Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores restaurantes em Belém

Os melhores restaurantes em Belém

Estes são os melhores restaurantes em Belém e devem ser seguidos de um passeio à beira-rio para o tradicional desmoer

Por Catarina Moura e Raquel Dias da Silva |
Publicidade
Tsukiji
©Manuel Manso

A fome arranja-se facilmente com uma corrida pelo passeio que acompanha a margem do rio, ou mesmo com umas pedaladas de bicicleta. Uma paragem talvez para a observação de turistas junto dos Jerónimos e dos Pastéis de Belém ou até para uma voltinha no Museu Colecção Berardo. Deixe as selfies com vista para a ponte 25 de Abril para depois e comece a pensar em talheres. Esta lista dos melhores restaurantes de Belém começa numa estrela Michelin e acaba numa tasca com a estrela benfiquista nas paredes e muito foco na dobrada.

Recomendado: 10 museus a não perder em Belém e arredores

Os melhores restaurantes em Belém

Feitoria
©Paulo Barata
Restaurantes, Pan-asiático

Feitoria

icon-location-pin Belém

Ainda não foi este ano que João Rodrigues ganhou a (merecida) segunda Estrela. Ainda assim, vale sempre a pena ir ao Feitoria quando muda uma estação, conhecer o exímio trabalho que o chef tem feito para aproximar os produtores dos clientes – como por exemplo, levar o produto à mesa em bruto. Com o objectivo de extrair o melhor sabor dos produtos, cada prato é uma descoberta e a refeição uma viagem de texturas e experiências aparatosas com fumos, pós e afins, orquestrada por um grande artista da cozinha.

Restaurante Nunes Real Marisqueira - Gambas
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Frutos do mar

Nune's Real Marisqueira

icon-location-pin Belém

Não é tão antiga quanto o Mosteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém ou o Padrão dos Descobrimentos, mas a Nune’s Real Marisqueira é um dos monumentos que merece visita em Belém. É que cervejaria que se preze tem presunto de corte impecável à mesa, imperiais geladas sempre a chegar, marisco fresco com sabor a mar e pregos para finalizar. E o Nune’s cumpre e ainda junta uma lista interessante de peixes, pratos de tacho e um mil-folhas surpreendente. A gamba do Algarve cozida em água do mar é um dos mariscos mais pedidos, mas a ementa guarda surpresas como caril de lavagante, filetes de peixe galo com arroz de ovas, entrecôte maturada ou picanha de wagyu.

Publicidade
Sashimi Este Oeste
©DR
Restaurantes

Este Oeste

icon-location-pin Belém

Já foi a cafetaria do CCB e, depois da renovação, passou a restaurante com vista privilegiada sobre o rio e Belém. Os pontos cardeais percebem-se numa rápida passagem de olhos pela carta: a comida italiana com as pizzas e massas a Oeste e a inspiração japonesa no sushi e no teppan a Este. Com o bom tempo dá finalmente para os aproveitar na grande esplanada com vista para o Tejo. Prove também a calzone de robalo do dia.

Espelho d'Água - Escondidinho de Vitela com Mandioca
©DR
Restaurantes

Espaço Espelho d'Água

icon-location-pin Belém

À beira-rio plantado, o Espaço Espelho d'Água é um restaurante com vista privilegiada para o Tejo, onde os sabores do Ocidente e Oriente se fundem numa cozinha liderada pela chef Ana Soares, que faz uma releitura de pratos clássicos portugueses, brasileiros, africanos e asiáticos. Além do restaurante há uma cafetaria onde pode fazer refeições mais rápidas. Juntam-se a estes espaços uma pequena loja com peças de artistas brasileiros e uma galeria de arte de performances musicais.

Publicidade
Vela Latina
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Mediterrâneo

Vela Latina

icon-location-pin Belém

É uma instituição da cidade que em 2017 apareceu renovada: duas novas esplanadas, decoração modernizada e um novo restaurante no lugar do antigo bar. Já na cozinha quase não se tocou: o chef Benjamim Vilaça, que está por ali desde o início, nos anos 1980, continua a cozinhar pratos icónicos, como filetes de pescada com risoto de alcachofras, dos fígados de aves em tarte de maçã ou do arroz de coentros e lagosta ou as novas entradas na carta, os pratos para partilhar.

Nikkei - Vela Latina
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Peruano

Nikkei

icon-location-pin Belém

O Vela Latina levou um extreme makeover – culpa de Viviene e Jorge Leote, da Confraria Lx, que compraram 50% da sociedade – e o Nikkei, com uma cozinha influenciada pela comunidade de imigrantes japoneses no Peru, faz parte da nova vida. Serve ceviches, tiraditos, causitas e outros pratos quentes à carta.

Publicidade
darwin's café
©DR
Restaurantes

Darwin's

icon-location-pin Belém

A ciência não está só nos laboratórios e afins do edifício da Fundação Champalimaud. Está também no restaurante, se atentarmos no nome, nas paredes onde há frases deste cientista e uma falsa biblioteca imensa. Lá dentro, as massas e risotos são pratos fortes, mas há que dar um olhinho a opções de inspiração lusa, como os Brás, as bochechas ou as costelas de cordeiro com migas.

TOPO
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Português

TOPO Belém

icon-location-pin Belém

O TOPO Belém dinamizou a antiga cafetaria do Centro Cultural de Belém (CCB) com uma carta dedicada à comida portuguesa e alguns cocktails criados para o espaço. O resultado é o espaço mais formal de todos os da marca TOPO e o primeiro que não se foca no bar mas na mesa. O chef é Ricardo Benedito, responsável pela cozinha portuguesa que aposta em bons produtos e numa carta de vinhos bem pensada.

Publicidade
SUD Lisboa Terrazza
©DR
Restaurantes, Italiano

SUD Lisboa Terrazza

icon-location-pin Belém

Os edifícios da antiga discoteca BBC e do Piazza di Mare abriram renovados pelo grupo Sana, na vizinhança do MAAT. No antigo BBC nasceu um edifício para receber grandes eventos privados e festas temáticas, o SUD Lisboa Hall. Já no Piazza di Mare está agora o Sud Lisboa Terrazza, com piscina e pool bar à noite, no primeiro andar, e um restaurante com dois espaços diferentes, esplanada e quiosque no rés-do-chão.

Tasca do Gordo
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Português

Tasca do Gordo

icon-location-pin Belém

Assim que se entra – cuidado com o degrau 
– vê-se logo o topo das paredes forradas a cachecóis vermelhos com toques aqui e ali de um branco e verde do Rio Ave ou de um azul do Belenenses. Essa primeira sala é só a entrada para um tasco cheio de potencialidades, com o expoente máximo no terraço das traseiras, com direito a umas quantas árvores e espaço para as corridas dos miúdos. Isto enquanto os pais resolvem uma dose de dobrada com feijão branco, a especialidade por que é conhecida esta casa em Pedrouços.

+ Outras tascas a não perder em Lisboa

Publicidade
Restaurantes, Japonês

Tsukiji

icon-location-pin Belém

Paulo Morais, o chef português que há mais anos trabalha a cozinha japonesa, tem um restaurante em Belém mais virado para os oceanos, mas sempre com a Ásia em mente. Ao contrário do Kanazawa, onde mantém uma cozinha kaiseki (o menu de degustação equivalente à alta-cozinha ocidental) e uns exclusivos oito lugares ao balcão, nesta nova aventura mostra outro registo, sempre com o foco no peixe e no mar, mas mais ocidental e descontraído. Há pelo menos uma centena de lugares e três áreas de refeição, com uma forte componente de showcooking.

Restaurantes, Global

Varanda Azul

icon-location-pin Belém

No Estádio do Restelo, casa do Belenenses, o mítico restaurante Varanda Azul abre portas à espera das glórias do passado. Se de um lado se celebra o futebol com petiscos, cerveja e televisão, no Varanda Azul privilegia-se um ambiente mais íntimo e familiar com música ambiente (com uma lista que vai da bossa nova ao jazz). À mesa, a estrela são as carnes grelhadas, essencialmente de vaca, como o tomahawk aroquesa (56,90€), perfeito para duas pessoas. Mas nem só de carnes se faz a carta do restaurante. Tem mais por onde escolher: de um risoto de cogumelos e camarão (13,90€) a um magret de pato com puré de batata doce (12,90€) ou umas bochechas de porco preto (13,90€).

Publicidade
Restaurantes, Português

Petisqueira Matateu

icon-location-pin Belém

Se for jantar à Petisqueira Matateu, no Estádio do Restelo, prepare-se porque a decoração é toda evocativa da velha glória do Belenenses e do famoso jogador: há fotografias nas paredes, camisolas emolduradas e até artigos impressos nos individuais debaixo dos pratos. À mesa, há pica-pau de picanha, bulharacos de alheira com maçã caramelizada, peixinhos da horta ou ovos com cogumelos e parmesão. Era possível continuar pela lista de bons petiscos, mas o melhor é ir lá assistir a este jogo. Sendo ou não adepto da equipa da casa.

Os melhores restaurantes em Lisboa por zona

Cantina Peruana
©Duarte Drago
Restaurantes

Os melhores restaurantes no Cais do Sodré

O bairro não pára de crescer e se há coisa que não lhe falta são sítios para comer e beber à grande. Decida onde vai almoçar ou jantar com esta lista dos melhores restaurantes no Cais do Sodré.

cervejaria boa esperança
Francisco Santos
Restaurantes, Português

Os melhores restaurantes em Benfica

Das cervejarias com fama para mariscadas à grande, aos restaurantes de peixe e outros de bons nacos na pedra, estes são os melhores restaurantes em Benfica para fugir ao centro da cidade, aos sítios da moda e às filas intermináveis.

Publicidade
Publicidade