Agosto em Lisboa: 21 coisas para fazer antes que o mês acabe

Se pensa que Agosto em Lisboa é uma seca, está muito enganado. Juntámos uma lista de coisas incríveis que tem de fazer antes que o mês chegue ao fim

Fotografia: Arlindo Camacho

Longe vão os tempos em que tínhamos de suar para encontrar coisas para fazer em Agosto em Lisboa. Espremíamos agendas, esmiuçávamos calendários e escorripichávamos listas à procura de algum evento afiado para matar o tédio. Mas Lisboa mudou – já não é a cidade fantasma de Agosto, a única capital europeia dada à hibernação. E por isso deixámos de ser respigadores e passámos a curadores. Prepare-se para ficar arrependido por ter marcado férias para este mês ou contente por já ter gasto os dias todos. Aqui tem 21 coisas para fazer – e que as pessoas pelo Algarve andam a perder.

Agosto em Lisboa: 21 coisas para fazer antes que o mês acabe

Conhecer o novo Less

Era um terraço escondido, um miradouro não-oficial e o café com melhor relação qualidade/preço/vista de Lisboa. Mas agora é um restaurante com a assinatura do chef Miguel Castro Silva que não, não senhor, não deixou as flores de plástico e as marroquinarias do último piso da melhor loja de tudo e mais alguma coisa da cidade. A expressão “vamos beber um café à Pollux” desaparece e no lugar dela surge “vamos comer um carpaccio, uma salada japonesa ou um tártaro à Pollux?”. 

Ler mais
Baixa Pombalina

Mergulhar na piscina do Torel

Está de volta a mais antiga piscina urbana da cidade de Lisboa. Bom, isto soa um pouco exagerado: a primeira Praia do Torel foi em 2014, o feito repetiu-se em 2015 e o ano passado houve um interregno por causa de obras. Mas ei-la de volta este mês de Agosto em toda a sua glória. Volta a areia, volta o pequeno lago que faz as vezes de um oceano e chegam novidades, como uma parede de escalada.

Ler mais
Avenida da Liberdade/Príncipe Real
Publicidade
Subir ao antigo restaurante panorâmico de Monsanto

Subir ao antigo restaurante panorâmico de Monsanto

Não, o restaurante abandonado preferido do Instagram dos vossos amigos não está de volta. Ainda não é desta que o edifício encerrado em 2001 e dono de uma das melhores vistas de Lisboa volta a funcionar. Está previsto um concurso de ideias para o próximo mandato, mas até lá a Câmara mandou emparedar portas e colocar gradeamentos. Por isso, a partir deste mês o restaurante fantasma e miradouro clandestino passa a poiso mais ou menos oficial para aficionados do voyeurismo panorâmico.

Visitar a Feira da Luz

Visitar a Feira da Luz

Começa a 26 de Agosto a maior festa de Verão da cidade. Uma excelente oportunidade para ir às bancas dos feirantes comprar um pirex e ouvir um concerto de FF, Amor Electro, Tiago Bettencourt e muitos outros, sempre com o seu pirex novo bem guardado debaixo do braço. A festa tem ainda ranchos, tunas, artesanato e uma procissão. Termina a 24 de Setembro.

+ Meu querido mês de Agosto: as Festas Populares que não pode perder esta semana

Publicidade
Ir ao Sommersby Out Jazz no Jardim da Estrela ou no Jardim da Parada

Ir ao Sommersby Out Jazz no Jardim da Estrela ou no Jardim da Parada

Já mudou mais vezes de nome que o Puff Daddy, mas permanece relevante nas nossas vidas – ao contrário da carreira musical de P. Diddy, Sean Combs ou Puffy. Em Agosto o minifestival de música ao ar livre instala-se no Jardim da Estrela (dias 6,13, 20 e 27) e no Jardim da Parada, a 26.

Publicidade

Apreciar a cultura ao Lusco Fusco

Ah, o lusco-fusco. O arrebol, o crepúsculo, o anoitecer e o amanhecer. Uma das palavras mais bonitas da língua portuguesa à qual nos afeiçoámos ainda mais depois de um mítico sketch dos Gato Fedorento – as festas de lusco-fusco, “muito intensas” de “cinco ou sete minutos”. O Pólo Cultural Gaivotas, na rua com o mesmo nome, organiza uma série de eventos ao lusco-fusco – ou um bocadinho antes, ou um bocadinho depois. Conte com cinema, música, teatro e exposições.

Ler mais
Chiado/Cais do Sodré
Publicidade

Visitar o Jardim Botânico Tropical

E assim compensar a chatice que é viver no Hemisfério Norte. O Jardim Botânico Tropical fica à beirinha dos Jerónimos e é uma espécie de réplica modesta do Jardim do Éden (o paraíso descrito naquele livro que está na mesa de cabeceira dos hotéis, não o Hotel Éden dos Restauradores).

Durante o Verão o jardim está aberto todos os dias até às 20.00. A entrada custa 2€. Largo dos Jerónimos. 21 392 1808

Ler mais
Belém
Ver os novos murais de Shepard Fairey e Vhils na Graça

Ver os novos murais de Shepard Fairey e Vhils na Graça

O artista e activista norte-americano é um dos nomes mais influentes da street art e um fazedor de ícones: é dele o autocolante “Obey Giant” e o poster com a palavra “Hope” e o rosto de Barack Obama. Em Lisboa criou dois murais que, de um dia para o outro, transformaram o Bairro da Graça num ponto de passagem essencial para amantes do graffiti. Onde? Na parede lateral de um prédio de três pisos na rua Senhora da Glória está uma mulher com véu feita em parceria com Vhils. Na rua Natália Correia é possível ver uma mulher fardada com uma metralhadora adornada com uma flor no cano.

Publicidade
Mostrar mais

Especial Verão

Estas novas marcas portuguesas são um refresco de Verão

Nem só de moda feminina vive o Verão. Esta é a nossa selecção de novas marcas portuguesas e, entre elas, há umas quantas sugestões para eles e até para os mais pequenos. Seja para apanhar banhos de sol na praia ou para seguir com a vida na cidade (só que com uns bons graus a mais), estas 10 marcas nasceram em 2017 e merecem estar no guarda-roupa.

Ler mais
Por Mauro Gonçalves
Publicidade

A grande parada dos filmes de Verão

Da versão para cinema de 'Marés Vivas' ao regresso dos carros digitais da Pixar/Disney, passando pela transição de Valérian e Laureline da banda desenhada para o cinema e por novas peripécias dos Kingsman, eis uma selecção de filmes de Verão para refrescar os dias quentes.   

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Comentários

0 comments