Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Quatro séries para ver em Julho

Quatro séries para ver em Julho

Como vem sendo hábito, organizamos-lhe a agenda e dizemos-lhe as séries que tem mesmo de ver em Julho.

La Casa de Papel
Tamara Arranz
Publicidade

Este mês faz-se de regressos fortes e emotivos e o desafio vai ser conseguir manter a agenda social com tanta televisão de qualidade para ser vista. A Netflix leva claramente a melhor em Julho com três apostas difíceis de bater: Stranger Things, La Casa de Papel e Orange Is The New Black. São três das suas séries mais vistas e sem episódios novos há mais de um ano. Por sorte (ou nem tanto), estreiam em semanas diferentes, para nos dar tempo de irmos devorando uma a uma. Mas há mais: a SIC Radical, que habitualmente não entra nas nossas contas, tem vindo a apostar na ficção estrangeira de qualidade que, aparentemente, tem sido votada ao esquecimento. Este mês traz-nos, por exemplo, a série italiana Romanzo Criminale. Eis as séries que não pode mesmo perder em Julho.

Recomendado: As melhores séries do momento

Quatro séries para ver em Julho

Stranger Things

Se a última temporada chegou no Halloween, com episódios a condizer, a terceira chega agora no 4 de Julho, Dia da Independência nos Estados Unidos. O dia é de festa em Hawkins, com música e fogo de artifício a marcar a data. E o tempo é quente como se quer no Verão. Tudo se parece encaminhar para que aquele seja o Verão das suas vidas, mas o mundo invertido não desapareceu, tal como não desapareceram os demónios que perseguem Will Byers (Noah Schnapp), Dustin Henderson (Gaten Matarazzo), Lucas Sinclair (Caleb McLaughlin), Mike Wheeler (Finn Wolfhard), Eleven (Millie Bobby Brown) e Max (Sadie Sink). E, claro, não desapareceu Demogorgon. Pouco se sabe ainda sobre o que aí vem, mas correm rumores de que uma personagem importante poderá morrer. É certo dizer que a terceira temporada de Stranger Things vai ser intensa e está lá tudo outra vez: os miúdos que fazem desta uma série vencedora, uma banda sonora que nos prende aos primeiros acordes e toda a nostalgia a lembrar-nos filmes de Steven Spielberg.

Netflix. 4 de Julho (T3)

Romanzo Criminale

Em 2005, o célebre actor e realizador italiano Michele Placido (O Polvo) adaptou ao cinema, com enorme sucesso, o livro Romanzo Criminale, de Giancarlo De Cataldo, sobre três amigos de infância que se tornam os senhores do submundo de Roma na década de 1970. Três anos mais tarde, apareceu a série de televisão com o mesmo título, que recupera quase todas as personagens do filme e estende a acção até aos anos 1990, com o mesmo realismo, o mesmo sentido da acção e o mesmo detalhe na descrição da sociedade italiana desses tempos. EB

SIC Radical. 5 de Julho

Publicidade

La Casa de Papel

“Desta vez não é pelo dinheiro. É pela família.” É assim que se inicia o trailer da terceira temporada de La Casa de Papel, a série espanhola que se tornou um fenómeno universal quando chegou à Netflix no final de 2017. Nos primeiros segundos do trailer, salta à vista a bandeira portuguesa num barco onde o grupo se encontra com o Professor (Álvaro Morte), mais uma vez aos comandos. “Senhores, chegámos a águas internacionais”, diz o homem já com um novo plano em mente que inclui outra vez um assalto. Mais à frente, as caras de sempre, mas também algumas novidades: Hovik Keuchkerian (Bogotá), Najwa Nimri (Alicia), Fernando Cayo (Tamayo) e Rodrigo de la Serna (O Engenheiro). Não dá, no entanto, para perceber quanto tempo passou desde o assalto à Casa da Moeda, mas percebe-se que o grupo vivia separado. Cada um, ou cada casal, seguia tranquilamente na sua nova vida. Até Rio (Miguel Herrán), numa ilha paradisíaca com Tóquio (Úrsula Corberó), ser apanhado pela polícia. Tóquio encontra-se então com o Professor na Tailândia e a magia acontece. Nas imagens agora divulgadas, confirma-se o regresso de Berlim (Pedro Alonso). Resta saber o que lhe aconteceu no assalto – ainda se lembra como tudo acabou?

Netflix. 19 de Julho (T3)

Orange Is The New Black

Foi em 2004 que Piper Kerman foi presa por ter participado num esquema de tráfico de droga internacional. Era então uma jovem da classe média/alta de Nova Iorque, prestes a casar-se e a lançar uma marca de sabonetes artesanais quando o passado a atropelou – o tráfico tinha acontecido dez anos antes mas alguém a havia denunciado agora. A sua experiência na prisão deu um livro, livro esse que em 2013 deu uma série com o mesmo nome, Orange Is The New Black – uma das primeiras grandes apostas da Netflix a par de House of Cards. Mas Kerman, Chapman na série, é apenas o ponto de partida para a vida das muitas mulheres que hoje vivem em prisões nos Estados Unidos. Sete anos depois, Orange Is The New Black, que tanto nos põe a chorar como a rir, tendo-se tornado mesmo na primeira série a ser nomeada para os Emmys nas categorias de Comédia e Drama, chega ao fim. Na última temporada, já tudo estava diferente e mesmo assim o desfecho foi imprevisível. Seja como for, o melhor é manter os lenços de papel por perto. 

Netflix. 26 de Julho (T7)

O melhor para ver no sofá

Filmes

As melhores séries para ver na Netflix

O catálogo da Netflix, em Portugal, tem algumas falhas. Isso é notório sobretudo nos filmes, mas também nas séries. Só é possível colmatar esse problema devido a umas quantas parcerias estratégicas e ao facto de algumas das melhores produções do momento serem originais do serviço de streaming. O que é inegável é que, com uma ou outra excepção de peso, como Os Malucos do Circo dos Monty Python, a maior parte das séries disponíveis na Netflix foi feita neste século. 

Filmes

As 13 séries na HBO que vale a pena ver

Se a vida já estava difícil com tanta oferta, com a chegada da HBO ficou ainda mais complicado gerir a agenda – e não falamos apenas da vida social, mas do calendário de estreias de séries. A pensar nisso, fizemos-lhe uma selecção das séries na HBO que vale a pena ver e que nunca o farão perder tempo. Recuperamos os clássicos que não pode perder e as novidades que têm dado que falar. De Os Sopranos e A Guerra dos Tronos até ao mais recente fenómeno Chernobyl, estas são as 13 séries na HBO que vai gostar de ver. 

Publicidade
The New Pope
Gianni Fiorito/HBO
Filmes

Séries que tem de ver até ao final do ano

Com a quantidade de material que todos os dias chega à indústria é bastante plausível que estejamos a atravessar uma das fases mais profícuas no que ao conteúdo de ficção diz respeito. Regressos há muito esperados, despedidas difíceis e novidades que prometem ser boas. Por agora, deixamos-lhe estas séries que tem de ver até ao final do ano para não perder a carruagem do que vale realmente a pena. 

Publicidade