Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Fique em casa e encomende destes restaurantes virtuais em Lisboa
MexiCali
© DR MexiCali

Fique em casa e encomende destes restaurantes virtuais em Lisboa

Não têm espaço físico, mas têm menus ecléticos para matar saudades de comer fora. Conheça estes restaurantes virtuais em Lisboa

Por Francisca Dias Real e Inês Garcia
Publicidade

A pandemia trouxe muitos problemas e outros tantos desafios a quem dá a cara por um negócio. As condições adversas no sector da restauração durante estes tempos pandémicos deram força aos restaurantes virtuais, que são uma espécie de fantasma da restauração, sem portas que se abram ou fechem ao público. Há quem olhe estes tempos como um verdadeiro desafio e aposte forte neste modelo de negócio que tem ganho adeptos, tanto empresários como clientela que se rende à facilidade das plataformas de delivery, que são a casa destes restaurantes virtuais em Lisboa. 

Recomendado: Peça para casa: as melhores entregas ao domicílio em Lisboa

Encomende destes restaurantes virtuais em Lisboa

Xao Xao
Xao Xao
DR

Xao Xao

Tem nome de arroz mas é mais do que isso. O Xao Xao é um restaurante chinês com tudo a que tem direito, com consultoria de Pedro Almeida, do estrelado Midori, e chefia de Jorge Redondo (ex-Água pela Barba). Funciona apenas virtualmente. A base são os pratos chineses ditos tradicionais, para que o cliente os reconheça, mas têm o cunho pessoal. Isso nota-se, por exemplo, no pato à Lisboa, uma reinvenção do pato à Pequim onde a panqueca em que normalmente se envolve o pato é substituída pela indiana paratha. É servido em rolinhos recheados com a carne, picle de pepino e alho francês crocante (6,50€) e é uma das entradas, a par do bun de cachaço cozinhado a baixa temperatura (7,50€) ou da sopa ácida picante (3,90€). Vaca com molho de ostras (9,50€), porco agridoce (8,50€), massa chow mein de caril amarelo e soja com frango panado em amêndoas (10,50€), camarão com molho picante de pimenta Sichuan e caju sob base de arroz branco (13€), frango com molho de laranja e sementes de sésamo (8,50€) ou noodles de camarão e frango, com cenoura, pimentos, couve chinesa, alho e amendoim torrado (14,95€) são algumas das escolhas para prato principal. Para finalizar não há banana fa si, mas há uma salada de frutas com líchia, pêssego, wonton crocante e amêndoa torrada (3,50€) e um crepe de nutella e banana (3,75€). Os pedidos fazem-se através do site.

Ameaça Vegetal
Ameaça Vegetal
DR

Ameaça Vegetal

Novo projecto gastronómico do chef Diogo Noronha e do colectivo Foodriders tem uma base vegetal. Está disponível em exclusivo no Uber Eats, mas no futuro haverá food trucks e um restaurante-mãe. O menu deste Ameaça Vegetal, que não se pretende estático, divide-se entre sanduíches, sopas, “não sanduíches” e sobremesas. Na primeira categoria há quatro sanduíches servidas ora em focaccia de fermentação lenta, ora em buns de trigo e centeio. A complementar, quatro sopas, sempre com texturas extra ao caldo. A fechar a carta há apenas duas sobremesas. Também disponível para encomenda estão os cocktails criados por José Pedro Oliveira, ex-bartender do Pistola y Corazón, que criou bebidas feitas a partir da maceração de fruta a frio, com ou sem álcool, mas também kombuchas. Há ainda chás e vinhos naturais e de baixa intervenção e uma selecção de sakes e mezcal.

Saiba mais sobre esta Ameaça aqui

Publicidade
Restaurante virtual, Chef Kiho, TakeAway
Restaurante virtual, Chef Kiho, TakeAway
©Francisco Rivotti

do Kiko – Fresh & Healthy Food

Em Novembro de 2020, o chef Kiko lançou o seu primeiro restaurante virtual. Chama-se do Kiko – Fresh & Healthy Food, e está disponível exclusivamente na plataforma Uber Eats. O menu reúne as receitas de outros projectos do chef, como A Cevicheria, O Talho ou O Poke. Por lá há os conhecidos ceviches de corvina ou de salmão, os pokes de camarão e abacate, de salmão e manga, e se preferir carne, pode escolher entre o tártaro de novilho ou o asiático de novilho. As encomendas podem ser efectuadas todos os dias, entre as 11.30 e as 22.30. 

deCastro
deCastro
deCastro

deCastro

Encabeçado pelo chef Miguel Castro e Silva, o deCastro, disponível exclusivamente no Uber Eats, tem um menu à base de refeições tradicionais e caseiras, com várias opções saudáveis. É a partir da cozinha do colégio Bafureira, uma instituição centenária na Parede, que o chef comanda as operações e as refeições, que chegam a moradas num raio de 4km do colégio. A carta começa com petiscos tradicionais como bolinhos de bacalhau (três unidades, 5€) ou empadas de galinha (três unidades, 6€) e segue para os pratos de peixe, como a salada de bacalhau fumado, tomate seco e grão (9,50€) ou bacalhau à brás (13,50€). Há também pratos de carne como sandes de porco assado com queijo das ilhas (9,50€), francesinha de carnes assadas (13,50€) ou pastéis de massa tenra com arroz de espinafre (9,50€). Para terminar a refeição há doces sem glúten como o bolo de chocolate sem farinha (4,50€) ou o toucinho do céu (4,50€). O restaurante está assim disponível no Uber Eats de terça a domingo, entre as 17.30 e as 22.30.

Publicidade
Olívia Burgers
Olívia Burgers
©DR

Olivia Burgers

Durante o primeiro confinamento, em 2020, o grupo Sea Me criou a marca Olívia, com vários hambúrgueres muito diferentes entre si, com ingredientes frescos e uma entrega rápida. O pão é sempre um brioche que chega tostadinho q.b, portanto terá só de escolher qual o hambúrguer que mais lhe convém. Há opções mais tradicionais, como o Classic, com hambúrguer, cebola roxa, alface e molho BBQ (7,50€), o Bacon, com cebola frita, bacon, ovo estrelado, alface, queijo cheddar e molho BBQ (8,50€) ou o Cheese, com picles, queijo cheddar, alface, tomate, cebola roxa e ketchup (8,50€). Para os mais exóticos há o Spicy (8€) ou o Thai, com frango e molho aioli (8€). Há também um vegetariano, que substitui o hambúrguer de carne por tofu, cogumelos salteados em sumo de laranja, maionese, picles, cebola roxa e espinafres (7,50€). As entregas são feitas no Uber Eats e Glovo de segunda a quinta-feira, entre as 12.00 e as 15.30 e entre as 19.00 e as 22.30. Aos sábados e domingos, o horário de entrega é ininterrupto.

Las Gringas
Las Gringas
DR

Las Gringas

O Pistola y Corazón foi uma das maiores baixas na restauração lisboeta por culpa da Covid-19. A taqueria do Cais do Sodré fechou mas os donos não se ficaram e abriram o virtual Las Gringas, restaurante que deve o nome à gringa, uma variedade de taco que usa uma quesadilla como base, isto é, uma tortilha recheada. O menu foi criado de raíz com atenção aos ingredientes para que estes cheguem a casa com o máximo de sabor e textura. O Las Gringas é uma parceria com a plataforma Kitch, que garante uma cozinha para os restaurantes virtuais, bem como um sítio para garantir o take-away. Pode encomendar totopos com pico de gallo (2,50€), seis tipos de gringas diferentes, como a camarón a la diabla (15€), a de champiñones (9€) ou a de carnitas (14€), kits DIY para montar os seus próprios tacos em casa (25€) e até cocktails com e sem álcool. Está disponível aqui, sem taxa de entrega (tem apenas de confirmar se entregam na sua morada), ou através da Uber Eats.

Publicidade
Mexicali
Mexicali
DR

MexiCali

As bowls do Crave apareceram em Lisboa numa altura em que o conceito de comida em malgas começava a bombar pela cidade. Estávamos em 2017. Agora, já com essa marca bem lançada no mercado, o grupo atende os pedidos dos clientes e adere às plataformas digitais, com um restaurante exclusivamente virtual disponível no Uber Eats e especializado em bowls, desta vez mexicanos, e burritos - é o MexiCali. O menu é simples, com cinco burritos e três bowls. Na primeira opção tem o mezcalito, com quinoa, salsa de feijão, pico de gallo, guacamole, frango e molho chipotle (7,50€), o BBQ com arroz integral, salsa de feijão, pimentos assados, porco, queijo e molho barbecue (7,90€) ou o veggie com quinoa, espinafres, guacamole, cogumelos, pico de gallo e molho tzatziki (7,20€). No campeonato dos bowls há o Azuliki com quinoa, espinafres, salsa de manga, pico de gallo, frango, nachos e molho chipotle (8,50€) ou o Casa Malaca com chilli com carne, arroz integral, guacamole, cogumelos, couve roxa, molho chipotle e nachos (8,90€). Se nenhum lhe agradar, não precisa fechar logo a aplicação. Tem uma opção que lhe permite criar um bowl (8,90€) ou um burrito personalizado (8,50€), escolhendo entre oito bases e mais de 30 ingredientes.

Naughty Burguer

Maurício Vale, chef executivo do SOI e ASIAN LAB, apostou num restaurante virtual: o Naughty Burguer, disponível na Uber Eats e Bolt Food. Tal como o nome indica, a estrela do menu são hambúrgueres artesanais numa versão inspirada no street food, bem recheados e gulosos. O chef,  especialista em comida asiática, criou cinco combinações com influências da street food típica de países como a China, a Coreia do Sul ou os Estados Unidos da América. Tem então o brisket bardot (10,95€), um hambúrguer de brisket com maionese de gochujang, picle de pepino e queijo cheddar ou o pork malone (10,95€), hambúrguer de pulled pork, com maionese de gochujang, picle de pepino e queijo cheddar. Para quem prefere manter-se pelos clássicos, o chef recomenda atirar-se a um destes três: o steve McCheese (11,95€), o farrah “cow”cett (11,95€), ou o krispy kardashian (10,95€). Qualquer escolha faz-se acompanhar de batatas fritas e maionese naughty. Por agora, é possível encomendar através da Uber Eats e Bolt Food, todos os dias, entre as 12.00 e as 23.00.

Publicidade
A-BAO-T
A-BAO-T
DR/A-BAO-T

A-BAO-T

Depois de uma hamburgueria e uma garrafeira virtuais, a Dionísio, o Grupo Sea Me continuou a apostar nos restaurantes virtuais e virou-se desta vez para os baos, os pãezinhos cozidos a vapor originários de Taiwan. A A-BAO-T tem várias propostas, que vão desde a mais tradicional, o pork belly bao, com barriga de porco desfiado, pimento, gengibre, chili, cebolinho, mel e amendoim tostado (8€) ou o korean chicken bao, com frango frito crocante, cebola roxa, pepino, coentros, sementes de sésamo e o picante molho gochujang (7,50€). Há o bao de caranguejo de casca mole, com manga, coentros, lima e maionese sriracha (12,50€) ou o de choco e lima, recheado com choco frito, maionese de lima e coentros (8,75€). Cada pedido traz duas unidades e está disponível todos os dias no Uber Eats e Glovo. Para sobremesa, a sugestão é um gelado de wasabi, uma parceria com a italiana Davvero.

Pica-Miolo
Pica-Miolo
Pica-Miolo

Pica-Miolo

Pão já não se quer só com manteiga e papo-seco já não satisfaz. As padarias estão na mó de cima, mostrando as técnicas antigas e pão do bom, e a Pica-Miolo veio juntar-se à tribo, afirmando-se como a primeira marca de pão e sandes artesanais virtual, disponível exclusivamente para entrega ao domicílio, em parceria com o Uber Eats. Para barrar ou rechear a bel-prazer em casa, há pão artesanal de mistura (3,95€), de espelta e sementes (3,95€), de trigo (3,95€), de trigo, carvão activado e sésamo, pronto para tostas instagramáveis em fundo negro (4,50€) ou de queijo da Ilha e cebola crocante (4,50€). Todos os pães da marca são feitos com farinhas de moleiro com massa-mãe e fermentação longa. Depois há as picas, as sandes já recheadas, redondas, com combinações como o presunto, brie e nozes em pão artesanal de trigo (6,95€), a sandes de pastrami e coleslaw em pão de trigo (6,95€) ou a de salmão, queijo creme e molho de endro em pão de trigo com carvão e sésamo (6,95€). A Pica-Miolo está disponível apenas no centro de Lisboa e faz entregas entre as 09.30 e as 21.30. 

Publicidade
Amor Y Ódio
Amor Y Ódio
©Grupo Sea Me

Amor Y Odio

O grupo Sea Me apanhou-lhe o jeito e apostou também na cozinha mexicana com Amor Y Odio, o restaurante virtual onde os burritos são reis e há corona (a bebida, claro) para não embuchar. O burrito é a estrela da casa e um dos pratos mais aclamados da cozinha Tex Mex – a designação para a fusão das culturas gastronómicas do Texas e do México. O menu de Amor Y Odio traz três tipos de burrito: o El Original (9€) com arroz e pasta de feijão; o San Diego Style (9€), que em vez do arroz e feijão habitualmente tem batata frita, mas aqui inclui batata doce; e, finalmente, o Desnudo (9,75€), que é igual ao Original, mas sem tortilha. Cada cliente poderá depois personalizar o seu burrito escolhendo as várias opções de recheio: porco, frango, chilli, camarão, tofu e cogumelos, ou surf&turf, que junta camarão e porco. Para regar a coisa há molhos como o mexicano, com molho de tomate, jalapeños, quindilla e pimentão vermelho, o salsa verde, o habanero ou o chipotle. No menu estão ainda disponíveis os típicos totopos que aqui se dividem entre normais e picantes (3,50€), mas sempre acompanhados de cheddar, guacamole ou então pico de gallo. Também existem menus com comida e bebida incluída, é o caso do Sencillo com burrito e bebida (11,50€) e o Completo com totopos, burrito e bebida (14€). 

Jamie Oliver's Diner
Jamie Oliver's Diner
DR

Jamie Oliver’s Diner

Os tempos mudaram e agora a aposta do mediático chef britânico é num restaurante virtual, já testado e aprovado em formato físico noutras cidades: Jamie Oliver’s Diner, que por cá está apenas disponível no Uber Eats (Seg-Dom 12.00-23.00). O menu do diner americano é inspirado numa viagem do chef aos Estados Unidos em 2009 e   tem clássicos americanos, das ribs aos hambúrgueres suculentos, sem esquecer opções ligeiramente mais saudáveis. Nas entradas há asinhas de frango do campo fritas com molho barbecue com ou sem picante (4,80€) ou quesadillas recheadas com pimentos, queijo cheddar e mozzarella (6,90€). Depois há os clássicos dos barbecues americanos: frango frito sobre waffle de milho com xarope de ácer (10,90€), 600 gramas de entrecosto de porco preparado em cozedura lenta e molho de barbecue (17,90€) ou um prato que junta frango assado, carne de porco desfiada e waffles, entrecosto e picles com acompanhamento à escolha, onde não faltam os feijões cozidos com molho barbecue ou as batatas fritas com sal de alecrim (15,90€). Há também vários hambúrgueres, e nas opções vegetarianas há um chilli vegetariano, feito com batata doce, grão-de-bico, pimentos e especiarias e servido com arroz preto, natas azedas e creme de abacate (9,90€). As sobremesas são bem doces, para quem quer rematar a refeição decadente à grande.

Publicidade
savage olivier
savage olivier
©DR

Savage

Olivier da Costa arranjou forma, ainda em 2019, de levar as suas criações gastronómicas a casa com um restaurante virtual, o Savage. Na ementa há burritos em variações shrimp tropicalia, com a tortilha de trigo recheada com arroz, guacamole, camarão panado, sweet chilli e pico de gallo, com manga em palitos e maionese wasabi (12€), o beef n' chips, com guacamole, rolo de carne recheado de cheddar e batata palha (12€), o veggie baby com arroz, hummus, beringela, courgete, cogumelo paris, pimentos morrones, maionese de beterraba e batata doce (12€) ou o mais extravagante ATEC, com um mac'n'cheese com trufas e maminha de wagyu (16,50€). Há também quatro tipos de tacos recheados, como os fish frenzy (6,50€), conhecidos no irmão japonês Yakuza, ou o porkies (6,50€), com cachaço de porco, e sushi rolls. Numa parceria com o Guilty, também do chefpreneur português, há algumas pizzas no menu do Savage. Pode encomendar também sobremesa: prove os tacos com chocolate e pipocas ou churros, tudo isto disponível na Glovo, Uber Eats e Bolt Food.

Encomendar para casa

Restaurante, Yard of Greens, Rainbow Pancake Tower
©Gabriell Vieira

Comida saudável ao domicílio em Lisboa

Restaurantes

Quando falamos de mandar vir comida, já não pensamos só em pizza. As opções cresceram muito e já há restaurantes e cafés de tudo e mais alguma coisa com take-away e entregas, algumas especiais e novas para fazer face à pandemia. O que significa que numa semana em que não está virado para cozinhar, tanto pode encomendar uma opção gulosa e gordurosa (ninguém vai julgar) como equilibrar com uma proposta saudável, nutritiva. Isso não quer dizer que sejam saladas sem graça mas sim pratos completos e mais leves, que o deixam saciado por longas horas, sem inchaços. Espreite as opções de comida saudável ao domicílio em Lisboa e faça um plano alimentar semanal equilibrado.

pátio da cerveja
DR

Fazem-se entregas de cerveja ao domicílio em Lisboa

Bares

Não se preocupe, que em breve voltaremos às ruas para lhe mostrar o melhor da cidade. Por agora, deixe-se ficar no conforto do lar e beba uma cerveja artesanal. Fomos à procura das cervejeiras, lojas e restaurantes da cidade que fazem entregas ao domicílio ou que estão abertas para levar, e deixamos-lhe abaixo uma lista com tudo o que precisa de saber.

Publicidade
Pizza picante da Valdo Gatti
©Arlindo Camacho

As melhores pizzas ao domicílio

Restaurantes Pizza

As pizzas continuam a ser uma escolha segura para quem quer comer fora sem sair de casa. A diferença é que há cada vez mais boas opções, entre restaurantes com o próprio serviço de entregas e os outros (tantos outros) que se encontram nos serviços de entregas ao domicílio que povoam as ruas. Estas são algumas das melhores pizzas ao domicílio em Lisboa.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Best selling Time Out Offers
        Publicidade