Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Restaurantes com estrela Michelin no Algarve

Restaurantes com estrela Michelin no Algarve

Aproveite o subsídio de férias para jantar num dos oito restaurantes algarvios galardoados com estrela Michelin.

Por Ágata Xavier e Raquel Dias da Silva |
Publicidade

O Algarve já se emancipou há muito enquanto região nacional com maior número de estrelas Michelin e as razões são simples: cozinheiros de excelência, ingredientes vindos directamente da costa (ou da Ria Formosa), muita criatividade e uma dose q.b. de genialidade. É normal por isso que a notoriedade não páre de aumentar. Para este Verão de 2019, tem oito restaurantes premiados pelo famoso guia de pneus à sua espera, mas sem nenhuma estreia. O Vila Joya, na Praia da Galé, em Albufeira, e o Ocean, em Alporchinhos, perto de Armação de Pêra, são tão bons que merecem mais do que uma estrela. Se já está com água na boca, não hesite em fazer a mala e ir de férias para o Sul, onde não lhe faltará boa comida à mesa.

Recomendado: Roteiro dos restaurantes com estrela Michelin em Portugal

Estrelas à mesa

1
Restaurantes

Vila Joya

Quando toda a gente andava preocupada com o bug do milénio, o Vila Joya ganhava a sua segunda estrela (“cozinha excepcional, vale a pena o desvio”) – que mantém desde então, 1999 – por causa de Dieter Koschina, um dos mais consagrados chefs a trabalhar em Portugal. Este ano, torna-se no ‘recordista’ dos restaurantes portugueses distinguidos pelo Guia Michelin, com 26 anos consecutivos. O primeiro restaurante de alta cozinha do país continua assim a ser uma referência à escala planetária. Agora é esperar pela próxima edição da Rota das Estrelas, um encontro de galácticos que não jogam no Real Madrid. Antes, pode lá ir por sua conta e vontade (o risco é só para a sua carteira), apreciar as vistas magníficas para a costa algarvia e os pratos do chef, que combinam produtos locais frescos e tradicionais com técnicas clássicas da alta cozinha francesa.

2
Restaurantes

Ocean

Desde 2011 que o Ocean, com uma varanda apropriadamente virada para o mar, carrega não uma mas duas estrelas Michelin. Na cozinha, está o austríaco Hans Neuner, que comanda a brigada do restaurante de fine dining do Vila Vita Parc Resort & Spa há mais de dez anos. No menu, que varia entre 170€ (quatro pratos) e 210€ (seis pratos), acrescentando-se ainda a recomendação de vinhos (115€ ou 114€), há muito marisco – gamba da costa, búzios, carabineiro, enguia fumada, caranguejo real –, mas também propostas mais doces, como banana da madeira com caju e chocolate negro (65%). Já a carta de vinhos, é um paraíso para os enófilos, com néctares portugueses e dos quatro cantos do mundo, com rótulos e datas para todos os gostos e carteiras.

Publicidade
3
Conrad Culinary Week
Vasco Célio
Restaurantes

Gusto by Heinz Beck

Há mais de seis anos que o Gusto está de portas – e cozinha – abertas no Conrad, em Almancil. À frente da carta está Heinz Beck, o chef alemão detentor dos mais altos galardões europeus de gastronomia e responsável pelo La Pergola, em Roma, conhecido por ser o único restaurante da capital italiana a ostentar três estrelas Michelin. Já à frente da cozinha está Daniele Pirillo, o chef residente, que chegou em 2014, fazendo desta a sua primeira experiência gastronómica fora de Itália. Quatro anos depois, 2018 marcou a estreia de uma estrela Michelin no cardápio deste fine dining que trabalha os produtos locais com influências italianas. Este ano, segura a estrela em jeito de declaração “cheguei para ficar”.

4
Menu Chef João Oliveira, Restaurante Vista no Hotel Bela Vista na Praia da Rocha, Algarve.Foto- Paulo Barata 2015
paulo barata
Restaurantes

Vista

João Oliveira passou pelo Vila Joya, Largo do Paço e The Yeatman até aterrar no Vista, o restaurante do Bela Vista Hotel & Spa, em plena praia da Rocha, Portimão – também passou pelo futebol e chegou a ser árbitro até enveredar pela cozinha. Consigo trouxe a experiência e os ingredientes que foi encontrando pelo caminho, de norte a sul do país, sem esquecer as influências mediterrânicas. Do Algarve, usa as amêijoas, os crustáceos e a laranja. As lulas são dos Açores. O leitão vem da Bairrada. Ou seja, 95% da carta usa produtos nacionais. E em 2018 mereceu o seu primeiro astro, que este ano volta a brilhar.

Publicidade
5
Restaurantes

São Gabriel

Tem como líder um dos chefs mais inventivos e desinquietos do país, Leonel Pereira – que há muito devia ter uma dupla de astros a figurar no cobiçado guia de pneus. Depois de ganhar notoriedade no Panorama, o restaurante do Hotel Sheraton, em Lisboa, o chef foi apanhar sol para o Algarve e decidiu montar mesa lá. O São Gabriel, na Estrada de Vale do Lobo, em Almancil, deu-lhe todas as condições para fazer uma carta com muita coisa vinda directamente da Ria Formosa e do mar. Come-se Portugal, em geral, e Algarve, em particular. Há brincadeiras inspiradas na cozinha molecular, mas também matéria-prima no seu estado mais fresco e puro. À la carte, pode contar, por exemplo, com vieiras frescas de apneia (28,50€), levemente coradas com duo de caviar (vegetal e oscietra), espargos brancos e pêra rocha; sopa cremosa de camarão vermelho (22€), aromatizado com caril “Madras” e manjericão tailandês; e risotto de lavagante (48€), com salicórnias e soufflé de plâncton.

6
Restaurantes

Willie's

O alemão Wilhelm Wurger, que todos conhecem como chef Willie, é um veterano no Algarve e um mestre a misturar peixes e legumes portugueses com molhos e técnicas e internacionais. Chegou ao Algarve em 1985 e quatro anos depois conquistava a primeira estrela Michelin algarvia, ao serviço do La Reserve. Passou depois pelo São Gabriel, onde recebeu mais uma estrela Michelin, até abrir, com a mulher, um restaurante em nome próprio, o Willie’s, em Vilamoura. Desde 2006 que é coroado com uma estrela. Este ano não foi excepção. Na carta, há pratos do mar – como lulas e carabineiro em salicórnia com “dressing” de pimenta rosa e lima (21,50€) – mas também de carne – desde lombo de porco ibérico e sua bochecha estufada (31€), acompanhado de puré de maçã com mel e mostarda e batata doce, a fígado de vitela (29,50€), com puré de batata, chalotas e pêras caramelizadas.

Publicidade
7
Restaurantes

Henrique Leis

O chef brasileiro Henrique Leis abriu o restaurante homónimo, em Almancil, em 1993, onde conjuga ingredientes locais com a técnica francesa. Aí não é preciso ter óculos para ver as doses, nem paladar de foodie para perceber o sabor. A espetada de vieiras, os brigadeiros de foie gras, o carré de porco preto: tudo o que sai da cozinha de Henrique Leis vale a pena. E a um preço justo, para o universo das estrelas Michelin. Este ano já faz 19 anos e parece que a idade pesa, ou não tivesse o chef manifestado a intenção de devolver o astro que tem desde 2000, para ter mais liberdade para experimentar coisas novas sem a pressão. Resta esperar por Novembro para saber se o guia aceita a decisão do chef.

8
Restaurantes

Bon Bon

Foi a grande surpresa do Guia Michelin 2016: o restaurante do chef Rui Silvestre, de apenas 29 anos, ganhou uma estrelinha. Entretanto, Rui Silvestre foi para outras paragens, mas Louis Anjos, o novo comandante desta cozinha no Carvoeiro, manteve a estrela na edição de 2019. É das suas mãos que sai o Essência, um menu que é, segundo o próprio, “o contínuo resultado de uma procura incessante do melhor de três fontes – o barrocal, a serra e o litoral.” Se ainda não provou porquê, pode começar por olhar para o menu de almoço (38€-50€): tártaro de atum, cherne a baixa temperatura, xerém de crustáceos, terrine de rabo de boi e bochecha de vitela.

Mais no Algarve

rooftop eva
©Afonso Castella
Noite

Os melhores bares de Verão no Algarve

Quando cai a noite no Algarve, o areal vira pista de dança, mas não são apenas os bares de praia a fazer furor. Há ainda propostas irrecusáveis em terraços com vistas de fazer cair o queixo e em esplanadas em centros históricos. Se estiver de férias, espreite os melhores bares de Verão no Algarve. Sempre sem perder o sul.

tavira
Fotografia: Paolo Querci
Coisas para fazer

Roteiro perfeito em Tavira: relaxar, comer, visitar, repetir

Tavira estende-se ao longo do rio Gilão, que chega ao mar através das entradas das lagoas do Parque Natural da Ria Formosa, onde se incluem todas as praias do concelho. Encantadora, esta cidade-postal distingue-se de outros destinos no Algarve pelas ruas estreitas, casas tradicionais caiadas de branco e um céu onde raramente aparecem nuvens.

Publicidade
Miúdos

Nove programas no Algarve para entreter os miúdos

Estes nove programas no Algarve são perfeitos para acabar com os nervos de estacionamento, começar a diversão em família e para as crianças fazerem novos amigos nas férias. Comece por escolher uma destas actividades e depois pode varrer a lista toda se lhe apetecer.

You may also like

    Publicidade