Os melhores hotéis boutique em Lisboa

Troque a sua cama por um destes quartos de hotel. Damos-lhe 17 pretextos para fugir à rotina. Reserve uma noite num dos melhores hotéis boutique em Lisboa.

Que em Lisboa não faltam hotéis toda a gente sabe. E que o número de hotéis aumentou consideravelmente nos últimos anos, consequência do hype mundial à volta da nossa cidade, também. Assim, passámos a pente fino tudo quanto é unidade hoteleira para lhe trazer os melhores hotéis de charme em Lisboa. 

Considerados o parente rico do Bed&Breakfast e da típica pousada, os hotéis boutique distinguem-se pela personalidade e ambiente acolhedor. Mais pequenos do que os das grandes cadeias internacionais, vivem quase sempre sustentados num projecto arquitectónico diferenciado ou instalados num edifício histórico. O ambiente descontraído, muitas vezes criado pelos proprietários, pretende levar os hóspedes a sentirem-se em casa. Estes são os melhores hotéis boutique em Lisboa – cada um deles, um excelente pretexto para fugir à rotina.

Os melhores hotéis boutique de Lisboa

The Lumiares Luxury Hotel & Spa

Em pleno Bairro Alto, o luxuoso mas descontraído The Lumiares é um oásis de tranquilidade. Os quartos, divididos entre loft-studios, T1s, T2s e penthouses com vista, são espaçosos e contam com uma cozinha completamente equipada. No rooftop com vista para o rio e o castelo servem-se pequenos-almoços de manhã e cocktails ao fim-do dia. É também no último piso que mora o restaurante Lumni, do chef Miguel Castro e Silva. Passe ainda pelo spa: não é exclusivo para hóspedes e tem tratamentos de aromaterapia de ir aos céus. 

Bairro Alto

The Lift - Boutique Hotel

Chama-se The Lift em homenagem ao Elevador de Santa Justa, ali mesmo ao lado. Com uma decoração simples e minimalista, sempre com alusões ao Elevador, este hotel tem apenas 27 quartos, alguns com varandas que deixam espreitar para o Rossio ou para o Castelo de São Jorge. 

Chiado
Publicidade

Memmo Príncipe Real

Depois da invasão de Sagres, em 2007, e de Alfama, seis anos mais tarde, fazia sentido apostar numa das zonas mais nobres da cidade, aquela que, apesar do frenesim turístico, ainda se pode considerar a “Lisboa dos lisboetas”, cool como só ela e cosmopolita como nenhuma outra, e onde, estranhamente, escasseia a oferta de alojamento. Mais uma cadeia hoteleira à conquista da capital, perguntará o leitor mais atento? Nada disso.

Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Hotel da Estrela

O Hotel da Estrela, instalado no antigo palácio dos Condes de Paraty, é um pequeno hotel de luxo com jardins e espaços exteriores que poucos hotéis de cidade têm a sorte de ter. Com apenas 19 quartos e suítes, não fazia sentido perpetuar a ideia de que luxo é sinónimo de formalidade. Por aqui, o serviço é atencioso sem ser invasivo e as raras falhas no atendimento são compensadas com a simpatia e disponibilidade do pessoal – na grande maioria gente nova, acabada de sair da Escola de Hotelaria.

Lisboa
Publicidade

Alma Lusa Baixa/Chiado

O boutique hotel inaugurado em Março de 2016 ocupa um edifício pombalino do século XVIII, um dos muitos projectados a mando de D. José I depois do terramoto de 1755, mas desengane-se quem acha que isto quer dizer que entrar no número 20 da Praça do Município é recuar ao passado. O Alma Lusa fez-se moderno e descontraído para responder à procura do público mais jovem. 

Santa Maria Maior

Torel Palace

No Torel Palace, um hotel de charme instalado em dois antigos palácios, encontra o melhor de dois mundos: o ritmo acelerado que se espera de uma capital e a paz e sossego típicos do ambiente rural. Lisboa não é o campo, é certo, mas ainda conserva alguns recantos onde impera o silêncio. A decoração rococó com dourados e floridos é só um dos elementos diferenciadores deste hotel que, sem espinhas, é o justíssimo vencedor do campeonato das panorâmicas mais instagramáveis da cidade.

Lisboa
Publicidade

The Independente Hostel & Suites

Admitimos que muitos não saibam que para além dos restaurantes The Decadente e Insólito (que também funcionam como bar) exista um hotel tão original quanto provocador, um dos poucos na cidade a conseguir juntar debaixo do mesmo tecto duas vertentes tão distintas de alojamento: uma mais económica, com camaratas com beliches triplos, e outra de luxo, com suítes duplas com terraço com vista para o Miradouro de São Pedro de Alcântara e para a colina do Castelo.

Bairro Alto

Portugal Boutique Hotel

Tem 53 quartos de estilo contemporâneo, sem grandes luxos mas muitíssimo confortáveis. O hotel fica numa zona privilegiada da capital, perto do Rossio e do Chiado, e oferece-lhe do melhor que Lisboa tem sem ter de sair à rua — a começar pelo Deck, um típico pátio alfacinha transformado num agradável café-bar. É de louvar a quantidade de alternativas oferecidas: não meteu o Rossio na Rua da Betesga mas permite aos seus hóspedes acesso ao bar e a dois restaurantes do Hotel Mundial, entre eles o Varanda de Lisboa, que serve comida tradicional portuguesa e oferece uma vista panorâmica sobre a cidade e o rio.

Santa Maria Maior
Publicidade

As Janelas Verdes

O ambiente desta casa com 29 quartos é caseiro, ideal para parzinhos apaixonados à procura da Lisboa clássica dos romances. O interior procura ser igual ao que era quando Eça de Queiroz ali viveu e se sentou na velha secretária de madeira virada para o Tejo, a escrever Os Maias, com os mesmos cadeirões, as mesmas esculturas, as mesmas pinturas a óleo, as cortinas pesadas e a lindíssima escadaria em pedra e ferro que leva à biblioteca com terraço no último piso.

Santos

Memmo Alfama

Não é um hotel de luxo nem quer ser. Afinal, a ideia é que o Memmo seja uma segunda casa fora de casa, e isso só se consegue com o ambiente informal que dificilmente encaixaria na definição de um cinco estrelas. Tem 42 quartos com diversas tipologias: alguns têm terraço com vista, outros compensam em espaço a falta de panorâmica, e os mais sossegados dão para o pátio interior. Não se espante quando perceber que a maior parte do staff trocou os sapatos por ténis: todos os dias partem do hotel visitas guiadas para conhecer as lojas tradicionais, as tascas, as casas de fado e os bares de Alfama.

Alfama
Publicidade
Mostrar mais

Dormir em Lisboa

Hotel White Lisboa: noite branca

Branco mais branco não há. O algodão não engana, e o nome deste hotel também não. O White Lisboa está plantado em plena Avenida da República, no meio de buzinadelas e um vaivém de carros. Uma confusão que fica do lado de fora, mal passamos a porta deste hotel tranquilo e luminoso.

Por Francisca Dias Real

The Lumiares: oásis no Bairro Alto

A confusão do Bairro Alto fica do lado de fora, logo que as portas automáticas em vidro do The Lumiares se fecham suavemente. O boutique hotel que desde Maio de 2017 vive no antigo palácio do conde de Lumiares é um oásis de tranquilidade em pleno Bairro Alto. A independência dos hóspedes é um dos pilares da casa.

Por Vera Moura
Publicidade

Comentários

0 comments