Os 13 melhores cabeleireiros em Lisboa para mudar o visual

Antes de tomar aquela decisão radical, que desde já apoiamos, confira a nossa lista.
Fhair
Anna Balecho
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Preparado para se desembaraçar de vários centímetros de cabelo? É hoje que faz aquela madeixa azul ou aquele corte radical? Mesmo que tenha respondido "não" às nossas questões, recomendamos 13 dos melhores cabelereiros em Lisboa para que se possa entregar aos cuidados de quem percebe do assunto. Bem sabemos que uma má história num cabeleireiro pode estragar toda a semana, tal como quando aquele corte que fica mesmo bem feito faz toda a diferença, até ganhamos forças para enfrentar os dias. Encontrar um bom cabeleireiro em Lisboa também pode ser uma aventura, ou temos referências ou temos medo de arriscar. Nada tema e descubra estes cabeleireiros em Lisboa.

Recomendado: As marcas sustentáveis que tem de conhecer

Os melhores cabeleireiros em Lisboa

1
Moscow Beauty Bar
©Instagram Moscow Beauty Bar
Compras

Moscow Beauty Bar

icon-location-pin Grande Lisboa

As luzes néon denunciam o espaço, despertam a curiosidade e atraem olhares para uns valentes metros quadrados da Rússia em Lisboa. É o Moscow Beauty Bar, um dos mais recentes salões de cabeleireiro da cidade, em pleno bairro de Santos onde vale a pena parar. Vladimir Pasekunov é o responsável por esta obra que, depois de abrir um beauty bar em Moscovo, decidiu replicar o conceito em  Lisboa, onde o cabelo e as unhas são a prata da casa, portanto todos os cuidados com o cliente são poucos. Cada cliente tem direito a uma primeira avaliação do cabelo – sim, vai-se além da típica avaliação de pontas secas –, para não falar de todas as comodidades, desde os cadeirões ao chá ou café enquanto espera pela sua vez. O espaço, todo ele em tons de rosa, responde a um design minimalista-industrial que lhe dá o ar cool culpado por muitas das fotos que vamos vendo no feed de Instagram de quem por já lá passou.  

2
Anton Beill
DR
Coisas para fazer

Anton Beill Haircare

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Um salão pequeno, mas cuidado, onde não falha a atenção ao detalhe e, em especial, ao cliente. Foi em 2011 que o cabeleireiro holandês Anton Beill inaugurou este espaço na Rua Castilho. É por lá que o especialista está sempre. "Vou ao meu salão, todos os dias, como se fosse o primeiro dia e dou 110%. O ponto fundamental de um cabeleireiro bem-sucedido é ser fiel ao que faz respeitando os cabelos dos clientes", diz Beill na sua biografia. Os preços do corte começam nos 35€ e variam conforme o hair stylist que escolher. Destaque para os produtos usados, todos naturais e criados pelo holandês. Enquanto espera, oferecem-lhe ainda uma água, café ou chá. Vá sem pressas.

Publicidade
3
Fhair
@Anna Balecho
Compras

Fhair Organic Hair Studio

icon-location-pin Cais do Sodré

Abriu no Cais do Sodré, pelas mãos de Ana Fernandes, e guia-se por práticas éticas, responsáveis e justas para com as pessoas e meio ambiente. O Fhair aliou-se à marca Davines, do norte de Itália, que é vegana e completamente isenta de petróleo. A ideia neste cabeleireiro é oferecer às pessoas produtos de qualidade, com técnicas profissionais mas sempre numa base de operação sustentável.  Muitos dos materiais que compõe o espaço foram também reutilizados e reaproveitados até para os pequenos detalhes, como é o caso dos tubos que adornam os balcões que são simples tubos de canalizações antigas já degradados. Depois dos redutores de caudal, dos cinzeiros de bambu e da iluminação a led, já só falta a energia renovável – um plano a pôr em prática no próximo ano.  E além de toda a gama e serviços no que toca aos cabelos, Ana Fernandes quis que houvesse também serviços de maquilhagem, também eles com produtos orgânicos, e muito em breve manicure e estética.

4
slash
©DR
Saúde e beleza

Slash

icon-location-pin Lisboa

Chamar cabeleireiro ao Creative Hair Studio do Saldanha é meio limitativo. É que as paredes acomodam a intervenção artística de Tamara Alves, há iPads para os clientes, e escovas modernaças, entre todos os detalhes que gritam futuro. O projecto tem a assinatura de Olga Ferreira-Hilário.

Publicidade
5
Patrik
©DR
Saúde e beleza, Cabeleireiros

Patrik

icon-location-pin Avenida da Liberdade

É num espaço confortável e tranquilo, num cantinho discreto da Galeria Comercial 245, que o belga Patrick, fiel ao seu sotaque, atende os clientes e amigos por marcação. Tenha especial atenção a este detalhe, já que a lista de espera pode ser longa – é um facto que muitas lisboetas não trocam os seus cortes e penteados pelos de mais ninguém. Se fuma, rejubile a dobrar: conte com a pequena esplanada ideal para nicotinodependentes.

6
Griffe Hairstyle
©DR
Saúde e beleza, Cabeleireiros

GriffeHairstyle

icon-location-pin Chiado

Bloggers nacionais ou capas de revistas. O toque da Griffe alastra-se por todo o lado e se adora namorar o corte de cabelo alheio, e até é pessoa para se apresentar no cabeleireiro com um recorte de uma celebridade tirado de uma revista (menos, vá), inspire-se em Jessica Athayde ou Raquel Strada, duas das estrelinhas que brilham mais nas mãos de Helena Vaz Pereira e companhia. 

Publicidade
7
Metrostudio
Metrostudio
Saúde e beleza

Metrostudio

icon-location-pin Santa Maria Maior

Imagine que chega à Baixa-Chiado via metro, escolhe efectuar a saída pela Rua do Crucifixo, e nisto apetece-lhe dar uma volta de 180 graus à sua vida – e já se sabe como nestas coisas há que começar pelo cabelo. Pois bem, não pense mais (aliás, não pensar muito nas coisas faz parte do projecto de mudança). Dê um pulo ao Metrostudio e pelo caminho inscreva-se num workshop da Academia de Susana Bravo.

8
Facto
©DR
Saúde e beleza

Facto

icon-location-pin Bairro Alto

A história do Facto confunde-se com a de Antony Millard, o seu director criativo e actual único proprietário do cabeleireiro. O conceito estreou-se em Lisboa no espaço de um antigo talho, na Rua da Rosa, saltando depois para a Rua do Norte. Fez uma escala em Santa Apolónia, entretanto extinta, e neste momento a marca acumula os serviços no Bairro Alto com a oferta do Royale, de portas abertas um pouco mais a cima, na Rua da Escola Politécnica. 

Publicidade
9
Wip Hairport
©DR
Saúde e beleza

Wip Hairport

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

O Wip é para almas determinadas, daquelas que abrem o site da casa, abrem a boca de espanto com a imagem em destaque (absolutamente fantástica) e fazem-se ao caminho para reproduzir algo do género no seu próprio cabelo. Claro que ninguém leva a mal se aparecer para algo menos arrojado, mas vá por nós: dizer algo como "é só para aparar as pontas" é quase sacrilégio. 

10
Hair Fusion
©Nuno Beja
Saúde e beleza

Hair Fusion

icon-location-pin Chiado

Joana e Alexandre criaram o Hair Fusion em 2013, com aquele toque urbano e aspecto industrial. E vendo bem, um espaço dedicado ao hair styling em muito se associa a uma sofisticada fábrica de penteados, com cortes e cores à medida da fauna que se passeia pelo fabuloso Chiado. Por aqui aposta-se no conceito shabby chic, assim qualquer coisa como um chique falsamente gasto e desleixado, porque nada é deixado ao acaso. 

Publicidade
11
Lisbaeta
Fotografia: Arlindo Camacho
Compras

Lisbaeta

icon-location-pin Chiado

Este cabeleireiro do Chiado é uma espécie de manifesto anti-salão convencional. Pelo menos, foi sempre esse o tipo de espaço que Mathieu Dubet quis evitar. Depois de passar por alguns dos cabeleireiros mais concorridos de Lisboa, entre eles o Facto (ainda em Santa Apolónia) e o &SoWhat (no Chiado), decidiu lançar-se sozinho. Clientes não faltam e entram onde for preciso para entregarem as suas cabeleiras, umas mais fartas do que outras, nas mãos do jovem mestre coiffeur. Felizmente, entrar no Lisbaeta não é sacrifício nenhum, conheçam-se ou não as habilidades do dono da casa.

12
Marie à Lisbonne
Fotografia: Ana Luzia
Saúde e beleza

Marie à Lisbonne

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Foi a um pequeno passo da Praça das Flores que a francesa Marie Sabatier abriu o seu Marie à Lisbonne, depois de muitas voltas pelo mundo com as suas tesouras, e de passar por dois salões alfacinhas. O espaço, morada da sua arte a solo, não podia ser mais friendly — não só para quem vem tratar do visual como para as companhias de quatro patas dos clientes. Sim, os animais são bem-vindos.

Publicidade
13
Peter in the Air
©DR
Saúde e beleza

Peter in the Air

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Peter in the Air é Peter da Silva. E como o seu cabelo não sofre de síndrome de Peter Pan, continuando sempre a crescer a bom ritmo, é provável que precise de requisitar os préstimos desta tesoura. O cabeleireiro ocupa um espaço pequenino numa esquina da rua da Rosa, garantia de exclusividade no atendimento e ambiente pessoal e intransmissível. 

Beleza e bem-estar

Coisas para fazer

Os melhores tratamentos de spa em Lisboa

Deitado na marquesa, aromas florais, cítricos ou assim aquele incenso a dar o ar da sua graça, tudo numa sala escura com música relaxante (o chilrear dos passarinhos acalma muita gente) – este cenário é o que encontra num spa quando entra na sala de tratamentos. Aliviar tensões, fazer drenagens, relaxar os músculos e libertar a mente de preocupações, pelo menos durante aqueles minutos que parecem passar a correr quando alguém nos põe as mãos em cima.Estes foram os tratamentos de spa em Lisboa que já experimentámos e têm o nosso selo de aprovação e de relaxamento, que é o que se quer. 

Belarmino
©Arlindo Camacho
Compras

As melhores barbearias em Lisboa

Elas voltaram em força e é raro o bairro que não tenha, pelo menos, uma barbearia. Entre casas centenárias, que, naturalmente, exibem o charme da idade, e novos negócios que ganham fama além-fronteiras, como a Figaro's, que esta semana abriu um novo espaço na Baixa, dedicámo-nos a escolher as melhores barbearias em Lisboa. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com