A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

A CNN dá sete razões para Lisboa ser a mais cool da Europa

Por Catarina Moura
Publicidade

Aqui vamos nós outra vez: a CNN diz que Lisboa pode bem ser a cidade mais cool da Europa. O canal televisivo norte-americano diz que “a maioria dos turistas ainda ignora” a capital portuguesa – coisa que nós não diríamos, pensando em todas as vezes que saímos à rua ou em que tentamos arrendar uma casa no centro – e dá sete razões para ficar a conhecê-la. Nós acrescentamos mais alguns argumentos.

À cabeça dizem que quem acha que a noite madrilena é longa não conhece a portuguesa – dos bares “na teia de ruas de paredes grafitadas” do Bairro Alto ao Lux em Santa Apolónia, “o rei das discotecas lisboetas”. Se ficar por aí, talvez a noite espanhola marque uns pontos, mas vá por nós e comece a jornada numa das melhores Happy Hours de Lisboa, da cerveja ao cocktail, e entre depois pelos bares históricos da cidade, com clássicos desde 1960 que ainda se aguentam de pé a noite inteira.

As recomendações da CNN não erram, não senhor. Não há maneira de errar no Belcanto ou com umas “juicy bifanas”, ou como diríamos nós, bifanas suculentas. A cozinha experimental é uma das razões para Lisboa seja uma cidade incrível, diz o canal, e sendo assim, vale a pena conhecer a variedade de restaurantes de cozinha de autor que a cidade guarda (e alguns mais baratos do que o Belcanto). Quanto a juicy bifanas, sim senhor, mas para o lanche. Para o almoço, a gente é mais uma entremeada de Leitão n’ A Floresta do Salitre, ou as pataniscas do Águas Livres. Pelo sim, pelo não, fizemos-lhe uma lista dos melhores restaurantes de comida tradicional em Lisboa.

Depois da noitada e da comida, um pouco de cultura. Três das razões para Lisboa ser tão apetecível estão na arte: em museus como o da Gulbenkian, o Berardo, o de Arte Antiga ou o do Oriente – a que nós acrescentamos uns quantos para completar a lista dos 20 melhores, no design que “está para onde quer que se olhe” (basta dar uma vista de olhos na nossa lista das melhores obras de design e arquitectura), e na ironia que os portugueses não se cansam de usar e que se mistura com uma certa melancolia. O Livro do Desassossego resume o sentimento, dizem eles: “Tinha-me levantado cedo e tardava em preparar-me para existir”. Nós acrescentamos: o fado também. Ora veja só este roteiro perfeito pelo fado em Lisboa

O que a CNN quer dizer com isto tudo é que Lisboa tanto é um bom sítio para explorar, em ruas estreitas cheias de pormenores ou em grandes avenidas marcadas por história – a sexta razão – como para sair para paraísos a menos de uma hora.

Se é dos que optam por ficar, aprenda a sobreviver, que não é desta que os turistas fazem uma pausa nas chegadas à Portela.

Últimas notícias

    Publicidade