Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As melhores praias naturistas em Portugal

As melhores praias naturistas em Portugal

Existem oito praias oficiais naturistas em Portugal e muitas outras onde a prática é tolerada. Saiba qual o areal perfeito para si.

Praia do Meco
Manuel Manso Praia do Meco
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

O naturismo surgiu na Alemanha, no final do século XIX, como uma filosofia de vida, que defende a harmonia com a natureza, uma alimentação natural e a nudez. Em Portugal, a Federação Portuguesa de Naturismo promove a prática da nudez social desde 1977, “com o propósito de favorecer a auto-estima e o respeito pelos outros e pelo meio ambiente”. Mas não é a única instituição a fazê-lo: existem quatro clubes federados, entre os quais o Clube Naturista do Algarve e o Clube Naturista do Centro, o mais antigo em Portugal, que conta com uma agenda de actividades preenchida, entre sessões de piscina e yoga naturista, cujas aulas costumam decorrer em praias. Fomos por isso à procura das melhores praias naturistas em Portugal para poder andar como veio ao mundo, sem vergonha nem receio, e conhecer pessoas frescas que não têm medo de aragens. Dispa-se de preconceitos.

Recomendado: Guia de Praias de Portugal

Praias naturistas oficiais

Praia da Nova Vaga
David Clifford
Atracções, Praias

Praia da Bela Vista (Almada)

icon-location-pin Grande Lisboa

A última praia da Caparica, a da Bela Vista, tem uma zona naturista mais ou menos a 400 metros do restaurante da praia, o Casa da Praia, e foi uma das primeiras em Portugal a oficializar o nudismo. A Praia Dezanove, a duas paragens de comboio dali (ou a cinco minutos a pé), é uma das praias gays mais conhecidas da Europa, onde a prática do naturismo é legal, e o engate nas dunas funciona melhor do que as aplicações para telemóvel.

COMO CHEGAR: Vá no comboio da praia, o Transpraia, e saia na paragem 17 (Bela Vista) ou 19 (5€ ida e volta).

Coisas para fazer

Praia da Adiça (Almada)

icon-location-pin Grande Lisboa

A Praia da Adiça, também conhecida como Praia da NATO, tem um areal extenso, com cerca de 1,4 km, e a zona legalmente naturista inicia-se 50 metros antes do final do caminho de terra para veículos automóveis. A legalização desta praia para a prática do naturismo em 2015 tornou Almada o único concelho com duas praias naturistas oficiais, num total de oito praias em Portugal.

COMO CHEGAR: Siga em direção à Fonte da Telha, em Almada, pela Estrada Nacional N377, que atravessa a Mata dos Medos. Quando vir a base militar da NATO, é só parar: há uma zona de terra batida para estacionar o carro — o resto do caminho tem de ser feito a pé. Como está no topo da falésia, tem de seguir para o lado direito, em direcção à mata, e começar a descer. O caminho é um pouco acidentado, mas o trilho está bem marcado e demora entre 10 a 15 minutos.

Publicidade
Praia do Meco
Manuel Manso
Atracções, Praias

Praia do Meco (Sesimbra)

icon-location-pin Grande Lisboa

Ninguém conhece a Praia do Meco pelo seu verdadeiro nome, Praia do Moinho de Baixo, mas sabe-se que é a meca do naturismo português desde os anos setenta, embora hoje em dia também seja muito frequentada por famílias. O areal é extenso, mas o mar é agitado, com fundões e correntes fortes que exigem atenção redobrada a quem vem com miúdos. A praia é muito conhecida também pelo restaurante, o Bar do Peixe, famoso pelo peixe fresco grelhado e por pratos como as lapas com manteiga de alho. Uma boa desculpa para se esquecer de levar farnel.

COMO CHEGAR: De Lisboa, siga pela A2 e vire na placa com indicações Sesimbra/Azeitão. Siga a estrada nacional até encontrar placas para a Praia do Moinho de Baixo.

Coisas para fazer

Praia do Salto (Sines)

Situada a norte da Praia da Cerca Nova e da vila de Porto Covo e a sul da Praia do Cerro de Águia, a Praia do Salto constitui há vários anos um oásis para os naturistas, quase escondido entre as falésias, onde uma bica de água doce, que ali corre, permite lavar o sal do mar. 

COMO CHEGAR: Acesso por uma estrada estreita mas em bom estado de conservação.

Publicidade
Praia dos Alteirinhos
DR
Atracções, Praias

Praia dos Alteirinhos (Odemira)

Em dias de muito vento, caso não se queira aventurar por uma das praias secretas do litoral alentejano, o melhor é escolher a Praia dos Alteirinhos, do lado sul da Praia da Zambujeira do Mar. Tem uma escadaria até à areia, e muito areal para percorrer – daí ser bastante procurada quer por famílias, quer por nudistas (é a única do concelho classificada para a prática de naturismo). Sem infra-estruturas, tem-se mantido no seu estado selvagem, permitindo apreciar uma praia de beleza única, pela imponente falésia que a contorna e pelas rochas que aparecem e desaparecem consoante a maré alta ou baixa.

COMO CHEGAR: É a primeira praia depois da Praia da Zambujeira do Mar, na direcção sul, na estrada de terra batida junto à costa.

odeceixe
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções, Praias

Praia das Adegas (Odeceixe)

A praia de Odeceixe é a mais setentrional do Algarve (quer isto dizer que está ali na fronteira com a Costa Alentejana). É banhada, de um lado, pela ribeira de Odeceixe, boa para levar os miúdos, e, do outro, pelo mar, que é costume andar revolto – ao nível das ondas, para surfistas é incrível. Já teve um lugarzinho na lista das sete maravilhas de Portugal, em 2012. A sul da praia, surge uma pequena enseada, a Praia das Adegas, que é praia oficial de naturismo. Em situação de maré cheia, é acessível através de um caminho pedonal que desce pela arriba junto ao miradouro (trilho íngreme seguido de escadaria de madeira).

COMO CHEGAR: Fácil, fácil: quem vem de norte pela EN120 (Odemira-Aljezur), logo à saída da ponte sobre a ribeira de Seixe e já do lado algarvio, vira à direita. 3 km depois encontra a praia.

Publicidade
Atracções, Praias

Praia da Barreta (Faro)

Se o paraíso existe, é capaz de ser parecido com a Ilha da Barreta, mais conhecida por Ilha Deserta. Com um único habitante (o restaurante Estaminé, ali instalado desde 1987), o ponto mais meridional de Portugal prova que ainda existe um Algarve calmo, com mais de dez quilómetros de finas areias brancas e um mar imenso para mergulhar, sem confusões mesmo durante a época alta. Contemplada com Bandeira Azul, tem vigilância e aluguer de toldos e espreguiçadeiras nos meses de Verão.

COMO CHEGAR: Apanhar o ferry no cais da Porta Nova, junto à muralha do castelo de Faro. Faz viagens entre as 10.00 e as 18.00, que duram 35 minutos e devem ser aproveitadas para contemplar, na maré vasa, os labirintos de areia, os muitos canais e ainda os bancos de sapal. Não se esqueça de pôr olhar as margens para observar as aves que por ali vivem e se alimentam na ria, até porque a ilha é sobrevoada por andorinhas do mar.

praia do homem nu
Fotografia: Ana Luzia
Atracções, Praias

Praia do Homem Nu (Tavira)

Reza a lenda que o nome surgiu por causa de um naufrágio do qual sobreviveu apenas um homem que deu à costa nu. Talvez sugestionados pelo nome da praia, os praticantes de naturismo adoptaram-na e fizeram dela um dos seus lugares predilectos para andarem como vieram ao mundo. Hoje em dia costuma surgir também em guias LGBT nacionais e internacionais. Na extremidade ocidental da Ilha de Tavira, entre a área naturista oficial da Praia do Barril e a barra da Fuzeta, é deserta e selvagem, sem qualquer tipo de apoio, por isso, leve comida, água e protector. Pessoas vestidas também são bem-vindas.

COMO CHEGAR: Não é fácil lá chegar. Antes de tirar a roupa e de se esticar ao sol no longo areal (sempre são 4 km de praia), tem de apanhar um aqua-táxi que sai da Fuzeta ou aceder através da Praia do Barril, caminhando pelo areal em direcção ao extremo oeste da ilha.

Outras praias onde se pratica nudismo

Praia da Aberta Nova
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções, Praias

Praia da Aberta Nova

Para grande infelicidade de quem descobriu Melides há mais de uma década, a Aberta Nova deixou de ser, nos meses de Verão, aquele paraíso vazio e tranquilo, frequentada por nudistas a norte e a sul da zona têxtil central. Ainda assim, continua a anos luz de uma Praia da Rocha em época alta. E há que ver o copo meio cheio: tem toldos, zona de chapéus de sol, banheiro, bar de praia e gelados – quem não gosta de um gelado de fim de dia?

COMO CHEGAR: Tudo igual à Galé, mas na N261, vire à direita assim que chegar ao cruzamento com o restaurante Tia Rosa (excelente pato no forno). Depois à esquerda, na seta para a praia.

Praia da Ursa
Fotografia: Inês Calado Rosa
Atracções, Praias

Praia da Ursa

icon-location-pin Sintra

Fica pertinho do Cabo da Roca, o célebre ponto mais ocidental da Europa, e a sua beleza é capaz de mobilizar até o coração mais rochoso. As rochas, aliás, compõem o cenário em seu redor, mas fique tranquilo que a areia é fina. O resultado é um postal de encher o olho, claro está, mas como tudo o que é bom dá trabalho, lembre-se que o espera uma longa caminhada desde o parque de estacionamento até alcançar por fim a proximidade do mar.

COMO CHEGAR: Saia na última saída da A5 e siga as indicações para o Guincho, a Serra de Sintra e o Cabo da Roca. Depois de algumas curvas e contracurvas, estacione junto à placa que diz “Ursa”.

Publicidade
Atracções, Praias

Praia de João de Arens

Não é preciso ser montanhista profissional para chegar a esta praia, entre Portimão e o Alvor. Na verdade, alguma coragem e atenção são suficientes. O destino vale bem o esforço, as vertigens e as duas vezes em que vai pensar em desistir. No areal é possível que encontre alguns nudistas – concentrados nos banhos de sol ou num bom livro – ou pescadores.

COMO CHEGAR: Virar à direita na estrada de terra batida logo a seguir à entrada da Prainha Clube Resort. Estacione antes da Casa do Caracol e siga a pé pelo caminho à direita.

Atracções, Praias

Praia das Bicas

icon-location-pin Grande Lisboa

É a praia ideal para quem se quer despir de preconceitos. E para quem se quer despir, no geral. A sul da Praia do Meco, próxima do parque de campismo Campimeco, e com acesso através de uma longa escadaria de madeira, é uma das praias reconhecidas como tolerantes ao nudismo pela Federação Portuguesa de Naturismo. A praia não é vigiada e poucos se atrevem a entrar no mar. Não há qualquer apoio, apenas caixotes do lixo.

COMO CHEGAR: Siga em direcção ao parque de campismo Campimeco.

Publicidade
Praia do Rodanho
DR
Atracções, Praias

Praia do Rodanho

icon-location-pin Grande Porto

Não são muitos os banhistas que por lá param, talvez porque esta praia, também conhecida como Praia Virgem, está escondida atrás de um denso arvoredo que não denuncia a costa, sendo por isso frequentada geralmente por nudistas. Para se chegar ao areal é preciso atravessar um passadiço que cruza as dunas (são as dunas de maior altitude do Norte de Portugal). Depois, é tudo seu. São cerca de 2 km de areia fina, banhada por um mar com adeptos de bodyboard e stand up paddle em acção.

COMO CHEGAR: Pela EN13. Deve sair numa estrada não sinalizada entre a Praia do Cabedelo e a Praia da Amorosa.

Atracções, Praias

Praia do Cabedelo

A sul da foz do Rio Lima, fica na encosta do lado oposto ao mar e permite ao veraneante uma vista previligiada sobre a cidade da Figueira. Com uma área dunar protegida, reúne num só lugar a beleza do mar com a beleza da vegetação envolvente. Entre os seus frequentadores mais assíduos, destacam-se os praticantes de surf, windsurf e bodyboard, que aqui encontram a ondulação perfeita e uma animação que se prolonga noite dentro, nos muitos bares junto ao areal. Mas há nudistas ocasionais.

COMO CHEGAR: Os acessos fazem-se por passadiços de madeira que protegem as dunas e permitem ao mesmo tempo um maior conforto para se chegar à praia.

Publicidade
Ilha da Armona
DR
Atracções, Praias

Praia da Armona

Local frequentado habitualmente por naturistas, o areal é calmo e a perder de vista (são cerca de 9 km). Há casinhas de férias na ilha, construídas durante os anos 70, um parque de campismo, e na parte da Armona-ria, vários restaurantes. Na parte mais selvagem da Armona é capaz de encontrar camaleões.

COMO CHEGAR: Fica no extremo poente da ilha da Armona e é preciso apanhar barco – há carreiras regulares a partir de Olhão e o percurso demora 15 minutos.

Praia Grande
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções, Praias

Praia Grande

icon-location-pin Sintra

Está longe de ser uma campeã em matéria de beleza (neste particular, praias como a Ursa, distinguidas entre as mais belas do continente levam a melhor), mas é um clássico e o adjectivo diz quase tudo – nem todas as idas à praia têm que implicar descidas de 100 degraus e belezas espampanantes. O final de Agosto coincide com a época mais forte na zona, mas ninguém o censurará se aparecer antes para uma almoçarada ou petisco no Bar do Fundo. O nudismo é habitual em toda a extensão do areal.

COMO CHEGAR: Suba a serra até Colares e siga as indicações para a Praia Grande. Quando chegar ao cruzamento onde pode escolher entre a Praia Grande e a Praia das Maçãs, vire para a esquerda. 

Publicidade
Coisas para fazer

Praia dos Caneiros

Esta é uma praia pequena, muito agradável e frequentada quase exclusivamente por nudistas. O mar, com água sempre muito quente e agradável, é calmo e perfeito para mergulhar com óculos e barbatanas. Por outro lado, a vista é maravilhosa, incluindo as formações rochosas que saem do mar e que, ao fim da tarde, se cobrem de milhares de gaivotas que aí têm o seu habitat natural, desde as falésias junto ao farol até às ilhas ao largo.

COMO CHEGAR: Na saída leste de Portimão, perto de Ferragudo. O único acesso fácil é pela Praia de Ferragudo, para a direita (Oeste), contornando uma saliência rochosa no fim da praia (nem sempre possível na maré cheia).

Coisas para fazer

Praia dos Pinheiros

Maravilhosa praia algarvia junto a Lagos, entre a Ponta da Piedade e a Praia do Camilo, encontra-se encaixada entre escarpas rochosas. O areal tem quase 50 metros de extensão, mesmo na maré alta. É uma praia muito abrigada, sem vento e com mar calmo, e até foi pedida classificação desta praia como naturista, mas o processo foi considerado inviável pelo perigo de derrocadas no local. Ainda assim, se lá for, não deixe de procurar uma gruta, de onde pode chegar a um algar cuja visita é um encanto.

COMO CHEGAR: O acesso é muito difícil, por carreiros e escadas escavadas na colina. 

Escapadinhas

Lima Escape Camping, Gerês
©DR
Hotéis

Nove parques de campismo em Portugal para dormir à luz das estrelas

Quando pensamos em acampar, a indecisão ataca entre enumerar os lugares bonitos onde o podemos fazer e entrar em pânico com a parte chata de ter de o fazer, como termos de andar com o papel higiénico atrás ou demorarmos dias a lavar o pó do corpo. Mas, a verdade é que passar férias num parque de campismo já não é o que era. Há cada vez mais e melhores opções. E são muitos os encantos em dormir no meio da natureza, do ar puro à oportunidade de adormecer com uma banda sonora natural

Os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa
Crédito: Kym Ellis/ Unsplash
Coisas para fazer

Os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa

Portugal é um país de forte tradição vitivinícola e, a avaliar pelos inúmeros prémios e distinções em concursos internacionais, a excelente qualidade dos seus vinhos não passa despercebida. Para os apreciar e conhecer, nada como visitar as regiões de produção e envolver-se na sua cultura, através de visitas guiadas às instalações ou provas de vinhos e outros produtos locais, por exemplo. 

Publicidade
camper tales
©DR
Coisas para fazer

Férias de sonho sobre rodas: cinco autocaravanas para alugar

O pão de forma é um culto com muitos anos, um pouco por todo o mundo. Símbolo de paz e de liberdade, muito associado ao movimento hippie, a carrinha da Volkswagen de 1959 continua a ser uma imagem de marca dos surfistas. Talvez por isso tenha também inspirado a popularidade das autocaravanas, que podem ser uma excelente opção para um fim-de-semana na estrada ou férias prolongadas sobre rodas. 

More to explore

Publicidade