Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right 30 ideias de coisas para fazer na Costa da Caparica

30 ideias de coisas para fazer na Costa da Caparica

Voltámos à Costa para ver como param as modas e não ficámos parados muito tempo. Descubra as melhores coisas para fazer na Costa da Caparica

Por Clara Silva |
Publicidade
Costa da Caparica
Inês Félix

Andar de skate no paredão como se estivesse na Califórnia, beber um Cai Bem, jantar num restaurante efémero liderado por jovens chefs, dançar ao som de Iran Costa ou levar à letra
 a expressão “um amor e uma cabana”. A Costa da Caparica é a nossa praia. Destino de férias, de fins-de-semana, de finais de tarde. O lugar de que nos lembramos sempre que os termómetros passam os 25 graus. Voltámos a trazer areia para dentro do carro, a dizer “a água está boa” com os dentes a bater e a ficar mais tarde na praia para evitar o trânsito. Aqui, deixamos-lhe 30 ideias de coisas para fazer na Costa da Caparica.

Recomendado: O melhor do Verão em Lisboa

 

30 ideias de coisas para fazer na Costa da Caparica

1
Paredão da Costa da Caparica
©Inês Félix
Coisas para fazer

Fuja ao trânsito

icon-location-pin Oeiras

É preciso pedalada, mas esta é a melhor maneira de fugir ao trânsito na ponte. Pegue na bicicleta e apanhe em Belém o ferry que vai até à Estação Fluvial da Trafaria (são 25 minutos). O transporte de bicicletas é gratuito e só tem de pagar o bilhete simples (1,25€). Depois, é apanhar a ciclovia até à praia. Há quem se fique pela primeira, a Cova do Vapor, e há quem vá mais longe. O site Lisbon Bike Map diz-nos que são 10 quilómetros para pedalar “em família e de forma segura” pelas praias da Caparica.

2
Quiosque-Bar Cova do Vapor
©Inês Félix
Bares, Cafés/bares

Beba um Cai Bem

icon-location-pin Grande Lisboa

A receita da bebida típica da Cova do Vapor, a primeira praia da Caparica, entre o mar e o Tejo e com vista para o farol do Bugio, é uma incógnita. Sabemos apenas alguns ingredientes: limões nacionais, ginjinha, gasosa e “segredo”. Fresca, esta bebida cai mesmo que nem ginjas e até se pode levar para a praia numa garrafa grande à venda no Quiosque da Cova do Vapor (6,5€). Um copo custa 1€.

Publicidade
3
Bolas de Berlim
©DR

Experimente as bolas da Panicova

Para quê esperar que o vendedor de bolas de Berlim apareça quando pode chegar
à praia já de barriga cheia? As bolas da Panicova, a padaria da Cova do Vapor, têm fama de ser as melhores da Margem Sul. A fama e o proveito. Com creme, sem creme, o preço mantém-se igual há vários anos: 1€ cada. O ritual completo de quem passa pela Cova do Vapor é comer uma bola de Berlim e empurrar com um Cai Bem, para repor os níveis de açúcar.

4
Albatroz
©Manuel Manso
Restaurantes, Petiscos

Coma peixe fresco no Albatroz

icon-location-pin Grande Lisboa

É um bar de praia ou é um pequeno oásis na confusão da Caparica? 
As duas coisas. O restaurante em cima da areia tem escorregas e uma piscina insuflável para os miúdos se entreterem. Há peixe fresco (sargos, robalos, sardinhas e por aí fora) e marisco. Também têm chapéus 
e cadeiras para alugar – o único inconveniente é a grande caminhada que tem de fazer até chegar ao mar. Mais vale levar um borrifador.

Praia da Cova do Vapor. Seg-Dom 09.00-23.00. 21 099 0018.

Publicidade
5
Lorosae Sol Nascente
©Inês Félix
Bares, Cafés/bares

Conheça o novo look do Lorosae

icon-location-pin Grande Lisboa

Depois de algumas obras de remodelação, o Lorosae Sol Nascente, o bar mais à direita da Praia de São João, reabriu no fim de Maio de cara lavada, com um novo mural, baloiços de madeira e redes para se espreguiçar. Apesar do novo look, há coisas que nunca mudam e continua a ser um dos melhores sítios para ver o pôr-do-sol ou para comer uma taça de açaí ao pequeno-almoço antes de dar um mergulho.

Praia de São João. Seg- Sáb 10.00-02.00, Dom 09.00-00.00.

6
Leblon
©Inês Félix
Restaurantes

Viaje até ao Leblon

icon-location-pin Grande Lisboa

Afinal a Praia do Leblon está do outro lado do rio – e não do outro lado do oceano. O bar da Praia de São João por si só já vale uma visita à Caparica e há quem ali passe a tarde inteira sem precisar de se refrescar no mar. Os cocktails da casa tratam do assunto. Há petiscos como mexilhões à espanhola, pregos de atum em bolo do caco de alfarroba e sobremesas como o cheesecake de abóbora e nozes. Por enquanto, estão abertos até às 19.00, mas a partir de Julho e Agosto funcionam também ao jantar.

Praia de São João. Seg-Dom 10.00-19.00 (até ao fim deste mês). 21 253 1338.

Publicidade
7
Paredão da Costa da Caparica
©Inês Félix

Faça o passeio dos alegres

Uma alternativa para quem já enjoou dos passeios à beira-Tejo são estes passeios à beira-mar. O paredão da Costa da Caparica é exactamente o contrário daquilo a que muita gente chama de “o passeio dos tristes”. É o passeio dos alegres. Há skates, pranchas de surf acabadas de sair do mar, turistas e locais, bicicletas, esplanadas e muito chão de cimento para dar às pernas, a andar ou a correr.

8
Marcelino Beach Clube
©DR
Restaurantes

prove os hambúrgueres veggies do Marcelino

icon-location-pin Grande Lisboa

O nome, Marcelino Beach Club, pode não parecer o mais sonante para hashtags em redes sociais. Mas o que interessa aqui são os hambúrgueres – e, já agora, a vista para a Praia de Santo António (nos pontões). Os hambúrgueres são o prato principal do restaurante com decoração de surf, com várias opções veggie. No Verão a cozinha está aberta até às 22.00.

Praia de Santo António. Ter-Dom 10.00-22.00. 96 840 8888.

Publicidade
9
Restaurante ONA
Manuel Manso
Restaurantes

Não perca o restaurante Ona – ele não dura para sempre

icon-location-pin Grande Lisboa

O mês passado dizíamos-lhe que o Ona
 era o melhor bar de praia sempre. Mas avisávamos: como tudo o que é bom, não dura para sempre. Este restaurante pop- -up com jovens chefs, da responsabilidade de Luca Pronzato, que já passou pelo dinamarquês Noma e pelo Prado, só está aberto até Outubro. Ocupou o espaço do restaurante Dr. Bernard, em frente à Praia do CDS, e tem um menu rotativo, chefs convidados, eventos como o arraial do fim-de-semana passado com barbecue e DJ sets e cocktails da autoria de Constança Raposo Cordeiro (A Toca da Raposa). O único senão? Tem prazo de validade. Não deixe passar o Verão.

Praia do CDS, Apoio 11. 12.30-16.30/ 19.30-22.30 (encerra à terça). Reservas: weareona.co

10
Praia do CDS
©Ana Luzia
Atracções, Praias

Faça yoga em frente ao mar

icon-location-pin Grande Lisboa

Se está farto de fazer yoga em ginásios e num ambiente fechado, talvez seja bom mudar de ares. Até fim de Outubro, o
Ona tem aulas matinais de yoga num estúdio com vista para o mar. Há vários professores, várias práticas e vários horários. O passe para aulas de yoga e pilates ilimitadas durante o Verão custa 100€/mês.

Praia do CDS, Apoio 11. + info e inscrições: adria@drbernard.co

Publicidade
11
O Barbas
©DR
Restaurantes, Frutos do mar

Tenha um calendário d'O Barbas

icon-location-pin Grande Lisboa

O nome do benfiquista mais famoso da Costa da Caparica é António Ramos, embora toda a gente o conheça por o Barbas. Os restaurantes que tem no paredão da Costa, O Barbas (encerra à quarta) e O Barbas – Tertúlia (encerra à segunda), são conhecidos pelo marisco, mas poderiam ser uma extensão do Museu Cosme Damião, com fotografias antigas
e objectos ligados ao clube da Luz. Aos clientes, costumam dar um calendário
de bolso para 2020 com a cara do próprio senhor Ramos.

Praia do CDS, Apoios 12 e 13. 09.00-23.00. 21 290 0163

12
Warung Ocean Vibes
©Inês Félix
Restaurantes

Seja saudável no Warung Ocean Vibes

icon-location-pin Grande Lisboa

O quiosque azul abriu no Verão passado e é ideal para quem, antes ou depois da praia, quer petiscar uma tosta, devorar uma tigela de açaí (a bowl Amazónia) ou beber um sumo natural. As donas são duas irmãs
que se inspiraram nas muitas viagens
que fizeram, daí os nomes dos pratos.
Têm opções take-away, com embalagens ecológicas.

Avenida 1º de Maio, 48 B (centro). Ter- Sáb 09.00-19.00.

Publicidade
13
Ahoy Coffee & Bar
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Beba um sumo ou uma cerveja artesanal no Ahoy

icon-location-pin Grande Lisboa

Abriu em 2015 e desde então é um dos cafés mais populares da zona, apesar
de conseguir escapar às multidões da praia. Sumos naturais, cerveja artesanal, tostas, bruschettas, refeições leves e bom ambiente. Melhor só se fosse em cima da areia. A praia mais próxima é a do Paraíso ou a do CDS.

Avenida General Humberto Delgado, 27B (Costa da Caparica). Seg, Ter, Sex, Sáb 12.00-18.30, Dom 12.00-19.00.

14
Gelado Pintado
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Geladarias

Coma um Não Sei na Pintado

icon-location-pin Grande Lisboa

“Que sabor é que quer?” “Não sei.” “Temos esse.” Este diálogo é comum na Pintado, uma das gelatarias mais antigas do país, e uma das poucas a resistir às mudanças do centro da Caparica. Foi fundada em 1986 por Fernando Pintado, no tempo em que a Caparica prometia ser uma espécie de Cannes e que as pessoas se vestiam a rigor para passear na rua. Os sabores, esses, foram-se modernizando. Além de caipirinha, bagas goji e alfarroba, há o tal sabor Não Sei, “um mix de sementes caramelizadas”, explicam-nos, ideal para os indecisos.

Rua dos Pescadores, 14 A (centro da Caparica). Seg- Dom 10.00-02.00. Bolas a partir de 1,5€.

Publicidade
15
Transpraia
©Manuel Manso

Não perca o comboio

O mítico comboio que atravessa as praias da Caparica existe desde Junho de 1960 e começou por sair do centro da Caparica (perto do restaurante O Barbas). Com o programa Polis, em 2006, a paragem inicial foi reinstalada um quilómetro e meio a Sul, na Nova Praia, para descontentamento da gerência, que perdeu grande parte dos seus clientes (vindos dos autocarros da TST). Agora o comboio é muito popular entre turistas, principalmente LGBT, que anseiam por chegar à Praia 19. Aliás, a praia gay é assim conhecida internacionalmente por ser este o número da paragem do comboio. A viagem são 8,5€ (ida e volta).

16
Arte Xávega
©Duarte Drago

Compre peixe acabado de pescar

A chegada do peixe à praia 
é sempre um momento emocionante, principalmente para as muitas gaivotas que esperam na areia. O aparato
 é grande quando as peixeiras começam a separar o peixe para ser vendido na lota por caixas. Há curiosos e moradores que preferem comprar o peixe ali mesmo, na areia, ainda a saltar. Esta tradição de pesca, a arte xávega, consiste em puxar as redes para terra. Já foi feita à mão, já foi feita com a ajuda de bois, e agora são os tractores a tratar do assunto e a criar um momento digno de um quadro. Siga as gaivotas para saber em que praia estão.

Publicidade
17
Praia da Saúde
©Inês Félix
Atracções, Praias

Leve à letra a expressão "amor e uma cabana"

icon-location-pin Grande Lisboa

É na Praia da Saúde que fica um dos mais conhecidos parques de campismo da zona e é por isso que a praia também é chamada de Praia do CCA (Praia do Clube de Campismo do Concelho de Almada). Aa típicas casas de madeira de pescadores em cima da areia são a paisagem mais reconhecida da praia. Muitas delas foram recuperadas e podem ser alugadas. No Airbnb encontra duas, a Palisade Beach House e a Cabana Blue, com preços a partir de 170€/ noite – em época baixa. Já no campismo, e mais em conta, uma tenda por noite está perto dos 4€/pessoa para não sócios do clube.

18
Praia da Rainha
Atracções, Praias

Não suje o carro e sinta-se uma Rainha

icon-location-pin Cascais

A Praia da Rainha é a preferida das colónias de férias e de quem não quer sujar o carro com pó como se tivesse acabado de chegar do Sudoeste. A razão principal é o enorme parque de estacionamento pavimentado, bom para excursões e para as enchentes de fim-de-semana. A praia é vigiada e o restaurante Pelicano é muito popular para almoços de família aos fins-de-semana e para casamentos no primeiro andar, envidraçado e com vista para o mar.

Praia da Rainha. Seg-Qui e Dom 09.00-20.00, Sex e Sáb 09.00- 22.00. 96 44 9988

Publicidade
19
Praia do Castelo
Atracções, Praias

Apanhe a onda

Diz-se que o nome da Praia do Castelo vem da casa em forma de castelo que se avista na estrada antes do acesso à praia. É uma das praias mais conhecidas da Caparica, frequentada por uma fauna mais jovem que se costuma juntar no bar da praia. Em terra e também no mar. É uma zona popular entre surfistas e é aqui que fica também a escola e surfcamp Duckdive. As aulas começam nos 35€.

Duckdive, Praia do Castelo. 96 710 2127

20
Cabana do Pescador
©DR
Atracções, Praias

Descubra a Cabana do Pescador

icon-location-pin Grande Lisboa

Não é o sítio ideal se quer estar longe da multidão. Aliás conte com gente, muita gente, o que pode tornar a tarefa de estacionar o carro bastante difícil – o parque é gratuito e em dias mais concorridos pode tornar-se caótico. Longe vão os tempos em que o restaurante da praia, Cabana do Pescador, era uma pequena cabana (consegue imaginá-la?). Agora é um dos muitos sítios na Costa onde se realizam casamentos e onde se come peixe. Outro dos restaurantes da praia, o Delmare, também é bastante popular. Vá sem pressas.

Publicidade
21
Borda D'Água
Fotografia: Duarte Drago
Restaurantes

Bronzeie-se no Borda D'Água

icon-location-pin Grande Lisboa

Nem sempre é fácil arranjar um sítio onde se coma bem praticamente com os pés na areia, mas o Borda d'Água tem vindo ao longo dos anos a ganhar a sua legião de fãs na Caparica e tem uma esplanada preparada para as enchentes de fim-de-semana. É tão famoso que poucos se lembram que a praia onde está se chama Morena. Toda a gente lhe chama Praia do Borda d’Água.

Praia da Morena, Seg-Dom 10.00-00.00. 21 297 5213

22
Waikiki
©Manuel Manso
Atracções, Praias

Veja o Iran Costa no Waikiki

O nome da Praia da Sereia também se confunde com o do popular restaurante de praia, o Waikiki, com mesas e cadeiras brancas. É a praia ideal para quem adora festas. O restaurante, durante o dia frequentado por famílias e surfistas, nas noites de Verão transforma-se em discoteca. Para esta quarta estava prevista a actuação do saudoso Iran Costa (“É o bicho, é o bicho”), mas a festa, “o Baile das Novinhas”, foi adiada para 14 de Agosto devido ao mau tempo. Iran Costa continua confirmado.

Quarta, 14 de Agosto, 00.00, no Waikiki, Praia da Sereia

Publicidade
23
Casablanca Beach Lounge
Fotografia: Duarte Drago
Bares

Espreguice-se no Casablanca

icon-location-pin Grande Lisboa

Há vários bares da Caparica onde basta consumir um mínimo por pessoa (10€) 
para poder usufruir das espreguiçadeiras e chapéus 
de praia. O Casablanca Beach Lounge, na Praia do Infante, com cadeiras de praia e sofás confortáveis, é um deles. Experimente a sangria branca.

Praia do Infante, Seg-Qui e Dom 10.00- 00.00, Sex-Sáb 10.00-02.00

24
Praia da Nova Vaga
©Manuel Manso
Atracções, Praias

Areje as ideias na Nova Vaga

icon-location-pin Grande Lisboa

Se é daqueles que nunca se levanta da toalha então esta praia não é para si. Os ventos da Nova Vaga, ou Nouvelle Vague, se quiser dar um ar mais chique 
à coisa, são bons para arejar as ideias, mas principalmente para se aventurar em actividades radicais como o kitesurf, o desporto oficial da praia, com uma escola, o Boarder Club Portugal (70€/2 horas em grupo), e muitos praticantes no mar e em terra. Uma coisa é certa, aqui o corta-vento vai dar-lhe muito jeito.

+ info em boarderclubportugal.com

Publicidade
25
Praia 19
©Manuel Manso
Atracções, Praias

Dispa-se na Praia 19

icon-location-pin Grande Lisboa

A última praia da Caparica, a da Bela Vista, é boa para lavar as vistas. Tem uma zona naturista mais ou menos a 400 metros do restaurante da praia, o Casa da Praia, e foi uma das primeiras em Portugal a oficializar o nudismo. A Praia Dezanove, a duas paragens de comboio dali ou a cinco minutos a pé, é uma das praias gay mais conhecidas da Europa e o engate nas dunas funciona melhor que as aplicações para telemóvel. Não há grandes regras que possamos recomendar, é deixar que os instintos sejam o seu gaydar.

26
Retiro do Pescador
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Português

Coma na areia – sem comer areia

icon-location-pin Grande Lisboa

A Fonte da Telha tem um areal enorme e não é por acaso que foi a praia escolhida por Tiago Pires (Saca) para tentar o ano passado bater o recorde do Guinness com a maior aula de surf do mundo (o recorde é australiano e foi estabelecido em 2015 com uma aula de surf de 320 alunos). É aqui que ainda encontra alguns bares de praia mais genuínos, como o Retiro do Pescador, um restaurante mesmo em cima da areia e com peixe sempre fresco.

Praia da Fonte da Telha. Seg-Dom 10.00-21.00. 21 296 2725

Publicidade
27
Kailua
©Manuel Manso
Restaurantes

Finja que está no Havai

icon-location-pin Grande Lisboa

O Kailua é perfeito para pessoas com tanta imaginação que acreditam que o Havai pode ser em qualquer lado – até na Fonte da Telha. Um dos restaurantes mais in da praia, o Kailua, funciona desde 2013 e inspira-se na cultura havaiana. Na ementa destacam-se os pokés de salmão, os ceviches, os risotos e os pratos vegan e saudáveis. Nesta altura o espaço é muito requisitado para casamentos.

Praia da Fonte da Telha, Seg-Dom 09.00-00.00. 21 296 3784

28
caracois
Manuel Manso
Restaurantes, Petiscos

O Dias dos Caracóis

icon-location-pin Grande Lisboa

Se o trânsito está a passo de caracol, nada como se dedicar
a uma travessa deles n’O Dias
dos Caracóis. O restaurante 
na rotunda da Tremoceira, na Charneca da Caparica, pertence a Manuel Cerqueira Dias, “pioneiro em Portugal na importação de caracol marroquino”, lê-se na descrição da casa. Quem não gosta da iguaria também se safa com petiscos como pregos ou saladas de polvo.

O Dias dos Caracóis, Rua Pedro Costa, 4, Quintinhas (Charneca da Caparica). Seg-Dom 11.00-00.00.

Publicidade
29
Ferry Trafaria
©Inês Calado Rosa

Volte para casa sem stress

Depois de um dia de praia é altura de voltar à casa de partida sem grandes sobressaltos – leia-se sem grandes filas de trânsito. Não há milagres aos fins-de-semana nem em Agosto, mas o ferry da Trafaria pode encurtar a distância – pelo menos a psicológica. Afinal, nada mais romântico que acabar o dia fora do carro, a ver o pôr-do-sol no Tejo. Ao contrário do que se poderia esperar, a travessia com carro até Belém não é assim tão cara (2,85€) e vai poupar-lhe tempo.

De frente para a Costa

Costa Caparica Geral
Fotografia: Inês Calado Rosa
Coisas para fazer

As melhores praias na Costa da Caparica

Há areais e marés para todos os gostos, destinos clássicos e paragens menos óbvias na Costa da Caparica. São 15 quilómetros de costa e muitas praias por onde escolher, sendo que a pré-época de veraneio é a altura perfeita para fintar as longas filas que costumam marcar a temporada estival. Mesmo que esse duro compasso de espera faça parte do programa, não desista de partir à descoberta da outra margem. Rume à Costa da Caparica e abanque no areal certo para si. Mas, atenção, não se esqueca do protector solar.

Restaurantes

Os melhores bares e restaurantes na Costa da Caparica

Há areais e marés para todos os gostos, destinos clássicos e paragens menos óbvias na Costa da Caparica. São 15 quilómetros de costa e muitas praias por onde escolher. Mas e na hora de matar a fome ou beber um copo? Fica perdido, sem saber para onde se virar e como distinguir os bons restaurantes das armadilhas para turistas e veraneantes? Reunimos 17 restaurantes, bares e esplanadas na Costa da Caparica.

Publicidade