Seis novidades para levar as crianças em Lisboa

No último ano nasceram vários projectos na cidade a pensar nos mais novos. Se eles não gostam de perder pitada, descubra em família seis novidades para levar as crianças em Lisboa.
museu dos doces, the sweet art museum, marvila
Fotografia: Manuel Manso The Sweet Art Museum
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Há uma nova cidade para explorar. Lisboa está mais vibrante que nunca e transforma-se a cada mês que passa. E não é só pelas inaugurações e aberturas, pelos restaurantes com novos conceitos e pela agenda cada vez mais preenchida, mas também pelos novos projectos que vêem a luz do dia – muitos deles a pensar nos pequenos munícipes.

Se os miúdos lá em casa são difíceis de satisfazer e gostam de estar em cima do acontecimento, eis uma lista de seis novidades que não podem perder.

Recomendado: 101 coisas para fazer em Lisboa com crianças

Seis novidades para levar as crianças em Lisboa

1
Ohficina
Miúdos, Eventos activos

OHficina - Laboratório de Materiais Improváveis

icon-location-pin Cascais

Espantem-se com materiais improváveis

Uma antiga estufa no meio do Parque Marechal Carmona, em Cascais, foi transformada por duas educadoras de infância, Maria Peres e Joana Quadros, numa oficina em que procuram aliar três forças poderosas: a educação, a sustentabilidade ambiental e a arte. O conceito é simples: o que para outros é lixo, aqui é matéria-prima – quer se trate de madeira, alumínios, plásticos, tecidos ou papel. Neste laboratório de materiais improváveis, armazenam, experimentam e oferecem esses materiais, depois de devidamente trabalhados. A oficina está aberta a todos, seja durante a semana (com marcação pelo 91 483 8321 ou ohficina.pt@ gmail.com), quando recebem escolas e visitantes e estes podem escolher o material com que vão trabalhar, seja aos fins-de-semana nos workshops que dinamizam para famílias, com uma temática mensal.

Apesar de receberem pessoas de todas as idades, Maria e Joana acreditam que é junto das crianças que podem fazer maior diferença, uma vez que o contacto com estes materiais e técnicas improváveis desenvolve competências que não são trabalhadas no ensino tradicional, como o sentido crítico, a atenção ou a autonomia.

2
UPUP
Manuel Manso
Coisas para fazer

UPUP

icon-location-pin Cascais

Tudo a saltar até Sintra

São mais de 80 trampolins e nove actividades abertas para todas as idades. O espaço UPUP abriu em Maio em Rio de Mouro, Sintra. Mas se pensa que aqui é só saltar, engana-se. Há um espaço para praticar basquetebol e futebol e ainda um recinto dedicado ao dodgeball (o antigo jogo do mata). Há também uma zona de insufláveis e outra chamada de Saco no Ar, que conta com quatro pistas de aceleração, com um metro e meio de profundidade, permitindo o aperfeiçoamento da técnica do trampolim.

+ Coisas para fazer em Sintra

Publicidade
3
Paddington 2
Filmes

Monumental dos Miúdos

icon-location-pin São Sebastião

Manhãs de fim-de-semana animadas

Para muitos pais, as noites de jantaradas e cinema há muito que não passam de recordações. Em vez disso, as sessões diurnas de filmes de animação tornam-se um programa recorrente dos fins-de- -semana. E foi a pensar nisso que a Medeia Filmes criou os ciclos Monumental dos Miúdos, onde todos os sábados e domingos de manhã passam filmes de animação, desde as estreias mais recentes até reposições de alguns clássicos infanto-juvenis. A quinta edição arrancou a 5 de Maio e estende-se até 1 de Julho, trazendo em cartaz filmes como Gru: O Maldisposto, Paddington 2 ou A Minha Vida de Courgette, todos nas versões portuguesas. As sessões são às 11h30 e o preço dos bilhetes é único: 3€ para os pais, 2€ para as crianças. Há parque de estacionamento gratuito e muitas opções para almoçar pelo bairro. E não se preocupe que no final dos desenhos animados, apetite não vai faltar: é que nestas salas não entram pipocas.

+ Os melhores restaurantes no Saldanha

4
Jardim do Campo Grande
Fotografia: Manuel Manso
Atracções, Parques e jardins

Jardim Mário Soares

icon-location-pin Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

Lisboa cada vez mais verde

Está de cara lavada – e até ganhou um novo nome. O Jardim Mário Soares (que provavelmente todos vamos continuar a chamar de Jardim do Campo Grande) reabriu em Abril de 2018 depois de umas obras valentes. Há agora um novo parque infantil e uma piscina, mas a grande atracção continua a ser o laguinho com barcos a remos para alugar.

No mesmo mês, as famílias alfacinhas puderam regressar ao Jardim Botânico, que apesar de já ter 140 anos, continua aí para as curvas. Está prometida uma esplanada para fazer companhia ao novo pavimento e mobiliário. O melhor de tudo? Nos primeiros tempos, a entrada será gratuita.

Mas as novidades verdes não ficam por aqui. É que há dois novos parques em Lisboa para explorar em família: o Parque Urbano do Vale da Montanha, com ciclovia, caminhos pedonais, equipamentos de fitness, parque infantil e muita verdura; e o Parque Fonte das Avencas, na Amadora, com trilhos de caminhada (ou mesmo para quem se quiser aventurar de bicicleta de montanha, que as subidas são muitas) e uma zona para piqueniques e acampamentos.

+ Os melhores parques e jardins em Lisboa

Publicidade
5
aldeia crescer em familia
Fotografia: Francisco Santos

Playgroups

Onde brincar é um caso sério

Diz o provérbio que é preciso uma aldeia para criar uma criança. Mas os pais urbano- solitários já não têm razões para temer: têm vindo a surgir na cidade vários projectos cujo objectivo é criar redes de apoio entre adultos e crianças, com lugar para brincadeira, mas também para assuntos de crescidos. O LET’S PLAY é um exemplo que junta famílias ao ar livre. Pode sempre ir até ao parque mais próximo de casa e meter conversa com a mãe que estiver sentada ao seu lado, mas se prefere uma coisa mais organizada pode aderir a este grupo que se reúne no Parque Quinta da Alagoa, em Carcavelos, todas as terças e quintas às 10.30. As actividades são planeadas através do grupo do Facebook com o mesmo nome. Qualquer um pode aderir.

Já a ALDEIA CRESCER EM FAMÍLIA foi criada por duas mães, Paula Simplício e Sónia Aránguiz, que sentiam falta de um espaço que acolhesse pais com crianças que ainda não vão à escola e permitisse a criação de laços e redes com outras famílias. Enquanto os mais novos ficam
na brincadeira, os pais podem trocar ansiedades ou espairecer um bocadinho. Há também aulas de yoga e capoeira ou workshops para todas as idades. O espaço inclui uma zona de convívio, uma cafetaria e uma livraria dedicada à literatura infantil e à puericultura.
Calçada dos Barbadinhos 136, Loja E, Sapadores. 93 560 4001. Seg-Sáb 09.00-13.00 e 15.00-19.00.

A REPÚBLICA DAS MAMÃS é um novo espaço de brincadeira para crianças que não estão no circuito formal de educação, e é também um lugar onde os pais encontram uma série de propostas a pensar neles: cursos de preparação para o parto, apoio na amamentação, workshops de nutrição, exercício físico e co-working, com acesso a wi-fi. Ou seja, pode ficar a trabalhar enquanto o seu filho está entretido a brincar com outras crianças ou numa das muitas actividades propostas, entre música, artes plásticas ou teatro. Avenida da República 1656, Parede. 91 575 3732/ 91 684 5068. geral@arepublica.pt. Seg-Sex 10.00-18.00. Sáb 10.00-13.00.

6
parque da serafina
Fotografia: Manuel Manso
Miúdos, Parques infantis

HelloPark

icon-location-pin Benfica/Monsanto

O parque infantil que é adultos friendly

À entrada do Parque da Serafina, em Monsanto, ergueu-se o Hello Park, um espaço onde não faltam actividades tão radicais como escalada ou slide. Foi pensado para crianças dos 4 aos 9 anos, mas desconfiamos que os pais também não vão querer de lá sair. A culpa pode ser da agradável esplanada The Green House, onde podem beber um cocktail ou comer uma refeição leve enquanto os miúdos gastam toda a energia a pular em insufláveis e a correr no meio da natureza. O  espaço é ideal para festas de anos, mas também para ir em família ou para eventos de escolas ou grupos. Afinal todas as desculpas são boas para respirar um pouco de ar puro no maior pulmão verde de Lisboa. Preço aniversários: 15€ por criança, com lanche incluído (mínimo 12 convidados). Particulares e escolas: 7€ por duas horas (no caso das escolas, o preço baixa no caso de serem mais de 50 alunos).

+ O melhor de Monsanto

Lisboa dos pequenitos

Actividades para crianças no Museu Berado
©Museu Berardo
Miúdos

Museus para crianças em Lisboa? São mais que as mães e bem divertidos

É uma grande injustiça dizer que a palavra museu cheira a mofo. Mas se começou por arrastar os miúdos para uma exposição interminável que só interessou aos pais... é bem possível que o programa enfrente alguma resistência. Não desanime. Fomos à procura dos melhores museus para crianças em Lisboa. Para ir ao passado e ao futuro, sem sair do presente. Se preferir também lhes pode dar a conhecer os cinco museus mais estranhos de Lisboa.

Village Underground
Fotografia: Manuel Manso
Miúdos

Os melhores restaurantes para crianças em Lisboa

Não se preocupe se o restaurante tem ou não menu infantil, embora a maioria tenha – isso é só um pormenor e os miúdos nem sequer vão aguentar muito tempo sentados. Se quer comer fora, sem confusões, faça como nós: procure outros pontos de interesse e tenha em conta a facilidade de manter as pestinhas debaixo de olho. Seja ali ao lado ou mesmo na mesa. 

Publicidade
Projector final Planetário
©Bruno Neves/Planetário
Miúdos

Coisas grátis para fazer com crianças

Ficar fechado em casa com eles não é uma opção, mas muitas vezes gastar dinheiro também não. Se pensa que é impossível resolver o dilema anterior, ponha o pessimismo de lado. Nada como puxar um pouco pela cabeça para reunir os programas mais simples, mas também mais divertidos.

Publicidade