Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores sítios para comer caracóis em Lisboa

Os melhores sítios para comer caracóis em Lisboa

Fizemos como o caracol, pusemos as antenas ao sol para lhe dizer quais os melhores sítios para comer caracóis em Lisboa

Pomar de Alvalade - Caracois
Fotografia: Ana Luzia
Por Inês Garcia, Raquel Dias da Silva e Luís Filipe Rodrigues |
Publicidade

A época do petisco rastejante começa oficialmente em Maio, o primeiro mês sem R – dizem os especialistas que, apesar de não ser regra absoluta, é nestes meses mais quentes e solarengos que o caracol é melhor, porque com o chuva o bicho começa a meter-se dentro da terra. Ainda assim, a maioria dos caracóis que se servem em Portugal vêm de Marrocos, onde é proibido usar pesticidas e a garantia da qualidade deste petisco é maior. Corremos a cidade à procura de cafés e cervejarias que já estão a servir caracoladas e dizemos-lhe oito sítios onde pode comer caracóis em Lisboa. 

Recomendado: Novas esplanadas para esta Primavera

Sítios para comer caracóis em Lisboa

Restaurantes

Casa dos Caracóis

icon-location-pin Campolide

Caixa pequena 6€ C/Médias 10€ C/Grandes 15€ Balde pequeno 25€ Balde grande 38€

A loja de Campolide é um dos 11 estabelecimentos do grupo Francisconde, que todos os anos distribui mais de duas mil toneladas destes moluscos por todo o país e não só – são eles que abastecem muitas cervejarias alfacinhas, por exemplo. Aqui não há mesas, nem balcões onde comer os animais, apenas serviço de take away e a possibilidade comprar os caracóis ainda vivos ou já cozinhados. Também há caracoletas assadas por 11€. E sangrias: branca, tinta, espumante, (5,50€ a 12€), de frutos vermelhos (7,50€ a 14,50€) e a nova de maracujá dos Açores (6,50€ a 16,50€).

 

Restaurantes, Frutos do mar

Cervejaria Boa Esperança

icon-location-pin Benfica/Monsanto

Travessa 8€

Mesmo ao lado do mais famoso Edmundo, em Benfica, encontra-se esta Boa Esperança, um pequeno espaço algures entre a tasca e a marisqueira que, nos meses sem "r", serve alguns dos melhores caracóis de Benfica. Também pode apostar nos mariscos e nos restantes petiscos sem medos, desde que guarde um espaço na barriga para o prego especial da casa.

Publicidade
Restaurantes, Português

Cova Funda

icon-location-pin Beato

Dose 6,50€

Lisboa está cheia de Covas Fundas. Esta fica ali entre a Morais Soares e a Barão Sabrosa e é conhecida como “Casa dos Caracóis”. Ou pelo menos é o que diz o toldo. Escusado será dizer que os bichos – acompanhados por pão torrado com manteiga, como manda a lei – são uma das especialidades do sítio. Mas também se encontram na lista outros pratos portugueses e petiscos caseirinhos, para quem não é fã de gastrópodes.

Restaurantes, Cervejarias

O Filho do Menino Júlio dos Caracóis

icon-location-pin Marvila

Prato 5€ Pires 3,50€

Poucos caracóis em Lisboa têm tanta fama como os do Menino Júlio. Perdão, de O Filho do Menino Júlio. E a fama é merecida. De portas abertas há mais de 60 anos numa das ruas com maior concentração de bons restaurantes onde comer os bichos na cidade, esta sala costuma estar sempre cheia, sem nunca vacilar na qualidade. Também há caracoletas assadas, a pedido “de muitos chineses”. Até Setembro.

Publicidade
Restaurantes, Português

Ginjinha de Campolide

icon-location-pin Campolide

Travessa 5€ Pires 2,50€

Apesar de ser a ginjinha que dá o nome a esta tasca de Campolide, o toldo onde se pode ler "rei dos caracóis" deixa claro qual é a especialidade. É um dos sítios mais económicos para comer estes moluscos em Lisboa, com a travessa a custar 5€ e o pires a 2,50€. Para quem não é apreciador, servem outros pratos e petiscos, e durante a semana há menus de almoço por 7€.

Restaurantes

Grã-Via

icon-location-pin Grande Lisboa

Travessa 6,50€ Pires 3,75€

A época dos caracóis, ali para os lados do Campo Grande, abriu a 29 de Abril. É desde então que na Grã-Via se serve o petisco, acompanhado por pão torrado com manteiga e orgãos, e idealmente uma imperial. Ou quatro, que entre as 16.30 e as 21.00 há happy hour e é possível beber quatro copos de cerveja pelo preço de três. Há outros pratos para os mais esquisitinhos, como pica-pau, saladinha de polvo ou chouriça assada.

Publicidade
Restaurantes

O Hoquista

icon-location-pin Sete Rios/Praça de Espanha

O capitão Valter Neves e os seus companheiros da equipa de hóquei em patins do Sport Lisboa e Benfica que nos perdoem, mas este é O Hoquista mais conhecido de Benfica. E com razão. Os mariscos e petiscos como os pica-paus, as moelas estufadas ou as chouriças assadas são as estrelas da casa durante o resto do ano, mas nos meses quentes vale a pena apostar nos rastejantes.

Restaurantes, Português

O Lutador

icon-location-pin Alcântara

Dose 6,50€ Meia-dose 4€

Quando se pergunta ao dono desta tasquinha em Alcântara qual é o segredo dos seus caracóis, ele responde, confiançudo, com um "não têm truque, são mesmo bons". Mais nada. São a especialidade da casa e custam entre 4€, por meia-dose, e 6,5€, que é o preço da dose. O bife à café com batatas fritas é outra opção a ter em conta.

Publicidade
Restaurantes, Frutos do mar

O Palácio

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Travessa 6€ Prato 4€

É uma instituição alcantarense e uma das cervejarias que vale a pena conhecer na cidade, com marisco fresco todo o ano, bons pregos e melhores bifes. E, como não podia deixar de ser, entre Maio e Agosto, é domicílio de bons moluscos terrestres – o prato custa 4€, a travessa não é mais de 6€; a dose de caracoletas assadas vale 9,50€.

Restaurantes, Português

Pomar de Alvalade

icon-location-pin Alvalade

Travessa 7€ Pires 5€ Take-away 7,50€

Não deve haver ninguém em Alvalade que não conheça o antigo restaurante dos pais de Paulo Bento, cujas paredes continuam decoradas com fotografias do outrora jogador e actual treinador. O arroz de moelas com gambas é um dos pratos fortes da ementa, e os petiscos são outra especialidade. Incluindo as caracoletas assadas, com um molho guloso, e os caracóis.

Publicidade
Restaurantes, Cervejarias

A Tabuense

icon-location-pin Alvalade

Travessa 7€

Os rastejantes da Tabuense também se encontram entre os mais afamados de Alvalade e arredores. Há quem diga até que são os melhores. A época abriu a 22 de Abril e estende-se até ao fim do Verão, e uma travessa custa 7€. Não há cá pires nem meias-doses, mas há outros petiscos que merecem a atenção dos comensais, como as caracoletas assadas e as moelas.

Outros petiscos

Cozinha da Felicidade - Ovos Verdes
©Ana Luzia
Restaurantes, Português

Três sítios para comer ovos verdes

Ovos são bons de qualquer maneira. Mexidos, estrelados, escalfados e por aí fora. Mas na hora de inovar, olhe para a receita de um dos petiscos mais lisboetas: os ovos verdes. Atenção que a receita envolve perícia - primeiro, prove-a nestes três restaurantes em Lisboa, na versão mais clássica ou reinventada.

Choco do Bairro
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Três sítios para comer choco frito

Fritura estaladiça e polme dourado com um choco tenro. Um bom choco frito de Setúbal tem de cumprir estas regras. A boa notícia é que não precisa de ir a Setúbal para se deliciar com esta iguaria. Em Lisboa, há choco frito em vários restaurantes – às vezes aparece até como prato do dia. 

Publicidade
peixinhos da horta do papa açorda
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Os melhores sítios para comer peixinhos da horta em Lisboa

Quem diria que feijão verde envolto numa fritura no ponto é capaz de levar um português ao céu. Mas é. Por isso, tudo o que tem a fazer é abrir o apetite e seguir as nossas recomendações dos melhores sítios para comer peixinhos da horta em Lisboa.

More to explore

Publicidade