Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Oito eventos a não perder no RHI – Revolution_ Hope_Imagination

Oito eventos a não perder no RHI – Revolution_ Hope_Imagination

A primeira edição do RHI, uma espécie de Web Summit da cultura, acontece em Lisboa entre sábado e domingo.

rhi Murmúrios de Pedro e Inês
©RHI Murmúrios de Pedro e Inês
Por Renata Lima Lobo |
Publicidade

Antes de marchar para outras 11 localidades de Portugal, de Faro a Guimarães, o RHI estaciona em Lisboa. A programação divide-se entre conversas, workshops e espectáculos e por cá estende-se pela Culturgest, São Luiz Teatro Municipal, MAAT, Casa da América Latina, CCB e Museu do Oriente. Uma iniciativa mundial que engloba 23 países, promovida pelo Arte Institute, uma organização com sede em Nova Iorque fundada pela portuguesa Ana Ventura Miranda para produzir e divulgar a arte contemporânea portuguesa. Anote as nossas sugestões e depois espreite o site www.rhi-think.com, onde encontra toda a (muuuito extensa) programação.

Recomendado: O miradouro das Amoreiras vai transformar-se numa silent disco por uma noite

Dar concertos lá na América

Os EUA não facilitam na hora de abrir a porta e é preciso dominar a chatice dos vistos ou das autorizações de trabalho. Na conversa “Media, R.P. e Representação Legal para Actuar nos EUA”, o público vai receber ferramentas para promover os seus espectáculos nos EUA, com a ajuda de oradores como Jason Pine, editor da revista Rolling Stone; Mathew Covey, fundador da Tamizdat, uma organização não lucrativa de ajuda ao intercâmbio cultural; e Catalina Maria Johnson, criadora do programa de radio Beat Latino, transmitido por todo o mundo.

Culturgest. Sáb 14.30. 10€-50€

Beber do Santo Graal do cinema

O cinema americano é popular entre o público português, que também se vai apaixonando por algumas produções nacionais. Enquanto Variações bate recordes de bilheteira, na palestra “Mercado e Modelo Americano” apresenta-se uma visão geral da indústria do cinema americano e debate-se o que pode ser aplicado à indústria portuguesa. Os oradores convidados são o actor Joaquim de Almeida, o produtor Hugo Nóbrega e a actriz Benedita Pereira.

CCB. Sáb 11.30. 10€-50€

Publicidade

A Avó Veio Trabalhar: Bordado de Fotografia

As avós mais populares de Lisboa vão fazer das suas. Neste caso, ensinar a fazer um bordado criativo numa fotografia de Lisboa, impressa num tecido a preto e branco. Enquanto aprende a bordar, aproveite para ouvir divertidas histórias sobre Lisboa e o tempo das avós, uma experiência única de partilha de conhecimentos. Há anedotas, para que não perca a inspiração.

Casa da América Latina. Dom 10.30. 35€

Wigglebots

Na Sala de Projecções do MAAT vai ser possível construir um pequeno robô insecto de raiz. Antes de perguntar “porquê?” diga “por que não?” e inscreva-se para aprender a soldar e construir o seu próprio robô, que no final da aula pode mesmo levar para casa. O workshop é desenhado por membros do MILL – Makers In Little Lisbon, um quartelgeneral lisboeta criado por apaixonados por bricolage electrónica e que têm uma oficina comunitária para quem quiser desenvolver os seus projectos.

MAAT. Sáb 14.30. 26€

Publicidade

Dança, com Marta Coutinho

A bailarina Marta Coutinho dá um workshop de introdução à dança para crianças dos seis aos nove anos de idade em pleno palco do São Luiz. Durante uma hora todos vão descobrir os diferentes movimentos que o nosso corpo pode criar a partir de desenhos, objectos, histórias, gargalhadas ou danças do mundo.

São Luiz Teatro Municipal. Sáb 10.30. 4€

Murmúrios de Pedro e Inês

O Museu do Oriente será palco de uma coreografia onde a dança usa dois corpos para contar a história de Pedro e Inês, num ballet que mistura a música contemporânea com o som da língua portuguesa. O espectáculo é acompanhado pela música de Bernardo Sassetti e Fernando Lopes-Graça, o texto é do escritor Afonso Cruz, um dos programadores deste RHI, e o guarda-roupa tem a assinatura de José António Tenente. A direcção artística ficou nas mãos de Solange Melo e de Fernando Duarte, que também assume a coreografia desta brava e apaixonada dança.

Museu do Oriente. Dom 18.30. 10€

Publicidade

Desnavegar

Escrita, desenho e música juntam-se para contar uma história em tempo real, no Grande Auditório da Culturgest. Desnavegar reúne três linguagens que se entrelaçam e junta o artista visual António Jorge Gonçalves, o pianista Filipe Raposo e o escritor Ondjaki. O espectáculo conta ainda com a participação especial de Afonso Cruz e de Filomena Cautela.

Culturgest. Sáb 19.00. 13€

SÓ.TÃO

Luiz Caracol e Gus Liberdade apresentam o seu mais recente projecto, onde criam vários ambientes sonoros e misturam as suas artes, como a música e a animação audiovisual. Enquanto Caracol empresta ao espectáculo o seu lado de multi-instrumentalista, Liberdade adiciona as suas animações visuais, numa viagem bastante particular na Casa da América Latina.

Casa da América Latina. Sáb 19.00. Entrada livre

Mais festivais para aproveitar

Comic Con Portugal
Duaret Drago
Coisas para fazer

Comic Con 2019: onde tudo tem mais fantasia

Nesta que será a sexta edição, o espaço surge renovado e presta-se tributo a um dos mais notáveis criadores de histórias de banda desenhada, que morreu em Novembro do ano passado: Stan Lee. Com a Comic Con a assumir na sua identidade visual o universo de super-heróis e cidades criadas pelo criador norte-americano, os visitantes vão ser recebidos por um pórtico a recriar Nova Iorque, com representações de edifícios presentes em diferentes filmes do Universo Marvel, como a famosa Torre Stark, da personagem Homem-de-Ferro. 

Lisboa na Rua
©José Frade/EGEAC
Coisas para fazer

O que não pode perder no Lisboa na Rua

Mais de duas dezenas de propostas, quase todas elas ao ar livre, e todas de entrada gratuita. Um extenso cartaz que o convida a saltitar entre praças, jardins e diferentes bairros da cidade. É assim o Lisboa na Rua, uma iniciativa da EGEAC que dura até final de Setembro. Há música, teatro, cinema, dança, magia e passeios. O conselho que lhe damos é que antecipe a habitual compra de uma nova agenda e comece a tirar notas e a organizar-se, porque a escolha é muita. Damos-lhe boas razões para sair de casa. Ponha-se na rua.

Publicidade
Iminente 2018
©Nash Does Work/Iminente
Notícias, Vida urbana

Festival Iminente traz Common e outros artistas a Lisboa

O Festival Iminente volta a encher o Panorâmico de Monsanto de música e arte urbana, entre 19 e 22 de Setembro. Common, Mayra Andrade, Linn da Quebrada, Pedro Mafama, Beatbombers e Vinicius Terra são alguns dos músicos confirmados. AkaCorleone, Vhils, Maria Imaginário e Tamara Alves destacam-se entre os artistas.

Publicidade