101 coisas para fazer em Lisboa com crianças

Enfie a família toda no carro e parta à descoberta do que a cidade tem para oferecer aos mais novos. São 101 coisas para fazer em Lisboa com crianças – todas elas bem divertidas também para os pais.

Fotografia: Manuel MansoHellopark

Para todas as idades e para todos os gostos, o que não faltam são coisas para fazer com a canalha em Lisboa. Faça chuva ou faça sol, não há desculpas.

101 coisas para fazer em Lisboa com crianças

Perceber como eram os carros dos reis no Museu dos Coches

Casa nova, vida nova. Mas uma coisa não mudou: o Museu dos Coches continua a ser ideal para um programa em família, e não é só por ter um desconto de 50% quando o número de elementos ultrapassa os quatro. Se o seu filho é louco por carros, mostre-lhe que nem sempre tiveram mudanças, vidros automáticos e colunas de som com subwoofer. Os coches em exposição atravessam as várias épocas da história de Portugal e são o suficiente para que os mais novos deixem de olhar para cavalos apenas como a potência do motor. Entre as actividades paralelas às visitas tradicionais estão workshops como o de técnica de douramento (sim, no tempo dos reis, os coches eram pintados a ouro de verdade).

+ O Museu dos Coches em números

Comprar bilhetes Ler mais
Belém

Brincar aos crescidos na Kidzania

"O que queres ser quando fores grande?" Se o miúdo nunca sabe o que responder, leve-o a este parque temático, onde ele poderá brincar aos crescidos. Há mais de 60 profissões por onde escolher numa cidade em ponto pequeno, mas com tudo o que as grandes têm: aeroporto, fábricas, teatro, lojas, esquadra da polícia, bombeiros e até um estádio de futebol.  

Ler mais
Grande Lisboa
Publicidade

Despertar o cientista maluco que há dentro de cada um de nós no Pavilhão do Conhecimento

Ser astronauta por um dia, andar num carro com com rodas quadradas, ou descobrir a cozinha molecular. Fascinante para miúdos, o Pavilhão do Conhecimento corre o risco de ser surpreendente também para os mais crescidos. O museu de ciência nascido em 1999 no Pavilhão do Conhecimento dos Mares da Expo 98 vive num edifício desenhado pelo arquitecto Carrilho da Graça e acolhe uma exposição permanente empolgante para miúdos com tiques de engenhocas e várias exposições temporárias perfeitas para futuros cientistas. 

Ler mais
Parque das Nações

Vestir o avental na Academia Time Out

Uma escola de cozinha dentro de um mercado? Isso mesmo: é a Academia Time Out, com uma agenda que nunca esquece os mais novos. Os workshops para miúdos podem incluir gelados, cookies americanas, hambúrgueres, muffins e outras delícias. 

Ler mais
Cais do Sodré
Publicidade

Aprender a surfar com o melhor na The Blue Room

Muito mais do que uma escola de surf, a The Blue Room é uma casa para aficionados das ondas. Um dos sócios é o campeão Frederico Morais, aka Kikas, que se juntou aos amigos José Celestino da Costa e João Murjal para criar um conceito que vai muito além das aulas. Na sala azul, há espaço para estudar e esperar pelos pais e uma televisão para ver os circuitos internacionais de surf.  

Ler mais
Cascais

Ir ao campo sem sair da cidade nas quintas pedagógicas em Lisboa

Entre os arranha-céus e a poucos quilómetros das avenidas cheias de trânsito, há espaços verdes com animais do campo, hortas biológicas e actividades rurais, como a lavoura ou fazer pão em forno de lenha. Se os seus filhos pensam que o leite nasce no pacote e que a fruta vem do supermercado, leve-os a uma quinta pedagógica. No fim, difícil vai ser "regressar" à cidade. 

Ler mais
Por Vera Moura
Publicidade

Ver estrelas no Planetário Calouste Gulbenkian

Mesmo quando não há estrelas no céu, porque estão escondidas atrás das nuvens, há estrelas no Planetário. Na cúpula de 23 metros é possível ver constelações, luas, planetas, nebulosas, galáxias e outras coisas do infinito. 

Grátis para crianças até aos 3 anos; entre os 4 e 12 anos o bilhete custa 2,50€.

Ler mais
Belém

Fazer um directo no NewsMuseum

Já não há soldadinhos de chumbo ou Barbies no número 26 da Rua de Monserrate em Sintra, morada do antigo Museu do Brinquedo. No Newsmuseum há ecrãs gigantes para tocar e estúdios de rádio e televisão (com teleponto) onde se pode ser pivot, registar a gravação e levar para casa. Um alerta! Não lhes vista roupa verde. É a cor de fundo da parede e isso tem uma razão de ser: permite a sobreposição da figura da criança sobre imagens reais do acontecimento, a fingir um directo.

Este é um espaço interactivo, bem ao gosto dos miúdos. 150 anos de história mediática em Portugal são resumidos num filme de nove minutos, o espaço dedicado ao jornalismo desportivo tem um relvado, uma pista de tartan e cacifos com histórias lá dentro, e no átrio central, o desafio é espreitar o futuro – com o risco de enjoar se não apoiar as mãos. Coloquem os óculos de realidade virtual e descubram o que lá vem.     

Comprar bilhetes Ler mais
Sintra
Publicidade

Comer panquecas no Choupana Caffé

Encontrar uma criança que não goste de panquecas é tão difícil quanto encontrar uma agulha no palheiro. Se a casa está virada do avesso e não lhe apetece vestir o avental e sujar a frigideira, rume ao Choupana Caffé e peça uma montanha de panquecas altas, fofas, redondinhas e leves. Chegam à mesa em doses de duas, com mel. Cada topping extra – como a Nutella – fica por 0,50€. Esta casa children friendly (tem uma rampa para os carrinhos de bebé e um pátio para brincadeiras ao ar livre) é ainda famosa pelos croissants.

+ Outros sítios para comer panquecas em Lisboa

Ler mais
Avenidas Novas

Saltar no Bounce

Desde que abriu no fim de 2015, o Bounce tem levado à letra o grito que se costuma ouvir em jogos do Benfica: “Tudo a saltar!” Aqui toda a gente salta nos mais de 100 trampolins e até já se inventou uma espécie de jogo do mata nas alturas, o dodgeball. Há trampolins para atletas e ginastas avançados (como os do Super Tramp, com cinco por cinco metros), mas também zonas reservadas aos mais novos: no miniBOUNCE brinca-se a saltar. 

Ler mais
Grande Lisboa
Publicidade
Mostrar mais

Precisa de mais ideias?

Museus para crianças em Lisboa? São mais que as mães e bem divertidos

É uma grande injustiça dizer que a palavra museu cheira a mofo. Mas se começou por arrastar os miúdos para uma exposição interminável que só interessou aos pais... é bem possível que o programa enfrente alguma resistência. Não desanime. Fomos à procura dos melhores museus para crianças em Lisboa. Para ir ao passado e ao futuro, sem sair do presente.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Comentários

0 comments