Veja lá se não é um império: todos os restaurantes de José Avillez em Lisboa

Para já são 14, mas o chef não gosta de lhe chamar império. Conheça todos os restaurantes de José Avillez em Lisboa.
Por Catarina Moura |
Publicidade

José Avillez não gosta de reclamar o título de super-chef ou de todo poderoso e prefere não ver o seu grupo e conjunto de restaurantes como um império. Mas verdade seja dita: é o único no país que conta com 15 restaurantes, 14 em Lisboa — mesmo internacionalmente, o feito não é assim tão comum. E não vai ficar por aqui: ainda este ano vai abrir um Mini Bar no Porto e um restaurante de comida étnica. Com isto tudo pode andar bem mais de uma semana a comer pratos assinados pelo chef.

Cantina Zé Avillez
ManuelManso
Restaurantes, Português

Cantina Zé Avillez

icon-location-pin Grande Lisboa

O 13.º restaurante de José Avillez em Lisboa tem duas salas e uma esplanada com vista para o jardim recém-remodelado no Campo das Cebolas e a cozinha é “portuguesa familiar”, num registo de “cantina contemporânea”, um estilo que até agora o chef apenas apresentava, com algumas semelhanças, no Café Lisboa e na Taberna, dentro do Bairro do Avillez. Aqui tanto se come um bacalhau lascado com grelos e broa, como umas empadas de alheiras com emulsão de tomate e uns croquetes de novilho para entrada.

 PITARIA
© Bruno Calado
Restaurantes

Pitaria

icon-location-pin Chiado

O microrestaurante do grupo José Avillez fica bem perto do Bairro do Avillez e serve sabores do Médio Oriente. Abriu sem grande estrondo no início de 2018, com 18 lugares, música a puxar para o animado – há uma bola de espelhos no tecto – e uma pequena carta feita só e apenas de pitas. São sete, todas elas servidas no mesmo pão, feito por um israelita, ou servidas em formato salada. Na altura da abertura foi apresentado como "um espaço da equipa para a equipa", mas as filas adensaram-se rapidamente e não só com funcionários do grupo.

Publicidade
Cantina peruana
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Peruano

Cantina Peruana

icon-location-pin Chiado

No segundo andar do Bairro do Avillez nasceu em Julho de 2017 a Cantina Peruana, com Avillez e Diego Muñoz a assinarem os pratos. De tiraditos a ceviches, todo ele recheado de pratos que pedem para ser partilhados. No restaurante estão os seis mundos que influenciaram a gastronomia do Peru: o mundo da costa peruana, com peixes e mariscos, o da street food, o das frituras, o andino, com quinoa e milho, e as influências chinesas, com o empréstimo do wok e do arroz. A crítica da Time Out Marta Brown deu-lhe quatro estrelas e no topo do seu jantar ficou o ceviche clássico.

A Time Out diz
Bairro do Avillez - Pateo
©DR
Restaurantes, Português

Bairro do Avillez

icon-location-pin Chiado

No Verão de 2016 no Chiado, José Avillez abriu um casarão onde juntou diferentes conceitos gastronómicos e a que, dada a quantidade e variedade, chamou de bairro. Há a Taberna, com petiscos de assinatura, a Mercearia, onde se compram queijos, enchidos, conservas e vinhos, e o Páteo, uma mistura de marisqueira e restaurante de peixe. As cartas são entre todos distintas e por isso é possível pedir uma gamba da costa com flor de sal ou um carabineiro em qualquer esquina deste bairro. Por aqui estão ainda outros dois restaurantes distintos do chef Avillez: o Beco — Cabaret Gourmet, ums espécie de sala secreta, e a Cantina Peruana, no segundo andar.

Publicidade
beco
©Bruno Calado
Restaurantes, Fusão

Beco - Cabaret Gourmet

icon-location-pin Chiado

Uma porta embutida numa estante abre-se lentamente, criando um compasso de suspense. Atrás dela vislumbra-se uma antecâmara obscura de onde sobressai uma placa brilhante com o nome do restaurante: Beco Cabaret Gourmet. Atrás do balcão, onde se servem os cocktails de Dave Palethorpe, o dono do Cinco Lounge, no Príncipe Real, há um mural gigante de uma bailarina de cabaret a segurar uma sombrinha — a mesma com que já se cruzou no instagram, certamente. Aqui janta-se na mesa ou ao balcão enquanto se assiste a um espectáculo de burlesco.

Portuguesinha do Cantinho do Avillez
Fotografia:João Saramago
Restaurantes

Cantinho do Avillez - Chiado

icon-location-pin Chiado

É o restaurante onde José Avillez faz uma “cozinha simples, mas sofisticada”, num espaço descontraído e confortável. A cozinha de raiz portuguesa sofreu influências de algumas viagens do chef, por isso, na lista vai encontrar desde tártaros de atum com sabores asiáticos, a sopa de peixe, lascas de bacalhau com migas e ovo cozinhado a baixa temperatura, até carabineiros do Algarve com molho Thai. As receitas deste restaurante já tiveram direito a livro em inglês e português, em 2013: Cantinho do Avillez – As Receitas.

A Time Out diz
Publicidade
cantinho do avillez parque das nações
Bruno Calado
Restaurantes, Português

Cantinho do Avillez — Parque das Nações

icon-location-pin Parque das Nações

Trata-se do mesmo conceito com que inaugurou em 2011 no Chiado, e que já replicou no Porto, com algumas nuances. No início do Maio de 2018, abriu uma terceira casa no Parque das Nações. Os clássicos do Cantinho do Avillez vão marcar presença: falamos dos peixinhos da horta com molho tártaro, do tártaro de atum com sabores asiáticos, dos ovos cozidos a baixa temperatura, com chouriço e pão frito, das lascas de bacalhau e do prego MX-LX, um prato d.i.y. bem popular. Para finalizar, não podia faltar a sobremesa que se celebrizou no primeiro restaurante, a Avelã3, além do bolo de chocolate à Cantinho com gelado de morango.

Pizza Chiado da Pizzaria Lisboa
©Paulo Barata
Restaurantes

Pizzaria Lisboa

icon-location-pin Chiado

Nunca se diz que não a uma boa pizza. O império Avillez também não conseguiu resistir. Vai daí, instalou um forno a lenha bem perto do Cantinho do Avillez, mandou vir de Itália farinha 00 especial para pizzas, tomate San Marzano e mozzarella fior di latte. Depois, deu azo à imaginação, dando às criações desta casa nomes relacionados com o imaginário lisboeta — há a fado, com mozzarella, beringela e courgete, ou a caravela, com camarão, malagueta e alho. Além de boas pizzas, umas mais clássicas e outras mais extravagantes, também serve massas, risotos e saladas variadas.

Publicidade
Esplanada do Café Lisboa
©Paulo Barata
Restaurantes

Café Lisboa

icon-location-pin Chiado

José Avillez a fazer bons croquetes? Sim. A criar uma receita de pastel de nata? Pois. A mostrar que um bacalhau à Brás pode ser um prato de luxo? Confirma-se. Tudo no Café Lisboa, que vive dentro do Teatro Nacional de São Carlos e bem perto do Belcanto, onde a cozinha deste super-chef atingiu as duas estrelas, Avillez mostra o seu lado mais descontraído.

A Time Out diz
Belcanto
© Ana Luzia
Restaurantes, Português

Belcanto

icon-location-pin Chiado

Com duas estrelas Michelin, caso único em Lisboa, o Belcanto é a laboratório onde José Avillez aplica todas as suas técnicas de alta cozinha. Remodelado em 2012, tem uma cozinha onde se trabalham produtos de luxo e se reinventam algumas tradições portuguesas. Sem fazer alterações estruturais na carta, há pratos icónicos como o mergulho no mar, com peixe, algas e bivalves, ou a tangerina para sobremesa.

A Time Out diz
Mostrar mais

Ainda mais José Avillez em Lisboa

josé avillez
Fotografia: Arlindo Camacho
Notícias, Comida

Avillez não quer um império apesar de já ter 14 restaurantes e empregar mais de 500 pessoas

Prefere que não se fale em império Avillez ou sequer ser chamado de chef todo-poderoso – não gosta de “títulos gordos” – mas a verdade é que a conta de restaurantes de José Avillez em Lisboa já vai em 13, com a abertura da Cantina Zé Avillez, no Campo das Cebolas, que ao segundo dia de portas abertas, ainda em soft opening, já tinha as mesas todas cheias.

chefes
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Os 20 melhores chefs de Lisboa

A qualidade dos restaurantes lisboetas cresce e aparece, e se o fenómeno tem vários ingredientes, para cada caso de sucesso há um rosto no comando. Este trabalho está recheado de pratos principais: 20 chefs de renome em discurso directo que lhe contam tudo sobre o que têm andado a fazer e antecipam as novidades para o próximo ano.  

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com