Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right 48 horas perfeitas em Sintra

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Palace da Pena
@PMSL/Emigus Palácio da Pena

48 horas perfeitas em Sintra

Só precisa de tirar dois dias que nós damos-lhe a programação completa para 48 horas inesquecíveis em Sintra

Por Clara Silva
Publicidade

Com tanto que fazer por estas bandas é normal que lhe aconteça o mesmo que n’Os Maias de Eça de Queirós e se esqueça de trazer as famosas queijadas de Sintra para casa. Há praias deslumbrantes, restaurantes de peixe fresco e novidades ainda mais frescas para juntar ao roteiro turístico habitual. Damos-lhe sugestões para consolidar o bronze na serra e no mar. Um best of que inclui o roteiro turístico, os melhores sítios para comer e algumas dicas alternativas, como um pub medieval ou um bar num moinho.

Recomendado: O melhor de Sintra – um roteiro da serra até ao mar

48Horas em Sintra – Dia 1

Eléctrico de Sintra
Eléctrico de Sintra
©Arlindo Camacho

De Manhã - Passeio de Eléctrico

Troque os turistas dos eléctricos amarelos alfacinhas pelos do eléctrico vermelho de Sintra. A linha foi inaugurada em 1904 e
faz a ligação entre o centro da vila e a Praia das Maçãs. São 13 quilómetros de percurso (45 minutos), por entre a vegetação e com paragens em Galamares e Colares. Este ano, há partidas às 10.20, às 14.00 e às 16.00. O regresso é feito às 11.10, às 15.00 e às 17.00 (3€/adulto). Aproveite a Praia das Maçãs para um mergulho gelado ou a piscina de água salgada – está aberta até 15 de Setembro e as entradas custam 9,5€ (12€ aos fins-de-semana).

Búzio
Búzio
©Arlindo Camacho

Ao Almoço – O Búzio

Na página de Facebook do restaurante O Búzio, na Praia das Maçãs, há uma fotografia antiga que mostra a esplanada do restaurante, mesmo ao lado da última paragem do eléctrico, na altura frequentado por locais e um dos principais meios de transporte da zona. A funcionar desde 1959, o restaurante é desde essa altura uma das melhores opções para marisco ou para uma frigideira do chef, com garoupa, camarão, amêijoa e mexilhões.

Publicidade
Quinta da Regaleira - Palácio
Quinta da Regaleira - Palácio
©Quinta da Regaleira

À Tarde – Quinta da Regaleira

De regresso a Sintra, aproveite para fazer o circuito turístico. A Quinta da Regaleira continua a ser o sítio mais popular entre turistas (número 1 no TripAdvisor, como é óbvio), daí que seja aconselhável comprar bilhete online (8€), para se poupar das filas. A cada visita pelos quatro hectares mais românticos e místicos da vila descobrirá uma coisa nova. Principalmente se optar pelas visitas guiadas nocturnas. Esgotam rápido e normalmente acontecem na última quinta-feira do mês.

Piriquita - Travesseiro
Piriquita - Travesseiro
©DR

Ao Lanche – Um travesseiro

Recupere energias com um travesseiro numa das duas casas Piriquita, na Rua das Padarias. A pastelaria a funcionar desde 1862 e já na quinta geração de herdeiros, é um must-go na vila, daí o caos que poderá encontrar, com filas e guardanapos de papel no chão. Valerá a pena o esforço assim que der a primeira dentada neste bolo de massa folhada, creme de ovo, amêndoa e outro ingrediente que dizem ser secreto. Consegue descobrir?

Publicidade
Tascantiga
Tascantiga
Fotografia: Arlindo Camacho

Ao Jantar – Tascantiga

Depois de um passeio pelo centro histórico, agasalhe-se e escolha uma das mesas no exterior da Tascantiga. Nas Escadinhas da Fonte da Pipa, o restaurante a funcionar desde 2016 serve comida tradicional e é uma alternativa segura às armadilhas para turistas que pode encontrar por estas bandas. Encerra ao domingo.

Casa do Fauno
Casa do Fauno
©DR

À Noite – Casa do Fauno

O pub medieval é um dos sítios mais recomendáveis da noite alternativa de Sintra. A programação inclui, por exemplo, concertos de música celta, medieval e folk ao sábado, um quiz quinzenal ao domingo (já houve um especial Game Of Thrones), workshops e bebidas como hidromel. A Casa do Fauno fica a cinco minutos a pé da Quinta da Regaleira e às sextas e sábados funciona até às duas da manhã.

Publicidade
Palácio de Seteais
Palácio de Seteais
DR

Para Dormir – Tivoli Palácio de Seteais

Para terminar este dia digno de um conto de fadas, nada como dormir num palácio. O Tivoli Palácio de Seteais (a partir de 280€/noite) é um hotel de cinco estrelas instalado no Palácio de Seteais, com direito a um spa, o Anantara, com tratamentos dignos da realeza.

48Horas em Sintra – Dia 2

Castelo dos Mouros
Castelo dos Mouros
©DR

De Manhã – Castelo dos Mouros e Palácio da Pena

Complete o roteiro turístico do dia anterior com outros dois famosos pontos de interesse onde poderá comprovar que os selfie sticks ainda continuam em voga: o Castelo dos Mouros (8€), com a vista para a vila, para a serra e para o mar, ou o Palácio da Pena, expoente máximo do Romantismo do século XIX em Portugal. A visita ao parque e palácio custa 14€.

cabrito da adega do saraiva
cabrito da adega do saraiva
Fotografia: Ana Luzia

Ao Almoço – Adega do Saraiva

Domingo é dia de cozido na Adega do Saraiva. O restaurante em Nafarros tem pratos tradicionais com doses generosas e foi aqui que Miguel Esteves Cardoso diz ter comido cabrito todos os dias durante seis meses. Ao domingo só está aberto para almoços, das 12.00 às 17.00.

Publicidade
farol do cabo da roca
farol do cabo da roca
©Szilas

À Tarde – Cabo da Roca

Faça a digestão com um passeio pelo Cabo da Roca. Com sorte, num dia sem nevoeiro consegue apreciar a paisagem dramática deste que é ponto mais ocidental da Europa continental. Ao domingo de manhã (e às vezes até depois de almoço) este é o sítio escolhido por motards de várias partes do país para uma concentração que virou tradição.

Moinho Dom Quixote
Moinho Dom Quixote
©Ana Luzia

Ao Lanche – Moinho

Perto do Cabo da Roca, na Rua do Campo da Bola, fica o Moinho Dom Quixote, um bar instalado num antigo moinho com esplanada e uma vista que vale pela localização e pela decoração. Ideal para um cocktail ao fim do dia.

Publicidade
LAB by Sergi Arola - Lavagante Arola
LAB by Sergi Arola - Lavagante Arola
©Living Allowed

Ao Jantar – Penha Longa Resort

Restaurantes bons é coisa que não falta no Penha Longa Resort. O hotel de luxo em Sintra pode orgulhar-se de ter dois restaurantes com estrela Michelin: o LAB by Sergi Arola (Ter- Sáb 19.30-22.30), restaurante de 22 lugares de Sergi Arola, e o Midori (Ter-Sáb 19.30-22.30), o restaurante japonês mais antigo do país, liderado pelo chef Pedro Almeida.

Lawrence's Hotel
Lawrence's Hotel
©DR

Para Dormir – Lawrence's Hotel

A funcionar em Sintra desde 1746, o Lawrenc's Hotel é a “mais antiga unidade hoteleira da Península Ibérica”, apresentam-se no site. Com inúmeros hóspedes famosos, o hotel orgulha-se e já ter recebido nomes como Eça de Queirós e Lord Byron (diz-se que partes do poema “A Peregrinação de Childe Harold” foram escritas aqui). Tem 16 quartos e um restaurante. Os preços começam nos 180€.

Escapadinhas aqui ao lado

Mexilhoeiro
Fotografia: Arlindo Camacho

O melhor de Cascais

Coisas para fazer

Procuramos estar atentos a tudo o que por aqui nasce. E a verdade é que às idílicas praias junta-se uma agenda de eventos preenchida, restaurantes fantásticos, imenso espaço para fazer desporto e, claro, carradas de novidades.  

Ericeira
©Duarte Drago

O melhor da Ericeira

Viagens

A Ericeira é uma existência à parte, um oásis onde tradição e globalização se alimentam mutuamente, onde o peixe é sempre fresco, onde a vontade de fazer mais transformou o comércio, onde as madrugadas desaguam no mar e onde o surf veio trazer sangue novo. Neste guia mostramos-lhe as novidades, os clássicos, os imperdíveis, quem a faz mexer a terra de dia e de noite e a razão pela qual a Ericeira se tornou uma das mais bonitas histórias de amor de toda a costa atlântica.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade