Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As esplanadas mais quentes em Lisboa

As esplanadas mais quentes em Lisboa

Sair de casa no Inverno não precisa de ser um drama. Bata a porta sem medo, nestas esplanadas ninguém fica constipado.

Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade
Esplanada do Park
Fotografia:Arlindo Camacho Esplanada do Park

O Inverno chegou em força mas connosco não faz farinha. Reunimos à lareira os diminutivos que espantam o frio – mantinha, chazinho, sopinha, escapadinha –, esfregámos as mãos e saímos à rua com tudo. É certo que a cidade pode estar gelada mas há sempre uma alternativa de lugares aconchegantes e nós não queremos que perca um grau que seja. Por isso, vista – temporariamente – o casaco, pegue nas luvas, no gorro, no cachecol e prepare-se para os tirar assim que chegar a uma das esplanadas mais quentes em Lisboa que lhe recomendamos.

Recomendado:  Sete bares para fugir ao frio e à chuva

As esplanadas mais quentes em Lisboa

The Insólito
Inês Félix
Restaurantes, Português

The Insólito

icon-location-pin Bairro Alto

Uma cozinha criativa, servida desde as entradas às sobremesas. Com aqueles pratos que resultam sempre numa porrada de gostos no Instagram. Junto ao Bairro Alto e com aquela vista sobre o vale da Baixa pombalina, bem como para o Castelo, o Insólito divide-se entre bar e restaurante. O terraço é feito naquela madeira que sugere bar da praia e sim, é aquecido. Esqueça, portanto, os casacos, há mantas polares e o espaço pode fechar-se com toldos retrácteis. 

À Margem
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

À Margem

icon-location-pin Belém

Se o termo varanda do Tejo lhe agrada ao ouvido, o À Margem é uma paragem obrigatória. O espaço, desenhado pelos arquitectos João Pedro Falcão de Campos e Ricardo Vaz tem o rio como tema central e a comida como argumento para se sentar. Petiscos, saladas, tostas e uma vasta selecção de vinhos, sumos naturais ou chás fazem do À Margem uma opção de Verão ou de Inverno. E não se preocupe, há mantas e aquecedores para poder desfrutar de tudo sem tremer.

Publicidade
Noobai
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Cafés

Noobai

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

O Noobai anda nesta vida das melhores esplanadas de Lisboa há muito, seja qual for a estação. É o spot preferido de muitos para copos ao final do dia com o pôr-do-sol em vista. A carta é extensa mas o que sai mais nos dias frios é o vinho a copo. Por falar em frio, esse, pouco importa: há mantas para pôr sobre as costas e aquecedores nos dois andares.

A Time Out diz
Restaurantes

DeliDelux Santa Apolónia

icon-location-pin São Vicente 

Mercearia gourmet, charcutaria, cafetaria. Além das refeições, o trunfo do Delidelux de Santa Apolónia são os produtos premium – nacionais e estrangeiros que lhe são trazidos ao prato numa refeição caseira digna de um restaurante de renome. Ideal para reunir os amigos em torno da mesa, o amplo espaço interior é apenas um argumento, já que, nas traseiras, a vista para o Tejo é integral.

Publicidade
Espumantaria do Petisco
©Arlindo Camacho
Restaurantes

Espumantaria do Petisco

icon-location-pin Castelo de São Jorge

Numa zona onde proliferam os restaurantes para turistas – o Castelo – um espaço com pinta, boas sangrias e pratos de qualidade para partilhar é de louvar. À mesa servem-se moelas estufadas, salada de favas, mexida de ovos com alheira, requeijão com compota de abóbora e nozes, um óptimo tártaro de novilho e, como não podia deixar de ser para fazer jus ao nome, vários cocktails e sangrias com espumante. Mas se a vontade for de ficar ao fresco – entenda-se cá fora – a esplanada aquecida é uma óptima opção.

Le chat
©DR
Bares

Le Chat

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Fica mesmo ao lado do Museu de Arte Antiga e do seu jardim e tem uma vista privilegiada para o Tejo, a ponte e o Cristo Rei. A esplanada envidraçada convida a petiscos e refrescos quer no Inverno quer no Verão. Serve tanto refeições leves (saladas, hamburgueres em bolo do caco) como mais completas (polvo à lagareiro ou bochechas de porco são duas das opções.)

A Time Out diz
Publicidade
A Brasileira
© Lydia Evans / Time Out
Restaurantes, Cafés

Café A Brasileira

icon-location-pin Chiado

A Brasileira tornou-se um sítio de passagem e ponto de encontro, com a estátua de Lagoa Henriques a provocar selfies de turistas ao colo de Fernando Pessoa. Mas ainda por ali paira alguma da mística do lugar, palco de tertúlias intelectuais da geração de Orpheu, a justificar uma reconciliação. Isto para não falar de ser obrigatório carimbar no passaporte de todos os lisboetas com um café ao balcão, vindo do lote da casa ou, se o turismo der uma aberta, sentar na esplanada.

Infame
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Infame

icon-location-pin Intendente

Durante muito tempo foi considerada a esquina mais infame do Intendente por causa da prostituição, explica Margarida Almeida, responsável pelo projecto do restaurante do hotel 1908. Na hora de o baptizar, chamou-lhe então Infame. O restaurante é muito luminoso, mas a esplanada, logo à entrada, é paragem obrigatória de Verão ou de Inverno. E não se preocupe, os aquecedores dão conta do frio se uma bebida e um café não chegar.

A Time Out diz
Publicidade
Madame Petisca - Esplanada
Fotografia: Ana Luzia
Bares

Madame Petisca

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Há poucas coisas mais românticas nesta vida do que estar enrolado numa manta enquanto se admira as águas calmas do Tejo. Aos fins-de-semana, servem-se brunchs no topo deste prédio onde já funcionou uma fábrica de perfumes nos anos 20. Têm um buffet de pães, croissants, crepes e pastelaria caseira; várias compotas, queijos e enchidos; e ainda opções doces e salgadas. Para beber há sumos e bebidas quentes.

Pastelaria Benard - Esplanada Aquecida
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Bénard

icon-location-pin Chiado

São mais de 50 lugares em pleno coração de Lisboa. As barreiras em acrílico abrigam-no do vento e os aquecedores pendurados nos chapéus de sol protegem-no do frio. A Bénard tudo faz para que esteja confortável, mas não lhe garante protecção para os ouvidos contra os cantores de rua mais desafinados que por lá param de vez em quando. A verdade é que na maior parte das vezes a música é boa e tudo se suporta com um croissant à frente do nariz.

A Time Out diz
Publicidade
Esplanada casanova
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Casanova

icon-location-pin São Vicente 

A esplanada deste restaurante tem uma série de vantagens para quando o São Pedro está mal-humorado. 1) Está abrigada pelo envidraçado que a separa do porto de Lisboa. 2) Tem aquecimento suspenso, óptimo para lhe deixar as costas quentes. 3) Há toldos para o caso de a chuva começar a ser um aborrecimento. 4) As mesas corridas são ideais para ficar à conversa. 5) E aqui fazem-se algumas das melhores pizzas da cidade.

A Time Out diz
esplanada royale
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Cafés

Royale Café

icon-location-pin Chiado

Das duas, uma: ou se enrola numa manta e fica a ver o vaivém de pessoas sentado na esplanada em pleno Largo Rafael Bordalo Pinheiro, ou refugia-se dos olhares do mundo no espaço interior do café. “No pátio, lá dentro, não há vento e temos aquecedores. Está quentinho e confortável”, diz Ana Faro, a dona. Quanto à carta, é mais do que suficiente para aquecer o corpo. E o espírito.

A Time Out diz
Publicidade
Esplanada café na fábrica
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Café da Fábrica

icon-location-pin Alcântara

Apesar de não nos fazer subir a temperatura, a verdade é que há poucos sítios em Lisboa com tanta animação por metro quadrado como a Lx Factory. Por isso, o Café da Fábrica é o ponto de partida ideal para qualquer plano. Sente-se numa das mesas corridas, enrosque-se numa das mantas e peça o chocolate quente da casa (2,50€). Vai ver que fica logo outro, mais bem-disposto.

Esplanada Park
Fotografia: Arlindo Camacho
Bares

Park

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

O Park, forrado a vegetação e com uma vista de 180º sobre Lisboa, monta, entre os meses de Novembro e Abril, uma estrutura transparente para o proteger do vento e da chuva. A lista de bebidas também foi pensada para o aquecer. Aqui bebem-se irish coffees, mexican coffees e baileys coffees (todos com natas frescas) e espessos chocolates quentes de comer à colher.

A Time Out diz

Aproveitar o Inverno em Lisboa

Coisas para fazer

Eventos aconchegantes para os dias frios

O Inverno em Lisboa não é um inferno. Sabemos que as temperaturas desceram, que a chuva passou a ser a palavra do dia, mas não se preocupe, isso não é desculpa para congelar a sua vida social. Deixe a hibernação para as marmotas e para os ursos, pouse o chocolate quente, tire a manta de cima e poupe no aquecimento: temos as melhores sugestões de concertos, exposições, peças de teatro, cursos e festivais para aquecer o que sobra de 2018 e arrancar 2019 sem precisar de se constipar. Estes são os eventos aconchegantes onde vai poder aquecer.

cultura portuguesa cafe
Fotografia: Inês Félix
Restaurantes

Os melhores sítios para beber chocolate quente em Lisboa

Cremoso, com ou sem chantilly por cima, quente e bem docinho. Se o que lhe aquece realmente a alma (e as mãos) é o chocolate numa versão líquida, esta é a altura certa para correr as capelinhas todas em busca de uma chávena de chocolate a fumegar e colocar a gulodice em dia. Aqui damos-lhe uma lista de sítios para beber chocolate quente em Lisboa com um grau de cacau mais ou menos elevado, com rum e até com licor de laranja. Mais ou menos doce, estas canecas são um tiro certeiro para curar todos os males. 

Publicidade
Cocktails Time Out Market
Inês Félix
Bares

Nova colecção Outono-Inverno do Time Out Bar

Muda a temperatura, muda a carta de cocktails do Time Out Bar. Apresentamos cinco novidades para acompanhar a nova estação, mas há mais na nova carta. É a colecção Outono/Inverno, por isso não se deixe vencer pelo frio e aventure-se no Time Out Market, onde há sempre muita coisa a acontecer. Pica daqui, pica dali. O difícil vai ser vir embora. Não resista e prova um destes novos cocktails. Se não souber o que escolher, deixe-se guiar por quem sabe e está ali para satisfazer os seus gostos. 

Publicidade