A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Bolo-Rei da Confeitaria Nacional
Fotografia: Melissa VieiraBolo-Rei da Confeitaria Nacional

Quinze sítios perfeitos para um lanche natalício em Lisboa

Sonhos, bolo-rei e doçaria diversa para celebrar a quadra. Escolhemos os melhores sítios para lanches de Natal em Lisboa.

Escrito por
Inês Garcia
Publicidade

Por esta altura em 2019, o mais certo era a agenda estar carregadinha de jantares de Natal. Em 2020 o mundo mudou mas devemos manter tradições, para o bem da nossa saudinha mental. Com mais cuidados, menos pessoas à volta da mesa, máscaras no rosto e o distanciamento social correcto, marque um lanche para fazer aquela troca de presentes com o amigo secreto (se precisar de ideias temos umas quantas aqui). Um chocolate quente e uma fatia de bolo-rei, um chá e um sonho ou um dónute e um café de especialidade quentinho fazem o repasto. Reunimos os sítios ideais para um lanche natalício em Lisboa, onde há pastelaria sem fim, fritos típicos da quadra (venham as rabanadas e as filhoses) e outros doces especiais, em restaurantes e pastelarias decoradas a rigor (com menos lugares para sentar e mesas mais espaçadas, mas as luzinhas a aquecerem a alma e levantar o astral). 

Recomendado: Os melhores cabazes para oferecer este Natal

Para lanchar e chorar por mais

  • Restaurantes
  • Cafés
  • São Sebastião

A Crush Doughnuts é sempre boa opção para um lanchinho, especialmente nos dias em que precisa de levantar a moral. Às já boas opções de dónutes artesanais americanos que existem sempre no menu, acrescentaram quatro especiais de Natal, perfeitos para o lanche: o Snowman, com cobertura de chocolate branco, recheio de creme de baunilha e framboesa, o Oreo&Cookie, com glacé de cacau, recheio de Oreo com natas, marshmallow tostado e bolacha Oreo no topo, a Xmas Tree, onde a rosca troca o habitual formato redondo pela forma de uma árvore, com glacé verde de açúcar e recheio de doce de leite e ainda o Gingerbread, com glacé de caramelo, creme de especiarias e crumble de canela (a partir de 5,95€). Pode acompanhar com bebidas quentes como o café de especialidade da casa ou o ice tea caseiro. 

  • Restaurantes
  • Pastelarias
  • Grande Lisboa

A marca O Melhor Croissant da Minha Rua, originária de Sesimbra, abriu novas lojas em Lisboa em pleno estado de emergência no país e tem feito sucesso. O segredo está na simplicidade do monoproduto – aqui o croissant não é folhado nem brioche, é um misto dos dois. Para o Natal têm produtos especiais para encomenda ou para sentar um pequeno grupo à mesa e atacar. Falamos de bolos rei e rainha feitos com croissants, aos quais pode acrescentar doce de ovo ou fios de ovos. Há também uma estrela de Natal. 

Publicidade
  • Restaurantes
  • Cafés
  • Castelo de São Jorge

Quentinho e com ares de sala de estar da avó. O Miolo é um sítio certo para um lanche natalício, com sandes salgadas, como a de bochecha de porco, estufada a baixa temperatura com vinho do Porto, cebola roxa caramelizada e bacon em pão brioche que apresentaram no primeiro Miolo, no Bairro Alto, ou esse bestseller que é o bolo de cenoura caseiro com cream cheese ou chocolate. Tem também panquecas, cookies, croissants ou pão de banana, tudo para beber com um chazinho ou cappuccino cheio de espuma. 

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Alvalade

O cheirinho a pão acabado de sair do forno é, com certeza, um isco para muitos daqueles que procuram um lanche na estação fria. A padaria artesanal no bairro de Alvalade vai tendo uns especiais, consoante o que dá na gana do pasteleiro: aos vários tipos de pão e aos bolos de canela e cardamomo, vão-se juntando o bolo de Natal ou coroas de laranja e chocolate. 

Publicidade
  • Restaurantes
  • Avenidas Novas

Ninguém fica indiferente aos éclairs recheados com chantilly caseiro da pastelaria portuense. Na quadra festiva têm sempre novos motivos para se recostar no salão de chá ou na esplanada coberta de uma das Leitarias lisboetas. Do éclair tradicional aos especiais de Natal (a partir de 1,80€), todos acompanham bem com um cházinho, para equilibrar as calorias extra. Há também bolachinhas de gengibre (15€/kg), ideais para trincar por entre um dos clássicos batidos da Leitaria.

  • Restaurantes
  • Cafés
  • Baixa Pombalina

Foi a confeitaria que trouxe o bolo-rei para Portugal, uma receita que se mantém inalterada desde 1875 e continua a ser motivo de romaria por altura do Natal. Não diga que não aos clássicos e prove aquele que, possivelmente, é o mais icónico bolo-rei da capital. Na casa-mãe pode beber um chá ou um chocolate quente e atirar-se talvez não a um bolo inteiro, mas a uma fatia. Ou a um par delas.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Pastelarias
  • Alcântara

Por esta altura, a montra da Brigadeirando na Lx Factory, além dos brigadeiros artesanais, já mostra outras edições especiais da época, do tronco de Natal feito com salame de brigadeiro ao bolo mini red velvet especial. Num ano em que precisamos de alegria, estas pequenas (ou grandes) bombas de felicidade são o que precisa para um lanche guloso. Se ainda precisar de ideias para prendas, descubra também a colecção especial com a marca de t-shirts portuguesas Le Mot e declare o seu amor ao sucré ou ao chocolat. 

  • Coisas para fazer
  • Grande Lisboa

Aqui pode ter uma tarde dois em um, com lanche na Marquise, e compras de Natal na loja de decoração Mobler. A concept store com loja de plantas e flores esconde um pequeno terraço e uma cafetaria com bolos e pastelaria caseira e pão artesanal do bom. 

Publicidade
  • Restaurantes
  • Cafeteria
  • Parque das Nações

Nas lojas Arcádia pode comprar a doçaria de sempre (ou o novíssimo calendário do advento), mas também onde se pode tomar um chá ou um café e comer chocolates, gelados com receita do mestre gelateiro Gianfausto Pellegrinetti e a variada pastelaria que a marca do Norte produz. Aqui compram-se também os cabazes de Natal, cheios de bolachas, pinheiros de Natal de chocolate, compotas e bombons – e ninguém o impede de os devorar no local.

  • Restaurantes
  • Pastelarias
  • Campo de Ourique

Manel Perestrelo, o moço responsável por esta pastelaria, começou com os croissants (de cada vez que sai uma fornada, esta rua no centro do bairro de Campo de Ourique fica a salivar), mas foi alargando a oferta a outros bolos e bolachas. Marque o lanche lá, coma um croissant bem recheado, e leve para casa a novidade deste Natal: um bolo feito com rabanadas e doce de leite (28€). Há também bolo rei e rainha (19,50€/kg) e panetones de vários sabores.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Cafés
  • Avenidas Novas

Inaugurada em 1922, com os tectos trabalhados, espelhos em art nouveau e candeeiros de cristal. Como é que este sonho de Natal pode melhorar? Com um serviço à antiga e uma data de doces de Natal caseiros – com especial destaque para os fritos. É rabanadas, sonhos, filhoses, coscorões e, claro, um bolo-rei como devem ser todos. Tudo acompanhado de um bom café, um chocolate quente ou um chá. E, em caso de emergência, também sai um prego.

  • Restaurantes
  • Chiado

A famosa pastelaria de Alcobaça passa mais um Natal na capital e é caso para largar um "Ámen". Não dá para se sentar a beber um prolongado chá e mergulhar em doce de ovos, mas o melhor é mesmo ficar de pé porque tudo o que se vende aqui é coisa para dar energia para passar um dia de um lado para o outro: mimos de freira, pudins de São Bernardo, torrões reais, queijinhos do céu, coroas de abadessa e castanhas de ovos, lampreia de ovos, bolo-rei e rainha. Tudo seguindo as antigas receitas tradicionais dos Monges da Ordem de Cister de Alcobaça.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Francês
  • Avenidas Novas

Na L'Éclair os troncos de Natal ou bolachinhas bem decoradas só podem ser pedidos por encomenda, mas há macarons e mais de uma dezena de éclairs para provar no local – entre eles, baunilha, pecan e framboesa, banoffee, tiramisu e chocolate negro. Se quer espírito natalício até na escolha da doçaria, pode sempre optar pelos bolinhos especiais da época, edições limitadas que vão aparecendo na loja.

  • Restaurantes
  • Cafeteria
  • Avenida da Liberdade/Príncipe Real

A Simpli Coffee & Bakery estreou-se no Marquês mas entretanto já tem casas em Picoas e junto à Avenida da Liberdade. Em todas há pães de fermentação natural, que pode e deve levar para casa depois do lanchinho. Das torradas das boas aos cannelés, tem um pouco de tudo para aconchegar o estômago. Há também bolos caseiros à fatia, como o de matcha ou de cenoura, brownies, doces folhados com fruta ou tarteletes com fruta fresca. Tudo para acompanhar com o café de especialidade da casa.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Cafés
  • Belém

Um clássico da cidade e desta revista e, portanto, seja no Natal, na Páscoa, ou como antídoto para as segundas, o Careca resultará sempre para um lanche guloso. Os croissants de massa folhada vêm quentes e polvilhados de açúcar cristalizado e têm uma receita que é mantida em segredo há mais de 30 anos. Além disto, têm um dos bons bolos-rei desta cidade.

Comer e beber na quadra

  • Restaurantes

A pandemia tirou-nos os convívios com muita gente, mas não nos vai tirar o bacalhau, o peru, o cabrito ou as rabanadas. E é por isso que cá estamos, caro leitor. Para lhe dizer onde pode encomendar a papinha toda feita para rechear a mesa nas reuniões de amigos (atenção aos ajuntamentos, não podem ser superiores a cinco e abra sempre a janela para fazer circular o bicho, perdão, o ar) ou na ceia de Natal, que este ano já tivemos trabalho suficiente. Tire proveito dos serviços de take-away e entregas ao domicílio natalícios com os menus especiais que estes restaurantes criaram. O máximo de trabalho que vai ter – em alguns casos nem isso – é ir ao restaurante buscar a encomenda de Natal e empratar tudo em casa.

  • Compras

Andamos de um lado para o outro num frenesim, em busca da prenda perfeita para o Natal, mas agora, que o que se quer é evitar os grandes centros de consumo da cidade, dá jeito uma ajudinha a escolher, não é? Ora, para evitar que o verdadeiro espírito de Natal fique esquecido entre as incertezas deste ano, mesmo que no nosso pensamento estejam aqueles de quem mais gostamos, o melhor é anotar algumas ideias de presentes de Natal solidários. Felizmente multiplicam-se as campanhas que apelam à solidariedade e agora pode aproveitar o espírito natalício para ajudar e inspirar-se para 2021. Porque o Natal é sempre que cada um de nós o quiser.

Publicidade
Marcas portuguesas para oferecer este Natal
  • Compras

Made in Portugal e à distância de um clique. A falta de tempo para ir ao shopping não é desculpa para descuidar a origem do que compra. Estas marcas portuguesas que aqui lhe apresentamos cobrem uma data de categorias, das jóias às ilustrações, t-shirts com dizeres, óculos de sol com hastes coloridas, clutches, tapetes, sapatos. A oferta é variada e dá para toda a família e amigos. O melhor de tudo é que não precisa de ir ao centro comercial e lidar com filas para embrulhos. Basta seguir este histórico de navegação e esperar (sentado).

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade