Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Vaga de frio em Lisboa: o que fazer quando o Inverno aperta

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Chapitô
Duarte Drago

Vaga de frio em Lisboa: o que fazer quando o Inverno aperta

Podem vir massas de ar polar, descidas das temperaturas mínimas e alertas de todas as cores: na Time Out Lisboa temos sempre ideias quentinhas.

Por Francisca Dias Real
Publicidade

Esplanada, com este frio? Enquanto não chover, somos a favor de esplanadas, e as que aqui lhe sugerimos já a seguir são aquecidas e até providenciam mantas. Mais quentes são as lareiras que descobrimos e onde vale a pena recuperar a temperatura corporal (os pratos e os cocktails destes bares e restaurantes também ajudam, pode confiar). Damos-lhe ainda outros planos de coisas para fazer para se manter longe da gripe. Vá aonde for, importante é estar equipado a rigor. O frio é que não pode servir de desculpa para não ter o que fazer. 

Recomendado: Inverno em Lisboa: eventos aconchegantes para os dias frios

O que fazer quando o Inverno aperta

Noobai
Noobai
Fotografia: Manuel Manso

Marque lugar nestas esplanadas nos dias frios

Coisas para fazer

Somos bons esplanadores e não é o Outono ou o Inverno que nos vão fazer sair da cadeira ao lusco-fusco. Pelo contrário. Não deixe que os fins de tarde escuros o façam ir logo para casa e aproveite happy hours, esplanadas com aquecedores ou com aquela mantinha que já cai bem pelas costas. Saia de casa mas abrigue-se de brisas leves, ventanias e do briol que já se sente à noite numa destas esplanadas: temos propostas à beira-rio, nas alturas ou outras mais escondidas dentro de edifícios. Das já clássicas às novidades mais recentes, estas são as melhores esplanadas para os dias frios.

locked riddles
locked riddles
©Luciano De polo

Escape ileso (e quentinho) destas salas

Coisas para fazer

Os escape games chegaram timidamente a Lisboa, mas rapidamente se multiplicaram que nem cogumelos. São cada vez mais, maiores, mais diversificadas e difíceis estas armadilhas para intelectuais masoquistas. Os níveis de dificuldade variam e os temas são sempre diferentes. Basta percorrer a Baixa de Lisboa para encontrar diferentes opções, com tramas que envolvem crimes, a Revolução dos Cravos, Fernando Pessoa, os Descobrimentos ou o vinho do Porto. Reúna os amigos nestes dias mais fresquinhos, foque-se nas pistas, tente resolver a charada e raspe-se dos quartos que se seguem.

Publicidade
O Asiático - Lareira
O Asiático - Lareira
Fotografia: Arlindo Camacho

Aqueça-se nestas lareiras

Coisas para fazer

Uma lareira serve um duplo propósito: decoração e aquecimento. Em Lisboa — e arredores —, há muitos sinais de fumo fora de casa, entre cafés, restaurantes ou hotéis, em pleno centro da cidade ou à beira-mar. De várias cores, feitios e pujanças, saiba onde encontrar a melhor relação qualidade-lareira na zona da Grande Lisboa. Por isso, tire o casaco (e tudo o que lhe for permitido sem ser acusado de atentado ao pudor) e sinta o conforto lá de casa, mas fora dela. É uma espécie de vá para fora cá dentro, mas com fogo.

quantum park
quantum park
Fotografia: Manuel Manso

Dê um salto (ou dois, ou três)

Coisas para fazer

Tudo a saltar, tudo a saltar – qualquer semelhança com um hino-urbano-clubístico é pura coincidência. Até porque quem passa a ombreira da porta nestes parques de trampolins sabe que é para saltar como se tivesse molas nos pés e quisesse chegar ao infinito e mais além. Instalam-se em grandes armazéns, normalmente na periferia, com um grande pé alto e espaço para receber rampas, camas elásticas e trampolins para os mais pequenos e para os crescidos, que também podem ser crianças quando o espírito interior assim o quiser. Descubra estes parques de trampolins em Lisboa e leve a família atrelada, o plano perfeito para saltar do frio exterior para a transpiração do esforço no interior. 

Publicidade
Chocolate quente da Confeitaria Nacional
Chocolate quente da Confeitaria Nacional
©Arlindo Camacho

Afogue as mágoas nestas chávenas de chocolate quente

Restaurantes

Cremoso, com ou sem chantilly por cima, quente e bem docinho. Se o que lhe aquece realmente a alma (e as mãos) é o chocolate numa versão líquida, esta é a altura certa para correr as capelinhas todas em busca de uma chávena de chocolate a fumegar e colocar a gulodice em dia. Aqui damos-lhe uma lista de sítios para beber chocolate quente em Lisboa com um grau de cacau mais ou menos elevado, com rum e até com licor de laranja. Mais ou menos doce, estas canecas são um tiro certeiro para curar todos os males.

Café Klandestino
Café Klandestino
Duarte Drago

Fuja do frio e da chuva nestes bares acolhedores

Bares

Dias de neura e de chuva pedem bares quentinhos, cocktails e vinhos, que aquecem a alma. Nos últimos meses têm surgido novos bares a juntar-se à lista dos já clássicos onde vale a pena passar um bom bocado a descobrir um cocktail. Puré de ananás, sumo de laranja queimada, infusão de chocolate, pimentos Padrón, cacau ou banana pão são alguns dos ingredientes dos copos que aqui lhe sugerimos. Não desconfie já, vai ver que é bom e que no final até vai querer voltar. Nem se vai lembrar mais do frio na rua. 

Publicidade
MAAT - Museu Arte, Arquitectura e Tecnologia
MAAT - Museu Arte, Arquitectura e Tecnologia
Fotografia: Manuel Manso

Meça a temperatura destes museus

Arte

Queremos ajudar a tornar os dias mais culturais, esteja sozinho ou com a família toda atrelada. As temperaturas baixam e é sempre uma opção refugiar-se dentro de um destes museus ou galerias, até porque é impossível não ter o que ver. Não queremos que se perca e por isso dizemos-lhe quais as exposições a que deve prestar atenção em Lisboa. Não há desculpas para não sair de casa. 

Manteigaria Silva
Manteigaria Silva
©Duarte Drago

Ponha o jogo todo em cima da tábua

Restaurantes

Faça contas à vida para, ao final da tarde, poder sentar-se sossegado a relembrar a tabuada. Não se alarme se não é amigo de números porque nesta lista fala-se é das tábuas de queijos e enchidos tão carregadinhas que o mais provavél é que já as conheça de cor. Afinal, uma tábua de queijos e enchidos é aquele clássico das patuscadas com amigos que nunca se deve ignorar, sobretudo quando o frio começa a apertar. O melhor de tudo é que na maioria destes sítios as tábuas ainda não estão pré-definidas, portanto pode juntar o útil ao agradável: conhece um sítio novo e escolhe o que quer, entre queijos e enchidos ou uma mista para provar de tudo.

Publicidade

Encha o bandulho com cozido à portuguesa todos os dias

Restaurantes Português

Um cozido à portuguesa por dia, não sabe o bem que lhe fazia – no frio do Inverno ou mesmo sob o calor abrasador do Verão, para os mais aficionados. Em Lisboa, não há dia marcado para se deliciar com este clássico da gastronomia nacional (ainda que uma larga maioria dos restaurantes de cozinha tradicional privilegie as quartas e quintas-feiras para o repasto). De tascas mais acolhedoras a restaurantes mais requintados, pode sentar-se à mesa e esperar por um prato que lhe vai encher a barriga e aquecer o coração. Aqui vão os restaurantes para comer cozido à portuguesa todos os dias, de segunda-feira a domingo. Guarde esta lista na porta do frigorífico e olhe para ela antes de enfrentar o frio lá fora.

Esconda-se no escurinho e no quentinho do cinema

Filmes

Se é daqueles que não deixa passar uma estreia, pode espreitar os filmes em cartaz a cada semana nos cinemas mais comerciais. Mas, se é um verdadeiro cinéfilo (ou um aspirante a), deve ter em mente que algumas pérolas do cinema escapam às grandes salas. São clássicos para ver e rever – ou apenas filmes fora da rota comercial e por isso fora dos grandes centros comerciais. Para não perder nada, todas as semanas damos-lhe as melhores sugestões de cinema alternativo em Lisboa, habitualmente em salas muito especiais e, certamente, mais quentinhas que o ar gélido da rua por esta altura. 

Publicidade

Aproveite para relaxar e abrir os poros nestes spas

Coisas para fazer

Deitado na marquesa, aromas florais, cítricos ou assim aquele incenso a dar o ar da sua graça, tudo numa sala escura com música relaxante (o chilrear dos passarinhos acalma muita gente) – este cenário é o que encontra num spa quando entra na sala de tratamentos. Aliviar tensões, fazer drenagens, relaxar os músculos e libertar a mente de preocupações, pelo menos durante aqueles minutos que parecem passar a correr quando alguém nos põe as mãos em cima. Estas massagens são capazes de fazer esquecer todos os males do mundo, e é deitado que apetece ficar até à eternidade, até porque se há locais com a temperatura controlada ao milímetro são estes.

Milkees
Milkees
©Inês Félix

Comida de conforto? Sim, por favor

Restaurantes Cafés

Todos sabemos que o pequeno-almoço é aquela refeição que nunca devemos saltar mas os médicos defendem também que não devemos ficar mais do que duas a três horas sem comer e por isso há que cumprir a recomendação. Comece já a pensar onde vai lanchar. Seja durante uma tarde de trabalho, para matar saudades daquele amigo ou familiar e pôr conversa em dia, ou ao fim-de-semana para ficar toda a tarde a relaxar. Nestes sítios para lanchar em Lisboa sai sempre revigorado e de barriga cheia: estamos a falar de pain au chocolat, croissants, merendas mistas, tostas, cupcakes, bowls, éclairs doces ou salgados. Enfim, tudo o que grita conforto para dias em que o frio aperta. 

Outras ideias para aquecer

Sopa de Santola - Nobre
Fotografia: Ana Luzia

As melhores sopas de Lisboa

Restaurantes

Qual é a sopa do dia? “De legumes”. Mas que legumes? “Isso não sei”. Até há pouco, esta conversa com o empregado de mesa repetia-se vezes sem conta nos restaurantes da cidade. E era uma tristeza. Uma falta de consideração para com a sopa. Ora, felizmente, há cada vez mais cozinheiros para quem a sopa não é apenas uma panela com cenouras e batatas trituradas. Aliás, algumas das que lhe propomos demoraram horas a serem preparados e são mais complexas do que muitas receitas de chef.

Solar dos Presuntos - Cozido à Portuguesa
Fotografia: Arlindo Camacho

Os melhores restaurantes de cozinha tradicional em Lisboa

Restaurantes

Do Minho ao Algarve, do interior ao litoral – não é preciso sair de Lisboa para experimentar os melhores sabores da cozinha portuguesa. Açordas, bacalhaus, rissóis e pataniscas. Entremeadas, croquetes, cozidos e empadões – o que não falta nestes restaurantes de cozinha tradicional em Lisboa são especialidades do país inteiro.    

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade