Dez sítios perfeitos para um lanche de Natal em Lisboa

Sonhos, bolo-rei e bolos especiais para celebrar a quadra. Escolhemos dez sítios perfeitos para lanches de Natal em Lisboa.

©Living AllowedSítio Restaurante

Combinam-se mais jantares de Natal do que lanches, mas a verdade é que um chocolate quente e uma fatia de bolo-rei ou um chá e um sonho dizem muito mais à época natalícia. Reunimos dez sítios para um lanche em Lisboa onde há bolos especiais para a quadra, decoração a rigor, bons doces natalinos e um ambiente acolhedor que acabará por tornar este encontro num lanche ajantarado.

Dez sítios perfeitos para um lanche de Natal em Lisboa

L'Éclair

Estão prestes a ter um nova loja na Rua dos Bacalhoeiros, mas para já, para se encher com os éclairs mais refinados da cidade, tem de ir á Duque D'Ávila e aproveitar para olhar a montra de Natal. O espírito prolonga-se até ao balcão onde estão expostos os bolos do dia. Tome nota das edições especiais de Natal de 2017: tronco de natal de chocolate em três texturas (brownie, mousse de chocolate, centro cremoso de chocolate e uma feuillantine de praline a ajudar à festa); tronco de caramelo e laranja e outro, meio neon, de rosa e líchias. Mais tradicional, menos viagem pela fabrica do Willy Wonka? Sim senhor: há pain d'épices e galette des rois.

Avenidas Novas

Sítio Valverde

5 /5 estrelas

Para despachar uma prenda num momento-experiência, para não ir pela lembrancinha e aproveitar para passar um tempinho de qualidade a comer bem, o Sítio Valverde tem chás das cinco entre as 17.00 e as 19.00. No páteo interior com umas mantas ou no quente do interior, há de tudo: uma seleção de doces e salgados, scones caseiros com manteiga, crème fraîche e compota caseira (24€), ou tudo isto à carta, não esquendo as torradas e tostas especiais do restaurante.

Avenida da Liberdade
Publicidade

Arcádia

Assim são as lojas do futuro da Arcádia: um espaço onde se compram todos os seus produtos de sempre – os chocolates e bombons – mas também onde se pode tomar um chá e um café a comer chocolates ou a pastelaria que a marca do Norte produz. A novidade do Inverno de 2017 foram os gelados, com receita do mestre gelateiro Gianfausto Pellegrinetti, e que lembram os sabores da marca. Há entre eles chocolate com vinho do Porto, claro. Aqui compram-se também os cabazes de Natal, cheios de caixas de línguas de gato, azevinhos e infusões de chá da marca, e ninguém o impede de os devorar no local.

Parque das Nações

Leitaria da Quinta do Paço

Chegou do Porto e trouxe os éclairs recheados com chantilly caseiro que encantaram os nortenhos. Na Leitaria da Quinta do Paço, que nos anos 20 começou por ser uma distribuidora de leite pasteurizado, vendem-se éclairs com o famoso Doce do Porto, com chocolate, com limão, maracujá, frutos vermelhos, caramelo artesanal ou creme de café. Para este natal há um éclair traçado de tronco de Natal com bolo de noz na cobertura, dois chocolates, groselhas e tomilho. E há versão XL. 

Avenidas Novas
Publicidade

Pastelaria Versailles

5 /5 estrelas

Inaugurada em 1922, com os tectos trabalhados, espelhos em art nouveau e candeeiros de cristal. Como é que este sonho de Natal pode melhorar? Com um serviço à antiga e uma data de doces de Natal caseiros – com especial destaque para os fritos. É rabanadas, sonhos, filhoses, coscorões e, claro, um bolo-rei como devem ser todos. Tudo acompanhado de um bom café, um chocolate quente ou um chá. E, em caso de emergência, também sai um prego.

Avenidas Novas

Pastelaria Alcôa

A famosa pastelaria de Alcobaça passa o seu primeiro Natal na capital e é caso para largar um "Amén". Não dá para se sentar a beber um prolongado chá e mergulhar em doce de ovos, mas o melhor é mesmo ficar de pé porque tudo o que se vende aqui é coisa para dar energia para passar um dia de um lado para outro: mimos de freira, pudins de São Bernardo, torrões reais, queijinhos do céu, coroas de abadessa e castanhas de ovos, lampreia de ovos, bolo-rei e raínha. Tudo seguindo as antigas receitas tradicionais dos Monges dister de Alcobaça.

Chiado
Publicidade

York House Hotel Lisboa

3 /5 estrelas

A carta de chás tem, neste antigo convento de carmelitas, pelo menos umas três páginas.É Lê-la com atenção porque será difícil não ter aqui matéria para um chá das cinco natalício com toda a elegância.

Santos

Confeitaria Nacional

4 /5 estrelas

Foi a confeitaria que trouxe o bolo-rei para Portugal, uma receita que se mantém inalterada desde 1875 e continua a ser motivo de romaria por altura do Natal. Não diga que não aos clássicos e este é capaz de ser o mais icónico do bolo-rei na capital. Na casa-mãe pode beber um chá ou um chocolate quente e atirar-se talvez não a um bolo inteiro, mas a uma fatia. Ou a umas quantas.

Baixa Pombalina
Publicidade

Pastelaria Restelo - “O Careca”

Um clássico da cidade e desta revista e, portanto, seja no Natal, na Páscoa, ou como antídoto para as segundas, o Careca resultará sempre para um lanche guloso. Os croissants de massa folhada vêm quentes e polvilhados de açúcar cristalizado e têm uma receita que é mantida em segredo há mais de 30 anos. Além disto têm um dos bons bolos-rei desta cidade.

Belém

Tartine

O pasteleiro vem de fora, mas no Natal Christian rende-se aos doces tracionais portugueses. Beber um chá e pedir uma ou duas rodas de sonhos é aqui – dos mais básicos, sem grandes aromas. Para levar aquele amigo que teima em dizer que não é de doces, também é ideal: o método de fabrico do pão, com recurso ao tradicional isco, faz toda a diferença na hora da trinca. Fica mais estaladiço, tem uma ligeira acidez e maior durabilidade. Vale a pena testar o que falamos nas baguetes, na broa, no pão da avó ou nos pães de sementes.

Chiado
Publicidade

Mais ideias para lanchar em Lisboa

As melhores pastelarias com fabrico próprio de Lisboa

Não deixe para depois o que pode fazer hoje, aproveite o pequeno-almoço, o lanche ou até qualquer hora do dia para ir experimentar as especialidades destas seis pastelarias com fabrico próprio. Prepare-se para sair de barriga cheia.

Por Mariana Morais Pinheiro

Sete cafés em Lisboa para se abrigar do frio

Pronto, o Outono já se instalou, já passou o verão de São Martinho... agora é tempo de pôr uma camisola mais quentinha, esquecer as esplanadas por uns tempos e procurar abrigo em cafés acolhedores. Damos-lhe sete ideias, uma por cada dia da semana.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Os melhores cafés de Lisboa

Seja para tomar o pequeno-almoço, lanchar com a família ou encontrar amigos, ir ao café é um hábito bem português. Estes são os lugares que não dispensamos na hora da bica.

Por Mariana Correia de Barros

Comentários

0 comments