Bom dia! O melhor das manhãs em Lisboa

As manhãs em Lisboa têm um encanto especial: há outro cheiro no ar, menos barulho, uma luz suave – e muitas coisas para fazer. Aqui estão algumas sugestões
Amanhecer em Lisboa
Fotografia: Ana Luzia
Por Luís Leal Miranda |
Publicidade

Algumas pessoas fazem notar que "madrugador" é uma palavra formada a partir de "madrugar" + "dor". Mas na verdade as primeiras horas do dia não têm de ser passadas em agonia. Basta pensar que, pela ordem de ideias anterior, a terminação da palavra Lisboa é "boa", o que desde logo se torna auspicioso para quem vai madrugar. Acresce que o calor está aí a romper, mesmo que de ano para ano se torne cada vez mais tímido. Se estiver a trabalhar na cidade, vai gostar de começar os próximos dias na companhia de algumas destas dicas. Se estiver de férias, os conselhos também se aplicam. Ora veja as nossas sugestões do melhor das manhãs em Lisboa e grite um vigoroso "Bom dia!" sem receios.

Recomendado:

+ Corridas em Lisboa: os melhores trilhos do mês

Bom dia! O melhor das manhãs em Lisboa

Home_Stretch_Jeff Drongowski
©Jeff Drongowski

06.00 - Vá correr

É preciso ser louco para ir correr às 06.00? Não, mas ajuda. Para quem adora a almofada e está numa relação com o edredon é impossível compreender o apelo de uma empreitada destas: acordar cedo para ir correr das 06.00 às 07.00 nos trilhos de Monsanto. No entanto, os atletas que todos os dias correm à “hora do esquilo” – assim chamada pelos roedores que se avistam – dizem que é viciante. São loucos? Sim e não. São pessoas sãs que pertencem ao Loucos Trail Running, um grupo de atletas madrugadores que se junta num grupo privado de Facebook que já tem mais de 8000 membros – a “hora do esquilo” é só um dos treinos que se combinam. Correm todos os dias, de segunda a sexta-feira, por diversão e como forma de treinar para provas de “trail running” – corridas por trilhos e caminhos na natureza, longe dos centros urbanos. Para participar basta aparecer no local de partida com o equipamento indicado: roupa de corrida e uma luz frontal. Não há luz quando os atletas partem mas no final do percurso são brindados com uma vista privilegiada do nascer do sol em Lisboa.

+ Descubra outros sítios para correr em Lisboa

+ Actividades ao ar livre em Lisboa

Nascer do sol vista de rio Tejo
Fotografia: Ana Luzia

06.30 - Veja o nascer do sol à beira do rio

O Cais das Colunas, no Terreiro do Paço, oferece uma vista desafogada para Oriente, perfeita para ver o astro rei subir ao seu trono. Mas toda a zona ribeirinha junto a Belém é boa para assistir ao nascer do sol. O Parque das Nações oferece condições semelhantes, mas será o Cais do Sodré, junto à zona de embarque, o melhor sítio para apreciar o amanhecer (até por estar perto de espaços que garantem diversão até a noite começar a ser dia).

+ As melhores coisas para fazer à beira-rio

Publicidade
piscina campo de ourique, hidroginastica

07.00 - Dê um mergulho

Os lisboetas anfíbios e madrugadores têm cada vez mais razões para sorrir. Não faltam opções como as piscinas dos Olivais, Areeiro ou Campo de Ourique, só para citar algumas, com a sua oferta de lugares onde pode usufruir do meio aquático, e de portas abertas pela fresca. Se juntarmos a Rua das Portas de Santo Antão depois de uma chuvada, concluímos que há água suficiente para mais dois Oceanários.

+ As melhores piscinas em Lisboa

Manobra de surf
Fotografia: Matilde Cunha Vaz

07.30 - Apanhe uma onda

A cidade vazia, as estradas vazias e uma praia só para si. Para muitos surfistas, a manhã de um dia de semana é a melhor altura para entrar no mar. Vá por desporto ou pense nisto como uma terapia. Se não sabe surfar, a Epic Surf School tem aulas de manhã com transporte incluído (saída de Lisboa às 09.00, 75€ por pessoa e equipamento incluído).

+ As melhores praias da Linha de Cascais

Publicidade
Ovos benedict da Tartine
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Cafés

08.00 - Tome o pequeno-almoço

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Rezam os antigos, e os modernos, já agora, que é a refeição mais importante do dia, ou pelo menos uma das mais relevantes. Na escala da granola, das taças de iogurte fresco, das frutas da época e do lattes, falamos de um verdadeiro sismo alimentar mas no sentido mais que positivo. Além do mais, Lisboa enche-se de opções para encher a barriga e espaços bem catitas para passar o resto do dia a trabalhar. Se ainda não ficou satisfeito, confira a lista que se segue, e bom apetite.

+ Os melhores cafés em Lisboa

 

Feira da Ladra
Fotografia:Ana Luzia

09.00 - Vá às compras

A Feira da Ladra é a mais antiga da cidade e uma das mais conhecidas. Terças e sábados, o ano inteiro, faça chuva ou faça sol. O conselho mais comum: vá cedo. Porque é às primeiras horas do dia que se encontram as melhores pechinchas e os negociantes mais ensonados. Ah, e não volte para casa sem conferir os frescos e outras iguarias dos melhores mercados de Lisboa, da Ribeira a Alvalade.

+ As melhores feiras e mercados em Lisboa

Publicidade
Eléctrico 28
Fotografia: Arlindo Camacho

09.30 - Dê uma volta no eléctrico

O amarelinho preferido de turistas e carteiristas começa a circular às 06.20 durante a semana, 07.00 aos sábados e 07.25 aos domingos e feriados. Mas nem só do 28 vive a cidade. Que o diga o mano 24, que recentemente reencontrou o caminho dos carris. Passear pela cidade ao amanhecer, com as ruas vazias e o sol a espreguiçar-se no horizonte promete ser uma experiência inesquecível. A esta hora poderá também arranjar um lugar sentado e pouquíssimos turistas com aquele “bracinho de selfie” que se usa agora.

+ Os melhores passeios em transportes públicos

Alameda Keil do Amaral, em Monsanto
Fotografia: Arlindo Camacho

10.00 - Tire os miúdos de casa

Leve-os ao parque. Nada melhor do que aproveitar a manhã para evitar lutas territoriais entre garotos de idades incompatíveis e outras diferenças irreconciliáveis. Parques infantis como o do Jardim da Parada (Campo de Ourique) ou do Príncipe Real são mais práticos de visitar de manhã e em Monsanto ou no Jardim da Estrela esta também é a altura de maior sossego.

+ Os melhores parques e jardins em Lisboa

+ Os melhores passeios com crianças em Lisboa

Publicidade
Pho Phu
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Vietnamita

11.00 - Coma um almoço phonomenal

icon-location-pin Martim Moniz

Este caldo mágico de origem vietnamita tem reconhecidas propriedades retemperadoras e pode ser consumido a partir das 11.00 no Pho Pu da Rua do Benformoso. É melhor para matar a fome a meio da manhã do que essas barritas de cereais que estão há semanas na gaveta da secretária. Se prefere outros repastos, confie em alguns dos melhores menus de almoço da cidade

+ Paragens obrigatórias em Arroios

Mais coisas para fazer em Lisboa

Passeio de bicicleta promovido pela Massa Crítica
Fotografia:Ana Luzia
Coisas para fazer

Coisas grátis para fazer em Lisboa

Não sabe o que fazer em Lisboa? De concertos de rock a aulas de swing, de recitais de poesia a passeios de bicicleta, damos-lhe uma grande variedade de sugestões para aproveitar tudo quanto é à borla na cidade. São dezenas de coisas grátis para fazer em Lisboa, afinal não queremos que deixe de aproveitar o melhor que a cidade tem apenas por ter a carteira mais vazia. Há muito para fazer à borla em Lisboa. Não acredita? Então espreite a lista que se segue. Não se vai arrepender. Já lhe dissemos que é grátis? Recomendado: Coisas grátis para fazer em Lisboa esta semana

Restaurantes

Oito esplanadas a cheirar a fresco para esta Primavera

Esplanadas frescas no duplo sentido do adjectivo, percebe? São estes nomes que vão circular pelos grupos de WhatsApp, quando os dias de sol voltarem a sério. Comece já a dinamizar esses chats e a marcar um copo ao final do dia numa destas oito novas esplanadas em Lisboa.

Publicidade
calçada
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer, Caminhadas e passeios

As dez melhores ruas de Lisboa

É caso para dizer que andamos com a cabeça na rua. A razão? A lista das 10 melhores ruas da cidade que acabámos de preparar. Da mais promissora à mais cultural, da mais gulosa à que tem mais pedalada, damos-lhe um roteiro pelas artérias que não se vai fartar de percorrer este ano.

Publicidade