Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Mais de dez razões que tornam Lisboa perfeita para pelintras

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Turista no Terreiro do Paço
Fotografia:Arlindo Camacho

Mais de dez razões que tornam Lisboa perfeita para pelintras

Se as carteiras dos lisboetas fossem mais leves voavam com o vento com tantos sítios perfeitos para pelintras.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Há quem diga que Lisboa está no topo das cidades mais caras do mundo – e estudos há que compravam esta teoria. Mas se estiver atento percebe que afinal Lisboa também é perfeita para pelintras e forretas. Duvida? Temos números (pequenos, muito pequenos) para o comprovar. Esta lista é para os fãs das coisas grátis, os adeptos dos jantares baratos e os amantes de qualquer prato por tuta e meia. Fomos à procura dos melhores sítios para beber cerveja e café, ir ao cinema, visitar museus e comer bem por preços irrisórios. Aliás, até andámos à cata dos sítios onde há happy hours ou para onde pode ir sair à noite sem levar carteira. Ora, espreite lá.

Recomendado: Coisas grátis para fazer em Lisboa esta semana

Mais de que fazem Lisboa perfeita para pelintras

Passeio de bicicleta promovido pela Massa Crítica
Passeio de bicicleta promovido pela Massa Crítica
Fotografia:Ana Luzia

1. Coisas grátis para fazer em Lisboa

Coisas para fazer

Não sabe o que fazer em Lisboa? De concertos de rock a aulas de swing, de recitais de poesia até às estrelas, damos-lhe uma grande variedade de sugestões para aproveitar tudo quanto é à borla na cidade. São dezenas de coisas grátis para fazer em Lisboa, afinal não queremos que deixe de aproveitar o melhor que a cidade tem apenas por ter a carteira mais vazia. Há muito para fazer à borla em Lisboa. Não acredita? Então espreite a lista que se segue. Não se vai arrepender. Já lhe dissemos que é grátis?

estufa fria
estufa fria
Fotografia: Manuel Manso

2. 18 coisas para fazer em Lisboa até 5€

Coisas para fazer

É verdade que é cada vez menos fácil respeitar a fasquia da nota de cinco euros, mas se puxar pela cabeça ainda descobre muito para fazer na cidade sem ultrapassar este valor. A vida anda mais cara, bem sabemos, mas felizmente em Lisboa há sempre opções para todos os bolsos e feitios. Se já explorou as nossas sugestões de coisas grátis para fazer em Lisboa, está na altura de abrir os cordões à bolsa, mas sem puxar muito a corda do orçamento mensal. Desde um bom copo de vinho a um bom filme na maior casa dos clássicos do país, há muitas coisas para fazer em Lisboa até 5€.

Publicidade
Zé dos Cornos
Zé dos Cornos
Fotografia: Arlindo Camacho

3. Os melhores restaurantes em Lisboa até dez euros

Restaurantes

A cidade é cada vez mais dos turistas, dizem, mas ainda há sítios que se mantêm com toda a resiliência como cantinas diárias para o almoço dos lisboetas. Comer fora não tem de ser caro e na cidade existem verdadeiros achados. Pense num prato rico, em comida saborosa e atendimento simpático – às vezes até familiar. Fazem-se literalmente negócios da China, da Índia, da Argentina e até completamente vegetarianos. Para encher a barriga sem esvaziar a carteira, este barato não lhe vai sair caro: estes são os melhores restaurantes em Lisboa até dez euros (ou menos).

Maria Limão
Maria Limão
Fotografia: Manuel Manso

4. Os melhores brunches até 10€ em Lisboa

Restaurantes

Quando se fala de um brunch, já se sabe que não vai ser a refeição mais barata do fim-de-semana – ou, verdade seja dita, aos dias de semana, que esta refeição deixou de ser exclusiva dos dias de descanso. Mas também não precisa de pagar um balúrdio para comer uns bons ovos mexidos, um cappucino, sumo de laranja e croissant num menu. Corremos a cidade à procura dos menus de brunch mais económicos da cidade e encontrámos sete restaurantes ou pastelarias que os servem com fartura. Siga as nossas sugestões: para pequenos-almoços, almoços leves ou lanches, cá vai uma barrigada até 10 euros.

Publicidade
Musa
Musa
©Ana Viotti

5. As melhores coisas para fazer em Lisboa até dez euros

Coisas para fazer

O dinheiro não estica. As carteiras estão tão leves que ameaçam levantar voo e os nossos bolsos são um buraco negro de onde não escapam quaisquer poupanças. Mas é possível aproveitar o melhor que a cidade tem para nos dar sem gastar uma nota (ou gastando uma apenas). Uma nota de dez euros é um rectângulo colorido a que podemos dar muitos usos: serve para fazer origami, usar como marcador de livro ou como guardanapo. Isto são tudo péssimas ideias de como usar 10 euros. As boas ideias vêm já a seguir. Descubra as melhores coisas para fazer em Lisboa até dez euros.

Pistola y Corazón
Pistola y Corazón
Fotografia: Francisco Santos

6. Menus de almoço até dez euros em Lisboa

Restaurantes

Não há almoços grátis, mas há almoços em conta – e bem completos. Para aqueles dias em que não sobrou nada do jantar para encher a marmita para o dia seguinte e almoçar na copa, corremos a cidade à procura de bons negócios. Dos pratos do dia que vão rodando (e tem de estar atento) aos menus completos com bebida e em alguns casos até com sobremesa. Nestes restaurantes há menus de almoço até dez euros – e fique a saber que, em alguns destes que sugerimos, com uma nota de dez euros ainda consegue receber umas moedinhas de troco.

Publicidade
Cantinho do Aziz
Cantinho do Aziz
©DR

7. Os melhores restaurantes em Lisboa até 20 euros

Restaurantes

Se abrir um pouco mais os cordões à bolsa, a escolha cresce e, escolhendo bem, não há maneira nem de passar fome, nem de comer alguma coisa que não alimente devidamente a alma. Dá para peixe fresco grelhado numa boa esplanada virada para o rio, dá para algumas das melhores pizzas da cidade, dá para comida israelita, nepalesa, indiana e oriental. Fique-se por esta lista dos melhores restaurantes em Lisboa até 20 euros. Tratar do corpo e da alma não custa mais do que uma nota das azuis.

8. Mergulhos low cost: as melhores piscinas até 20 euros em Lisboa

Coisas para fazer

Gosta de dar um bom mergulho na piscina, mas recusa-se a esvaziar a carteira para o fazer? Depois de explorar as melhores piscinas em Lisboa, partimos em busca das que refrescam as ideias e o corpinho sem dar cabo da conta bancária. Se pensa que no centro da cidade não há piscinas onde possa mergulhar, afaste essa ideia. Dá para ir de Carnide às Olaias e ainda dar um salto até Oeiras ou ao Estoril. Por isso, o melhor é começar à procura do protector solar, agarrar na toalha e preparar-se para dar uns mergulhos sem grandes preocupações.

Publicidade
Tantura
Tantura
Fotografia: Arlindo Camacho

9. Os melhores restaurantes baratos em Lisboa

Restaurantes

Comer fora é caro, que o digam as marmitas e o fim do mês. Restam uns quantos achados que cumprem os requisitos quando chega o prato à mesa mas também quando chega a hora da dolorosa. Para rebolar rua fora de barriga cheia em dias de festa, para intervalos de almoço em dias de trabalho e para jantar antes de seguir com a noite, damos-lhe 20 restaurantes baratos em Lisboa. Entre tascas, petiscos, cozinha africana, sul-americana, chinesa, italiana e israelita, calculamos que não vá passar os dez euros. Os 13, vá.

Crispy Mafya
Crispy Mafya
©Manuel Manso

10. Os melhores petiscos baratos em Lisboa

Restaurantes Petiscos

Faça do petisco refeição em almoçaradas de amigos, lanches ajantarados ou finais de tarde pós-praia, em restaurantes específicos para quem gosta de partilhar pratos e pratinhos ou noutros, mais carotes, onde normalmente nem passa perto com medo de gastar nota preta. Nesta selecção encontra todo o tipo de petiscos baratos, dos mais tradicionais aos mais modernos, como as espetadas de corações de galinha ou os ovos com espargos aos pedaços de frango frito servidos em cone de gelado, em restaurantes clássicos ou novidades. Faça a gestão do seu orçamento: todos estes petiscos têm o preço máximo de 10€, para lamber os dedos e não a carteira.

Publicidade
Hotel White Lisboa
Hotel White Lisboa
©DR

11. Hotéis bons e baratos em Lisboa

Hotéis

Hotéis em Lisboa há muitos e difícil é arranjar uma boa pechincha. Andámos à caça de hotéis baratos em Lisboa e descobrimos dez bons se tivermos em conta os preços que andam ali entre os 50 e os 90 euros por noite. Se o preço não for um problema, espreite os melhores hotéis de luxo em Lisboa. E se vier em clima de romance, vale a pena espreitar os melhores hotéis românticos em Lisboa. Tenha só atenção: os preços que indicamos podem flutuar de um dia para o outro, por isso sugerimos que faça uma pesquisa complementar. Obrigada e boa estadia.

Lost In
Lost In
©DR

12. As melhores happy hours em Lisboa

Coisas para fazer

A felicidade tem um preço – e a partir de certa hora é mais barata. Happy hour é aquela expressão estrangeira que ninguém vai enrolar a língua para dizer, ou recusar-se a compreender o conceito. Nas horas mais felizes dos lisboetas as imperiais passam a custar uma módica moedinha e os cocktails caem para metade do preço. Escolhendo bem, ainda encontra iguarias com preços reduzidos para acompanhar e esplanadas na cidade que não têm preço. Eis um roteiro dos melhores bares e esplanadas para beber um copo em Lisboa a preço de saldo. É como diziam os Jogos Santa Casa: há horas felizes.

Mais ideias para pelintras em Lisboa

sítios baratos em Lisboa
sítios baratos em Lisboa
DR

1. Pato Real

Restaurantes Avenidas Novas

No Pato Real, um café-restaurante convenientemente situado ao pé da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, uma lambreta (15cl) custa 0,70€, uma imperial (20cl) 0,90€ e duas de uma vez ficam a 1,20€. Se a cerveja lhe der fome, não se esqueça dos natões a 0,80€. Quem já provou diz que são os melhores de Lisboa – e perfeitos para quem nunca fica satisfeito só com um pastel de nata.

sítios baratos em lisboa
sítios baratos em lisboa
Zomato

2. Oh Pereira

Restaurantes Avenidas Novas

Perto do Arco do Cego, esta Casa de Pasto é famosa pela happy hour de imperial Super Bock a 0,60€ até às 21.00. Depois dessa hora passa a custar 1€, o mesmo preço de uma Somersby de 0,20lt, servida com gelo. Para comer, o melhor é optar pelos petiscos, para partilhar, como a salada de polvo (7,50€), os cogumelos frescos salteados (4,50€), os pimentos padron (4,50€) ou os ovos mexidos com farinheira (4,95€). Se estiver com coragem de gastar 10€, sugerimos as lapas da madeira na chapa.

Publicidade
Café
Café
DR

3. Low-Cost.Come

A cadeia Low-Cost.Come serve cafés a 0,45€ em nove localizações diferentes da cidade. Entre os 0,50€ e os 0,85€, ainda dá para escolher entre um carioca, garoto, chá, abatanado ou abatanado descafeinado. Se estiver com fome, há propostas dos 0,55€ (pão de água ou de mistura com manteiga) aos 1,45€ (croissant ou pão de deus com fiambre e queijo e croissant folhado ou de cereais com fiambre e queijo). Uma pechincha.

4. Cinemateca

Filmes Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Tem por principal missão a divulgação e salvaguarda do património cinematográfico português e tem sessões diárias desde 1980 numa antiga moradia na Rua Barata Salgueiro. O edifício foi restaurado na viragem do século e hoje é possível assistir confortavelmente aos clássicos do cinema nacional e internacional. O preço mais caro que pode pagar por um filme é 3,20€. Quem fizer parte dos Amigos da Cinemateca, os estudantes de cinema e desempregados podem ver um filme por 1,35€. A oferta é mais variada do que qualquer multiplex de hipermercado e as salas são muitíssimo confortáveis.

Publicidade

5. Casa Fernando Maurício

Museus Música Martim Moniz

Com 1€ pode entrar neste pequeno museu, que celebra a vida do fadista mais querido da Mouraria e a segunda figura mais presente na iconografia do bairro – a seguir à fadista Severa. Em três salas pode ver objectos pessoais, fotografias, prémios, cartazes, discos e letras que nos dão uma perspectiva geral sobre a vida e obra d’O Rei Sem Coroa, como também era conhecido. Ao último sábado de cada mês, há tarde de fado para todos, a partir das 15.00.

Esplanada do Chapitô
Esplanada do Chapitô
Fotografia: Arlindo Camacho

6. Chapitô

Noite Castelo de São Jorge

Este lugar de livre criatividade tem lugar para todos. É uma Escola de Circo que abre as portas à população que está convidada a assistir às produções da companhia da casa na Tenda do Chapitô, a provar a gastronomia do restaurante Chapitô à Mesa, com uma vista sobre Lisboa ou ir a eventos no Bartô, o bar, onde todas as segundas-feiras, das 22.30 às 01.30, pode ir sem levar a carteira, para ouvir a Roda de Choro, isto é, música de baile brasileira.

Para viver a cidade (e sobreviver)

miradouro da graça
Fotografia: Arlindo Camacho

Viver em Lisboa: nove dicas para sobreviver na cidade

Coisas para fazer

Lisboa é menina e moça, sim senhor, mas também pode ser uma cidade madrasta – madrasta tipo filme da Disney, não tipo a mulher do pai. Mas o problema maior é que em Lisboa não há animais falantes para nos ajudar a superar as vilanias da vida urbana, tantas vezes difícil de lidar. Mas nada tema. A Time Out está aqui, qual fada madrinha, para o ajudar a viver em Lisboa e a conquistar o coração desta princesa. Vai valer a pena. Siga as nossas dicas em Lisboa e tudo vai parecer mais fácil (e barato).

Ideias para aproveitar os dias de sol em Lisboa

Coisas para fazer

Bem sabemos que a chuva faz falta, mas é um facto que somos abençoados pelo sol. E se assim é, não vale a pena ficar fechado em casa ou sair de casa de gabardine à espera que chova. Eis algumas ideias para aproveitar os dias de sol em Lisboa: terraços para fazer a fotossíntese, jardins para se estender, novos gelados para provar, caracóis para lamber os dedos, cestas recheadas para fazer um piquenique à maneira, petiscos de Verão, mergulhos em água doce e outros em água salgada. Mais ninguém, além de Lisboa, tem aquela relação tu-cá-tu-lá com um astro que ainda por cima é rei. Vamos tentar viver ao máximo a companhia de sua majestade? Aqui tem muitas ideias para aproveitar o Sol em Lisboa.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade