Se não tem paciência para acompanhar duas, três ou mais de dez temporadas, veja estas minisséries na Netflix

Madam C. J. Walker
Madam C. J. Walker: Um Vida Empreendedora (2020)
Por Raquel Dias da Silva |
Publicidade

As minisséries têm vantagens relativamente às séries e aos filmes. Por um lado, não se arrastam demasiado (como um certo drama médico), por outro, permitem desenvolver melhor a história e os personagens. Se não tem paciência para um sem fim de temporadas, mas apetece-lhe fazer uma maratona ao fim-de-semana (ou, por que não, apenas num dia), há pelo menos seis minisséries na Netflix que vale a pena ver. Adaptações de livros ou narrativas inspiradas em casos reais, mistérios policiais ou dramas, há propostas para todos os gostos. Só tem de escolher.

Recomendado: As melhores séries do momento

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

Seis minisséries para ver na Netflix

1

Deep Water (2016)

Apesar de não estar identificada como minissérie na plataforma de streaming, esta produção australiana, inspirada nos casos reais de centenas de assassinatos homofóbicos ocorridos em Sidney nas décadas de 80 e 90, é composta por apenas quatro episódios. A história acompanha os detectives Tori Lustigman (Yael Stone) e Nick Manning (Noah Taylor) na investigação de uma série de assassinatos em Bondi Beach: as vítimas são todas homens homossexuais.

2

Alias Grace (2017)

Baseada no premiado romance histórico de Margaret Atwood, esta minissérie canadiana de seis episódios acompanha a história de Grace Marks (Sarah Gadon), uma jovem irlandesa condenada a prisão perpétua, no Canadá do século XIX, pelo assassinato brutal do seu patrão e da governanta da casa, Nancy Montgomery (Anna Paquin). Apaixonado por Grace, o psiquiatra Simon Jordan (Edward Holcroft), responsável por avaliar se a suposta assassina deve ou não ser perdoada por insanidade, fará de tudo para descobrir a verdade sobre o caso.

Publicidade
3

Godless (2017)

Esta minissérie americana, produzida por Scott Frank, remete para os clássicos do faroeste em sete episódios, num total de sete horas e meia. A narrativa, ambientada na década de 80 do século XIX, acompanha o implacável fora-da-lei Frank Griffin (Jeff Daniels), que aterroriza o Novo México à procura de Roy Goode (Jack O'Connell), um antigo membro do seu bando que encontrou uma nova vida em La Belle, uma cidade que, depois de um desastre numa mina, é habitada praticamente só por mulheres – homens são apenas dois ou três velhos, o xerife cada vez mais míope e desacreditado e o seu assistente.

4

Collateral (2018)

Nesta minissérie britânica, produzida pela BBC e composta por quatro episódios com quase uma hora cada, a detective londrina Kip Glaspie (Carey Mulligan) descobre, ao investigar o assassinato aparentemente aleatório de um entregador de pizzas, uma intrincada conspiração de traficantes de droga, contrabandistas e espiões. 

Publicidade
5

Madam C. J. Walker: Uma Vida Empreendedora (2020)

Baseada em factos reais, esta minissérie de quatro episódios conta como Sarah Breedlove, uma lavadeira afro-americana de origens humildes, construiu um império de produtos de beleza e se tornou milionária. Além de Octavia Spencer no papel da protagonista, o elenco principal conta ainda com Blair Underwood, Tiffany Haddish, Carmen Ejogo, Garrett Morris e Kevin Carroll.

6

The English Game (2020)

Apesar de a expectativa de haver mais do que uma temporada, esta produção britânica, inspirada em factos históricos mas com muitos acontecimentos fictícios, estreou-se este ano como uma minissérie de seis episódios sobre dois futebolistas do século XIX em lados opostos de um fosso social, que enfrentam desafios profissionais e pessoais para mudarem o jogo – e Inglaterra – para sempre. Os protagonistas são o britânico Arthur Kinnaird (Edward Holcroft), considerado por muitos a primeira estrela do futebol, e o escocês Fergus Suter (Kevin Guthrie), reconhecido como o primeiro futebolista profissional.

Mais séries para ver na Netflix

The Witcher
©Netflix
Filmes

As melhores séries para ver na Netflix

Começou timidamente em Portugal, com uma mão cheia de bons conteúdos e algumas apostas menos conseguidas. Com o passar dos anos, ganhou terreno, fez muitos de nós trocar as noitadas na rua pelas noites no sofá e na cama, e é difícil imaginar a vida sem saber que a temos ali. Junte-se à febre do streaming e conheça as melhores séries para ver na Netflix.

Unbelievable
Netflix
Filmes

As séries originais Netflix que tem de ver

Não há volta a dar: a criação e aquisição de conteúdos originais é a grande aposta da Netflix (e outros serviços de streaming). Só assim se explicam os contratos milionários para produção de conteúdos exclusivos assinados com vários criadores de topo.  Estas são as séries originais Netflix que tem de ver.

Publicidade
Top Boy
Netflix
Filmes

Novas séries da Netflix que vale a pena ver

Todas as semanas se estreiam no popular serviço de streaming séries e filmes que não se encontram em mais lado nenhum. O difícil muitas vezes é, na verdade, acompanhar o ritmo. Como escolher o que ver quando a opção é tanta? Damos-lhe uma ajuda, apontando as séries novas da Netflix que vale a pena ver.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade