A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Palace da Pena
@PMSL/EmigusPalácio da Pena

48 horas perfeitas em Sintra

Só precisa de tirar dois dias que nós damos-lhe a programação completa para 48 horas inesquecíveis em Sintra

Escrito por
Clara Silva
Publicidade

Com tanto que fazer por estas bandas é normal que lhe aconteça o mesmo que n’Os Maias de Eça de Queirós e se esqueça de trazer as famosas queijadas de Sintra para casa. Há praias deslumbrantes, restaurantes de peixe fresco e novidades ainda mais frescas para juntar ao roteiro turístico habitual. Damos-lhe sugestões para consolidar o bronze na serra e no mar. Um best of que inclui o roteiro turístico, os melhores sítios para comer e algumas dicas alternativas, como um pub medieval ou um bar num moinho.

Recomendado: O melhor de Sintra – um roteiro da serra até ao mar

48Horas em Sintra – Dia 1

De Manhã - Passeio de Eléctrico
©Arlindo Camacho

De Manhã - Passeio de Eléctrico

Troque os turistas dos eléctricos amarelos alfacinhas pelos do eléctrico vermelho de Sintra. A linha foi inaugurada em 1904 e
faz a ligação entre o centro da vila e a Praia das Maçãs. São 13 quilómetros de percurso (45 minutos), por entre a vegetação e com paragens em Galamares e Colares. Este ano, há partidas às 10.20, às 14.00 e às 16.00. O regresso é feito às 11.10, às 15.00 e às 17.00 (3€/adulto). Aproveite a Praia das Maçãs para um mergulho gelado ou a piscina de água salgada – está aberta até 15 de Setembro e as entradas custam 9,5€ (12€ aos fins-de-semana).

Ao Almoço – O Búzio
©Arlindo Camacho

Ao Almoço – O Búzio

Na página de Facebook do restaurante O Búzio, na Praia das Maçãs, há uma fotografia antiga que mostra a esplanada do restaurante, mesmo ao lado da última paragem do eléctrico, na altura frequentado por locais e um dos principais meios de transporte da zona. A funcionar desde 1959, o restaurante é desde essa altura uma das melhores opções para marisco ou para uma frigideira do chef, com garoupa, camarão, amêijoa e mexilhões.

Publicidade
À Tarde – Quinta da Regaleira
©Quinta da Regaleira

À Tarde – Quinta da Regaleira

De regresso a Sintra, aproveite para fazer o circuito turístico. A Quinta da Regaleira continua a ser o sítio mais popular entre turistas (número 1 no TripAdvisor, como é óbvio), daí que seja aconselhável comprar bilhete online (8€), para se poupar das filas. A cada visita pelos quatro hectares mais românticos e místicos da vila descobrirá uma coisa nova. Principalmente se optar pelas visitas guiadas nocturnas. Esgotam rápido e normalmente acontecem na última quinta-feira do mês.

Ao Lanche – Um travesseiro
©DR

Ao Lanche – Um travesseiro

Recupere energias com um travesseiro numa das duas casas Piriquita, na Rua das Padarias. A pastelaria a funcionar desde 1862 e já na quinta geração de herdeiros, é um must-go na vila, daí o caos que poderá encontrar, com filas e guardanapos de papel no chão. Valerá a pena o esforço assim que der a primeira dentada neste bolo de massa folhada, creme de ovo, amêndoa e outro ingrediente que dizem ser secreto. Consegue descobrir?

Publicidade
Ao Jantar – Tascantiga
©Arlindo Camacho

Ao Jantar – Tascantiga

Depois de um passeio pelo centro histórico, agasalhe-se e escolha uma das mesas no exterior da Tascantiga. Nas Escadinhas da Fonte da Pipa, o restaurante a funcionar desde 2016 serve comida tradicional e é uma alternativa segura às armadilhas para turistas que pode encontrar por estas bandas. Encerra ao domingo.

À Noite – Casa do Fauno
©DR

À Noite – Casa do Fauno

O pub medieval é um dos sítios mais recomendáveis da noite alternativa de Sintra. A programação inclui, por exemplo, concertos de música celta, medieval e folk ao sábado, um quiz quinzenal ao domingo (já houve um especial Game Of Thrones), workshops e bebidas como hidromel. A Casa do Fauno fica a cinco minutos a pé da Quinta da Regaleira e às sextas e sábados funciona até às duas da manhã.

Publicidade
Para Dormir – Tivoli Palácio de Seteais
DR

Para Dormir – Tivoli Palácio de Seteais

Para terminar este dia digno de um conto de fadas, nada como dormir num palácio. O Tivoli Palácio de Seteais (a partir de 280€/noite) é um hotel de cinco estrelas instalado no Palácio de Seteais, com direito a um spa, o Anantara, com tratamentos dignos da realeza.

48Horas em Sintra – Dia 2

De Manhã – Castelo dos Mouros e Palácio da Pena
©DR

De Manhã – Castelo dos Mouros e Palácio da Pena

Complete o roteiro turístico do dia anterior com outros dois famosos pontos de interesse onde poderá comprovar que os selfie sticks ainda continuam em voga: o Castelo dos Mouros (8€), com a vista para a vila, para a serra e para o mar, ou o Palácio da Pena, expoente máximo do Romantismo do século XIX em Portugal. A visita ao parque e palácio custa 14€.

Ao Almoço – Adega do Saraiva
Fotografia: Ana Luzia

Ao Almoço – Adega do Saraiva

Domingo é dia de cozido na Adega do Saraiva. O restaurante em Nafarros tem pratos tradicionais com doses generosas e foi aqui que Miguel Esteves Cardoso diz ter comido cabrito todos os dias durante seis meses. Ao domingo só está aberto para almoços, das 12.00 às 17.00.

Publicidade
À Tarde – Cabo da Roca
©Szilas

À Tarde – Cabo da Roca

Faça a digestão com um passeio pelo Cabo da Roca. Com sorte, num dia sem nevoeiro consegue apreciar a paisagem dramática deste que é ponto mais ocidental da Europa continental. Ao domingo de manhã (e às vezes até depois de almoço) este é o sítio escolhido por motards de várias partes do país para uma concentração que virou tradição.

Ao Lanche – Moinho
©Ana Luzia

Ao Lanche – Moinho

Perto do Cabo da Roca, na Rua do Campo da Bola, fica o Moinho Dom Quixote, um bar instalado num antigo moinho com esplanada e uma vista que vale pela localização e pela decoração. Ideal para um cocktail ao fim do dia.

Publicidade
Ao Jantar – Penha Longa Resort
©Living Allowed

Ao Jantar – Penha Longa Resort

Restaurantes bons é coisa que não falta no Penha Longa Resort. O hotel de luxo em Sintra pode orgulhar-se de ter dois restaurantes com estrela Michelin: o LAB by Sergi Arola (Ter- Sáb 19.30-22.30), restaurante de 22 lugares de Sergi Arola, e o Midori (Ter-Sáb 19.30-22.30), o restaurante japonês mais antigo do país, liderado pelo chef Pedro Almeida.

Para Dormir – Lawrence's Hotel
©DR

Para Dormir – Lawrence's Hotel

A funcionar em Sintra desde 1746, o Lawrenc's Hotel é a “mais antiga unidade hoteleira da Península Ibérica”, apresentam-se no site. Com inúmeros hóspedes famosos, o hotel orgulha-se e já ter recebido nomes como Eça de Queirós e Lord Byron (diz-se que partes do poema “A Peregrinação de Childe Harold” foram escritas aqui). Tem 16 quartos e um restaurante. Os preços começam nos 180€.

Escapadinhas aqui ao lado

  • Coisas para fazer

Procuramos estar atentos a tudo o que por aqui nasce. E a verdade é que às idílicas praias junta-se uma agenda de eventos preenchida, restaurantes fantásticos, imenso espaço para fazer desporto e, claro, carradas de novidades.  

  • Viagens

A Ericeira é uma existência à parte, um oásis onde tradição e globalização se alimentam mutuamente, onde o peixe é sempre fresco, onde a vontade de fazer mais transformou o comércio, onde as madrugadas desaguam no mar e onde o surf veio trazer sangue novo. Neste guia mostramos-lhe as novidades, os clássicos, os imperdíveis, quem a faz mexer a terra de dia e de noite e a razão pela qual a Ericeira se tornou uma das mais bonitas histórias de amor de toda a costa atlântica.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade