Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Todos os restaurantes de José Avillez em Lisboa
Bairro do Avillez
DR/Grupo José Avillez

Todos os restaurantes de José Avillez em Lisboa

Apesar dos encerramentos e readaptações de conceitos em Lisboa, José Avillez continua a ter 11 restaurantes na cidade. Conheça-os todos.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

José Avillez não gosta de reclamar o título de super-chef ou de todo poderoso e prefere não ver o seu grupo e conjunto de restaurantes como um império. Com a situação provocada pela pandemia da Covid-19, os 18 restaurantes que detinha passaram a 11. Mas verdade seja dita: continua a ser um feito que não está ao alcance de todos os chefs. Apesar dos encerramentos e readaptações de conceitos em Lisboa, continuam a ter na cidade 11 restaurantes – o que significa que pode andar por mais de uma semana a comer pratos assinados pelo chef sem os repetir. 

Recomendado: Os melhores restaurantes em Lisboa

Todos os restaurantes de José Avillez em Lisboa

Cantinho do Avillez Cascais
Cantinho do Avillez Cascais
©DR

1. Cantinho do Avillez – Cascais

Restaurantes Grande Lisboa

José Avillez estreou-se com o Cantinho do Avillez no Chiado, em 2011. Oito anos depois abriu um quarto Cantinho, em Maio de 2019, no espaço do restaurante icónico de Cascais Lucullus. Quem conhecia o Lucullus, vai ter de olhar mais do que uma vez para reconhecer o espaço –  o restaurante tem dois pisos e um pequeno pátio. A claraboia, que já existia, foi aumentada, criando um espaço com muita luz natural e mesas em madeira. Há arcos a dividir o espaço e a criar zonas mais acolhedoras e, numa das paredes azuis a evocar o mar, há uma tapeçaria de macramé com cerca de quatro metros. A carta mantém a linha dos outros Cantinhos, com uma cozinha portuguesa contemporânea com influências de viagens e dos pratos que Avillez comia na sua infância, em Cascais.

* De acordo com o grupo, estará para breve a sua abertura.

cantinho do avillez parque das nações
cantinho do avillez parque das nações
Bruno Calado

2. Cantinho do Avillez – Parque das Nações

Restaurantes Português Parque das Nações

Trata-se do mesmo conceito com que inaugurou em 2011 no Chiado, e que já replicou no Porto, com algumas nuances. No início do Maio de 2018, abriu uma terceira casa no Parque das Nações. Os clássicos do Cantinho do Avillez vão marcar presença: falamos dos peixinhos da horta com molho tártaro, do tártaro de atum com sabores asiáticos, dos ovos cozidos a baixa temperatura, com chouriço e pão frito, das lascas de bacalhau e do prego MX-LX, um prato d.i.y. bem popular. Para finalizar, não podia faltar a sobremesa que se celebrizou no primeiro restaurante, a Avelã, além do bolo de chocolate à Cantinho com gelado de morango. Estará para breve a sua abertura.

* De acordo com o grupo, estará para breve a sua abertura.

Publicidade
Portuguesinha do Cantinho do Avillez
Portuguesinha do Cantinho do Avillez
Fotografia:João Saramago

3. Cantinho do Avillez – Chiado

Restaurantes Chiado

É o restaurante onde José Avillez faz uma “cozinha simples, mas sofisticada”, num espaço descontraído e confortável. A cozinha de raiz portuguesa sofreu influências de algumas viagens do chef, por isso, na lista vai encontrar desde tártaros de atum com sabores asiáticos, a sopa de peixe, lascas de bacalhau com migas e ovo cozinhado a baixa temperatura, até carabineiros do Algarve com molho Thai. As receitas deste restaurante já tiveram direito a livro em inglês e português, em 2013: Cantinho do Avillez – As Receitas. 

* Reabre em Setembro

Canto
Canto
©Duarte Drago

4. Canto

Restaurantes Cozinha contemporânea Chiado

A sala do antigo Belcanto de José Avillez, na Rua Serpa Pinto, entrou em obras em Maio do ano passado, mas rapidamente ganhou nova vida. Chama-se agora Canto e é o novo projecto do chef com duas estrelas Michelin, numa parceria com o cantor António Zambujo e a fadista Ana Moura. O espaço, que abre nos primeiros dias de Fevereiro e que só serve jantares, será uma espécie de casa de fados com curadoria gastronómica de José Avillez e curadoria musical dos dois artistas. Nos principais, o arroz de marisco, o robalo salteado com legumes e molho holandês e as plumas de porco alentejano com migas e favinhas são algumas das propostas pensadas para a experiência.  As reservas para jantar podem ser feitas entre as 19.00 e as 20.15, pois o início das actuações está previsto para as 21.30. À sexta-feira e sábado haverá jantares até mais tarde, entre as 23.00 e as 02.00, que não implicará a compra do bilhete (apenas um consumo obrigatório de 20€). 

*Encerrado temporariamente e sem data prevista de reabertura.

Publicidade
Bairro do Avillez - Pateo
Bairro do Avillez - Pateo
©DR

5. Bairro do Avillez

Restaurantes Português Chiado

No Verão de 2016 no Chiado, José Avillez abriu um casarão onde juntou diferentes conceitos gastronómicos e a que, dada a quantidade e variedade, chamou de bairro. Há a Taberna, com petiscos de assinatura, a Mercearia, onde se compram queijos, enchidos, conservas e vinhos, e o Páteo, uma mistura de marisqueira e restaurante de peixe. As cartas são entre todos distintas e por isso é possível pedir uma gamba da costa com flor de sal ou um carabineiro em qualquer esquina deste bairro.

Belcanto
Belcanto
© Ana Luzia

6. Belcanto

Restaurantes Português Chiado

Com duas estrelas Michelin, o Belcanto é a laboratório onde José Avillez aplica todas as suas técnicas de alta cozinha. Transferido em 2019 para o número ao lado na Rua Serpa Pinto, tem uma cozinha onde se trabalham produtos de luxo e se reinventam algumas tradições portuguesas. Sem fazer alterações estruturais na carta, há pratos icónicos como o mergulho no mar, com peixe, algas e bivalves, ou a tangerina para sobremesa. Encerrado há três meses devido à pandemia, reabre em Julho.

* Reabre em Julho

Publicidade
Jacaré
Jacaré
Fotografia: Manuel Manso

7. Jacaré – Carnívoro Vegetariano, na Gourmet Experience

Restaurantes São Sebastião

Ao chegar ao oitavo piso do El Corte Inglês, José Avillez não esteve com meias medidas e arrebatou três espaços para três conceitos diferentes. Este tem nome de animal feroz e junta os habitos carnívoros aos vegetarianos: aqui tanto se come uma picanha com chimichurri vinda direitinha da brasa como uma quinoa com legumes grelhados ou um caril verde de grão e legumes.

* O restaurante encontra-se encerrado temporariamente devido à lei que impede a reabertura de centros comerciais na região de Lisboa.

Barra Cascabel
Barra Cascabel
Fotografia: Manuel Manso

8. Barra Cascabel, na Gourmet Experience

Restaurantes São Sebastião

Com a Barra Cascabel, o chef português trouxe para Lisboa a sua versão do madrileno Salón Cascabel, onde a comida e cocktails mexicanos do chef Roberto Ruiz são apresentados de forma festiva. Se este não for o espaço mais animado, é pelo menos o mais festivo: há megafones, palmas e cantorias com frequência.

* O restaurante encontra-se encerrado temporariamente devido à lei que impede a reabertura de centros comerciais na região de Lisboa.

Publicidade
Tasca Chic
Tasca Chic
Fotografia: Manuel Manso

9. Tasca Chic, na Gourmet Experience

Restaurantes São Sebastião

O nome resume tudo o que a carta quer dizer: os sabores tradicionais das tascas lisboetas estão aqui apresentados que uma forma refinada e contemporânea. E assim não há maneira de achar um bacalhau à Gomes de Sá ou uns ovos com ervilhas pratos atabalhoados ou feios. Para a sobremesa só falta um doce da casa.

* O restaurante encontra-se encerrado temporariamente devido à lei que impede a reabertura de centros comerciais na região de Lisboa.

Minibar - Cocktail
Minibar - Cocktail
Fotografia: Ana Luzia

10. Mini Bar

Restaurantes Global Chiado

Foi no São Luiz que José Avillez abriu o seu gastrobar, com um menu recheado de surpresas e dividido por actos, onde reinava a cozinha molecular, capaz de gerar coisas como caipirinhas para comer ou ferrero rocher de foie gras. Há menus de degustação (45€-150€), vinhos, cocktails preparados com carinho e música preparada por Ramboiage, que também lá está a tocar ocasionalmente. Agora, deixa o teatro São Luiz e muda-se para o interior do Bairro do Avillez, para o espaço anteriormente ocupado pelo Beco Cabaret Gourmet.

Publicidade
Pizza Chiado da Pizzaria Lisboa
Pizza Chiado da Pizzaria Lisboa
©Paulo Barata

11. Pizzaria Lisboa

Restaurantes Chiado

Nunca se diz que não a uma boa pizza. José Avillez também não conseguiu resistir. Vai daí, instalou um forno a lenha , mandou vir de Itália farinha 00 especial para pizzas, tomate San Marzano e mozzarella fior di latte. Depois, deu azo à imaginação. Além de boas pizzas, umas mais clássicas e outras mais extravagantes, também serve massas, risotos e saladas variadas. Devido à pandemia, deixou a sua casa própria e mudou-se, juntamente com o Mini Bar, para o Bairro do Avillez. A pizzaria fica agora no primeiro piso, nas varandas do Bairro.

À mesa dos chefs

eleven
Fotografia: Arlindo Camacho

Os melhores restaurantes de cozinha de autor

Restaurantes

José Avillez, Henrique Sá Pessoa, Alexandre Silva e Miguel Rocha Vieira são alguns dos melhores chefs da cidade e estão à frente destes restaurantes de cozinha de autor em Lisboa. Estendam a passadeira vermelha, que os pratos que aqui desfilam são de assinatura e dignos de paparazzi. 

chefes
Fotografia: Arlindo Camacho

Os 20 melhores chefs de Lisboa

Restaurantes

A qualidade dos restaurantes lisboetas cresce e aparece, e se o fenómeno tem vários ingredientes, para cada caso de sucesso há um rosto no comando. Este trabalho está recheado de pratos principais: 20 chefs de renome em discurso directo que lhe contam tudo sobre o que têm andado a fazer.  

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade