Seis coisas que tornam Lisboa perfeita para pelintras

Se as carteiras dos lisboetas fossem mais leves voavam com o vento com tantas ideias perfeitas para pelintras

Fotografia:Ana LuziaChelsea Bagel da Raffi's Bagels

Fãs das coisas grátis, adeptos dos jantares baratos e amantes de qualquer prato por tuta e meia. Lisboa é perfeita para os pelintras e forretas e temos números (pequenos, muito pequenos) para o comprovar.

Seis coisas que fazem Lisboa perfeita para pelintras

1
Ainda é possível beber cerveja a 1€

Ainda é possível beber cerveja a 1€

Ou menos! No Pato Real, um café/restaurante convenientemente localizado ao pé da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, uma imperial custa 0,85€ e duas ficam a 1,20€. Um roubo? Encontra mais barato no Café com Natas, um estabelecimento odiado entre os moradores do Arco Cego por conseguir criar no jardim das vizinhanças uma espécie de beer garden clandestino. O motivo: imperial a 0,50€ e 11 imperiais a 5€. O Oh Pereira, na mesma zona, faz o mesmo preço, mas só até às 21.00. No Bairro Alto a cerveja mais barata custa 1€ e fica na Tasca dos Canários. Falamos de imperial, mas se fica satisfeito com uma lambreta (copo de 15 cl) pode ir ao Bibo Bar (antigo Catacumbas) buscar uma por meio euro. Se o seu destino é o Cais do Sodré e quer poupar uns cobres, visite o Quatro Estações: imperial a 0,50€, sim senhor, mas só entre as cinco e as sete da tarde, nos dias úteis. Temos de acrescentar à lista o Black Tiger, também no Cais do Sodré, com a sua cerveja com sabor a tremoço a 0,50€ o copo.

Continua com sede? Visite um dos melhores bares de cerveja em Lisboa.

2
Ainda é possível beber café a 0,50€

Ainda é possível beber café a 0,50€

A cadeia Low-Cost.Come serve cafés a 0,40€ em nove localizações diferentes da cidade e a Pastelaria Tim-Tim, no Campo Pequeno, tem a bica mais barata das Avenidas Novas: 0,45€. A Central do Rato, no Rato, vendeu bicas a 25 cêntimos até 2009, mas hoje em dia cobra 0,50€. A nova gerência d’O Farnel, na Rua dos Fanqueiros, também vende o café a meio euro e o pequeno café à entrada do Ateneu faz o mesmo preço. Mas a bica mais barata de Lisboa encontra-se em São Bento, na Assembleia da República. Custa 30 cêntimos, mas só para o pessoal da casa.

Não deixe de visitar ainda os melhores sítios para beber café em Lisboa.

Publicidade
3
Ainda é possível ir ao cinema por 3,20€

Ainda é possível ir ao cinema por 3,20€

E esse é o preço mais caro que pode pagar por um filme na Cinemateca Portuguesa. Quem fizer parte dos Amigos da Cinemateca, os estudantes de cinema e desempregados podem ver um filme por 1,35€. A oferta é mais variada do que qualquer multiplex de hipermercado e as salas são muitíssimo confortáveis. Por quatro euros pode ver os filmes de culto do Cinepop, no Fórum Roma, aos domingos.

4
Ainda é possível visitar um museu por 1€

Ainda é possível visitar um museu por 1€

Com uma moeda apenas pode entrar na Casa Fernando Maurício (na imagem), na Mouraria, um museu dedicado à vida e obra do emblemático fadista. Por mais 0,50€ ganha acesso ao Museu do Aljube, um lugar obrigatório para conhecer a história recente de Portugal. Bónus: o terraço e a cafetaria com vista para o Tejo.

Saiba, ainda, quais os museus a visitar em Lisboa.

Publicidade
5
Ainda é possível sair à noite sem levar carteira

Ainda é possível sair à noite sem levar carteira

E sem cravar nada aos amigos. Se não, vejamos: às quintas-feiras, pelas 22.00 há shows de stand up gratuitos no bar do Cinema City de Alvalade. Às segundas no Chapitô (na fotografia) há Roda de Choro, isto é, música de baile brasileira, a partir das 22.30; e no Titanic Sur Mer há uma jazz jam à mesma hora e pelo mesmo preço: 0€. Quem estiver atento à agenda da Renovar a Mouraria pode apanhar uma das noites Fado à la Carte, onde moradores do bairro vão dar concertos gratuitos, ou aproveitar as muitas noites de concertos à borla no Lounge e nas Damas.

6
Ainda é possível comer bem por menos de 5€

Ainda é possível comer bem por menos de 5€

Mesmo uma simples e humilde nota de 5€ pode ajudar a forrar o estômago. Dá, pelo menos, para um generoso cachorro Tuga no Frankie, uma sanduíche de carne em forma de tubo encimada com bacon e ovo estrelado (3,85€) As famosas sandes da Nova Pombalina também podem fazer uma residência artística no seu estômago por 4€. É o caso da Serrana, sandes que celebra a união feliz entre o queijo da Serra e o presunto. Se procura algo mais sofisticado vá ao Raffi’s Bagels e peça um Chelsea. Leva queijo creme, salmão fumado, rúcula, cebola roxa e pepino em quantidades suficientes para suscitar a dúvida: “estarei a lanchar ou a fazer um jantar antecipado?”. Mas se o que quer é um prato quente e picante por cinco euros, não procure mais. O Sashida, discreto restaurante do Centro Comercial Martim Moniz, serve um óptimo caril de frango em troca de uma nota apenas.

E se a fome continua, opte por um dos melhores restaurantes em Lisboa para comer muito e pagar pouco.

Publicidade

Mais ideias para pelintras em Lisboa

18 ideias para gastar dez euros em Lisboa

A equipa da Time Out fez uma lista de objectos e experiências que podem ser seus por uma nota de dez euros e que em alguns casos ainda lhe dão troco. Vai perceber que o bom pode combinar com o barato e que o barato não tem de sair caro. 

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

37 coisas grátis para fazer em Lisboa

Não sabe o que fazer em Lisboa? De concertos de rock a bailes de forró, de tardes de críquete a noites de tricot, damos-lhe excelentes sugestões para aproveitar tudo quanto é à borla na cidade. São 37 coisas grátis para fazer em Lisboa.   

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Roteiro de arte grátis em Lisboa

Da próxima vez que passear por um jardim, que entrar numa loja de roupa ou que se sentar à mesa para jantar, olhe bem à sua volta. As manifestações de arte estão um pouco por todo o lado em Lisboa e estas têm entrada livre. À superfície, ou debaixo de terra, venha daí (praticamente) sem gastar um tostão. 

Ler mais
Por Maria Ramos Silva

Onde comer bom e barato em Lisboa

Comer fora é caro. Cada vez mais. Mas restam alguns verdadeiros achados. Andámos atrás das melhores pechinchas que se vendem na cidade até 5€ e ainda reunimos conselhos para poupar na conta. 

Ler mais
Por Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

As melhores happy hours em Lisboa

A felicidade tem um preço – e a partir de certa hora é mais barata. Estas são as happy hours em Lisboa que não lhe vão falhar. Para beber um copo ao pôr do sol ou, em alguns casos, para quando sair à noite, eis um roteiro dos melhores bares, rooftops e esplanadas para beber um copo em Lisboa a preço de saldo. É como diziam os Jogos a Santa Casa: há horas felizes.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Comentários

0 comments