12 restaurantes em Santos para provar desde tacos a hambúrgueres

Há tacos picantes, ostras, hambúrgueres e kebabs para quando a noite vai longa. Estes são os restaurantes em Santos que tem de conhecer.
El Cabrón
©Arlindo Camacho Tacos de camarón
Por Inês Garcia |
Publicidade

A requalificação do jardim de Santos, abandonado durante anos, é uma das provas de que a zona está pronta para deixar de ser apenas de noite e copos. Há uma série de novidades a florescer, dos restaurantes de tacos com nome ousado a opções mais saudáveis, e restaurantes de sempre, capazes de o manter de barriga cheia de manhã até à noite. Como a descer todos os santos ajudam, fomos até lá para lhe facilitar a vida e dizer-lhe quais os restaurantes em Santos que deve conhecer. No fim passe na Davvero, que passou a fábrica para a zona, para comer um gelado artesanal italiano. 

Recomendado: Os melhores bares em Santos

Os restaurantes em Santos que tem de conhecer

Local your healthy kitchen
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Orgânico

Local Your Healthy Kitchen

icon-location-pin Santos

A cozinha saudável do Local já era uma marca bem montada em Cascais, no Mercado da Vila, e no Palácio Chiado, em Lisboa, onde começaram a explorar um conceito com pokés e ostras da Ria Formosa. Em Santos têm uma esplanada maior mas o mesmo conceito. A carta é igual: ao pequeno-almoço servem-se papas de aveia com leite vegetal e frutos silvestres e amêndoa (6,10€) ou maçã, nozes e canela (5,80€), panquecas de limão e ricota com creme (8,50€); há tostas, as famosas bowls com açaí, chia ou iogurte grego com fruta. A carta de almoço tem opções vegetarianas e vegan, onde estão os hambúrgueres de feijão preto, guacamole, milho, tomate e cebola roxa (10,20€), o caril vermelho tailandês de tofu e arroz integral (10,80€) ou a beringela assada com pinhões, tomate cherry e arroz integral (10,80€). Numa sala ao lado, a funcionar de forma praticamente independente, está o Sea by Local, o conceito que estrearam no Palácio Chiado.

El Cabrón
©Arlindo Camacho
Restaurantes, Mexicano

El Cabrón

icon-location-pin Santos

Não tenha medo de dizer em voz alta o nome deste restaurante mexicano de Lisboa: El Cabrón. Em bom português pode ser ofensivo mas em espanhol não é. Os fortes da ementa são os tacos e os burritos, mas há também ceviches, tostadas (com a tortilha frita) ou um levanta muertos, uma sopa fria com polvo, camarão, caldo de marisco, cebola roxa e coentros. Há dez tipos de tacos diferentes, quatro burritos e uma salada césar. O bar fica à entrada e tem uma carta extensa de cocktails de autor.

Publicidade
Pachamama
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Pachamama

icon-location-pin Santos

O Pachamama é um restaurante biológico, tudo certificado, numa ruazita escondida no Cais Sodré. Foram buscar o nome à mãe Terra, a deusa venerada pelo povo inca, e os vegetais, com os quais cozinham os pratos saudáveis, aos produtores biológicos da região. É óptimo para vegetarianos, mas também há carne e peixe para fazer os omnívoros felizes.

Restaurantes, Grelhados

COW Beef & Cocktails

icon-location-pin Santos

O COW, do mesmo dono do El Cabrón, é um restaurante especializado em carnes. Tem por isso diversos cortes: lombo black angus, picanha nobre, entrecote ou fraldinha maturada. Mediante disponibilidade há chuleton (um senhor naco com 800 gramas), vazia rubia galega, vazia wagyu, t-bone ou um tomahawk de cerca de 1kg. Os acompanhamentos são todos à parte. Há uma boa carta de cocktails, a fazer jus ao nome do restaurante.

Publicidade
contrabando
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Americano

Contrabando

icon-location-pin Santos

Esta não é uma casa de ilegalidades, mas de comida sul-americana e carnes grelhadas que lembram os Estados Unidos. A estrela do Contrabando são as carnes fumadas. O dono do restaurante investiu num smoker para não fazer barbecues como os outros, mas com um aroma a madeira que é queimada enquanto a carne apanha aquele fumo. Os pianos (as ribs americanas, 12,50€) são depois grelhados e cobertos com molhos como o BBQ, o honey chipotle, onde há tanto de mel como de picante, ou o blazing habanero de malaguetas verdes mexicanas. Há ainda tacos mexicanos de tempura de peixe ou ceviches e um bar de cocktails.

Camera
Restaurantes, Turco

Dervixe

icon-location-pin Santos

Cumpre bem a quota de restaurantes de comida turca na cidade, com pratos fiéis ao país de origem e uma decoração tão fiel que é provável que jante em almofadas forradas a tapetes (turcos). Do kofke kebab ao sis kebab, da baklava ao menenem – Murat, o dono, far-lhe-á as traduções – é tudo bom.

Publicidade
Camera
Restaurantes

Nogueira's Lisboa

icon-location-pin Santos

O espaço é enorme (tem mais de 150 lugares) e serve carnes como a posta de vitela, rib-eye, entraña (um corte argentino) ou carret de borrego. Há um super mix grill com tudo o que é carnes (130€) para dividir numa jantarada de amigos. Para quem não é tão carnívoro há opções de polvo à lagareiro ou camarões tigres grelhados com manteiga e alho. Ao almoço há pratos do dia.

Food
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes, Mercearias finas

Food

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

É metade cafetaria, metade mercearia, mas tudo biológica. Na parte da mercearia há uma boa dose de produtos portugueses. O maior fornecedor de produtos frescos é a Horta do Adão, uma horta de Loures, mas também tem muitas coisas da Biofrade. Há prateleiras repletas de granolas, como a da portuguesa Eattitude, que servem aos pequenos-almoços na parte da cafetaria, em taças de açaí ou em iogurtes; produtos da Iswari ou da Origens bio; barrinhas energéticas da Roobar ou da Raw Bite; uma garrafeira completamente biológica e portuguesa com Hummus, Vale da Capucha ou Casa de Mouraz, cerveja Vadia orgânica, mel artesanal da Meirinho ou enchidos espanhóis da Ecoriera. Na cafetaria há uma carta com alguns pratos fixos, como o tártaro e carpaccio de novilho biológico, sanduíches, tártaros, saladas e uma sopa fresca diferente todos os dias, feita com os legumes da mercearia.

Publicidade
Restaurantes, Cafeteria

Casa 55

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Cruza-se a mercearia brasileira, com produtos como o doce de leite, águas de coco, tapiocas ou cremes de açaí, com um café onde se bebe a bica lisboeta com um pãozinho de queijo de Minas Gerais. Os pães podem vir recheados com sabores mais brasileiros, como palmitos, ou outros mais portugueses como sardinhas em conserva ou leitão. No final — ou como um snack de desportista que vai dar força para fazer a Dom Carlos I até ao fim — uma tacinha de açaí com banana e granola ou cupuaçu, um fruto semelhante ao do cacaueiro.

Kebab Ali House
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes, Turco

Kebab Ali House

icon-location-pin Santos

O Kebab Ali House (ou só Ali) tem várias coisas a seu favor. A começar no serviço, descontraído mas simpático; passando pelas chamuças, que quando estão quentes ombreiam com as melhores de Lisboa; e terminando nos kebabs, sobretudo os durums, de frango ou vaca, generosos nas carnes e acompanhados por molhos que são deixados na mesa e convidam ao abuso. Sobretudo os picantes caseiros.

+ Três sítios para comer kebabs em Lisboa

Publicidade
La mensa
Fotografia: José Fernandes
Restaurantes

La Mensa

icon-location-pin Santos

Desde o início de 2018 que o La Mensa tem uma nova morada, um espaço muito maior que a cantina anterior, e uma nova carta que junta às piadinas e carpaccios um menu de ceviches e tártaros para tentar conquistar mais gente. Nem que seja pelo bronze. Fica mesmo em grente ao renovado jardim de Santos, com uma boa esplanada.

Camera
Restaurantes, Hambúrgueres

Hamburgueria Portuguesa by Farnel

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Esta hamburgueria é bem portuguesa: no prato, onde serve 180 gramas de hambúrguer com produtos frescos portugueses, e no espaço grande e luminoso em Santos, forrado com azulejos brancos e azuis. A carta divide-se em hambúrgueres no pão e no prato. Há desde o mais básico e tradicional, de vaca, simples, com batata frita (4.95€) ao tagarela, em bolo do caco, com salteado de legumes provençal, queijo da Ilha e batata doce frita. Na hora da sobremesa, peça o hambúrguer doce: um sonho frito em forma de hambúrguer recheado com chantilly.

Os melhores restaurantes por zona

Chutnify
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes

Onde comer bem no Príncipe Real

É o bairro com as lojas mais alternativas, as noites mais coloridas e os restaurantes do momento. A oferta é variada e não desilude. Asiáticos, italianos, cozinhas de autor: abram alas para a família real de restaurantes do Príncipe Real.  

Ingri, um dos pratos do Tantura
© Arlindo Camacho
Restaurantes

Os melhores restaurantes no Bairro Alto

Corremos o Bairro Alto e cruzámo-nos com mais de 100 restaurantes pelo caminho, nem todos merecedores de nota, é certo. Da cozinha de autor ao restaurante israelita, estes são os oito melhores restaurantes no Bairro Alto. 

Publicidade
Espumantaria do Petisco - Tabua de Queijo
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Restaurantes obrigatórios na Graça

Lá em cima, há muita coisa nova a dar nas vistas. No bairro que está cheio de graça, sobra sempre espaço para um novo restaurante, mais um petisco ou até um docinho, dos novos crepes aos famosos pastéis de nata. Eis 11 restaurantes e pastelarias obrigatórios na Graça.

Publicidade