Todos os restaurantes de José Avillez em Lisboa

Para já são 15, mas o chef não gosta de lhe chamar império. Conheça todos os restaurantes de José Avillez em Lisboa.
o chef José Avillez
©Arlindo Camacho
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

José Avillez não gosta de reclamar o título de super-chef ou de todo poderoso e prefere não ver o seu grupo e conjunto de restaurantes como um império. Mas verdade seja dita: é o único no país que conta com 17 restaurantes, 15 em Lisboa — mesmo internacionalmente, o feito não é assim tão comum. E não vai ficar por aqui: sobre as movimentações do chef pouco se sabe, mas é certo que haverá novidades nos próximos meses (o antigo Lucullus em Cascais, por exemplo, foi comprado pelo grupo e será renovado).

Com isto tudo pode andar bem mais de uma semana a comer pratos assinados pelo chef.

Recomendado: Os 148 melhores restaurantes em Lisboa

1
Cantina Zé Avillez
ManuelManso
Restaurantes, Português

Cantina Zé Avillez

icon-location-pin Grande Lisboa

O 13.º restaurante de José Avillez em Lisboa tem duas salas e uma esplanada com vista para o jardim recém-remodelado no Campo das Cebolas e a cozinha é “portuguesa familiar”, num registo de “cantina contemporânea”, um estilo que até agora o chef apenas apresentava, com algumas semelhanças, no Café Lisboa e na Taberna, dentro do Bairro do Avillez. Aqui tanto se come um bacalhau lascado com grelos e broa, como umas empadas de alheiras com emulsão de tomate e uns croquetes de novilho para entrada.

2
 PITARIA
© Bruno Calado
Restaurantes

Pitaria

icon-location-pin Chiado

O microrestaurante do grupo José Avillez fica bem perto do Bairro do Avillez e serve sabores do Médio Oriente. Abriu sem grande estrondo no início de 2018, com 18 lugares, música a puxar para o animado – há uma bola de espelhos no tecto – e uma pequena carta feita só e apenas de pitas. São sete, todas elas servidas no mesmo pão, feito por um israelita, ou servidas em formato salada. Na altura da abertura foi apresentado como "um espaço da equipa para a equipa", mas as filas adensaram-se rapidamente e não só com funcionários do grupo.

Publicidade
3
Bairro do Avillez - Pateo
©DR
Restaurantes, Português

Bairro do Avillez

icon-location-pin Chiado

No Verão de 2016 no Chiado, José Avillez abriu um casarão onde juntou diferentes conceitos gastronómicos e a que, dada a quantidade e variedade, chamou de bairro. Há a Taberna, com petiscos de assinatura, a Mercearia, onde se compram queijos, enchidos, conservas e vinhos, e o Páteo, uma mistura de marisqueira e restaurante de peixe. As cartas são entre todos distintas e por isso é possível pedir uma gamba da costa com flor de sal ou um carabineiro em qualquer esquina deste bairro. Por aqui estão ainda outros dois restaurantes distintos do chef Avillez: o Beco — Cabaret Gourmet, ums espécie de sala secreta, e a Cantina Peruana, no segundo andar.

4
beco
©Bruno Calado
Restaurantes, Fusão

Beco - Cabaret Gourmet

icon-location-pin Chiado

Uma porta embutida numa estante abre-se lentamente, criando um compasso de suspense. Atrás dela vislumbra-se uma antecâmara obscura de onde sobressai uma placa brilhante com o nome do restaurante: Beco Cabaret Gourmet. Atrás do balcão, onde se servem os cocktails de Dave Palethorpe, o dono do Cinco Lounge, no Príncipe Real, há um mural gigante de uma bailarina de cabaret a segurar uma sombrinha — a mesma com que já se cruzou no instagram, certamente. Aqui janta-se na mesa ou ao balcão enquanto se assiste a um espectáculo de burlesco.

Publicidade
5
Portuguesinha do Cantinho do Avillez
Fotografia:João Saramago
Restaurantes

Cantinho do Avillez - Chiado

icon-location-pin Chiado

É o restaurante onde José Avillez faz uma “cozinha simples, mas sofisticada”, num espaço descontraído e confortável. A cozinha de raiz portuguesa sofreu influências de algumas viagens do chef, por isso, na lista vai encontrar desde tártaros de atum com sabores asiáticos, a sopa de peixe, lascas de bacalhau com migas e ovo cozinhado a baixa temperatura, até carabineiros do Algarve com molho Thai. As receitas deste restaurante já tiveram direito a livro em inglês e português, em 2013: Cantinho do Avillez – As Receitas.

A Time Out diz
6
cantinho do avillez parque das nações
Bruno Calado
Restaurantes, Português

Cantinho do Avillez – Parque das Nações

icon-location-pin Parque das Nações

Trata-se do mesmo conceito com que inaugurou em 2011 no Chiado, e que já replicou no Porto, com algumas nuances. No início do Maio de 2018, abriu uma terceira casa no Parque das Nações. Os clássicos do Cantinho do Avillez vão marcar presença: falamos dos peixinhos da horta com molho tártaro, do tártaro de atum com sabores asiáticos, dos ovos cozidos a baixa temperatura, com chouriço e pão frito, das lascas de bacalhau e do prego MX-LX, um prato d.i.y. bem popular. Para finalizar, não podia faltar a sobremesa que se celebrizou no primeiro restaurante, a Avelã3, além do bolo de chocolate à Cantinho com gelado de morango.

Publicidade
7
Pizza Chiado da Pizzaria Lisboa
©Paulo Barata
Restaurantes

Pizzaria Lisboa

icon-location-pin Chiado

Nunca se diz que não a uma boa pizza. O império Avillez também não conseguiu resistir. Vai daí, instalou um forno a lenha bem perto do Cantinho do Avillez, mandou vir de Itália farinha 00 especial para pizzas, tomate San Marzano e mozzarella fior di latte. Depois, deu azo à imaginação, dando às criações desta casa nomes relacionados com o imaginário lisboeta — há a fado, com mozzarella, beringela e courgete, ou a caravela, com camarão, malagueta e alho. Além de boas pizzas, umas mais clássicas e outras mais extravagantes, também serve massas, risotos e saladas variadas.

8
Esplanada do Café Lisboa
©Paulo Barata
Restaurantes

Café Lisboa

icon-location-pin Chiado

José Avillez a fazer bons croquetes? Sim. A criar uma receita de pastel de nata? Pois. A mostrar que um bacalhau à Brás pode ser um prato de luxo? Confirma-se. Tudo no Café Lisboa, que vive dentro do Teatro Nacional de São Carlos e bem perto do Belcanto, onde a cozinha deste super-chef atingiu as duas estrelas, Avillez mostra o seu lado mais descontraído.

A Time Out diz
Publicidade
9
Belcanto
© Ana Luzia
Restaurantes, Português

Belcanto

icon-location-pin Chiado

Com duas estrelas Michelin, caso único em Lisboa, o Belcanto é a laboratório onde José Avillez aplica todas as suas técnicas de alta cozinha. Remodelado em 2012, tem uma cozinha onde se trabalham produtos de luxo e se reinventam algumas tradições portuguesas. Sem fazer alterações estruturais na carta, há pratos icónicos como o mergulho no mar, com peixe, algas e bivalves, ou a tangerina para sobremesa.

A Time Out diz
10
Jacaré
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Jacaré — Carnívoro Vegetariano, na Gourmet Experience

icon-location-pin São Sebastião

Ao chegar ao oitavo piso do El Corte Inglês, José Avillez não esteve com meias medidas e arrebatou três espaços para três conceitos diferentes. Este tem nome de animal feroz e junta os habitos carnívoros aos vegetarianos: aqui tanto se come uma picanha com chimichurri vinda direitinha da brasa como uma quinoa com legumes grelhados ou um caril verde de grão e legumes.

Publicidade
11
Barra Cascabel
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Barra Cascabel, na Gourmet Experience

icon-location-pin São Sebastião

Com a Barra Cascabel, o chef português trouxe para Lisboa a sua versão do madrileno Salón Cascabel, onde a comida e cocktails mexicanos do chef Roberto Ruiz são apresentados de forma festiva. Se este não for o espaço mais animado, é pelo menos o mais festivo: há megafones, palmas e cantorias com frequência.

12
Tasca Chic
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Tasca Chic, na Gourmet Experience

icon-location-pin São Sebastião

O nome resume tudo o que a carta quer dizer: os sabores tradicionais das tascas lisboetas estão aqui apresentados que uma forma refinada e contemporânea. E assim não há maneira de achar um bacalhau à Gomes de Sá ou uns ovos com ervilhas pratos atabalhoados ou feios. Para a sobremesa só falta um doce da casa.

Publicidade
13
Minibar - Cocktail
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Global

Mini Bar

icon-location-pin Chiado

O Mini Bar, dentro do Teatro São Luiz, no Chiado, anima os fins de tarde e as noites. O chef dividiu a carta por actos e aqui nem tudo o que parece é: as margaritas de maçã verde e as caipirinhas não são para beber, mas sim para comer; e o Ferrero Rocher que, em vez de chocolate, leva foie gras. Há menus de degustação para ver a peça pelos olhos do Chef, o grande encenador, mas também pode percorrer os vários actos, escolher que pratos pedir, e ter um resumo do espectáculo.

A Time Out diz
14
Za'atar
©Grupo José Avillez
Restaurantes, Libanês

Za'atar

O Za'atar é o segundo projecto étnico de José Avillez na cidade (o primeiro foi a Cantina Peruana, com o chef Diego Muñoz). Este restaurante de gastronomia libanesa foi pensado a quatro mãos com Joe Barza, um chef internacional que é uma estrela televisiva no Líbano. A carta foi muito bem estudada e equilibrada para o paladar português pela equipa de cozinheiros da confiança de Avillez. Habitue-se aos nomes: o couvert chama-se karkachat, as saladas são as salatas e depois há os mezze frios e os mezze quentes. Há ainda pequenos pratos como o moughrabieh djej, um guisado de cuscuz com caldo de carne, chalotas grelhadas, cebolinho e coentros; o frikeb bi lahmeh, um prato de trigo verde fumado com perna de borrego, alperces secos e alecrim e os grelhados, como os kebab de porco ou a taook, uma espetada de frango. Também há sobremesas com alma e sabor libanês – prove o sorvete de alperce com creme de pistácio.

Publicidade
15
Cantina Peruana
©Duarte Drago
Restaurantes, Peruano

Cantina Peruana

icon-location-pin Chiado

Há pouco mais de um ano, Avillez levou para o primeiro andar do seu Bairro um bocadinho do Peru. Correu tão bem que ganhou um espaço próprio para ter mais identidade e abrir aos almoços. “As pessoas quando vão ao Bairro procuram uma cozinha portuguesa, aqui o restaurante vai ganhar mais força”, explica José Avillez. O espaço é amplo e mantém a mistura de tons quentes com azul. Logo à entrada está o Pisco Bar, para dar a possibilidade de entrar e beber só um cocktail, sem se sentar para jantar (a localização pedia). Nesta nova Cantina Peruana, deixa de haver um menu de degustação, que no primeiro ano existiu para dar a conhecer a cozinha de Diego, e assume mais o papel de cantina. Os pratos crescem e há muitos novos.

A Time Out diz

À mesa dos chefs

eleven
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Os melhores restaurantes de cozinha de autor

José Avillez, Henrique Sá Pessoa, Alexandre Silva e Miguel Rocha Vieira são alguns dos melhores chefs da cidade e estão à frente destes restaurantes de cozinha de autor em Lisboa. Estendam a passadeira vermelha, que os pratos que aqui desfilam são de assinatura e dignos de paparazzi. 

chefes
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Os 20 melhores chefs de Lisboa

A qualidade dos restaurantes lisboetas cresce e aparece, e se o fenómeno tem vários ingredientes, para cada caso de sucesso há um rosto no comando. Este trabalho está recheado de pratos principais: 20 chefs de renome em discurso directo que lhe contam tudo sobre o que têm andado a fazer.  

Publicidade