Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores brioches em Lisboa
Pão do Beco
DR Pão do Beco

Os melhores brioches em Lisboa

Fofos, amanteigados, docinhos. Fomos à caça dos melhores brioches em Lisboa.

Por Inês Garcia
Publicidade

É um pão com brio. Não confunda com pão de leite, que o brioche, a espécie que aqui lhe apresentamos, é a verdadeira realeza do pão. Deve ser douradinho, a puxar para a cor de caramelo, ter um género de película brilhante no exterior e um interior amarelo, fofo, amanteigado, leve. Ligeiramente adocicado, sem ser em demasia. Das versões mais singelas às requintadas, como é o caso do brioche de queijo amanteigado ou um com recheio de baunilha ou avelã, estes são os exemplares mais fofos da cidade. Agarre-se a este roteiro para comer os melhores brioches em Lisboa.

Recomendado: As melhores padarias em Lisboa

Os melhores brioches em Lisboa

Pão do Pastor
Pão do Pastor
DR

Pão do Pastor

A história do brioche de Eduardo Pastor começa no Natal de 2019, quando este publicitário e padeiro queria pôr as mãos na massa para fazer um “pão especial”. Resolveu-se pelo brioche, mas quis acrescentar-lhe algum ingrediente português. A brilhar no centro do frigorífico estava o queijo amanteigado Serra da Estrela que iria para a mesa da ceia. Nasceu assim o primeiro brioche do Pão do Pastor, negócio que gere em paralelo com a sua profissão. Depois vieram os outros, o tradicional francês amanteigado e o brioche de batata doce, cujas fornadas vai anunciando nas redes sociais e cumprem os critérios obrigatórios dos brioches: “doçura subtil, brilhante, dourado e com o interior macio, fofo e muito leve”. Todos têm 450 g e custam 4€. Nos dias dessas fornadas, há também brioche buns, redondinhos e prontos a rechear ou para comer assim mesmo.

Encomendas via Instagram (@paodopastor). Levantamento na Nana Cake Shop, em Campo de Ourique, aos sábados

Padaria Terrapão
Padaria Terrapão
©Inês Félix

Terrapão

Restaurantes Padarias Lisboa

Na padaria artesanal de Arroios há sempre bolinhas de brioche (que também podem ser recheadas com bochecha de porco guisada em vinho tinto com couve roxa lactofermentada, para comer mesmo ali). São fofas e leves, feitas com “manteiga de vaca, ovos de verdade”, a mesma massa mãe dos pães da casa e farinha de mó de pedra (1,50€). Aos sábados, volta e meia há especiais, como o brioche de chocolate ou a versão estilo pão de forma.

Publicidade
gleba, pão
gleba, pão
Fotografia: Manuel Manso

Gleba

Restaurantes Padarias Estrela/Lapa/Santos

O pão de Diogo Amorim anda espalhado por restaurantes de grandes chefs, cafés e pastelarias de toda a cidade de Lisboa. O brioche bun é leve e amanteigado, feito com farinha de trigo do Alentejo e massa velha para massas enriquecidas. Tem também versões vegan – simples, de abóbora, tomate ou alfarroba (0,53€-0,89€) –, baseadas numa receita de brioche mas com ingredientes 100% de origem vegetal.

Pão do Beco
Pão do Beco
DR

Pão do Beco

As fornadas de António Mello, chef transformado em padeiro durante o período de quarentena, não param de crescer. Aos pães naturais em versões simples ou especiais e focaccias, juntou rolos de canela e brioches mais elaborados. Trabalha com moagens locais e no último mês conseguiu adquirir uma pequena máquina para começar a fazer as suas próprias misturas de farinhas. Além do brioche clássico (6€), levemente amanteigado e com um doce igualmente ligeiro, tem uma versão com chocolate preto (8€) e outra com frutos vermelhos (8€). As encomendas devem ser feitas através de WhatsApp. As entregas são feitas às terças-feiras e sábados com um custo extra de 2€ (para encomendas superiores a 15€ é gratuito).

91 194 4020. www.obocaaboca.com/do-beco

Publicidade
Café São
Café São
Gabriell Vieira

Café São

Restaurantes Cafeteria Chiado/Cais do Sodré

Esqueça o aspecto tradicional do brioche. No café de Sidonie Siliart, que trouxe para Lisboa o ambiente dos melhores cafés parisienses, o brioche parece quase um queque. Não é. É um brioche com uma massa de doçura leve, amanteigado, que pode ser comido assim mesmo, simples (2€), ou recheado (2,50€). E aí vem a surpresa: pode ter um recheio de creme de baunilha, que aumenta o doce mas sem se tornar enjoativo, num equilíbrio perfeito. Há ainda uma versão de gianduja para o recheio, tudo elaborado pelas mãos da chef italiana Elena Clerici. Também têm sandes servidas em brioche caseiro.

 

Os melhores cafés em Lisboa

Fabrica Coffee Roasters
Fotografia: Arlindo Camacho

21 sítios para beber café de especialidade em Lisboa

Restaurantes Cafeteria

É aquele amigo que está sempre lá nas horas difíceis, nas manhãs complicadas depois de uma noitada ou para aguentar firme mais um dia. Pedimos uma bica e, juntamente com uma chávena fumegante, veio uma lição sobre café de especialidade: os grãos não têm defeitos e são todos produzidos a no mínimo 1100 metros de altitude. Motivo, também, para o preço não ser o de um café expresso normal na tasca mais próxima (esse feito com café comercial). Além de lhe dar uma lista com os melhores sítios para beber café de especialidade em Lisboa, fizemos um ABC do café, a comparar os dois tipos. Ora veja aqui

Uma senhora bebe um café num café em Lisboa
© Arlindo Camacho

Os melhores cafés em Lisboa

Restaurantes

Ir ao café é um hábito bem português, ainda que ao longo dos anos os cafés se tenham transformado, acompanharam os tempos, vestiram outras modas e até ritmos de além-fronteiras. Até já há cafés que se chamam café sem servir o dito, mas mantendo a tradição do encontro. Seja para tomar o pequeno-almoço, lanchar com a família, fazer uma refeição ligeira, trabalhar, para se iniciar no universo dos baristas, encontrar amigos ou mostrar tudo isto nas redes sociais (para isso também vale a pena espreitar a nossa selecção dos cafés mais instagramáveis). Corremos os bairros e encontrámos os lugares que não dispensamos na hora da bica. Estes são os melhores cafés em Lisboa. 

Publicidade
Pop Cereal
Fotografia: Manuel Manso

Os melhores pequenos-almoços em Lisboa

Restaurantes Cafés

É de pequenino que se ouve a lengalenga de que o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia. E não é mentira nenhuma: além da importância nutricional de tudo o que comemos logo de manhã, esta refeição é aquela que pode influenciar, e muito, o nosso humor. Para que não fique maldisposto (e porque nem todos os dias dá para nos sentarmos a uma mesa farta de brunch), fomos à procura dos melhores sítios para tomar pequenos-almoços em Lisboa, desde aqueles que têm menus já pré-definidos, àqueles que têm bom café ou só uma pinta descomunal para lhe dar alento.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade