A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
desconfinamento
Fotografia: Mariana Valle Lima

A hora mudou? Aponte estas ideias para aproveitar os 60 minutos extra

É verdade que esta mudança de hora nos tira uma hora de sono, mas dá-nos muito mais. Eis algumas ideias para aproveitar os 60 minutos extra em Lisboa

Escrito por
Francisca Dias Real
Publicidade

Na madrugada do próximo domingo, dia 28 de Março, vamos mudar para o horário de Verão, essa estação tão desejada por todos os que anseiam o bom tempo e os dias compridos. Por isso, não se esqueça de adiantar os ponteiros do relógio mais 60 minutos, é que, parecendo que não, faz muita diferença. Faz diferença na conta da luz, porque podemos estar em casa até ao final da tarde sem ser necessário ligar a luz, faz diferença porque podemos aproveitar um bocadinho da vida lá fora, sem que a noite caia logo em cima de nós, faz diferença porque o pôr-do-sol fica mais bonito e digno de ser apreciado e fotografado. Enfim, uma horinha a mais é tudo de bom na vida, e por isso há que saber aproveitar esses 60 minutos extra.

Recomendado: Celebre a Primavera com um pé em casa e outro na rua

Ideias para aproveitar os 60 minutos extra

  • Coisas para fazer

Somos fãs do básico (mas sempre mágico) pôr-do-sol na praia e nesse campeonato não há falta de sítios onde “estacionar” a tarde toda. Mas não podendo fugir para o mar é de arranjar soluções. Não se preocupe: já fizemos a selecção por si. São pouco mais de meia dúzia de sítios onde o pôr-do-sol não desilude e onde não vai encontrar grandes multidões, o que nesta altura é uma maravilha. Aliás, são sítios onde poderá fazer “aquela” foto do pôr-do-sol que é um sucesso garantido nas redes. Seja num terraço com vista para Lisboa, seja à beira rio ou rio adentro, o que importa é não perder o fenómeno. Ora imagine o seguinte: a luz de Lisboa, o Tejo e uma hora a mais para aproveitar. Uma dica: por estes dias o sol põe-se perto das 19.00.

  • Restaurantes
  • Geladarias

Basta o sol brilhar e a temperatura subir um pouco que um gelado torna-se logo no melhor aliado – ainda para mais agora, depois de um confinamento, estamos todos desejosos de um raio de sol e uma brisa na cara, tudo com as devidas precauções. Dos sabores de fruta, pêra, limão ou framboesa, aos clássicos, como pistáchio, chocolate negro ou avelã, o céu é o limite no mundo dos gelados (ou gelatos, que as perdições italianas são cada vez mais na cidade). E a verdade é que a lista das melhores gelatarias não pára de engordar de ano para ano. Enquanto não abrem ao público sem restrições pode aproveitar para passar em regime take-away ou pedir através das plataformas de entrega. Sabe bem refrescar aquele final de tarde, acredite. 

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Eventos alimentares

Sabe onde piquenicar em Lisboa? É a forma ideal de fugir da cidade sem chegar a sair dela. É pegar, meter na cesta e estender a toalha nesses hectares relvados jardins fora. Há verdadeiros tesourinhos que vai querer conhecer, sobretudo agora que está oficialmente aberta a época do bom tempo, os raios de sol já queimam e a vontade de sair de casa é mais que muita, ainda que cada saída deva ser feita com a devida prudência e com as devidas distâncias.Nestes tempos, opte pelos espaços verdes e atire-se a um lanchinho arejado que o tempo já pede que o aproveitemos.

  • Restaurantes

Passamos o Inverno a sonhar com elas. Ao primeiro raio de sol primaveril voltamos a corrê-las, ansiosos, e durante o Verão instalamo-nos confortavelmente (ainda que com todos os cuidados que os tempos agora exigem), porque não queremos outra coisa a não ser esplanadas. A 5 de Abril lá estão elas prontinhas para nos receber e, por isso, receitamos-lhe inúmeras doses para repor os níveis de vitamina D. Quiosques, rooftops, esplanadas de rua, enfim, as opções abundam consoante a vontade.

Publicidade
  • Restaurantes

Os restaurantes voltaram a fechar mas as portas estão entreabertas para take-away e entregas ao domicílio, o modelo de negócio possível. Mantenha o seu apoio aos restaurantes locais, aos seus restaurantes de sempre ou não adie a "visita", ainda que diferente, àquele que tinha na bucket list. Aliás, aproveite aquela horinha a mais para deixar para trás o teletrabalho e dar uma voltinha onde uma das paragens é para take-away.

  • Coisas para fazer

É verdade que estamos sempre a mostrar fotografias do rio. O Tejo é um daqueles vícios que não vamos largar tão cedo. Da margem Sul à margem Norte, do Parque das Nações a Belém, o rio dá-nos muitas razões para sorrir. Se nunca esteve apaixonado pelo Tejo, dê-lhe agora uma segunda (ou terceira) oportunidade. Se precisa de reacender a chama, aproxime-se destas águas e teste estas coisas para fazer à beira-rio, dos passeios pelo verde à arte pública acessível a qualquer um. Além de apanhar uma brisa mais fresca, pode recuperar um amor antigo pelo rio que banha Lisboa. Vá, clique em "Ler mais".

Publicidade
  • Coisas para fazer

Nem tudo tem de ser vivido na rua. Também pode aproveitar a hora extra em casa a tratar daquelas quatro paredes que o rodeiam e que transformou no último ano de pandemia. Prepare-se para arregaçar as mangas e pôr as mãos na terra. Já não é preciso sair da cidade para ter a sua própria horta: a agricultura urbana está ao alcance de todos, por que não aproveitar o tempo extra e o bom tempo para se dedicar aos verdes? Basta aprender o bê-á-bá da arte de cultivar plantas em casa. Desde o espaço perfeito para as suas primeiras sementes ou plântulas aos materiais e ferramentas necessários, os especialistas ensinam-lhe como ter uma horta em casa, com um orçamento simpático e sem um terreno à sua disposição.

  • Coisas para fazer

É isso mesmo, exercite-se. O sol põe-se mais tarde, por isso pode aproveitar aquele final de tarde para se mexer, caso continue a usar a desculpa de que treinar em casa não é para si. Pois bem, vá para a rua. Corra nos melhores sítios para correr em Lisboa, dê ao pedal nas ciclovias da cidade ou aproveite estes locais que são autênticos ginásios ao ar livre onde pode compensar os excessos calóricos. E não, não é ginástica de reformado, mas de bem informado – depois de ler este artigo de uma ponta à outra, claro. Qual vai ser a sua desculpa? Deixe-se disso e dê à perna, aos braços e ao corpo no geral que o tempo do sedentarismo já passou.

Viva a Primavera

  • Coisas para fazer

A lista com sugestões de actividades ao ar livre não o vai deixar ficar curvado sobre si mesmo no sofá. Só precisa de saber conjugar os verbos caminhar, pedalar, descobrir ou esplanadar – depois fica com a agenda preenchida, em qualquer estação do ano.

  • Coisas para fazer

Se por um lado Lisboa esteve em guerra com taggers com pouco talento para a coisa – e que fazem questão de espalhar assinaturas por tudo quanto é sítio –, por outro a cidade é cada vez mais um museu a céu aberto de belíssimas obras de arte urbana. Embarque connosco num passeio alternativo pela cidade.

Publicidade
  • Compras
  • Floristas

Para ajudar a resolver o problema da falta de tempo para ir escolher o bouquet mais bonito, há serviços de entrega de flores ao domicílio prontinhos a ajudarem (abençoados motoboys). Há opções singelas, mais em conta, ramos com flores secas e outras de todas as cores e feitios que impressionam qualquer um, independentemente da efeméride.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade