Vaga de frio em Lisboa: o que fazer quando o Inverno aperta

Podem vir massas de ar polar, descidas das temperaturas mínimas e alertas de todas as cores: na Time Out Lisboa temos sempre ideias quentinhas.

©DR

Esplanada, com este frio? Enquanto não chover, somos a favor de esplanadas, e as cinco que lhe sugerimos já a seguir são aquecidas e até providenciam mantas. Mais quentes são as lareiras que descobrimos e onde vale a pena recuperar a temperatura corporal (os pratos e os cocktails também ajudam, pode confiar). Damos-lhe ainda sete planos de coisas para fazer. Vá aonde for, importante é estar equipado a rigor. O frio é que não pode servir de desculpa para não ter o que fazer. 

Recomendado: Uma lista de cocktails para o Inverno

Cinco esplanadas quentinhas

The Insólito

Uma cozinha criativa, servida desde as entradas às sobremesas. Fica no último piso de um prédio antigo e tem um terraço com uma vista única sobre Lisboa. À disposição dos seus clientes há sempre mantas e aquecedores de exterior.

Bairro Alto

Royale Café

O Café Royale nasceu no Largo Bordalo Pinheiro em 2006 e desde então põe nas mesas sandes e hambúrgueres portentosos, pratos do Médio Oriente e remata tudo com sobremesas royale – e não estamos a falar de gelatinas. É um sítio abrigado o ano todo e também tem mantas para quem quer ter aquele conforto extra.

Chiado
Publicidade

Noobai

Ainda Lisboa andava a aprender o que eram esplanadas e terraços e já o Noobai, em Santa Catarina, dominava a arte do restaurante-miradouro. Este Inverno, pela primeira vez, surgiu munido de aquecedores. É aproveitar!

Chiado/Cais do Sodré

Casanova

Escolha dos críticos

Mais antiga é a tradição de aquecimento exterior do Casanova (Santa Apolónia), que tem uns óptimos caloríferos na esplanada. Não queremos que se perca em desculpas para não comer as pizzas do Casanova (ou “as pizzas do Lux”) – costumam ser a bitola de comparação para qualquer lisboeta, em qualquer conversa sobre pizzarias. Em boa verdade, é difícil chegar perto da qualidade das que aqui se fazem. A massa é fininha e estala nas pontas, o tempo em forno de lenha é o ideal, nem de mais, nem de menos, os ingredientes têm todos muita qualidade e, lá está a comparação, ao contrário de alguns dos congéneres, vêm sempre em abundância. 

São Vicente 
Publicidade

À Margem

O nome (e a foto) não deixam mentir, fica mesmo à beira do rio e com vista para a outra margem. Os aquecedores a gás dão o calor necessário à esplanada interior envidraçada, caso queira ficar mais recolhido e não perder o Tejo de vista.

Belém

Seis sítios com lareira

Foxtrot

O elegante Foxtrot permite-nos viver a tal fantasia da Suíça numa das suas salas interiores. O pub ao estilo inglês de São Bento também tem vallet parking, o que ajuda a dar aquela camada extra de sofisticação à nossa vida – e dá um jeitão nos dias frios.

+ Este é um dos melhores bares históricos em Lisboa. Descubra os outros. 

Chiado/Cais do Sodré

Procópio

O Procópio é um lugar predilecto para muitos tertulianos (habitantes do planeta Tertúlio?) e tem uma acolhedora lareira. Experimente a sandes de paté com pickles e viaje até um tempo em que as pessoas comiam realmente sandes de paté com pickles.

+ Este é um dos bares mais bonitos em Lisboa. Mas há mais.

Avenida da Liberdade/Príncipe Real
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Sete planos para aquecer

Desenferrujar essa cultura geral numa noite de quiz

Cafés, bares e restaurantes enchem-se de gente com respostas na ponta da língua. Fomos experimentar e descobrimos uma série de quizzes em Lisboa, que acontecem todas as semanas, por isso torne isto um hábito semanal. De Alvalade ao Cais do Sodré, há bares para todos os gostos e quizzes de todos os feitios. O melhor é descobrir qual prefere.  

Por Francisca Dias Real

Beber um bom chocolate quente

Cremoso, com ou sem chantilly por cima, quente e bem docinho. O frio chegou e é a altura certa para aquecer as mãos numa chávena de chocolate a fumegar e colocar a gulodice em dia. Escolha um destes três sítios para beber chocolate quente com a certeza que são bons. 

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Comer um crepe

Um crepe quentinho com uma bola de gelado a derreter-se ou simplesmente com um topping de chocolate ou fruta por cima. Há prazeres de Verão que sabem ainda melhor no Inverno. 

Por Cláudia Lima Carvalho

Correr as melhores exposições

A agenda de exposições em Lisboa vai de vento em popa. Há cinco, pelo menos, que não pode perder, seja a dos tesouros vindos directamente do Brasil — falamos dos quadros de Cândido Portinari —, às que provocam uma certa ginástica matemática ou até mesmo as que questionam a sociedade actual e as tensões na altura da crise. Aponte já na agenda, porque estas são daquelas exposições que não inauguram todos os dias.

Por Francisca Dias Real
Publicidade

Relaxar num destes spas

Meia horinha depois do trabalho ou um dia inteiro de lazer, passado sem culpas, de roupão. Você decide o tratamento relaxante que melhor se ajusta a esses níveis de stress. Nem se vai lembrar do frio.

Por Maria Ramos Silva

Embarcar nestes passeios literários

Ilustres autores portugueses, todos tiveram um poiso em Lisboa. Fevereiro é mês de roteiro literário da capital pelos sítios onde vários escritores portugueses passaram e deixaram a sua marca – de Fernando Pessoa a Luís de Camões. 

Por Francisca Dias Real
Publicidade

Descobrir a história de amor de Arpad Szenes e Vieira da Silva

No mês em que se celebra o Dia dos Namorados, o Amoreiras Shopping Center presta uma homenagem à história de amor dos pintores Arpad Szenes e Maria Helena Vieira da Silva com uma exposição nas escadarias do centro comercial. Fotografias, cartas de amor e relatos da vida em comum vão estar expostos no centro comercial de 6 a 28 de Fevereiro. 

Por Cláudia Lima Carvalho

Outras ideias para aquecer

As melhores sopas de Lisboa

Qual é a sopa do dia? “De legumes”. Mas que legumes? “Isso não sei”. Até há pouco, esta conversa com o empregado de mesa repetia-se vezes sem conta nos restaurantes da cidade. E era uma tristeza. Uma falta de consideração para com a sopa. Ora, felizmente, há cada vez mais cozinheiros para quem a sopa não é apenas uma panela com cenouras e batatas trituradas. Aliás, algumas das que lhe propomos demoraram horas a serem preparados e são mais complexas do que muitas receitas de chef.

Por Editores da Time Out Lisboa

Os melhores restaurantes de cozinha tradicional em Lisboa

Do Minho ao Algarve, do interior ao litoral – não é preciso sair de Lisboa para experimentar os melhores sabores da cozinha portuguesa. Açordas, bacalhaus, rissóis e pataniscas. Entremeadas, croquetes, cozidos e empadões – o que não falta nestes restaurantes de cozinha tradicional em Lisboa são especialidades do país inteiro.     Recomendado: Tascas a não perder em Lisboa

Por Mariana Correia de Barros
Publicidade

Comentários

0 comments