Restaurantes na Ericeira: muito mais do que marisco

Para uma mariscada domingueira ou uma tigela indonésia antes do surf, damos-lhe um roteiro de restaurantes na Ericeira

Fotografia: Manuel Manso

O permanente cheiro a mar e a humidade no ar durante o ano todo não enganam ninguém. A Ericeira é sítio de pescadores e isso nota-se quando se anda à procura de restaurantes pela vila ou arredores: não faltam peixes grelhados e mariscadas de todo o tamanho, arrozes do mar e petiscos para intervalar mergulhos. Tornamos-lhe isto mais fácil: reduzimos o assunto a seis restaurantes e uma pastelaria para os ratinhos da tarde, fomos ao tradicional marisco, mas também a novos restaurantes e a tigelas de smoothies que fazem uma refeição leve para que depois se dedique ao surf. Junte a este roteiro a Praia dos Pescadores, a de São Julião, da Foz do Lizandro ou do Sul, e faça a vida entre a areia e a mesa.

Recomendado: Os melhores restaurantes de praia perto de Lisboa

Restaurantes na Ericeira: muito mais do que marisco

Nalu Bowls

Ericeira e Bali têm pelo menos uma coisa em comum: surfistas. E isso adivinha-se logo no nome deste quiosque, que nalu quer dizer onda em balinês. O resto já o leitor adivinha, se andou pelas redes sociais no último ano. As smoothie bowls chegaram à Ericeira em Julho de 2017 para habitar um espaço que estava mais ou menos esquecido perto da Praia do Sul. Alexandre Rosa conheceu a marca Nalu Bowls na Indonésia e trouxe este franchising para esta vila, a primeira na Europa a receber estas receitas de Bali — são praticamente as mesmas com alguns ajustes por causa da disponibilidade das frutas em Portugal. Por exemplo, foi uma dor de cabeça encontrar quem importasse a pitaia, mas lá se conseguiu e agora está numa taça de coco (vinda da casa mãe) com um rosa vibrante. É a comida ideal para antes do exercício, dizem: leve mas nutritiva e com possibilidade de take away.

Ler mais
Mafra/Ericeira

Marisqueira Mar à Vista

Foi uma das primeiras marisqueiras na Ericeira e mantém a boa saúde: pequena mas com arrumação e vista para a Praia dos Pescadores. Para além dos mariscos – que são todos – há as massadas, o arroz, a feijoada, a açorda e a cataplana, e se é nisto que vai apostar, o melhor é levar companhia porque, à excepção da açorda, são todos pratos para alimentar duas bocas. Não é sítio para se pedir um prego no fim porque carne na ementa, nem vê-la.

Ler mais
Mafra/Ericeira
Publicidade

Esplanada das Furnas

Quem nos recebe é a vitrine do peixe, com tudo o que chegou de manhã, e continuar sala dentro é como entrar num veleiro. E faz sentido, já que a decoração é o resultado do desmantelamento de um destes barcos, conta Nuno Lourenço, gerente da casa: há um leme, uma escotilha, cordas penduradas. A vista talvez não ande muito longe da de um barco atracado  é só mar em volta. “Já tive de evacuar o restaurante por causa das ondas. É muito bonito mas é depois do susto”, conta Nuno. A Esplanada das Furnas está nos roteiros turísticos e na bocas dos emigrantes e portanto vêm de todo o mundo para comer peixe, “e voltam e repetem”, garante.

Ler mais
Grande Lisboa

Fides Tua

Lá para dentro da vila, quase a chegar ao mercado, há o restaurante de dois amigos que se fartaram da faculdade e quiseram uma alternativa ao peixe no carvão da Ericeira. José Pires e José Simplício andaram uns meses à procura de um sítio sem resultados e três dias antes de partirem para a Índia, para uma viagem de um mês, apareceu-lhes uma taberna que ia fechar. Remodelaram eles mesmos o espaço e agora servem comida bonitinha com ingredientes da época, como o húmus com beterraba e avelã ou a bochecha de porco preto com migas e grelos. A música que se houve lá dentro são eles mesmo que a escolhem, de jazz a Fausto, envolvendo CDs nunca devolvidos aos amigos.

Ler mais
Mafra/Ericeira
Publicidade

Marisqueira das Furnas

Nesta sala ampla com esplanada não se está para brincadeiras: são 300 e tal pessoas, cerca de 60 litros de sopa rica por semana e outros 100 e tal litros de recheio de sapateira – contas de Álvaro Silva Santos, que chefia a cozinha. Se quiser ficar nas mãos deste chef o conselho é a mariscada: uma travessa que demorou pelo menos uns 15 minutos a decorar e que leva arroz de marisco com lagosta, lavagante, sapateira, percebes, mexilhão e gambas. “A seguir come um creme de marisco e diz que comeu a melhor refeição do mundo”, garante Álvaro que, ao fim de 30 anos de cozinha, ainda se encanta com os bichos no aquário da marisqueira.

Ler mais
Grande Lisboa

Gota d'Álcool

Para todos os que vinham lançados para a praia e se depararam com o mau tempo do microclima da Praia de São Julião, o Bar Gota d’Álcool, no cimo da falésia, apara os golpes da meteorologia. Afastado do centro da vila, com mesas ao sol e (ao vento) e outras protegidas por umas janelas panorâmicas que deixam ver o mar, o surf e o windsurf, este bar de praia serve sandes e hambúrgueres, mas as estrelas são os salgados – as chamuças e especialmente os pastéis de massa tenra – e as bolas de Berlim. Para refeições rápidas ou petiscadas também se arranjam uns caracóis e umas ameijoas. Se estiver entediado na praia, saiba que, lá em baixo, no areal mais próximo da falésia, ainda se apanha o wi-fi deste bar.

Ler mais
Sintra
Publicidade

O Pãozinho das Marias

A história do pão de Mafra corre na família de Ilda, que está à frente da pastelaria O Pãozinho das Marias, na Ericeira. Já têm duas lojas nesta vila piscatória e por enquanto é o filho que toma conta da área da pastelaria. Especialmente no que toca aos pastéis de nata, vencedores do primeiro lugar no prémio do Peixe em Lisboa, em 2017. Se o tempo atraiçoar os planos de praia, é o lanchinho a fazer na Praça da República, enquanto se ouvem os pássaros a conversar. 

Ler mais
Mafra/Ericeira

Restaurantes nos arredores

Os melhores restaurantes em Oeiras

Passar o dia a saltar de praia em praia citadina e aproveitar para comer como deve ser? Confere. Passar umas horas no Parque dos Poetas de barriga para o ar e fechar a tarde com uma barrigada de dim sum como deve ser? Fácil. Espreitar o Palácio do Marquês e encontrar a saída dos jardins labirínticos num ensopado de borrego como deviam ser todos? Com certeza. Meta-se no comboio ou apanhe a marginal e vá à confiança. Preparámos uma lista dos melhores restaurantes em Oeiras para que nada lhe falte. 

Ler mais
Por Catarina Moura

Os melhores restaurantes em Sintra

Do fiel peixe e marisco às linhas mediterrânicas que inspiram o chef catalão Sergi Arola. Em qualquer estação do ano estes restaurantes em Sintra e arredores caem sempre bem.  

Ler mais
Por Mariana Correia de Barros
Publicidade

Comentários

0 comments